O gueto dos ricos | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
31131 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dar títulos aos textos, dar nome aos bois
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> Acordei que sonhava
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> Um Furto
>>> Nasi in blues no Bourbon
>>> De vinhos e oficinas literárias
>>> Michael Jackson: a lenda viva
>>> Gente que corre
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 20/3/2015
O gueto dos ricos
Marta Barcellos

+ de 2600 Acessos

A cena é comum no Rio de Janeiro: grupos de estrangeiros, reunidos em grandes jipes com pintura camuflada - como se fossem adentrar a selva - circulam por morros e favelas para exibir aos turistas a "exótica" pobreza carioca. Dentro dos jipões, os gringos se sentem protegidos e podem usufruir da experiência de observar de perto um curioso gueto, ambiente fechado e inacessível de outra forma.

A palavra gueto tem origem nas cidades européias onde os judeus eram obrigados a residir em bairros separados, evidenciando a sua "diferença", e suposta inferioridade, em relação ao resto da população. Comparativamente, a classificação seria aplicável às comunidades pobres do Rio, empurradas morro acima pela especulação imobiliária e pela falta de planejamento de bairros populares na cidade. Deu no que deu: samba, carnaval, tráfico de drogas, péssimas condições de vida, filmes famosos como Cidade de Deus. .

Imagino, porém, que nos últimos anos alguns turistas começaram a ficar decepcionados com o passeio. Urbanizada e com Mc Donalds na subida, a favela e seus moradores já não devem provocar o mesmo friozinho na barriga ansiado pelos turistas aventureiros. .

Já ao contrário, a visita tem potencial para muitas emoções e estranhamentos. .

Isso mesmo. Ao contrário. Imagine este pobre, que já não é tão pobre, entrando em um "gueto" de ricos, igualmente sem ser convidado: um condomínio de luxo no Rio ou o bairro parisiense de Champs-Elysées. Imagine-o com o mesmo olhar curioso, talvez até uma visão sociológica e antropológica possibilitada pelo maior acesso à educação, e sem a intimidação de uma minoria diante do poder vigente. Imagine que eles, os pobres não tão pobres, passaram a questionar o poder majoritário dos ricos. "Queremos entrar aí e observar como vivem", eles diriam. "Fazer algumas anotações para uma pesquisa que estamos realizando, ou quem sabe um documentário para mostrarmos na nossa comunidade." .

A primeira situação - jovens da periferia tentando fazer um filme em um condomínio de luxo no Rio - eu li na ficção, no engenhoso conto "Solar dos príncipes", de Marcelino Freire, parte do livro Contos negreiros. Em uma narrativa cheia de sutilezas ("Quatro negros e uma negra pararam na frente deste prédio", começa o texto) e pontos de vista intercalados (os jovens do Morro do Pavão que querem filmar o documentário, o porteiro, os moradores do prédio), a inversão de papéis acaba por satirizar a situação que seria considerada mais "verossímil": a exploração da miséria alheia por engomadinhos de prancheta ou câmera na mão. .

Mas se o conto de Marcelino parecer ao leitor inverossímil (a ficção não precisa necessariamente parecer verossímil, diga-se de passagem), eis que a inversão acontece na "realidade", na segunda situação à qual me referi acima. Ela aconteceu no "gueto" de Champs-Elysées: jovens da periferia de Paris, estudantes de primeiro ano de faculdade cursando metodologia da investigação sociológica, transformaram os ricos e seus estranhos rituais de socialização e consumo em objeto de pesquisa. .

Como no conto de Marcelino, "entrar" não foi fácil. Diante da esperada hostilidade para responder questionários, eles evitaram bater na porta dos moradores e concentraram suas enquetes e observações em butiques, hotéis cinco estrelas, bares e cafés do bairro. Como mostrou reportagem do correspondente Fernando Eichenberg, foram tratados com desprezo por vendedores, garçons e vigilantes, mas prosseguiram em sua metodologia e concluíram: gueto, mesmo, em Paris, é um bairro de ricos tão ricos. Pelo modo de vida tão específico, pela densidade de sua sociabilidade, pelas escolas, clubes e rituais comuns, a consciência de classe é mais aguda do que em outras classes sociais. .

Os estudantes, por exemplo, se surpreenderam com a observação de práticas sexistas, algo que se considera típico da periferia. Em vários círculos e clubes privados masculinos, mulheres não são aceitas, ou não podem participar de votações. Notaram também a diferença de tratamento em relação ao véu islâmico: enquanto na periferia ele simboliza hoje um conflito entre funcionários do Estado, principalmente nas escolas, e parte da população, nos Champs-Elysées mulheres de véu da Arábia Saudita e do Qatar são recebidas como clientes especiais nas lojas. .

"O oitavo distrito (Champs-Elysées) se constitui muito mais como um gueto do que Saint-Denis (a cidade dos estudantes)", afirmou Jordan Mongongnon, universitário de 23 anos que mora numa habitação popular e participou do estudo de campo."Saint-Denis está mais próxima da realidade geral da França." .

No Brasil, em geral os muito ricos são observados em suas excentricidades de duas formas: ou com indisfarçável admiração e deslumbramento, ou com um tom jocoso - mas, este, destinado apenas aos novos ricos. Somente em recentes iniciativas culturais nascidas nas periferias, este "olhar outro" (não o da mídia nem o da universidade dos ricos) começa a apontar o aspecto de gueto e "exotismo" dos muito ricos. .

Particularmente, mesmo sendo de classe média (e desta forma não conseguindo ter o mesmo afastamento dos moradores da favela), eu não consigo deixar de espantar com o gueto dos ricos. Um dia ainda subo no jipão, ou parto para a pesquisa sociológica, para mostrar quanto descalabro, num país ainda tão pobre. .



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 20/3/2015


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. Uma entrevista literária - 11/12/2015
03. Dando conta de Minas - 7/8/2015
04. O gueto dos ricos - 20/3/2015
05. Quem é o abutre - 6/2/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MERCADORIAS E FUTURO - AUTOGRAFADO
JOSÉ PAES DE LIRA/ LIROVSKY
ATELIÊ
(2008)
R$ 50,00



A ESQUIZOFRENIA
NICOLAS GEORGIEFF
INSTITUTO PIAGET
(1998)
R$ 20,00



E TUDO TAO SIMPLES
DANUSA LEAO
AGIR
(2011)
R$ 9,20



CINQUENTA TONS DE LIBERDADE
E. L. JAMES
INTRÍNSECA
(2012)
R$ 15,00



ISAAC ASIMOV - FUNDAÇÃO : O MEDO
GREGORY BENFORD ISAAC ASIMOV
EUROPA - AMÉRICA -SINTRA - PT
(1998)
R$ 140,00



ESCOLHA E ACASO
BRIAN SKYRMS
CULTRIX
(1971)
R$ 5,04



UMA MULHER CHAMADA JACKIE
C. DAVID HEYMANN
BEST SELLER
(1989)
R$ 10,00



CONEXÃO MANHATTAN- CRÔNICAS DA BIG APPLE
LUCAS MENDES
CAMPUS
(1997)
R$ 35,90
+ frete grátis



CHINAS SOUTHWEST
DAMIAN HARPER TIENLON HO THOMAS HUHTI
LONELY PLANET
(2007)
R$ 5,48



A SOMBRA DE VOSSAS ASAS
FERNANDA YOUNG
OBJETIVA
(1997)
R$ 30,00





busca | avançada
31131 visitas/dia
1,3 milhão/mês