Contra a breguice no Facebook | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
46744 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Redes e protestos: paradoxos e incertezas
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Alfa Romeo e os bloggers
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O Jovem Bruxo
>>> Sua Excelência, o Ballet de Londrina
>>> O diabo veste Prada
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
>>> Daniel Piza by Otavio Mesquita
>>> The Making of A Kind of Blue
Mais Recentes
>>> A História Da Indústria Têxtil Paulista de Francisco Teixeira pela Artemeios (2007)
>>> Ciência tecnologia e gênero abordagens Iberoamericanas de Marília Gomes de Carvalho (org.) pela utfPR (2011)
>>> A Jornada de Erin. E. Moulton pela Nova Conceito (2011)
>>> A Melodia Feroz de Victoria Schwab pela Seguinte (2016)
>>> Despertar ao Amanhecer de C.C. Hunter pela Jangada (2012)
>>> Sussurro - Coleção Hush Hush de Becca Fitzpatrick pela Intrínseca (2009)
>>> Holocausto Nunca mais de Augusto Cury pela Planeta
>>> Lusíada (Nº 1): Revista Ilustrada de Cultura.- Arte.- Literatura.- História.- Crítica de Martins Costa/ Portinari/ Texeira Pascoaes (obras de) pela Simão Guimarães & Filhos./ Porto (1952)
>>> Fábulas que Ajudam a Crescer de Vanderlei Danielski pela Ave Maria (1998)
>>> Ninguém é igual a ninguém de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> Você Pode Escolher de Regina Rennó pela Do Brasil (1999)
>>> Apelido não tem cola de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (2019)
>>> Coração que bate, sente de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> A galinha que criava um ratinho de Ana Maria Machado pela Ática (1995)
>>> Pinote, o fracote e Janjão, o fortão de Fernanda Lopes de Almeida pela Ática (2000)
>>> A lenda da noite de Guido Heleno pela José Olympio (1997)
>>> A História de uma Folha de Leo Buscaglia pela Record (1999)
>>> Chapeuzinho Amarelo de Chico Buarque pela José Olympio (1999)
>>> O último judeu: uma história de terror na Inquisição de Noah Gordon pela Racco (2000)
>>> Confissões de um Torcedor: Quatro copas e uma Paixão de Nelson Motta pela Objetiva (1998)
>>> Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de Aids de Vários pela Brasília (2000)
>>> A Roda do Mundo de Edimilson de Almeida Pereira e Ricardo Aleixo pela Mazza/ Belo Horizonte (1996)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> A Propagação do Amor: Sobre o Plantio e a Colheita do Bem de Betty J. Eadie pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Auto- Estima: Amar a Si Mesmo para Conviver Melhor Com os Outros de Christophe André - Françoise Lelord pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Os Lusíadas: Reprodução Paralela das duas Edições de 1572 / Ed. Ltd. de Luis de Camões pela Impr. Nac. Casa da Moeda/ Lis (1982)
>>> Administração de Marketing: Desvendando os segredos de: Vendas. Promoç de Stephen Morse pela McGraw Hill (1988)
>>> Obras Completas de Álvares de Azevedo - 02 Tomos ) de Álvares de Azevedo/ Org. Notas: Homero Pires pela Companhia Ed. Nacional (1942)
>>> Obras Completas (Poesia, Prosa e Gramática) de Laurindo José da Silva Rabelo/ Org: O. de M. Braga pela Companhia Ed. Nacional (1946)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Os Anos 80: Contagem Regressiva para o Juízo Final de Hall Lindsey pela Record/ RJ.
>>> Na Linha de Frente de Lawrence Block pela Companhia das Letras/ SP. (2010)
>>> Na Linha de Frente de Lawrence Block pela Companhia das Letras/ SP. (2010)
>>> O Fator Psicológico na Evolução Sintática (Encadernado) de Cândido Jucá (filho)/ Autografado pela Organização Simões/ Rio (1958)
>>> Príncipe das Trevas, Ou Monsieur - o Quinteto de Avignon- I de Lawrence Durrell pela Estação da Liberdade (1989)
>>> Pare de Engordar- Obesidade: um Problema Psicológico de Dr. Nelson Senise pela Record/ RJ.
>>> Os Hospedeiros de Belém de Maria Pires pela Imprensa Oficial/ B. Horizonte (1984)
>>> Os Hospedeiros de Belém de Maria Pires (autografado) pela Imprensa Oficial/ B. Horizonte (1984)
>>> Catálogo dos Editores Brasileiros de Affonso Romano de Sant Anna: Presidente pela Biblioteca Nacional/INL (1994)
>>> Fontes do Latim Vulgar : o Appendix Probi de Serafim da Silva Neto/ Autografado pela Livr. Academica/ RJ. (1956)
>>> Camões e Fernão Lopes de Thiers Martins Moreira/ Autografado pela Rio de Janeiro (1944)
>>> Ver- o- Peso: Estudos Antropológicos no Mercado de belém (Vol. II de Wilma Marques Leitão (organização) pela Paka- Tatu Ed. (2016)
>>> O Pensamento Vivo de Montaigne de André Gide/ Tradução: Sérgio Milliet pela Livr. Martins Ed. (1953)
>>> Na Beleza dos Lírios de John Updike pela Companhia das Letras (1997)
>>> O Nariz Detetive de Stella Carr/ Ilustrações: Avelino Guedes pela Scipione (2019)
>>> Bouvard e Pécuchet: Dois Patetas Iluminados de Gustave Flaubert pela Scipione (1988)
>>> Bouvard e Pécuchet: Dois Patetas Iluminados de Gustave Flaubert pela Scipione (1988)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/6/2015
Contra a breguice no Facebook
Marta Barcellos

+ de 3400 Acessos

Quando minha filha tinha dois anos, fomos convidados para o aniversário de John, um bebê do nosso prédio que comemoraria seu primeiro ano de vida numa casa de festas de São Paulo. Pouco tempo antes, no playground do edifício, eu tivera a oportunidade de conhecer a mãe de John, enquanto nossos bebês (não) brincavam juntos (ele ainda pegando sol no carrinho; a minha já deslizando perigosamente pelo escorregador). Para minha surpresa, os pais de John não eram estrangeiros, mas do interior de São Paulo, e a curiosidade sobre o nome inglês se dissipou diante da revelação maior da progenitora: seu filho era fruto de um milagre.

Ela repetiu a palavra milagre algumas vezes, enquanto contava de forma bíblica uma história não tão rara: tentara engravidar durante alguns anos, chegara a fazer tratamento, e, quando já tinha desistido, eis que suas preces foram atendidas e a vontade divina se fez. Ouvi o relato atenta e respeitosamente, tomada por aquela perturbação interna que nos acomete quando nos deparamos com alguém de cultura muito diversa da nossa. De certa forma, John e sua família eram mesmo estrangeiros, pelo menos para mim.

Mas quem tem filho pequeno sabe: nesta fase pouco importam as diferenças culturais. Brincadeiras, cantigas de roda, papinhas, vacinas, tudo no universo infantil conspira para a alegre confraternização entre crianças da mesma faixa etária e suas babás, mães, às vezes pais, que circunstancialmente se tornam melhores amigos, cúmplices da mesma dura e adorável rotina. Fomos à festa.

Como a ideia era proporcionar alguma diversão à nossa filha, capaz de se enfiar durante horas nas tramas do "brinquedão" das casas de festas, chegamos cedo. Mas não adiantou. Em pouco tempo a recreação foi interrompida, e iniciou-se um cerimonial interminável com discursos, vídeos, depoimentos, choros e aplausos. Aparentemente, vários membros da família de John, além de padrinhos e amigos, tinham participação relevante, ou eram testemunhas oculares, do milagre de sua existência. O salão fora escurecido por causa do vídeo, todos os brinquedos estavam fechados, o buffet interrompido, e eu não sabia mais como distrair a nossa pequena, entediada entre nossas pernas.

Daquela época, ficou a designação: passamos a adotar, como uma espécie de piada particular do casal, o termo "momento John" para situações em que o sentimentalismo extrapola os (nossos) limites de bom senso ou bom gosto. "Como foi o evento?" "Foi interessante, mas uma senhora protagonizou um 'momento John' daqueles..." E um já sabia do que o outro estava falando.

Mantínhamos a discrição, intuindo que talvez existisse um senso de pieguice/breguice particular, da mesma forma que há diferentes tipos de senso de humor, variando de acordo com o repertório de cada um. Aliás, a hipótese de haver alguma correlação entre as duas coisas, cogito agora, é forte: os tais "momentos John" têm como característica comum a total ausência de humor, ironia ou divertimento - tudo em nome do objetivo maior de exaltar sentimentos e provocar a emoção de quem estiver em volta.

Mas, ultimamente, dei para me sentir especialmente isolada, e também encabulada, por causa do meu senso de breguice talvez apurado demais. Pelo menos, para os tempos atuais. Porque, da festa de John para cá, as pessoas começaram a mandar beijos no coração e a escrever nas redes sociais "eu te amo, mamãe", mesmo que a tal senhora não tenha qualquer familiaridade com a internet. Estaria eu me tornando uma insensível, num mundo cada vez mais afetuoso? Isso não faz muito sentido, considerando que sou a maior "manteiga derretida", sempre chorando por causa de filmes, livros, cenas que vejo na rua.

Eu estava confusa, e propensa a manter secretos para sempre nossos comentários sobre "momentos John", quando me caiu nas mãos um ensaio da escritora Tatiana Salem Levy, com o título "Fora de si", publicado no caderno Fim de Semana do jornal Valor. Talvez com saudades do mestrado, me flagrei catando a caneta marcadora para reler seu texto, uma pequena genealogia da emoção, do ponto de vista da filosofia.

Demonstrar a emotividade não era algo lá muito bem visto pela filosofia clássica. Era tido como uma espécie de fraqueza, relacionada ao "páthos", à paixão, à impossibilidade de agir. Para Kant, a emoção era um "defeito da razão". Aí vieram Hegel e Nietzsche (viva!) para mostrá-la não necessariamente como um sentimento passivo, mas que poderia ser a "fonte original" - da literatura, da música, das artes, nas quais revelará muito mais verdades do que "a Verdade".

Reconhecida como gesto ativo (Henri Bergson), a emoção é um movimento que nos coloca fora de nós mesmos (Huberman), e uma forma de transformação ativa do nosso mundo (Merleau-Ponty). Ela torna-se ato quando nos extravasa e, então, podemos fazer uso dela na sociedade, engendrando transformações naqueles que se emocionam (aqui, acho que é a própria Tatiana falando).

Foi neste ponto que o meu problema com a suposta emotividade alheia começou a clarear. A emoção em sua versão kitsch, extravasada por meio de chavões inautênticos, não me parece transformadora. Não me emociona. No Facebook, me soa como má literatura. Até porque já não é mais a emoção que está ali, e sim a tentativa (mal sucedida) de sua representação, que talvez esconda apenas o exibicionismo de sempre.

Claro que não espero que todo mundo consiga, como o poeta, fingir tão bem a dor que deveras sente. Mas, em caso de pouca inspiração, valeria a pena sermos mais comedidos em nossos extravasamentos/posts. Ou menos pretensiosos, optando pelo divertimento para falar da emoção que já nos escapou.

Se me lanço nesta cruzada, correndo o risco de parecer blasé ou insensível, enfrentando os algoritmos do Facebook que claramente privilegiam a breguice, não é à toa: ando bastante desconfiada desta onda sentimentaloide. Será ela tão inofensiva assim? Como a piada que se vale do preconceito para fazer graça, temo que a breguice ajude a reforçar não somente o lugar-comum, como se propõe, mas também as visões conservadoras. Visões naturalizadas, como a que considera a maternidade a missão maior da mulher, de todas as mulheres, como pensava a mãe do pequeno John.

Tomara que John - agora em seu momento pré-adolescente - esteja bem. Apesar de tudo.



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 5/6/2015


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2015
01. Contra a breguice no Facebook - 5/6/2015
02. Uma entrevista literária - 11/12/2015
03. Dando conta de Minas - 7/8/2015
04. Quem é o abutre - 6/2/2015
05. O gueto dos ricos - 20/3/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UMA ALTERNATIVA À REENGENHARIA
WILLIAM E. SCHNEIDER
RECORD
(1996)
R$ 11,00



THE INTERNATIONAL JOURNAL OF PSYCHOANALYSIS VOLUME 82 PART 4
VÁRIOS AUTORES
DAVID TUCKETT
(2001)
R$ 50,00



DESAFIO E PROMESSA O RIO SÃO FRANCISCO
CARLOS LACERDA
RECORD
(1964)
R$ 12,90



AS PRINCESAS E OS SEGREDOS DA CORTE
ELISABETH LOIBL
MELHORAMENTOS
(2000)
R$ 5,65



NO VERAO, A PRIMAVERA
LUCILIA DE ALMEIDA PRADO
MELHORAMENTOS
(1979)
R$ 8,00



UM SWAMI NO RIO
CLAUDIO EDINGER
E EDITORIAL
(2009)
R$ 13,00



ENCHIRIDION VATICANUM
REDAZIONE ERMINIO LORA
DEHONIANE BOLOGNA
(1977)
R$ 200,00



O EDUCADOR E A ABORDAGEM SISTEMÁTICA VOL 10 DA COL. TEMAS PEDAGÓGICOS
UNESCO
ESTAMPA
(1997)
R$ 15,86



HEPATITE C GUIA PRÁTICO PARA O CONVIVIO DIARIO COM A DOENÇA
MAVRJENRINS
MADRAS
(2001)
R$ 30,80



A BÍBLIA SAGRADA- ANTIGO E NOVO TESTAMENTO
JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA- TRADUTOR
SOCIEDADE BÍBLICAS DO BRASIL
(1993)
R$ 59,90
+ frete grátis





busca | avançada
46744 visitas/dia
1,1 milhão/mês