Minha plantinha de estimação | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
30221 visitas/dia
773 mil/mês
Mais Recentes
>>> Segundas de julho têm sessões extras do espetáculo À Espera
>>> Circo dos Sonhos, do ator Marcos Frota, desembarca no Shopping Metrô Itaquera
>>> Startup brasileira levará pessoas de baixa renda para intercâmbio gratuito fora do país
>>> Filho de suicida, padre lança livro sobre o tema
>>> LANÇAMENTO DO LIVRO "DIALÓGOS DE UM RABINO REFLEXÕES PARA UM MUNDO DE MONÓLOGOS" DE MICHEL SCHLESI
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES II
>>> Honra ao mérito
>>> Em edição 'familiar', João Rock chega à 17ª edição
>>> PATÉTICA
>>> Presságios. E chaves III
>>> Minha história com Philip Roth
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Blog precisa ser jornalismo?
>>> Blog precisa ser jornalismo?
>>> Paulo Coelho para o Nobel
>>> 2008, o ano de Chigurh
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Onde fica o interruptor?
>>> Era uma vez
>>> The Ultimate Ozzy 1986
>>> Cognição Estética contra o Logos (Parte I)
>>> Crítica à arte contemporânea
Mais Recentes
>>> Arcanjos e Mestres Ascensos
>>> Mentiras no divã
>>> Never, more forever: a poesia na modernidade, ou Shelley versus Peacock ...
>>> Mistérios Desvelados - Ensinamentos do Mestre Saint Germain
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 25 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 18 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 17 (RARIDADE) - Guerra do Vietnã
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 16 (RARIDADE) - Igraja e Marxismo
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 14 (RARIDADE) - Mulheres, a revolução mais longa
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 13: China - Uma revolução dentro da Revolução - (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Números 9-10 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 7 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Números 5-6 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 3 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 1 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Caderno Especial 1: A Revolução Russa - Cinquenta Anos de História
>>> O Homem e o Universo
>>> O Judaísmo- do Exílio ao Tempo de Jesus
>>> Direito Penal - Parte Geral ( V. 7)
>>> O Exército de Cavalaria
>>> The Golden Treasury
>>> Surdez e linguagem- Aspectos e implicações neurolinguísticas (Nova Ortografia)
>>> El Libro Supremo de Todas las Magias - Magia Blanca - Negra - Roja
>>> Rituais e Egrégoras para a Era de Aquário
>>> O Despertar da Consciência
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Código Civil - 7ª Edição Atualizada
>>> Fonética e Ortografia - Coleção Linguagem Jurídica vol. 1
>>> Dicionário Jurídico
>>> Introdução Ao Direito
>>> Debate Sobre a Constituição de 1988
>>> Noções de Prevenção e Controle de Perdas Em Segurança do Trabalho 7ª edição revista e atualizada
>>> Vire a Página - Estratégias para Resolver Conflitos 6ª edição
>>> Tópicos de Administração Aplicada à Segurança do Trabalho 9ª edição
>>> Doenças Profissionais Ou do Trabalho 10ª edição
>>> Epidemiologia
>>> Cipa - Comissao Interna de Prevençao de Acidentes uma Nova Abordagem 14ª edição
>>> Prevenção e Controle de Risco Em Máquinas, Equipamentos e Instalações 3ª edição
>>> Os 10 Mandamentos: Princípios Divinos para Melhorar seus Relacionamentos
>>> Mini Código Saraiva Civi
>>> Mini Aurélio da Língua Portuguesa 7ª Edição
>>> Guia da Sexualidade - Reedição Ampliada e Ilustrada
>>> A Rosa do Povo
>>> Quando o Sofrimento Bater à Sua Porta
>>> Cura das Emoções Em Cristo
>>> A Terapia das Histórias Porque Todos Têm Direito a um Final Feliz
>>> Administrar a Própria Vida - o Negócio Mais Urgente
>>> A Luta Contra a Depressão
>>> Os Anjos e Eu
COLUNAS

Quinta-feira, 15/3/2018
Minha plantinha de estimação
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2300 Acessos

Quando aqui cheguei, ela já era moradora com raízes fincadas, situadas num pequeno vaso dentro de um aquário de vidro. Dele, saíam-lhe galhinhos de um leve verde, de estrias engraçadas e felpudas como patas dóceis de uma aranha vegetal. E havia folhas, estas verde-escuras, planas, alisadas, amoldando-se ao cruel formato de boca arredondada e estreita de sua limitada morada. Uma vareta sustentava o caule, preso por uma pequena piranha de cabelo, que eu ajustava periodicamente para que ela não pendesse totalmente ao peso de seu crescimento.

Estávamos sozinhas e juntas. Não sabia eu como alimentá-la da melhor forma. Também não quis perguntar, não busquei orientações, nem lhe sabia o nome, nada. Apenas dois seres vivos incomunicáveis respirando do mesmo ar, tomando do mesmo sol, sorvendo a mesma umidade, bebendo da mesma água, seivando ao nosso modo silencioso e discreto. À noite, nossas respirações se uniam num compasso de espera da manhã próxima, em que eu furtivamente e com dificuldade a abandonava rumo a aventuras próximas, enquanto ela iniciava a fotossíntese, maravilhoso processo do qual eu permanecia alijada. Escondida de mim ela o fazia, talvez para não me fazer sentir inferior diante de seus admiráveis dotes de sobrevivência no planeta.

Mentiria se dissesse que nela prestasse muita atenção de início. Quantas vezes quando dela me lembrava o fundo do aquário se entrava completamente seco, marcado por manchas de água evaporada ou mesmo sugada. Ainda, mudei-a de lugar; por quê? Não tenho uma resposta consciente, julguei apenas que ela não se sentisse cômoda o suficiente em cima da mesa, que eu e ela necessitávamos de outros espaços, mudanças quaisquer de ângulo, acesso diverso ao mundo lá fora. Então foi deixada no chão, mas não de qualquer jeito, ajeitosamente disposta ao lado da parede de vidro, podendo observar o sul do bairro, estender suas células prescrutadoras ao amanhecer, entardecer e anoitecer, quem sabe os únicos eventos que lhe façam sentido.

Talvez ainda sentisse que ela merecesse estar o mais perto possível de onde deveria estar: o chão, a terra, garras fincadas na natureza. Alguns de seus pequenos galhos secaram complemente, sugerindo uma contraposição entre os tenros galhos aracnídeos e a palha de bicho-pau desses membros mortos. Estaria ela prestes a morrer, já teria ela morrido, sendo aos poucos transformada em secura? Seria um crime irresponsável matar uma planta por falta de cuidados. O contrário aconteceu, alguma forma de vida milagrosa, de continuidade de frescura trabalhava oculta no entrelaçado compacto de raízes dentro do vaso. Eu a levava até a pia da cozinha, e respingava água em suas folhas simulando um chuvisco brincalhão.

Inesperadamente surgiram bolinhas, várias, pendendo pesadas de dois galhos. Túrgidas, gordas, como mãos e pés delicados e aveludados de bebês. Nem vermelhos, nem vinhos, num tom de magenta imprevisível, compacta floração, tombando charmosas de seus pedúnculos lisos e limpos, prestes a explodir o gradativo segredo de articuláveis pétalas. Forma de vida, como a minha, aqui encontrada, terráquea, à minha entretecida; pois cuidado chama cuidado, vida chama vida, com surpresa em poucos dias, talvez em poucas horas, quem sabe em minutos, ou agora mesmo, ao deixar este texto e ao me prender nela e contemplar com olhos de lagarto este pedaço vegetal, como eu retirado de sua mãe-floresta, eu adivinhe suas partes encarnadas abertas, expectantes, trêmulas no ar parado da casa, com seus olhos recém-nascidos.


Elisa Andrade Buzzo
Lisboa, 15/3/2018


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Meshugá, a loucura judaica, de Jacques Fux de Jardel Dias Cavalcanti
02. Afinidade, maestria e demanda de Fabio Gomes
03. 'Um Conto Chinês' e o absurdo da vida de Carina Destempero
04. Uma Viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares de Carina Destempero
05. A nova classe média de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2018
01. Minha plantinha de estimação - 15/3/2018
02. Primavera para iniciantes - 3/5/2018
03. Uma suposta I.C. - 8/3/2018
04. Mais outro cais - 7/6/2018
05. O dia em que não conheci Chico Buarque - 21/6/2018


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CLÍNICA PEDIÁTRICA - 10 LIÇÕES (RARIDADE)
PROF. JOSÉ MARTINHO DA ROCHA
GUANABARA
(1947)
R$ 42,00



TRADIÇÃO, CONHECIMENTO E PRÁTICA DOS VINHOS
DANIO BRAGA / CELIO ALZER
JOSÉ OLYMPIO
(2004)
R$ 8,90



DIRETRIZES ESPIRITUALISTAS DA LBV MUNDIAL - VOL 1
JOSÉ DE PAIVE NETTO
LBV
(1988)
R$ 8,00



NOSSO HOMEM EM HAVANA
GRAHAM GREENE
ABRIL
(1972)
R$ 20,00



A SEGUNDA PÁTRIA
MIGUEL SANCHES NETO
INTRÍNSECA
(2015)
R$ 22,90



VIAGEM AO CENTRO DA TERRA
JÚLIO VERNE
CÍRCULO DO LIVRO
(1994)
R$ 65,00



MONITORAMENTO DE REDES - REVISTA LINUX MAGAZINE Nº 71
LINUX MAGAZINE
LINUX MAGAZINE
(2010)
R$ 9,00



TROVAS E TRAVOS
AGENOR SANTOS
JORNAL DE SÁBADO
(2006)
R$ 8,00



MIL DIAS DE SOLIDÃO - COLLOR BATEU E LEVOU
CLÁUDIO HUMBERTO ROSA / SILVA
GERAÇÃO EDITORIAL
(1993)
R$ 7,00



A EPÍSTOLA AOS EFÉSIOS
H.E.ALEXANDER
CASA DA BÍBLIA
(1961)
R$ 42,80
+ frete grátis





busca | avançada
30221 visitas/dia
773 mil/mês