O que é um livro? | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
44715 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 5/11/2003
O que é um livro?
Ana Elisa Ribeiro

+ de 5300 Acessos

Um livro é um livro é um livro. Pra mim, que nasci na década de 70 do século passado, sempre foi um objeto meio paralelepipedal, uma espécie de tijolinho menos resistente, que servia para compor a estante da minha avó. No entanto, ao contrário dos tijolos, os livros podem ser abertos e seguros por uma articulação central a que chamam 'lombada'. As lombadas ficam expostas nas estantes e eu sempre insistia em puxar os livros por elas, que se estragavam com o passar do tempo. Certa vez, disseram-me para puxar os livros pelo meio e deixar sempre um espaço entre os livros por onde eu pudesse enfiar meus dedos. Assim, os livros respiram, eu respiro, a lombada respira aliviada.

Mas quando tomei consciência do livro, também soube que ele continha universos. Abri um, certa vez, que me levou ao sertão mineiro. Vivi um mês pegando carona com jagunços. Também estive presa em cadeias brasileiras do início do século XX e tive sede no Nordeste. Trabalhei nos subterrâneos franceses e tomei cachaça em cima dos telhados. E a memória daqueles universos se juntava à minha numa perfeita conjunção de sentidos. Ora uns, ora outros. Muito cinematográficos.

Mas o livro também é um extensor de memória, se eu pensá-lo como tecnologia. Era um pedaço de pedra, um naco de cera, uma tira de couro, um rolo de papel. Um volume cilíndrico, um tijolo de folhas empilhadas. Escrito a tinta, a estilete, a dedo, a caneta-tinteiro, a Bic, a impressora laser.

Livro é um objeto que fica na minha mesa de cabeceira. Leio todas as noites um trecho. Não é uma obrigação. É, sim, um prazer, pra me aliviar do dia, me descansar do trabalho. Tomo um banho, coloco meu pijama, os óculos de grau e me enfio embaixo do lençol. Acendo a luz do abajur e pego o livro. Entrego-me à leitura dele quando já posso dar atenção exclusiva, como se fosse um marido por quem eu fosse muito apaixonada e dedicada. Deito-me ao lado dele em pose de ninfa. Leio até o sono vir, até a hora pedir pra eu parar.

Ou o livro ornamenta a mesa escrivaninha. Ficam ali, para fazerem composições de cores. Ou ficam ali lado a lado os livros de consulta, aqueles que jamais são lidos de um fôlego. Servem para tirar dúvidas, compor outros. Dicionários, manuais, enciclopédias. Ficam em locais de fácil retirada, voltam ao lugar porque causam pânico se não estiverem sempre lá.

Ou livros são objetos que ficam na estante porque são lidos uma vez, de anos em anos, e guardam tesouros. Ficam expostos, compõem coleções, servem de cofre, de baú de segredos, de espelhos.

Há os livros que são escolhidos para ficar na estante diante dos olhos do dono. Os que são vistos mais facilmente. Geralmente os xodós do dono. Na minha estante, estão nessa posição os livros de poesia. Olho sempre para eles sem esforço. E na prateleira ao lado, ficam os livros sobre a história do livro e da leitura. Ficam ali para que eu sempre possa lê-los e consultá-los, para citá-los e compreendê-los.

Livros são objetos múltiplos. São paralelepípedos que se conformam ao dono. Mas um livro é um livro é um livro. E o mais importante: livros são portais portáteis para o lugar onde coabitam a imaginação alheia e a do leitor. Cada um fazendo a sua proposta de festa.

água com sal
será que alguém poderia me socorrer? detesto gente chorona. fico apreensiva quando vejo aquele olho raso na minha frente. e angústia é uma coisa que me incomoda muito mesmo. angústia, ciúme, inveja e medo. chorei algumas vezes na vida. umas de raiva, outras de saudade. depois concluí que tinha saudades dos eventos, não das pessoas. e acho que isso é provisório, porque ainda não sofri a morte dos meus pais. nem dos meus avós. e os bisavós não me importavam muito. chorei quando eduardo levou o computador que compramos para nossa casa. não pela máquina, mas pela idéia de ter um lar. depois chorei porque devíamos ter nos separado antes. chorei quando bruno me fez raiva num bar, às quatro da manhã. chorei quando meu pai me chamou de vagabunda quando me viu beijando na boca a primeira vez. chorei quando alguém não quis me namorar dizendo que eu tinha um beijo muito lascivo. chorei quando meus ex-alunos me abraçaram. e quando meu livro de poemas chegou numa van da transportadora. chorei quando vi meu pai chorando. e quando o abracei, solucei junto com ele. chorei quando meu irmão furou o olho esquerdo, aos 18 anos. chorei porque odiei o sofrimento dele. e quando me formei no pré-primário. quando o brasil ganhou o tetra. quando daniel voltou com a namorada. quando edu foi-se do aeroporto. quando alguém disse que me amava e eu não podia dizer nada. chorei até secar. mas ainda umas canções me enchem os olhos d´água. ultimamente até flávio venturini me faz pôr umas lágrimas. e só assim.

Conto
de repente me abateu um cansaço. parei e sentei numa pedra amarelo-ovo. quase caí pro lado de lá. mas nada me atingiria. fiquei me lembrando de amigos com os quais eu gostaria de dividir o fim do mundo: mendel, rabelovix, ralph [tocando guitarra numa fogueira indígena], bono. glasgow e kinsey não seriam convidados, porque nunca me esquecerei de que me abandonaram quando viraram um casal. os casais costumam ser nojentos assim mesmo. e se lembram dos amigos depois que o amor, subitamente, acaba. o fim do mundo eu também dividiria com ximite, e faríamos poemas sobre o apocalipse [que ele jura que é feito de lascas e filhos]. bono diria que o fim do mundo é amarelo e fica dentro de uma galeria, na área central da cidade. e onde é meu centro? apenas rabelovix sabe a delícia de comer banana nos inícios de noite. e quase não há mulheres nesse meu fim de mundo.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 5/11/2003


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2003
01. Descobertas responsáveis - 18/12/2003
02. Saudade... - 19/11/2003
03. O que é um livro? - 5/11/2003
04. E cá já moiro por vós - 13/10/2003
05. Insatisfação - 10/12/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DE MÃOS DADAS
SILVIANO CAÇADO AZEVEDO
RONA
(2012)
R$ 10,00



FESTAS E TRADIÇÕES POPULARES DO BRASIL
MELLO MORAES FILHO
ITATIAIA
(1999)
R$ 14,90



RESOLVA: TRANSFORME PROBLEMAS EM GRANDES OPORTUNIDADES E TENHA UMA ...
MARCUS VINICIUS FREIRE
GENTE
(2014)
R$ 15,00



TUA IMENSA TORCIDA É BEM FELIZ ! (VASCO DA GAMA)
EDUARDO DE ÁVILA
LEITURA
(2009)
R$ 25,00



MOTIVOS FOTOGRÁFICOS DE A A Z
FRIEDRICH W VOIGT
EDIOURO
(1981)
R$ 7,90



TÁTICA CIRÚRGICA ABDOME
ALFREDO MONTEIRO
EDIÇÃO DO AUTOR
(1957)
R$ 48,00



O PARTIDO COMUNISTA NA SOCIEDADE SOCIALISTA
GUEORGUI CHAKHNAZAROV
ESTAMPA (LISBOA)
(1975)
R$ 32,28



SUPERINTERESSANTE CANIBAIS Nº 119
VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(1997)
R$ 5,99



A TERCEIRA GUERRA MUNDIAL AGOSTO 1985 - VOLUME 2
GENERAL SIR JOHN HACKETT E OUTROS OFICIAIS
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1980)
R$ 6,28



ÉTICA E CIDADANIA
HERBERT DE SOUZA/ CARLA RODRIGUES
ED. MODERNA
(1994)
R$ 5,00





busca | avançada
44715 visitas/dia
1,3 milhão/mês