O que você não está lendo? | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 22/9/2004
O que você não está lendo?
Ana Elisa Ribeiro

+ de 3500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Fui à biblioteca pública assistir a um evento em que se contavam "causos" e histórias da tradição oral. Encontrei lá um moço urbano travestido de capiau, simulando um sotaque do interior norte de Minas e alternando a voz com uns solos de violão. Uma graça o show, mas senti falta também da leitura simples, da revelação dos textos de papel.

Depois disso, fui ouvir umas leituras num velho teatro. Algumas pessoas liam em voz alta textos que eu conhecia, ao menos de ouvir falar. E das bocas dos atores saíram as vozes sumidas de Machado de Assis, Lima Barreto, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade.

Na televisão, à meia-noite, me surpreende um programa em que renomados artistas aparecem dizendo contos dos medalhões da literatura, mas, também, de gente nova, viva, producente. Assim, páro, embora à meia-noite, para escutar uma história de Marcelino Freire e outra de Dalton Trevisan. Um Marçal Aquino feito por excelente ator, mas muito caricatural.

E aí vou dormir. Antes, no entanto, de vir o sono, me acomete a vontade de pensar na propagação da literatura contemporânea. Fico imaginando quantas pessoas assistiram àquele programa. Umas tantas, mas ainda poucas. Das tantas que zapeavam e foram parar ali, várias quiseram mesmo era ver um ator da Globo lendo um texto do famoso quem?. O texto que liam tinha status de coadjuvante, mas prendeu, se era bom. E a câmera de clipe da emetevê ajudou a entreter. Depois, quando leram na tela o nome do autor, pensaram em conhecer mais, em comprar o livro, talvez. Engraçado, nunca ouviram falar em um tal Marçal Freire ou Marcelino Aquino. Ou coisa assim.

Na falta de propagação da literatura contemporânea, jamais chegaremos a vender o produto livro com agilidade ou a fazer andar a fila dos grandes nomes da literatura brasileira.

Na Internet, tem-se muita literatice e uma moda de apinhar textos, mas é verdade que eles ganham velocidade de propagação. Quando viram impressos, no entanto, costumam provar que o grande barato ainda é publicar em papel e que só se vende livro no dia do lançamento, pros parentes, principalmente se a família for grande e o autor não tiver saído de casa fugido.

Mas o problema não pode ser apenas não vender. O problema maior é não circular, não se fazer conhecer, ao menos como boato. Se um notívago inveterado ou um insone zapeador tiverem ouvido aquele conto falado pela Giulia Gam à meia-noite, então aquela literatura terá se propagado... um tanto... e, com ela, o nome do autor, a vontade de ter um livro, quem sabe?

E como se propaga literatura? Ué... fazendo sobre ela programas antes e também depois da meia-noite; falando nela nos jornais impressos, eletrônicos e digitais; conversando com os autores em eventos na biblioteca pública; revelando textos pra quem estiver lá; fazendo jornalismo cultural investigativo, e não essa clonagem de listas de best-sellers e copy/paste descarado de releases superficiais.

Pra quem gosta de teorias de complexidade, considere-se que cada pessoa tem uns amigos e parentes e que, se ela se comunica, então ela pode tecer comentários sobre um tal texto que a tenha tocado. Um bom texto sempre carrega essa mágica, como um bom prato ou uma boa bebida. E então a desculpa de que não há quorum pra eventos desse tipo só faz desestimular a formação dessa rede.

Só se compra, se lê, se ouve, se vai atrás daquilo que se sabe que existe ou que se tem vontade de pesquisar. E é importante plantar pulgas atrás das orelhas dos leitores, mesmo quando eles ainda são potenciais. Essa energia se libera por inércia.

Que livros você não está lendo? Talvez esteja perdendo o vôo da madrugada que propõe Sérgio Sant'Anna ou o encarniçamento de João Filho, morador dos confins da Bahia, que a esta hora deve estar vendendo estopa no pequeno comércio do pai. E quem criou o leitor João? E quem criou o escritor João? E quem o ajudou a fazer o belíssimo percurso que o tornou artista? E quem o conectou ao resto do país e ao resto do mundo? E quem lhe leu originais e o publicou em livro? E quem disse que João teve escola boa ou curso superior?

João sabe vender farinha e escrever contos. Mas João ouviu falar de livros e os conseguiu emprestados ou furtados ou comprados a muito custo. Questão de prioridade para ele, ora. A literatura pode se propagar e deve ser incentivada a isso. Para que apareçam mais Joões que façam a fila da literatura brasileira dar um passinho à frente.

A lista dos figurões não é lá muito dinâmica. Os boatos literários enganosos são mais ágeis. Mas o que toca o leitor é problema dele, questão de experimentar. João degustou uns drummonds antes de chegar à literatura recém-saída dos fornos. E quem sabe, pela propagação, João se enfie pela boa literatura adentro? Quem sabe também Maria e Fabrício?

Eu digo a Jorge: não adianta guardar projetos na gaveta. Para isso, te dou de presente umas pastas de arquivo coloridas. Tem que publicar e deixar que se propague. E você não terá controle do que lêem, como lêem ou quando o fazem. São seus convidados, mas tomam conta da casa.

Leia-se o livro na biblioteca, na praça, no velho teatro, no cinema em ruínas, no circo, no palácio, no centro de cultura, no bar temático. O livro vem a reboque. Revele-se o que antes ficaria muito tempo guardado. Palavra não é coisa que se possa manter presa. Pense: o que você não está lendo, está perdendo.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 22/9/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O feitiço do tempo de Renato Alessandro dos Santos
02. Um olhar sobre Múcio Teixeira de Celso A. Uequed Pitol
03. 40 anos sem Carpeaux de Celso A. Uequed Pitol
04. Apontamentos de inverno de Elisa Andrade Buzzo
05. A pós-modernidade de Michel Maffesoli de Guilherme Carvalhal


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2004
01. Ler muito e as posições do Kama Sutra - 2/6/2004
02. Autor não é narrador, poeta não é eu lírico - 24/3/2004
03. Em defesa dos cursos de Letras - 6/10/2004
04. Literatura como arte - 25/8/2004
05. Mulheres de cérebro leve - 13/2/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/9/2004
10h17min
Pois é, depois de ler esse texto, já escolhi três lançamentos. Não posso "perder" nada.
[Leia outros Comentários de sonaly ]
4/10/2004
09h19min
Disse tudo, Ana! E muito obrigada!
[Leia outros Comentários de Mônica]
12/10/2004
19h38min
Ótimo!!! Ainda bem que não perdi este texto...
[Leia outros Comentários de lucas]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NOVOS ESTUDOS CEBRAP 88
VARIOS
EDIÇÕES CEBRAP
(2010)
R$ 14,90



DEMOLIDOR: FIM DOS DIAS - VOLUME 1
BRIAN MICHAEL BENDIS & DAVID MACK
PANINI COMICS / MARVEL
(2015)
R$ 20,00



C++ PARA UNIVERSITÁRIOS (AUTOGRAFADO)
LINCOLN CÉSAR ZAMBONI E SERGIO VICENTE PAMBOUKIAN
PÁGINAS E LETRAS
(2006)
R$ 35,00



MATEMÁTICA APLICADA À GESTÃO CADERNO DE APOIO
JOSÉ MANUEL ZORRO MENDES
UNIVERSIDADE ABERTA
(1997)
R$ 24,97



PESQUISAS SOBRE O SENTIDO DA VIDA
PAULO FINOTTI
DO AUTOR
R$ 6,90



A HISTÓRIA DE DORA VOADORA LACRADO
TONI BRANDÃO
STUDIO NOBEL
(2003)
R$ 14,00



SIGNO SOLAR SIGNO LUNAR
CHARLES HARVEY E SUZI HARVEY
NOVA ERA
(1998)
R$ 12,00



DISCOURSES VOL 2
MEHER BABA
SUFISM REORIENTED
(1971)
R$ 29,82



A VERDADE DE CADA UM
AMIR LABAKI (ORG.)
COSAC NAIFY
(2015)
R$ 149,90



A ROMANA
ALBERTO MORAVIA
ABRIL
(1972)
R$ 15,00





busca | avançada
44867 visitas/dia
1,2 milhão/mês