Confissões de um jornalista que virou suco | Márcio Seidenberg | Digestivo Cultural

busca | avançada
38549 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
>>> Reflexões para um mundo em crise
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> A volta de Steve Jobs à Apple
>>> Muitos amores ao mesmo tempo
>>> O Brasil não é a Seleção Brasileira
>>> Para tudo existe uma palavra
Mais Recentes
>>> As Formas e a Vida: Estética e Ética no Jovem Lukács (1910-1918) de Carlos Eduardo Jordão Machado pela Unesp (2004)
>>> As Formas e a Vida: Estética e Ética no Jovem Lukács (1910-1918) de Carlos Eduardo Jordão Machado pela Unesp (2004)
>>> Supernatural - O Guia De Caca De Bobby Singer de David Reed pela Gryphus (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 02 - O Filho de Netuno de Rick Riordan pela Intrínseca (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 01 - O Herói Perdido de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> O Diário de um Mago de Paulo Coelho pela Sextante (2012)
>>> Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban de J.K. Rowling pela Rocco (2019)
>>> C++: Como Programar (Com CD-ROM) de H. M. Deitel pela Bookman (2001)
>>> Contos de Imaginação e Mistério de Edgar Allan Poe pela Tordesilhas (2012)
>>> Golem e o Gênio - Uma Fábula Eterna de Helene Wecker pela Darkside Books (2015)
>>> O Físico - Edição Capa dura (Novo - Embalado) de Noah Gordon pela Rocco (2018)
>>> Por Que Calar Nossos Amores? - Poesia Homoerótica Latina de Raimundo Carvalho pela Autêntica (2017)
>>> O universo numa casca de noz de Stephen Hawking pela Intrínseca (2016)
>>> Supernatural - O Livro Dos Monstros, Espíritos, Demônios e Ghouls de Alex Irvine pela Gryphus (2011)
>>> O Espiritismo - a Sciencia Condemna de Dr. Jacob Huddleston Slater pela Autor
>>> Tratado de La Naturaleza Humana - V. 3 e último de David Hume pela Calpe (1923)
>>> Assassins Creed, Vol. 4 - Revelações de Oliver Bowden pela Galera Record (2013)
>>> A Revelação de Baháullah - Vols. 1 e 2 - Bagdá 1853 - 1863 de Adib Taherzadeh pela Bahai do Brasil (2002)
>>> Assassins Creed, Vol. 02 - Irmandade de Oliver Bowden pela Galera Record (2012)
>>> Em Busca da Satisfação dos Interesses da Vítima Penal de Alline Pedra Jorge pela Lumenjuris (2005)
>>> Acontece por Acaso de Pedro Luis Schlindwein pela Autores Paranaenses (2019)
>>> The Dictionary of Dreams and Their Meanings de Richard Craze pela Hermes House (2005)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 04 - O Furioso Quinta-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2010)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 03 - Quarta-feira Submersa de Garth Nix pela Fundamento (2009)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 2 - O Horrível Terça-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2009)
>>> As Chaves do Reino, Vol. 01 - Sr. Segunda-Feira de Garth Nix pela Fundamento (2008)
>>> Hipnose - Descubra o poder da sua mente de Pyong Lee pela Outro Planeta (2018)
>>> A Chave para Rondo de Emily Rodda pela Fundamento (2010)
>>> As Crônicas das Irmãs Bruxas, Vol. 01 - Enfeitiçadas de Jessica Spotswood pela Arqueiro (2014)
>>> Trilogia Fronteiras do Universo, Vol. 01 - A Bússola de Ouro de Philip Pullman pela Objetiva (1995)
>>> Trilogia Fronteiras do Universo, Vol. 02 - A Faca Sutil de Philip Pullman pela Objetiva (1997)
>>> Assassins Creed, Vol. 05 - Renegado de Oliver Bowden pela Galera Record (2012)
>>> Os Heróis do Olimpo, Vol. 05 - O Sangue do Olimpo de Rick Riordan pela Intrínseca (2014)
>>> Sonho Febril de George R. R. Martin pela Leya (2019)
>>> Juízo Final: Odisseia dos Deuses de Horst Schadeck pela Chiado (2018)
>>> The Mystery of the Missing Antimatter de Helen R. Quinn pela Princeton University Press (2007)
>>> São José da Terra Firme de Gilberto Gerlach e Osni Machado pela Cultura Turismo São José (2004)
>>> Geometry - the Easy Way de Lawrence S. Leff pela Barrons (1997)
>>> A Solução Anabólica para Fisiculturistas de Dr. Mauro Di Pasquale pela Phorte (2006)
>>> Fallen, Vol. 3.5 - Apaixonados, Histórias de amor de Fallen de Lauren Kate pela Galera Record (2012)
>>> The Black Atlantic de Paul Gilroy pela Verso (1993)
>>> Fallen, Vol 03 - Paixão de Lauren Kate pela Galera Record (2016)
>>> Nos Céus de Paris - O romance da Vida de Santos Dumont de Alcy Cheuiche pela LPM Pocket (2001)
>>> Perda de uma Chance e Responsabilidade Civil dos Profissionais de Lisiane Lazzari Pietroski pela Conceito (2013)
>>> Acampamento Shadow Falls, Vol. 1 - Nascida à Meia-Noite de C.C. Hunter pela Jangada (2011)
>>> Comentários à Lei 11. 419/06 e as Práticas Processuais por Meio de Alexandre Atheniense pela Juruá (2010)
>>> Fallen, Vol. 04 - Êxtase de Lauren Kate pela Galera Record (2012)
>>> Administrando para Obter Resultados de Peter Drucker pela Thomson Pioneira (1998)
>>> Fallen, Vol. 01 de Lauren Kate pela Galera Record (2010)
>>> Clínica e Política: Subjetividade e Violão dos Direitos Humanos de Cristina Rauter / Eduardo Passos pela : Ifb Te Corá (2002)
COLUNAS

Quinta-feira, 7/10/2004
Confissões de um jornalista que virou suco
Márcio Seidenberg

+ de 2400 Acessos
+ 2 Comentário(s)

São quase sete anos dedicados a uma empresa, a um departamento e a uma função que, hoje, acrescentam quase nada profissionalmente. Tudo caiu na mesmice e numa rotina extenuante. E, há algumas semanas, quando estive diante de uma oportunidade de mudança, de migração interna, de evolução na carreira, cortaram, sem pensar no "funcionário" antigo que fazia jus a uma chance, mas (talvez) na necessidade de reestruturar um departamento que em breve deverá ser terceirizado.

Está sendo um baque lidar com a realidade. Por isso, apresso-me em buscar e extrair o lado positivo da situação, tentando com essa atitude minimizar o fato e o efeito de que, enfim, tropeçar e cair é muito difícil. Essa experiência me faz questionar a forma como tenho conduzido as coisas até então... Reconheço que priorizei o trabalho e deixei para segundo plano (quase) todo o resto - às vezes por força do ofício, mas também por iniciativa própria. Tudo o que dizia respeito à empresa sempre teve status de urgência. Agora sinto uma necessidade - também urgente - de mudar essa postura, de pensar no quanto me fez mal apostar tantas fichas numa única atividade.

Estar vivendo tudo isso me obriga a refletir e repensar valores e atitudes, presente e futuro, certo e incerto. Porque quando tudo vai bem, quando as coisas adquirem aquela fluência a que a gente logo se acostuma, liga-se o piloto automático e pronto. E então vem o acomodamento: submeter-se à rotina do dia-a-dia, acordar pronto para executar aquelas tarefas, receber o salário ao final do mês, pagar as contas, sair de vez em quando com os amigos, e ir caminhando, e andando, e seguindo... talvez por inércia.

Mas chegou esse tufão, arrancando meus pés do chão e me levando a escrever essas linhas... Preciso garimpar outra atividade, preciso sair em busca de muitas coisas também. Estou bem agora. Penso que é valioso esse "tropeço" e batalhando por novas possibilidades, mirando outros e - espero - melhores horizontes. São esses desafios que me norteiam e me empurram para frente.

Algumas fichas que recentemente caíram
1. Se eu soubesse ou alguém me desse uma pista, em meados de 1999, da situação atual do mercado de trabalho para nós, jornalistas, certamente não teria quase caído em depressão ao não ter visto o meu nome na lista de aprovados do vestibular da faculdade cinco estrelas de Jornalismo. Desistiria da profissão e ponto. Cá entre nós, crise vai, crise vem, e a área de informática, através da qual sobrevivo, supera todas as turbulências. Ganha-se razoavelmente bem e, antes da virada do século, garanto a vocês que as empresas contratavam um técnico com registro em carteira - sou um exemplo vivo disso.

Terceirização é palavra de início de milênio, bem entendido. Ainda assim, em 2000 eu comemorava aos berros ter conseguido meu espaço no que pensava ser o Olimpo. Claro, a Cásper Líbero, com aqueles corredores estreitos e salas de "batcaverna", sempre esteve longe de ser um lugar paradisíaco. Mas primeiranista acha tudo lindo e, pior, tem aquele intragável papo-cabeça: "ah, porque eu estou aqui em busca dos meus ideais (sic)..."; "porque o jornalista vai transformar o mundo com um lide (sic)". Meu Deus, ainda bem que só se é ingênuo uma vez na vida... Vamos à realidade.

2. O Grupo Folha demitiu recentemente mais de 60 experientes profissionais, muitos amigos recém-formados estão disparando currículos - exceto dois ou três, felizmente - e não há muitas perspectivas. Fechou o tempo. No ano passado, um professor da faculdade, falando sobre esse cenário nebuloso, disse que o jornalista precisava reinventar seu espaço na sociedade. Um pouco abstrato, não? Mas, "abstraindo" a idéia, eis que surge algo concreto. Creio que é possível superar a situação de desemprego com alguma inovação. As organizações não-governamentais, por exemplo, são atualmente portas-de-entrada para gente de comunicação. Nas ONGs, os jornalistas fazem de tudo um pouco e, em alguns casos, têm domínio de todas as etapas de uma publicação - da pauta à distribuição -, o que os diferencia de outros tantos profissionais do mercado. Alguns vão afirmar, com base nesse item e no meu recente "histórico", que estou fazendo apologia às ONGs.... "Esse papo eu já conheço", vão dizer. "E o salário?", perguntam.

3. Sim, ganha-se menos nas ONGs do que nas empresas jornalísticas. E, no início, muitas vezes, o trabalho nem é remunerado. O cidadão entra como voluntário e depois vai edificando sua carreira. Aos poucos, bem aos poucos, é verdade. Mas, ao contrário dos muitos free-lancers convencionais (isso sim é que é informalidade), terá mais chances de ser um funcionário regido pela CLT. E tem mais...

4. Enquanto o trabalho não vem, há algumas propostas bastante criativas surgindo na praça. Poderíamos montar um blog só com reportagens/ artigos/ currículos de jornalistas desempregados... Aliás, já existe um. Dos alunos de uma faculdade do Distrito Federal...

Em tempos de Orkut
Começou com uma apresentação nosso primeiro encontro desde 1994, quando todos nós concluímos a 8º série (antigo "primeiro grau") no Colégio Renascença, do Bom Retiro. Estudávamos juntos desde o maternal, fomos para o pré, depois para o primário, subindo depois para o antepenúltimo andar do prédio da escola, onde cursamos os quatro anos do ginásio. No Colegial, a turma se dividiu; a verdade é que cada um seguiu um caminho diferente e passou a manter contato apenas com os amigos afins. Alguns moram fora já faz tempo, de muitos não se ouvem notícias, outros continuam em São Paulo e, superando as expectativas mais otimistas, conseguimos reunir dez para um rodízio de pizza.

Todos eles eu reconheceria na rua. Me disseram que eu havia mudado muito. Aquela menina se parece ainda mais com a mãe dela. A outra continua com aquela risada hilária, seu rosto fica roxo, tão roxo que assusta. Meu amigo não mudou nada. A menina mais cobiçada da classe já não é tão linda; a mais feia está mais bonita e aquela em quem eu não apostava uma bala, caramba, essa sim me surpreendeu!

A fisionomia, no entanto, não foi o que mais me chamou a atenção. Aquelas pessoas todas... algumas me viram de fraldas até... e me acompanham desde quando as tirei (as fraldas). Mas dez anos separaram nossas vidas. De alguns - e algumas - eu era tão próximo e, hoje, estamos tão distantes. Depois da apresentação individual houve aquele silêncio, prolongado. Arrisco dizer que poucos estavam à vontade, mas estávamos ali, de certa forma, para recomeçar, reconstruir outro contato. Foi muito bom rever todos.


Márcio Seidenberg
São Paulo, 7/10/2004


Quem leu este, também leu esse(s):
01. estar onde eu não estou de Luís Fernando Amâncio
02. Virando as Latas: o atleta brasileiro e o esporte de Heloisa Pait
03. Leblon de Marta Barcellos
04. Meu Primeiro Livro de Julio Daio Borges
05. Desejo do momento é o caramba de Marta Barcellos


Mais Márcio Seidenberg
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/10/2004
00h08min
Parabéns pelo belo artigo, Márcio. Identifiquei-me de imediato ao ler a primeira parte, parecia eu mesmo escrevendo - recentemente passei por um terrível trauma na empresa de jornalismo em que trabalho. Não perdi o emprego, mas as perspectivas não são as melhores. E comecei a caçar alguma coisa fora dali, mas ando sentindo que, novamente, estou me acomodando. E isso é desesperador. Espero que consiga se ajeitar nesse mercado nefasto do jornalismo. Espero que eu também consiga me acertar. Espero que todos nós, malucos que caímos nessa profissão, consigamos nos acertar. Forte abraço!
[Leia outros Comentários de Marcelo Miranda]
15/10/2004
11h53min
As ongs têm uma revista na net www.rits.org.br, na qual surgem algumas ótimas oportunidades. Boa sorte! Com fé não costuma falhar (ou será faiá?)...
[Leia outros Comentários de Rose Delfino]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O MUNDO EM PORTUGUÊS - UM DIÁLOGO
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO, MARIO SOARES
PAZ E TERRA
(1998)
R$ 25,00



A ARTE MESTIÇA ESCOLA CUSQUENHA DE PINTURA (EDIÇÃO BILÍNGUE)
MANUEL JULIO VERA DEL CARPIO

R$ 60,00



OXFORD ESCOLAR PARA ESTUDANTES BRASILEIROS DE INGLÊS - PORTUGUÊS-INGLÊS INGLÊS-PORTUGUÊS - EDIÇÃO ATUALIZADA
OXFORD
OXFORD
(2013)
R$ 35,00



OBRAS
EL MARQUES DE SANTILLANA
ESPASA
(1956)
R$ 30,28



KERNEL ONE STUDENTS BOOK TWO VOLUME PART B
ROBERT O NEILL
LONGMAN
(1978)
R$ 14,00



LACRIMOSA
HELTON CENCI
NOVO SECULO
(2010)
R$ 6,00



MANUAL DE CONTABILIDADE DAS SOCIEDADES POR AÇÕES
SERGIO DE IUDICIBUS E OUTROS
ATLAS
(2000)
R$ 40,00



FOR LOVE OF EVIL
PIERS ANTHONY
AVON BOOKS
(1988)
R$ 20,00



O CONDE ENFEITIÇADO
JULIA QUINN
ARQUEIRO
(2015)
R$ 19,90



USE A CABEÇA! SERVLETS & JSP
BRIAN BASHAM-KATHY SIERRA E BERT BATES
ALTA BOOKS
(2005)
R$ 69,90





busca | avançada
38549 visitas/dia
1,3 milhão/mês