Temporada de Gripe | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> De Kombi na Praça - Pateo do Collegio
>>> Primeiras edições de Machado de Assis são objeto de exposição e catálogos lançados pela USP
>>> Projeto lança minidocumentário sobre a cultura do Gambá na Amazônia
>>> Cinema itinerante leva sessões gratuitas a cidades do Sudeste e do Sul
>>> Artistas abrem campanha de financiamento para publicação de graphic novel
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Hasta la vista, baby
>>> O amor é importante, porra
>>> Por uma arquitetura de verdade
>>> O criador do algoritmo do YouTube
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Filosofia teen
>>> Extraordinary Times
>>> O melhor programa cultural
>>> As estrelas e os mitos
>>> Open Culture
Mais Recentes
>>> Politica. os Textos Centrais de Roberto Mangabeira Unger pela Boitempo (2001)
>>> Perdas e ganhos de Lya Luft pela Record (2004)
>>> Zizek e Seu Diálogo Com Marx, Lacan e Lenin de Claudia Cinatti e Cecilia Feijoo e Gastor Gutie... pela Iskra (2015)
>>> Classe operária, sindicatos e partido no Brasil de Ricardo Antunes pela Cortez (1982)
>>> O lugar do marxismo na história de Ernest Mandel pela Xamã (2001)
>>> Um Brasileiro na China de Gilberto Scofield Jr. pela Ediouro (2007)
>>> Traité Pratique D Iridologie Médicale de Gilbert Jausas pela Dangles (1985)
>>> A inocência e o pecado de Graham Greene pela Verbo
>>> Carlos Marx y Rosa Luxemburgo - La acumulación de capital en debate de Severo Salles pela Peña lillo (2009)
>>> Narcotráfico um jogo de poder nas Américas de José Arbex Jr. pela Moderna (2003)
>>> O Método Em Karl Marx Antologia de Gilson Dantas e Iuri Tonelo Orgs pela Iskra (2010)
>>> China Moderna de Rana Mitter pela L&PM (2008)
>>> Vendedoras boazinhas enriquecem de Elinor Stutz pela Gente (2007)
>>> Gossip Girl - Você sabe que me ama vol 2 de Cecily Von Ziegesar pela Galera (2010)
>>> O Perfume da Folha de Chá de Dinah Jefferies pela Paralela (2017)
>>> O partido Político em Marx e Engels de Orides Mezzaroba pela Paralelo 27 (1998)
>>> Novissima Enciclopedia Mundial de Arte Culinaria de Mestre Cuca pela Formar
>>> Escritos Filosóficos de Leon Trotsky pela Edições Centelha Cultural (2015)
>>> O espírito da coisa de Liber Matteucci pela Prumo (2013)
>>> A Medicina dos Sintomas de Gilson Dantas pela Itacaiúnas (2015)
>>> Pão e Rosas de Andrea D`Atri pela Iskra (2008)
>>> Ícone de Frederick Forsyth pela Record (1997)
>>> A Esposa Americana de Curtis Sittenfeld pela Record (2010)
>>> O Marxismo e a Nossa Época de Leon Trotski pela Iskra/centelha Cultural (2016)
>>> Trabalho e proletariado no capitalismo contemporâneo de Sérgio Lessa pela Cortez (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 17/11/2003
Temporada de Gripe
Rennata Airoldi

+ de 8100 Acessos

A vida tem das suas e, por isso mesmo, é tão surpreendente. Como diz o velho ditado: "Cada louco com a sua mania". Neuroses e buscas agitam nossas mentes e nos colocam também em caminhos tortuosos. Quando a vida parece um barco sem rumo, o acaso nos coloca, frente a frente, com novas pessoas, novos acontecimentos e, conseqüentemente, novos rumos. Situações que surgem para nos salvar, nos redimir ou nos derrotar. Não importa, tudo é necessário. Agir ou deixar-se levar? Livre arbítrio?

Neste momento me pergunto porque estas questões estão brotando. O que tudo isso tem (ou não) a ver com a peça que acabo de assistir? Não sei dizer ao certo, com palavras precisas, mas essa obra despertou em mim um "olhar". De certa forma, me deslocou de um estado apático e cotidiano; me transformou e me trouxe uma inquietação boa. Será que eu me fiz entender?

A peça Temporada de Gripe, de Will Eno, começa de maneira estranha. Fria e calculista. Como se fosse invadir uma mente no meio de um raciocínio. Estranha é sensação que causa no espectador. A certeza de que estamos sendo assistidos, vigiados.

Tudo começa com personagens nada comuns: Prólogo e Epílogo. Duas energias díspares e complementares, que assistem à ação cênica e nos (re)contam tudo aos poucos, revelando o enredo. Não são, entretanto, passivos diante daquilo que vêem, ouvem e sentem. Criticam, concordam e discordam. Transformam-se perante as atitudes de dois outros personagens: a Mulher e o Homem. Que mulher e que homem? Ora, qualquer um de nós...


Esses últimos, cada um por um motivo diferente, estão em um hospital psiquiátrico, em pleno tratamento. Assistidos por um médico e por uma enfermeira que, ironicamente, acabam fazendo muito mais uma auto-análise do que tratando os pacientes. Encontram, um no outro, a cura e a destruição. A inevitável aproximação entre os sexos gera o desconforto e a paixão. Dessa paixão vem um filho e, da falta de coragem, uma perda.

Toda a ação acontece numa longa temporada de inverno, numa clausura quase involuntária. E o espectador se torna um "voyer", à medida que é conduzido pelos "narradores" dessa história, sendo convidado a assistir esse "parêntese" de vida.

A semelhança com a realidade é ainda mais forte, pois esse hospital, essa clausura está presente fisicamente. A cenografia desenvolvida por Daniela Thomas é incrível. A riqueza de detalhes, a utilização dos elementos cênicos faz com que nada sobre ou falte. É frio e funcional, como qualquer hospital.

Essa riqueza está contida em todos os outros aspectos: luz, sonoplastia, figurino, etc. É fundamental ressaltar a qualidade da obra como um todo; a unidade conquistada a partir do texto de Will Eno e da direção de Felipe Hirsch. Tudo isso, é claro, reflete-se diretamente no trabalho dos atores, que é primoroso.

É muito bom ser surpreendida diante de uma peça tão bem realizada, e que, ao mesmo tempo, faz pensar. Pensar sobre a simplicidade contida naquilo que há de mais singelo: um olhar, um cheiro, um encontro, um silêncio. Outro aspecto importante é que uma obra de qualidade como essa está acessível a todos, uma vez que as apresentações são gratuitas.

Para ir além
Temporada de Gripe está em cartaz no Teatro Popular do Sesi, que fica na Avenida Paulista, nº 1313. De sexta a domingo, às 18hrs., até o dia 7 de dezembro. Basta retirar o ingresso com uma hora de antecedência.


Rennata Airoldi
São Paulo, 17/11/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão de Elisa Andrade Buzzo
02. Ourivesaria fantasista: Saramago nas alturas de Renato Alessandro dos Santos
03. Nos porões da ditadura de Luís Fernando Amâncio
04. Os bigodes do senhor autor de Renato Alessandro dos Santos
05. Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela de Renato Alessandro dos Santos


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Zastrozzi - 2/7/2003
02. Temporada de Gripe - 17/11/2003
03. O Belo Indiferente - 24/9/2003
04. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
05. José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras - 12/2/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Depois da Meia Noite
Diana Palmer
Harlequin
(2007)



Enfoques Doutrinários
Danilo C. Villela
Lar Fabiano de Cristo
(2005)



O Mistério da Múmia Sussurrante
Alfred Hitchcock
Clássica
(1988)



Confissões verídicas de um terrorista albino
Breyten Breytenbach
Rocco
(1985)



A Aventura do Universo
Luis E. Navia
Melhoramentos
(1977)



Além do Cordão de Prata, Labirinto dos Sonhos
Patrícia Fernandez
Travassos
(2015)



Enciclopédia do Patrimônio da Humanidade - Europa 1 - Grécia e Chipre
Altaya
Altaya
(1998)



A literatura e os Deuses
Roberto Calasso
Companhia das letras
(2004)



Lendas do Folclore Popular
Beto Brito e Tatiana Móes
Prazer de Ler
(2006)



J. Carlos Em Revista
Julieta Sobral
São Paulo
(2016)





busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês