Ânsia | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
56467 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
>>> O futuro da inteligência artificial: romance do escritor paranaense Roger Dörl, radicado em Brasília
>>> Cursos de férias: São Paulo Escola De Dança abre inscrições para extensão cultural
>>> Doc 'Sin Embargo, uma Utopia' maestro Kleber Mazziero em Cuba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A LPB e o thriller verde-amarelo
>>> O Google em crise de meia-idade
>>> Meu cinema em 2010 ― 1/2
>>> Paulo Francis não morreu
>>> Levy Fidelix sobre o LGBT
>>> Adaptação: direito ou dever da criança?
>>> Bienal 2006: fracasso da anti-arte engajada
>>> Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> Xingando semáforos inocentes
Mais Recentes
>>> Vista Da Janela de Rosali Michelsohn pela Reflexão
>>> Sem Medo De Ser Feliz de Isabel Losada pela Alaúde (2013)
>>> Socorro, Meu Filho Nao Quer Comer! - Um Guia Pratico Para As Maes de Branca Sister pela Alegro (2004)
>>> Dona Beija Feiticeira do Araxá de Thomas leonardos pela Record (1986)
>>> Cura Pelas Mãos, Ou, A Prática Da Polaridade de Richard Gordon pela Pensamento (1978)
>>> Onde Esta Tereza ? de Zíbia Gasparetto / Lucius pela Vida E Consciencia (2007)
>>> Assombrassustos de Stella Carr pela Pioneia (1973)
>>> Uma Viagem ao Mundo Maravilhoso do Vinho de José Wilson Ciotti / Regina Lúcia Ciotti pela Barbacena (2003)
>>> A. Criança em Desenvolvimento de Helen Bee pela Harbra (1977)
>>> A Vida é Sonho de Pedro Calderón De Lá Barca pela Scritta (1992)
>>> O Saci de Monteiro Lobato pela Brasiliense (2009)
>>> Mercadão Municipal - O Mundo e seus Sabores de Vários Autores pela Map (2004)
>>> Revista da Biblioteca Mário de Andrade de Boris Schnaiderman pela Imprensa Oficial (2012)
>>> Minidicionário Saraiva Informatica de Maria Cristina Gennari pela Saraiva (2001)
>>> Baia Da Esperanca de Jojo Moyes pela Bertrand (2015)
>>> Manual de Organização do Lactário de Maria Antônia Ribeiro Gobbo / Janete Maculevicius pela Atheneu (1985)
>>> Brinquedos da Noite: manual do primeiro livro 12ª edição. de Ieda Dias da Silva pela Vigília (1990)
>>> Pró-Posições de Vários Autores Unicamp pela Unicamp (2008)
>>> De Crianças e Juvenis Ensinando a Verdade de Modo Criativi de Márcia Silva pela Videira (2012)
>>> O Cinema Vai Mesa de Rubens Ewald Filho / Nilu Lebert pela Melhoramentos (2007)
>>> Guia das Bibliotecas Públicas do Brasil de Vários Autores pela Fundação Biblioteca Nacional 1994/95 (1994)
>>> Puxa, Que Bruxa! - O Sumiço - Livro 2 de Sibéal Pounder pela Ciranda Cultural (2019)
>>> IV 4D Artes Computacional Interativa de Centro Cultural Banco do Brasil pela Centro Cultural Banco do Brasil (2004)
>>> Psicologia da Educação - Revista do Programa de Estudos pós-graduados PUC-Sp de Vários Autores pela Puc-sp (2006)
>>> Cavalgando o Arco-Iris de Pedro Bandeira pela Moderna (1999)
COLUNAS

Quarta-feira, 26/3/2003
Ânsia
Rennata Airoldi
+ de 5100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Palavras, sons, pensamentos. A mente humana não pára. Nosso pensamento não pára. Nosso raciocínio não pára. Um vômito de palavras, um mal-estar constante. O diálogo já não existe mais. As pessoas conversam e não se escutam como se estivessem isoladas em um universo próprio. Ver, mas não enxergar. Escutar mas não ouvir, falar e não entender. O raciocínio excessivo do homem moderno não o permite viver, não o permite amar, não o permite ser feliz. Somos todos reféns de nossos próprios medos. E quem tem coragem de contestar?

Angustia? Ansiedade... essas e muitas outras sensações provocam de maneira direta e cruelmente o espectador que assiste à peça Ânsia, de Sarah Kane, com direção de Ruben Rusche. Sara Kane foi autora inglesa do fim da década de 90 que traduz em palavras, como poucos, toda a neurose do mundo interior do ser humano. A consciência que julga, que estimula e, ao mesmo tempo, massacra o próprio indivíduo. Em cena, quatro personagens sem nome, representam quatro arquétipos humanos. No cenário, verdadeiras catacumbas envolvem e isolam as "personas" que vivem intensamente os limites de cada situação colocada através de suas palavras.

A princípio discursos desconexos que vão se relacionando e se completando lentamente. A atuação é um limite extremo entre a contenção física do corpo e a explosão da ação vocal. Este estranhamento é perfeitamente coerente com todos os detalhes que compõe a unidade da peça. Tudo soma. Figurino, cenário, direção, atuação, trilha sonora, luz. A grande dificuldade fica por conta do trabalho dos atores que, em cena, despejam o texto tendo que, ao mesmo tempo, casar a velocidade da fala (muitas vezes não há pausa), as interferências mútuas nos discursos alheios, a dicção e o volume. Apesar de pequenas falhas neste mecanismo e alguns detalhes nas transições cênicas, tudo está direcionado para que se tenha uma execução milimétrica, como se existisse um maestro à frente desta grande orquestra.

Isso porque a estréia de qualquer peça contém, em si, milhares de elementos externos que interferem diretamente no seu andamento. Nada como uma boa temporada e a presença do público para acertar as arestas. Esta reflexão cabe, pois, sem dúvida, é uma árdua tarefa escrever sobre algo que naturalmente fala por si. Creio que é um trabalho não só ousado mas necessário, uma vez que reflete sem pudores o homem de hoje e as suas relações. Ousadia aqui não é no sentido de inovar ou chocar, mas no sentido de expor a realidade nua e crua. De todas as obsessões e neuroses que carregamos ao longo de nossas vidas. Na peça, os personagens são "vividos" respectivamente pelo atores (digo "vividos" pois a relação entre o ator e a ação que ele realiza é muito intensa): Laerte Mello, Nadia de Lion, Bruno Costa e Solânia Queiroz.

A peça é determinada o tempo todo: um pulso e uma respiração. Um momento de descanso, um momento de adrenalina. Uma quase "taquicardia" toma conta dos atores atingindo assim a platéia. Não importa entender cada palavra e ou até mesmo formar uma "historinha" lógica com um início, meio e fim. É um corte no pensamento, um momento de um diálogo. O que ocorre é que o arroubo todo da cena leva o espectador a nocaute no momento em que ele se reconhece numa das figuras patéticas, covardes e inertes presentes ali, no palco. Surge aquela indesejável constatação: "Este sou eu!"

Ânsia está em cartaz no Centro Cultural São Paulo, na sala Jardel Filho. Sextas e sábados às 21hrs., e Domingos às 20hrs. Até o dia 20 de abril. O Centro Cultural fica na R. Vergueiro, 1000 e o telefone para contato é: (11) 3277-3611.

Para maiores informações sobre a peça, visite o site:
www.geocities.com/ansia_sarahkane


Rennata Airoldi
São Paulo, 26/3/2003

Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Zastrozzi - 2/7/2003
02. Temporada de Gripe - 17/11/2003
03. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
04. O Belo Indiferente - 24/9/2003
05. Ânsia - 26/3/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/3/2003
21h00min
Valeu Rennatinha, fico muito feliz em perceber que este texto tinha sim que ser montado por nós. Que há dois anos quando o li pela primeira vez e senti isto aí que vc sentiu tive a certeza de que não seria fácil, mas que tinha que ser dividido com e ouvido por MUITA GENTE. E é isso que queremos, portanto um muito obrigada por escrever sobre e nos ajudar a divulgar. Grande beijo, nos vemos na sexta. Paula.
[Leia outros Comentários de Paula Lopes]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Automóveis de São Paulo
Varios Autores
Imprensa Oficial de São Paulo
(2002)



Dicionário Histórico-Biográfico da Propaganda no Brasil
Coords. Alzira Alves de Abreu, Christiane Jalles de Paula
Fgv
(2007)



Livro Literatura Estrangeira O Contrato Social e Outros Escritos
Rousseau
Clássicos Cultrix



Deus e a cabana 362
Roger E. Olson
Thomas Nelson Brasil
(2009)



Cem Gramas de Buda (lacrado)
Eduardo Alves da Costa
Sesi-sp
(2015)



Dk Eyewitness Travel Guide: Berlin
Dk Publishing
Dk Eyewitness Travel
(2013)



Palavras de Fogo
Bhagwan Shree Rajneesh
Ground
(1983)



A Sagrada Família
Marx e Engels
Moraes
(1987)



Furacão Elis (3ª Edição)
Regina Lico Echeverria
Fisicalbook
(2002)



Walt Disney World Resort e Orlando - Guia Visual
Diversos autores
Publifolha
(2007)





busca | avançada
56467 visitas/dia
2,3 milhões/mês