Bruxas no banheiro | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
83119 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Quilombaque acolhe 'Ensaios Perversos' de fevereiro
>>> Espetáculo com Zora Santos traz a comida como arte e a arte como alimento no Sesc Avenida Paulista
>>> Kura retoma Grand Bazaar em curta temporada
>>> Dan Stulbach recebe Pedro Doria abrindo o Projeto Diálogos 2024 da CIP
>>> Brotas apresenta 2º Festival de Música Cristã
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
Últimos Posts
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A música que surge do nada
>>> Hackeando o Sistema Democrático
>>> Capitu, a melhor do ano
>>> Vontade de abraçar todo mundo
>>> Italo Calvino: descobridor do fantástico no real
>>> Notícias do Brasil
>>> Making it new
>>> Nick Carr sobre The Shallows
>>> O bom e velho formato site
>>> Escrever não é trabalho, é ofício
Mais Recentes
>>> Gramática de Hoje - Curso Ilustrado para 5º a 8º Série de Ernani e Nicola pela Scipione (1995)
>>> Guia do Brigadeiro de Sem Autor pela Alto astral (2012)
>>> Dinâmicas de Grupo: Redescobrindo Valores de Giovanna Leal Borges pela Vozes (2002)
>>> A Chave dos Lusíadas 11ª edição. de Luís de Camões (prefacio e notas de José Agostinho pela Figueirinhas Porto
>>> Guia Arte e Artesanato Bonecas de Pano de Varios Autores pela Casadois (2014)
>>> Guia de Ouro: Patch Apliquê - 290 Ideias de Moldes de Guia de Ouro pela Alto Astral (2013)
>>> Páginas Preferidas (versos) primeiro volume de Armando Gonçalves pela Autor (1964)
>>> Guia Arte e Artesanato Applique 52 Modelos Passo a Passo de Janaina Medeiros pela Artesanato (2013)
>>> Market Leader Upper Intermediate Business English Practice File de John Rogers pela Pearson Longman (2006)
>>> Os Temperamentos - a Face Revela o Homem- II de Norbert Glas pela Antroposofica (2011)
>>> Noções fundamentais da língua latina de Napoleão Mendes de Almeida pela Saraiva (1957)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis (14) pela Folha (2008)
>>> Uma Historia de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro (1997)
>>> Five-minute Activities: a Resource Book of Short Activities de Penny Ur e Andrew Wright pela Cambridge University Press (1992)
>>> Sexo e Sexualidade Adolescência: Feliz... Idade de TodoLivro pela Todolivro
>>> Quem mexeu na minha bagunça ? de Celi Piernikarz pela Cortez
>>> Viagem ao Centro da Terra Em Quadrinhos de Júlio Verne pela Farol Hq (2010)
>>> Crianca Aos 9 Anos, A de Hermann Koepke pela Antroposofica (2014)
>>> Dom Quixote. O Cavaleiro Da Triste Figura - Coleção Reencontro Literatura de Miguel De Cervantes pela Scipione (paradidaticos) (2007)
>>> Quando os Lobos Uivam de Aquino Ribeiro pela Livraria Bertrand (1958)
>>> Amargo Despertar de Sardou Victorien pela O Clarim (1978)
>>> Querida Mamãe: Obrigado Por Tudo de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Os Mais Relevantes Projetos de Conclusão dos Cursos - Mbas 2014 de Strong Educacional pela Fgv (2015)
>>> Mobimento: Educação e Comunicação Mobile de Wagner Merije pela Peirópolis (2012)
>>> Go beyond students book pack 2 workbook de Nina Lauder, Ingrid Wisniewska pela Macmillan Education (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 8/5/2015
Bruxas no banheiro
Marta Barcellos
+ de 3300 Acessos

Como as segundas-feiras são todas ligeiramente sinistras, eu devia ter deixado pra lá. Mas, não - sempre essa mania de achar explicação pra tudo. Pois não saímos dos tempos das trevas para o das luzes, assassinamos cautelosa e filosoficamente os deuses do passado e agora admitimos com deslumbre os progressos da tecnociência? Ora, uma sonda espacial pousou ainda outro dia sobre um cometa, a 509 milhões de quilômetros da Terra , cientistas estão conseguindo editar genes em cirurgias para remover mutações nocivas à saúde, sem falar na popularização das impressoras em 3D. Não é hora de se render fácil ao misticismo, não é mesmo?

Pois é. Mas voltemos às trevas e luzes daquela segunda-feira. O despertador tocou às 6h10 e a penumbra lá fora anunciava o fim incontestável do verão carioca. Finalmente. Cambaleei até a cozinha para preparar o chá (juro que era chá: não estou tentando dar uma atmosfera inglesa aos acontecimentos), mas fui surpreendida pela luz do banheiro de empregada acesa.

A área de serviço do meu apartamento é escura dia e noite, portanto aquela luz, do outro lado das roupas penduradas na corda, chamava a atenção. Por que diabos a diarista teria chegado tão cedo? Chamei pelo seu nome, acheguei-me devagar e verifiquei através da porta entreaberta: ninguém. Corri para a porta de entrada, que pelo menos ela estava bem chaveada. Volta e meia, quando chego com sacolas, esqueço aberta...

Meu marido não deu bola quando o sacudi querendo uma explicação: ele usara o banheiro de empregada de madrugada? Claro que não. A luz devia estar acesa desde sexta-feira, quando a empregada saiu, ele arriscou, sem abrir os olhos. Não me convenceu. Eu sempre apago as luzes da casa antes de dormir, e teria visto. Um dia, ainda mais dois dias.

Fiz uma discreta ronda pelos demais aposentos, mas não flagrei outras anormalidades. Não havia alternativa senão reservar aquela inquietação em um conhecido "aposento" interno: aquele que no futuro - às vezes um futuro até distante - desvenda todas as assombrações.

Ainda outro dia o expediente dera certo. Fui surpreendida por um barulho alto e estalado que parecia vir do closet. Algo como uma mala tombando. Mas também não achei nada. Dias mais tarde, distraída, reparei que uma pequena pintura, exibida sobre uma das prateleiras da estante, estava caída para frente. Imediatamente abri o tal departamento interno que investiga assombrações e estava tudo lá: o barulho compatível, o local (exatamente oposto ao closet, onde ele se refletiu) e até a observação de que, naquela noite ainda de verão, eu houvera reposicionado a grade do ar condicionado, jogando o fluxo justamente para aquele lado.

Nessas alturas, o caro leitor já deve estar evocando o ditado, mais célebre em espanhol, sobre a prudente descrença relativa quando se trata de bruxarias ("Yo no creo en brujas, pero que las hay, las hay"). Portanto, apesar de manter e defender meu ceticismo, devo confessar: até o exato momento, o caso da luz que acendeu sozinha não foi devidamente esclarecido.

O ceticismo, na minha vida, nem chegou a ser uma escolha pessoal: fui empurrada à doutrina ainda na infância. Cercada de irmãos afeitos a explicações sobrenaturais e espíritas, e um pouco mais ligada nas aulas de ciências do que eles, via-me na situação de reagir, sempre que eles apontavam para objetos movendo-se "sozinhos" - ignorando a óbvia corrente de ar no ambiente, por exemplo.

Importante lembrar que, embora não fosse a idade das trevas, eram os tempos do Uri Geller (quem se lembra?) e da parapsicologia (que fim levou?). Até a ufologia era levada mais a sério do que hoje em dia. Portanto, para crer em tais fenômenos, não era imprescindível acreditar em fantasmas ou espíritos - havia, sim, algum respaldo de "ciência" quando milhares de pessoas tentavam dobrar um garfo ou mover objetos com a força da mente.

Não por acaso, depois de uma tentativa de sessão paranormal como esta, ou de uma conversa sobre discos voadores, o ambiente ficava ainda mais sinistro. Qualquer barulho no vizinho causava arrepios e arregalar de olhos, e bem pouco faltava para que trovoadas fossem consideradas brados divinos.

Meu ceticismo, claro, era muito mal recebido nestes grupos, que volta e meia me rogavam uma praga: um dia você também verá (os sinais)! Um dia acontecerá com você!

Então fiquei combinada, comigo mesma, desta forma: no dia que acontecesse, acreditaria. Mas tinha que ser pra valer, do tipo contato imediato com o extraterrestre, porque vai ser difícil me satisfazer com luzinhas piscando no céu. Ou com uma luz que se acende sozinha no banheiro...



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 8/5/2015

Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Quixote de Will Eisner de Celso A. Uequed Pitol
02. Livros do bem e do mal de Marcelo Spalding
03. Para amar Los Angeles de Daniela Sandler


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. O primeiro assédio, na literatura - 13/11/2015
03. Uma entrevista literária - 11/12/2015
04. O gueto dos ricos - 20/3/2015
05. Dando conta de Minas - 7/8/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Pranto das Farpas
Therezinha Guerra del Picchia
Folco Masucci
(1964)



Almanaque 02 Neuroniôs - Guia da Mulher Superior
Jô Hallack / Nina Lemos / Raq Affonso
Record
(2002)



Eu Sou O Número Quatro
Pittacus Lore
Intrinseca
(2011)



Invenções Geniais
Various
Globo s.a
(2008)



Santos Dumont e a Conquista do Ar
Aluizio Napoleão
Itatiaia
(1988)



Cinema: trajetória no subdesenvolvimento
Paulo Emilio
Paz & Terra
(1980)



/A Árvore dos Sexos
Santos Fernando
Circulo do Livro
(1975)



O Passageiro: Segredos de Adulto
Cesario Mello Franco
Agir
(2007)



Livro de bolso Literatura Estrangeira Mozarts Journey to Prague
Eduard Morike
Future Publishing
(1993)



História das Sociedades
Aquino / Denize / Oscar
Ao Livro Técnico
(1980)





busca | avançada
83119 visitas/dia
1,8 milhão/mês