O Belo Indiferente | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
68513 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 24/9/2003
O Belo Indiferente
Rennata Airoldi

+ de 5200 Acessos

O amor é um sentimento único e sublime? Sim e não. Sim, porque todos concordam que é uma maneira nobre de se querer bem ao outro. E não, porque as pessoas amam de formas, e em níveis de intensidade, diferentes. Não existe equilíbrio na entrega de cada uma das partes envolvidas. Assim, muitas vezes é difícil adequar o amor de duas pessoas a uma mesma relação. Quem se submete, quem se humilha, quem obedece, quem comanda, tudo é determinante numa relação. E assim também, aos poucos, estabelece-se os vícios de cada relacionamento.

Falar de amor é sempre difícil; complicado, já que cada um possui seu jeito de amar. Mulheres e homens amam cada um à sua maneira. Se não for muita ousadia, ou mesmo conversa fiada, a meu ver, o amor é como uma caixinha de música na qual é preciso dar corda constantemente; para manter o "fluxo", o funcionamento adequado. Dela sai a mais linda música, cada vez que é aberta.

É... A alegria, a felicidade... às vezes, cansam; às vezes, ficam esquecidas; mas sempre "ali": prontas para retomar de onde um dia se parou. Para manter vivo o amor, é nessário "regar a plantinha" todos os dias (como diz uma música), para manter a "caixinha" funcionando com a corda toda.

Deixando de lado opiniões e viagens pessoais, vou falar de uma peça que trata, obviamente, de amor. O Belo Indiferente, de Jean Cocteau, mostra o limite do amor de uma mulher por um homem. O quanto ela é capaz de suportar a espera, a traição e, principalmente, a indiferença do marido. Tudo porque não consegue simplesmente deixá-lo. Ela, apesar de ser uma famosa cantora, auto-suficiente economica e profissionalmente, é, ao mesmo tempo, totalmente dependente em relação aos sentimentos que nutre pelo marido. Se anula por ele, deixa-se humilhar, e o pior: deixa-se desprezar pelo seu próprio "companheiro"...

Em cena: Ester Laccava, que vive essa cantora de maneira muito corajosa. A peça é praticamente um monólogo, já que o marido, interpretado por Francisco Eldo Mendes, entra mudo e sai calado. De maneira simples e necessária à montagem. A sensação de impotência que o silêncio deste homem causa na platéia e, em maior grau, nas mulheres é absolutamente sufocante. O riso nervoso dos espectadores demonstra a identificação imediata com algumas das situações expostas em cena. Um riso que chega através do quadro trágico e patético.

A direção é de Olayr Coan e, na minha opinião, peca em pela falta de precisão em alguns movimentos cênicos. Há um certo "descontrole" em relação ao desenho dos personagens, que, em algumas cenas, parecem estagnados, sem um "apoio" adequado, sem uma "sustentação" consistente. Por outro lado, a maneira como a atriz defende o seu personagem, e vive a experiência deste amor doentio, é tocante.

O cenário é bem simples mas muito rico em detalhes, principalmente em alguns objetos, como o telefone, a garrafa de bebida decorada e as almofadas. A composição de todos os elementos: cenário, figurino, som e luz somam e compõem com o trabalho dos atores. O que, aliás, é fundamental para a unidade do espetáculo.

Voltando ao começo de toda a divagação: a peça nos faz repensar em como conduzir nossas relações afetivas; em como nos permitir e, ao mesmo tempo, nos proteger do amor; em como nos "deixar levar" sem perder o senso da realidade. Enfim, em como gostar do outro sem desgostar de si.

É muito interessante e, por mais que seja uma mulher o tempo todo (o seu olhar sobre um determinado relacionamento), o autor do texto é um homem, e o sentimento, portanto, é universal. No mais: quem nunca amou, vai amar um dia; e nem sempre será um amor "saudável". Nem sempre teremos o controle de nossos sentimentos, como racionalmente temos em outras áreas de nossas vidas...

(Sobre a peça, ainda uma breve curiosidade: o autor, escreveu o texto para sua amiga Edith Piaf.)

Para ir além
O Belo Indiferente está em cartaz na Sala Paulo Emílio, do Centro Cultural São Paulo, em curta temporada. Endereço: rua Vergueiro, nº 1000. Terças, quartas e quintas-feiras às 21 hrs.


Rennata Airoldi
São Paulo, 24/9/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. 10 coisas que a Mamãe me ensinou de Julio Daio Borges
02. O amor é um jogo que ganha quem se perde de Carina Destempero
03. Voltar com ex e café requentado de Ana Elisa Ribeiro
04. História da leitura (V): o livro na Era Digital de Marcelo Spalding
05. Shows da década (parte 2) de Diogo Salles


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Temporada de Gripe - 17/11/2003
02. O Belo Indiferente - 24/9/2003
03. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
04. Zastrozzi - 2/7/2003
05. José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras - 12/2/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A TORTURA NO BRASIL; DA VIOLÊNCIA À DESVIOLÊNCIA
REVISTA OPINIÃO, VOL 10 DE 1979
PAZ E TERRA
(1979)
R$ 32,28



COMO SE ESCREVE? MORFOLOGIA 8
MEGA LETRONIX
ABRIL
R$ 6,90



ATÉ O FIM
EDDIE MULLER
LANDSCAPE
(2003)
R$ 20,00



MULHERES CÉREBRO CORAÇÃO
VERA MOREIRA
EDITORA ESPÍRITO
(2018)
R$ 33,00
+ frete grátis



QUESTIONE
CIRO DANIEL SOUZA DA SILVA
LITERARE BOOKS INTERNATIONAL
(2018)
R$ 24,90



PODEROSA 1: DIARIO DE UMA GAROTA QUE TINHA O MUNDO NA MÃO
SERGIO KLEIN
FUNDAMENTO
R$ 15,00



DONA GORDA OU MEMÓRIA RECENTES DE UMA NUVEM DE FUMAÇA
JÚLIO EMÍLIO BRAZ SALMO DANSA
BIRUTA
(2007)
R$ 15,00



TAPETES E TAPEÇARIAS ARRAIOLOS NÚMERO 14 ANO 4
CASA MIDÕES
CASA MIDÕES
(1990)
R$ 22,00



ESTUDO DIRIGIDO DE LITERATURA BRASILEIRA 3
AUDEMARO TARANTO GOULART / OSCAR VIEIRA DA SILVA
BRASIL
R$ 7,90



BRASIL / 93 - A HORA DO PARLAMENTARISMO
MIGUEL REALE JÚNIOR
REVISTA DOS TRIBUNAIS
(1993)
R$ 7,00





busca | avançada
68513 visitas/dia
2,6 milhões/mês