José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 12/2/2003
José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras
Rennata Airoldi

+ de 3600 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Mais uma vez vou tocar a mesma música! Acredito ser mais que necessário falar sobre a descentralização e regionalização da Arte com quem realmente se propõe a pesquisar e a produzir Teatro, fora dos grandes centros. Portanto, trago nesta semana uma entrevista muito especial. Uma conversa informal e, ao mesmo tempo, extremamente lúcida e informativa com o ator, diretor e pesquisador José Tonezzi. Formado pela Faculdade de Artes Cênicas da UNICAMP, Tonezzi desenvolve uma importante pesquisa na área da linguagem teatral e do trabalho do ator, na cidade de Campinas. Lugar também onde fundou e mantém em funcionamento o Laboratório do Ator: um centro de iniciação teatral, pesquisa e produção. Ali, todos os anos, candidatos a ator têm a oportunidade de conhecer não só a arte teatral, superficialmente, mas também conhecer o ofício do ator e o árduo mas surpreendente caminho da investigação. Hoje, José Tonezzi está prestes a defender sua tese de mestrado e, além da Escola, também produz a "Revista Cênica", que está em seu segundo número.

Como surgiu o Teatro na sua vida?
Bom, no início, como acho que foi com muita gente, a minha referência era a TV. Meu primeiro contato com teatro, foi através de um grupo amador, onde ensaiei, de cara, "Mulher Sem Pecado", de Nelson Rodrigues e, em seguida, "Morte e Vida Severina", de João Cabral de Melo Neto e Chico Buarque. Belo começo, né?

Quando sentiu a necessidade de buscar sua própria linha de pesquisa?
Na verdade, a coisa foi acontecendo. Algumas coincidências, o contato com pessoas de grande importância para mim, como o Reinaldo Santiago e o Márcio Aurélio, ainda na faculdade, e, mais tarde, com Maurício Paroni de Castro, quando fui pra Itália. Eu atuava em "Diário de Um Louco", de Gogol, e, entre 1990 e 91, Campinas já oferecia boas condições para esse tipo de teatro, mais investigativo.

Como é manter-se fora dos grandes centros? Você vê o seu trabalho como um ponto de resistência ao grande mercado de São Paulo?
Não, não vejo dessa forma. Acho que são opções, caminhos possíveis. A vida é um "por enquanto" o tempo todo. Até agora, não só optei mas também os acontecimentos me levaram a ficar por aqui. Primeiro, o Laboratório do Ator, depois o Mestrado, os projetos, as pessoas...

Quais foram os primeiros passos para a fundação da escola?
A escola decorreu da união de algumas pessoas que tinham em comum o pensamento de oferecer aos iniciantes novas perspectivas, que fossem além de uma montagem para apresentar no final do curso e agradar aos amigos e familiares, o que era muito comum (e continua sendo). A gente queria algo que realmente trouxesse o aluno para o entendimento de que o teatro pode ser muito mais na vida dele.

Como é sua manutenção e qual o objetivo? Por que desenvolver este trabalho: Produção Teatral, Formação de atores e Pesquisa simultaneamente?
Uma coisa leva à outra. Acho que há uma coerência entre formar ou iniciar a formação de atores e buscar produções em que esta formação tenha uma continuidade. Penso que a arte do teatro é para toda a vida e, quando você desenvolve o gosto pela investigação, então percebe a importância de apurar determinado recurso ou técnica, de aprofundar por algum tempo determinado trabalho. A gente tem tentado seguir por aí e oferecer essas possibilidades àqueles que se mostrem com disposição e capacidade.

Como você busca se reciclar? Quais suas as fontes?
Primeiramente, a leitura. Não apenas de teatro, mas também de áreas correlatas. Em segundo lugar, o contato constante com gente que me estimule, que me inspire. É preciso ainda perceber que a nossa arte assenta-se fundamentalmente sobre a nossa percepção do mundo. Daí, eu procurar estar sempre atento ao que me dizem e como me dizem. As coisas, as pessoas, os acontecimentos. Espelhar-se em grandes artistas, em grandes trabalhos, é legal, mas acho importante também estar atento para a nossa própria verdade a respeito do mundo. É isso que pode tornar nosso trabalho autêntico.

Onde você se realiza mais enquanto artista: como ator, pesquisador, diretor, educador? Como é conciliar todas essas atividades?
Acho que o maior desejo é sempre conseguir pôr em marcha as idéias, os projetos. Alcançar sucesso em cada um deles. Tenho muitos no momento. Uma vez mais, diria que as coisas vão se compondo: como ator, tenho imensa necessidade de investigar sobre o corpo, sobre o espaço, sobre a relação com o outro. Como orientador, surge a necessidade de dirigir, de indicar caminhos, e assim por diante. A conciliação é natural, apenas as prioridades se alternam.

Você acredita na regionalização e descentralização da arte? É uma saída para o inchaço do mercado?
Acredito, sim, que muita coisa boa pode decorrer disso. É importante não apenas para a questão do mercado que, como o fenômeno da migração, chegou a um ponto insuportável. Vejo na regionalização a única possibilidade de pluralização. Não há como evitar a globalização que já se instalou na casa da gente, reduto maior de nossa individualidade. Porém, diferente do que se propagava, ela não foi capaz de destruir as manifestações regionais, ao contrário, acendeu uma resistência e uma consciência ainda maior de sua importância.

Qual conselho que você daria a um jovem que está iniciando a carreira de ator?
Nossa capacidade, nossa arte e o nosso papel na sociedade podem ser muito maiores do que nos fazem acreditar. Ah! E nunca é demais lembrar: arte e fama quase nunca andam de mãos dadas.

Quais os atuais projetos e para o decorrer dos próximos anos?
Continuar com "As Criadas", de Jean Genet, com a publicação da revista Cênica (há um site para quem quiser conhecer), e aprofundar alguns tópicos que surgiram no meu trabalho de teatro com pessoas afásicas (pessoas que têm lesões no cérebro, as quais resultam em alterações no manejo da linguagem).

Para ir além
Laboratório do ator de Campinas
Revista Cênica


Rennata Airoldi
São Paulo, 12/2/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto de Jardel Dias Cavalcanti
02. Famílias terríveis - um texto talvez indigesto de Ana Elisa Ribeiro
03. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
04. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) de Renato Alessandro dos Santos
05. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela de Renato Alessandro dos Santos


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Temporada de Gripe - 17/11/2003
02. O Belo Indiferente - 24/9/2003
03. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
04. Zastrozzi - 2/7/2003
05. José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras - 12/2/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
12/2/2003
03h10min
Que bela entrevista e que lição de vida para nós. A paixão pelo que faz está presente nitidamente em sua fala o tempo todo. Aliás, é só com muita paixão e bastante investimento que alcançamos um bom resultado tanto na vida profissional, como na vida pessoal. Parabéns!
[Leia outros Comentários de Marli]
14/2/2003
16h18min
muito honesta a entrevista do amigo tonezzi, mas as máximas sobre "descentralização da arte" e "fama não acompanha a arte" me parecem ingênuas.a mim me preocupa a arte-educação como alienação da arte e o umbigo de quem quer regionalizar-se em detrimento ao ego de quem quer mitificar-se: ambas são aspirações viáveis dentro da arte que é de livre arbítrio e em nada precisa das políticas corretas, sendo antes de tudo "libélula" das contradições humanas. milena.
[Leia outros Comentários de milena]
16/2/2003
01h44min
Pertinente a discussão. Parece-me, porém, que regionalização e globalização andam juntas. São faces da mesma moeda. Uma torna possível a existência e o enriquecimento da outra. O que ocorre são oscilações, mais uma do que a outra se sobressai em determinados momentos. Parabéns pelo nível da entrevista!
[Leia outros Comentários de Antônio Sérgio]
9/3/2003
04h15min
Querida Rennata, como vai? Curti muito este texto e a entrevista que você fez. Acho legal que você tenha o dom de deixar a gente de alto astral, que é o que sinto sempre que falo com você e agora, lendo seus artigos. Valeu, gatinha!
[Leia outros Comentários de Rynaldo Papoy]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PODER DA KABBALAH: 13 PRINCÍPIOS PARA SUPERAR DESAFIOS E ALCANÇAR A
BERG; YEHUDA
KABBALAH PUBLISHING
(2012)
R$ 30,00



A CIÊNCIA COMO ATIVIDADE HUMANA
G. F. KNELLER
ZAHAR
(1980)
R$ 16,90



A MULHER DO SENADOR
KAREN ROBARDS
LANDSCAPE
(2004)
R$ 8,00



BIG ENGLISH 1 - WORKBOOK (COM CD)
MARIO HERRERA - CHRISTOPHER SOL CRUZ
PEARSON
(2013)
R$ 60,00



EN TORNO A FREUD EL POETA Y LOS SUEÑOS DIURNOS
PATRICIA GRIEVE ORG.
BIBLIOTECA NUEVA
(1999)
R$ 20,00



GUIA DE PRONÚNCIA DO INGLÊS PARA BRASILEIROS (COM APENAS 1 CD)
CRISTINA SCHUMACHER; MARTA ZANETTINI; PHILIP WHITE
CAMPUS / ELSEVIER
(2002)
R$ 20,00



A HISTÓRIA NATURAL E AS POPULAÇÕES, VOL 3 DO TRATADO DO SER VIVO
JACQUES RUFFIÉ
FRAGMENTOS
(1982)
R$ 39,70



A CRISE NO MUNDO ADULTO
SÉRGIO PALOMBO DE MAGALHÕES
SALESIANA
(1983)
R$ 4,00



NEUROPSIQUIATRIA GERIATRICA
ORESTES VICENTE FORLENZA & PAULO CARAMELLI
ATHENEU
(2000)
R$ 80,00



CIÊNCIA PURA, CIÊNCIA APLICADA
M ROCHA E SILVA
HUCITEC
(1976)
R$ 26,91
+ frete grátis





busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês