Bruxas no banheiro | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> CLUBE DO CONTO APRESENTA 'UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE' COM A ESCRITORA AVE TERRENA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O apanhador no campo de centeio
>>> Café com crítica cultural
>>> Por Tutatis!
>>> Macunaíma, de Mário de Andrade
>>> História da leitura (II): o códice medieval
>>> As Pérolas Que Eram Teus Olhos
>>> O livro digital Toy Story para iPad: revolução?
>>> Banana Republic
>>> Saudosismo
>>> 7 coisas que aprendi
Mais Recentes
>>> O Brasil Nação - Volume 1 - Biblioteca Básica Brasileira - Confira! de Manoel Bomfim / Capa Dura pela Unb (2013)
>>> Ética e Comunicação Organizacional de Clóvis de Barros Filho (org.) pela Paulus (2007)
>>> La Entrevista Psiquiátrica de H. S. Sullivan pela Editorial Psique (1977)
>>> Política Cultural e Gestão Democrática no Brasil de Américo Córdula/antônio Candido/deolinda e Outros pela Fundação Perseu Abramo (2016)
>>> Discours Sur Lesprit Positif de Auguste Comte pela Librairie Philosophique (1974)
>>> Analise do Ambiente Corporativo - do Caos Organizado ao Planejamento de Josimar Ribeiro de Almeida; Rosa Maria B. Matos pela E-papers (2007)
>>> A Resistível Ascensão do Boto Tucuxi: Folhetim - Confira !!! de Marcio Souza - Col. Histórias do Pau-brasil pela Marco Zero
>>> Livro - Harry Potter e as Relíquias da Morte de J. K. Rowling pela Rocco (2007)
>>> Os Arteiros Mágicos 1 - Confira !!! de Neil Patrick Harris pela Plataforma21 (2018)
>>> Franchising na Real de Melitha Novoa Prado pela Clube de Autores (2017)
>>> Um Caldeirão de Poemas 2 - Confira! de Tatiana Belinky pela Cia das Letrinhas (2008)
>>> Electric Ufos: Fireballs, Electromagnetics and Abnormal States de Albert Budden pela Sterling Pub Co Inc (1998)
>>> Melancolia - Confira! de Carlos Cardoso pela Record (2019)
>>> Direito e Democracia: Ordem Constitucional X Neoliberalismo de Paulo Papini pela All Print (2007)
>>> O Colecionador de Lágrimas - Holocausto Nunca Mais - 1ª Edição de Augusto Cury pela Planeta (2012)
>>> Novelas Paulistanas de António de Alcântara Machado pela José Olympio (1961)
>>> Lolita de Vladimir Nabokov pela Folha de São Paulo (2003)
>>> Amor & Morte Em Poodle Springs de Raymond Chandler pela L&pm Editores (1988)
>>> Adormecida - Confira !!! de Anna Sheeran pela Lua de Papel (2012)
>>> Dicionário Espanhol-português/ Português-espanhol Edição Português de Vários Autores pela Ftd (1996)
>>> O Homem Que Confundiu Seu Trabalho Com a Vida de Jonathon Lazear pela Sextante (2004)
>>> Teoria e Política da Desenvolvimento Econômico - Confira!! de Celso Furtado pela Paz e Terra (2000)
>>> Os Dois Lados da Moeda Em Fusões e Aquisições de Betania Barros; Betania Tature pela Elsevier (2011)
>>> Um Dia: o Livro Que Originou o Filme Estrelado por Anne de David Nicholls pela Intrínseca (2012)
>>> Sobre Schmidt de Louis Begley pela Companhia das Letras (2003)
COLUNAS

Sexta-feira, 8/5/2015
Bruxas no banheiro
Marta Barcellos

+ de 2800 Acessos

Como as segundas-feiras são todas ligeiramente sinistras, eu devia ter deixado pra lá. Mas, não - sempre essa mania de achar explicação pra tudo. Pois não saímos dos tempos das trevas para o das luzes, assassinamos cautelosa e filosoficamente os deuses do passado e agora admitimos com deslumbre os progressos da tecnociência? Ora, uma sonda espacial pousou ainda outro dia sobre um cometa, a 509 milhões de quilômetros da Terra , cientistas estão conseguindo editar genes em cirurgias para remover mutações nocivas à saúde, sem falar na popularização das impressoras em 3D. Não é hora de se render fácil ao misticismo, não é mesmo?

Pois é. Mas voltemos às trevas e luzes daquela segunda-feira. O despertador tocou às 6h10 e a penumbra lá fora anunciava o fim incontestável do verão carioca. Finalmente. Cambaleei até a cozinha para preparar o chá (juro que era chá: não estou tentando dar uma atmosfera inglesa aos acontecimentos), mas fui surpreendida pela luz do banheiro de empregada acesa.

A área de serviço do meu apartamento é escura dia e noite, portanto aquela luz, do outro lado das roupas penduradas na corda, chamava a atenção. Por que diabos a diarista teria chegado tão cedo? Chamei pelo seu nome, acheguei-me devagar e verifiquei através da porta entreaberta: ninguém. Corri para a porta de entrada, que pelo menos ela estava bem chaveada. Volta e meia, quando chego com sacolas, esqueço aberta...

Meu marido não deu bola quando o sacudi querendo uma explicação: ele usara o banheiro de empregada de madrugada? Claro que não. A luz devia estar acesa desde sexta-feira, quando a empregada saiu, ele arriscou, sem abrir os olhos. Não me convenceu. Eu sempre apago as luzes da casa antes de dormir, e teria visto. Um dia, ainda mais dois dias.

Fiz uma discreta ronda pelos demais aposentos, mas não flagrei outras anormalidades. Não havia alternativa senão reservar aquela inquietação em um conhecido "aposento" interno: aquele que no futuro - às vezes um futuro até distante - desvenda todas as assombrações.

Ainda outro dia o expediente dera certo. Fui surpreendida por um barulho alto e estalado que parecia vir do closet. Algo como uma mala tombando. Mas também não achei nada. Dias mais tarde, distraída, reparei que uma pequena pintura, exibida sobre uma das prateleiras da estante, estava caída para frente. Imediatamente abri o tal departamento interno que investiga assombrações e estava tudo lá: o barulho compatível, o local (exatamente oposto ao closet, onde ele se refletiu) e até a observação de que, naquela noite ainda de verão, eu houvera reposicionado a grade do ar condicionado, jogando o fluxo justamente para aquele lado.

Nessas alturas, o caro leitor já deve estar evocando o ditado, mais célebre em espanhol, sobre a prudente descrença relativa quando se trata de bruxarias ("Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay"). Portanto, apesar de manter e defender meu ceticismo, devo confessar: até o exato momento, o caso da luz que acendeu sozinha não foi devidamente esclarecido.

O ceticismo, na minha vida, nem chegou a ser uma escolha pessoal: fui empurrada à doutrina ainda na infância. Cercada de irmãos afeitos a explicações sobrenaturais e espíritas, e um pouco mais ligada nas aulas de ciências do que eles, via-me na situação de reagir, sempre que eles apontavam para objetos movendo-se "sozinhos" - ignorando a óbvia corrente de ar no ambiente, por exemplo.

Importante lembrar que, embora não fosse a idade das trevas, eram os tempos do Uri Geller (quem se lembra?) e da parapsicologia (que fim levou?). Até a ufologia era levada mais a sério do que hoje em dia. Portanto, para crer em tais fenômenos, não era imprescindível acreditar em fantasmas ou espíritos - havia, sim, algum respaldo de "ciência" quando milhares de pessoas tentavam dobrar um garfo ou mover objetos com a força da mente.

Não por acaso, depois de uma tentativa de sessão paranormal como esta, ou de uma conversa sobre discos voadores, o ambiente ficava ainda mais sinistro. Qualquer barulho no vizinho causava arrepios e arregalar de olhos, e bem pouco faltava para que trovoadas fossem consideradas brados divinos.

Meu ceticismo, claro, era muito mal recebido nestes grupos, que volta e meia me rogavam uma praga: um dia você também verá (os sinais)! Um dia acontecerá com você!

Então fiquei combinada, comigo mesma, desta forma: no dia que acontecesse, acreditaria. Mas tinha que ser pra valer, do tipo contato imediato com o extraterrestre, porque vai ser difícil me satisfazer com luzinhas piscando no céu. Ou com uma luz que se acende sozinha no banheiro...



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 8/5/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A deliciosa estética gay de Pierre et Gilles de Jardel Dias Cavalcanti
02. Sobre as retrospectivas históricas de Daniela Sandler


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. O primeiro assédio, na literatura - 13/11/2015
03. Uma entrevista literária - 11/12/2015
04. O gueto dos ricos - 20/3/2015
05. Dando conta de Minas - 7/8/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Nós e os Outros para Gostar de Ler V. 29
Vários Autores
Ática
(2003)



Resistência dos Materiais
William A. Nash
Mcgraw Hill
(1976)



Biblioteca da Natureza Life: os Mamíferos
Leonard Engel
Jose Olympio



Shirley
Charlotte Brontë
Martin Claret
(2017)



Eubiose a Ciência da Vida
Henrique José de Souza
Biblioteca Dhâranâ



Contabilidade Bancária
A. Aloe O. Thomazelli
Atlas
(1963)



Philia Derrote a Depressão, o Medo e Outros Problemas Aplicando....
Marcelo Rossi
Principium
(2015)



Speaking of Dinousaurs Level 9 - Book 4
Ginn & Company
Ginn & Company



Livro - Punk: Outros Passos 4
Antonio Bivar
Barbatana
(2018)



Novíssimo Manual de Correspondência Comercial 5º Ed
João Almeida
Golfinho
(1975)





busca | avançada
63467 visitas/dia
1,8 milhão/mês