Minha formatura | Eduardo Carvalho | Digestivo Cultural

busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cinema é filosofia
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Mulher no comando do país! E agora?
>>> YouTube, lá vou eu
>>> YouTube, lá vou eu
>>> Bar azul - a fotografia de Luiz Braga
>>> Eu + Você = ?
>>> Virtudes e pecados (lavoura arcaica)
>>> Pela estrada afora
>>> A vida sem computador
Mais Recentes
>>> Coleção Os Pensadores de Vários pela Abril Cultural (1973)
>>> Passando a Limpo: a Trajetória de um Farsante: História Completa... de Pedro Collor de Mello/ Coord. Dora Kramer pela Record (1993)
>>> Passando a Limpo: a Trajetória de um Farsante: História Completa... de Pedro Collor de Mello/ Coord. Dora Kramer pela Record (1993)
>>> Um Diplomata da Regeneração - O 1º Conde de Villa Franca do Campo de Fernando Abecassis pela Tribuna da Historia (2007)
>>> Inspeção do Trabalho de Nelson Mannrich pela LTr (1991)
>>> Jurupari - Estudos de Mitologia Brasileira de Silvia Maria S. de Carvalho pela Ática (1979)
>>> Sport in the 21st Century de John Mehaffey & Reuters pela Thames & Hudson (2007)
>>> Matemática para economistas de Alpha Chiang pela Unesp (1982)
>>> Memórias do cárcere 3º volume Colônia Correlaccional de Graciliano Ramos pela José Olympio (1954)
>>> As hortaliças na medicina doméstica de A. Balbach pela Edel
>>> Caderno de teses vol.2 28ºCongresso Nacional procuradores Estado de Helena Maria Silva Coelho pela Metropole industria gráfica ltda (2002)
>>> Casais Inteligentes Enriquecem Juntos de Gustavo Cerbasi pela Gente/ SP. (2004)
>>> Ordem Juridico-econômica e trabalho de Ricardo Antonio Lucas Camargo pela Sergio antonio fabris (1998)
>>> Capo Verde. Una storia lunga dieci isole de Marzio Marzot & Maria de Lourdes de Jesus et alii pela D'Anselmi (1989)
>>> Investimentos Inteligentes: Para Conquistar e Multiplicar o seu Primeiro Milhão de Gustavo Cerbasi pela Thomas Nelson do Brasil (2008)
>>> Esquecidos e Renascidos - Historiografia Acadêmica Luso-americana de Iris Kantor pela Hucitec (2004)
>>> Nova York anos 40 de Andreas Feininger pela Museu Lazar Segall (2011)
>>> O Intelectual e o Poder de Eduardo Portella pela Tempo Brasileiro/ RJ. (1983)
>>> Indivíduo e Cosmos na Filosofia do Renascimento de Ernest Cassirer pela Martins Fontes (2001)
>>> Fundamentos Culturales de Civilizacion Industrial de John U. Nef pela Editorial Paidós/ Buenos Aires (1964)
>>> Noções Preliminares de Direito Previdenciário de Wagner Balera pela Quartier Latin (2004)
>>> Salvador Negro Amor de Sérgio Guerra pela Maianga (2007)
>>> Ensaios de Biologia Social - Encadernado de Josué de Castro pela Brasiliense/ SP (1957)
>>> A imprensa na História do Brasil & Fotojornalismo no século XX de Oswaldo Munteal & Larissa Grandi pela Desiderata/PUC (2005)
>>> Roteiro de Macunaíma (Encadernação de Luxo) de M. Cavalcanti Proença/ Autografado pela Ahembi/ SP. (1955)
>>> Alferes Teófilo Olegário de Brito Guerra -Um Memorialista Esquecido de Raimundo Soares de Brito pela Coleção Mossoroense (1980)
>>> HQ Os Grandes Inimigos do Mandrake Nº 2 + A Volta do Camelo de Barro de Lee Falk pela Globo (1989)
>>> Lugar de Fala de Djamila Ribeiro pela Polen (2019)
>>> Administração Financeira Internacional de David K. Eiteman, ArthurStonehill, e Michael Moffett pela Bookman (2002)
>>> HQ Os Grandes Inimigos do Mandrake Nº 1 + o Retorno do Cobra de Lee Falk pela Ebal (1989)
>>> História da Literatura Portuguesa/ Encadernado de Antonio José Saraiva e Oscar Lopes pela Porto Ed.
>>> Cortez -A Saga de Um sonhador de Teresa Sales -Goimar Dantas pela Cortez (2010)
>>> HQ Os grandes inimigos do Mandrake Nº 4 + Os Oito Tentáculos da Morte de Lee Falk pela Ebal (1989)
>>> HQ Rastros de ódio - Revista Cinemin Nostalgia 3 de Diversos Autores pela Ebal (1989)
>>> Regulamento do ICMS do Rio de Janeiro de Ana Cristina Martins Pereira pela Lex (2006)
>>> A cidade do sol de Khaled Hosseini pela Nova froteira (2007)
>>> HQ Revistsa Elipse nº 1 + Crepúsculo dos Super-heróis de David Campiti & Kevin Juaire & Bart Sears pela Ebal (1992)
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James pela Intrínseca (2012)
>>> As mil e uma noites- os corações desumanos de René Khawam pela Brasiliense (1991)
>>> HQ Quem foi? Os prisioneiros de Sulma de Diversos Autores pela Ebal (1982)
>>> Autoritarismo e Participação Política da Mulher de Fanny Tabak pela Graal/ RJ. (1983)
>>> Cartas entre amigos - sobre os medos contemporâneos de Fábio de melo e Gabriel chalita pela Ediouro (2009)
>>> A Civilização Romana de Pierre Grimal pela Edições 70 (2001)
>>> Centenário de José Bezerra Gomes de Joabel R. de Souza pela Fcjbg (2011)
>>> Alienação na Univesidade - a Crise dos Anos 80 de Paulo L. Hoffmann pela Edit. da UFSC (1985)
>>> O castelo da intriga de Paulo Stewart pela Scipicione (1996)
>>> No Tempo dos Faraós (Crianças Na História) de Ginette Hoffmann - Françoise Lebrun pela Scipione (1993)
>>> No Tempo dos Faraós (Crianças Na História) de Ginette Hoffmann - Françoise Lebrun pela Scipione (1996)
>>> As asas do joel de Walcir Carrasco pela Quinteto Editorial (2019)
>>> No Tempo dos Faraós (Crianças Na História) de Ginette Hoffmann - Françoise Lebrun pela Scipione (1998)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/8/2005
Minha formatura
Eduardo Carvalho

+ de 8800 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Eu acabei me formando - depois de cinco anos e meio na faculdade - três vezes: uma formatura espiritual, com os amigos que entraram no curso comigo; outra prática, quando eu estava, apesar de ainda ligado à faculdade, praticamente formado; e a última, teórica, em que GV finalmente reconheceu que eu merecia estar em outro lugar. Tenho quatro camisetas de formatura. Nenhuma delas foi completa. A festa da formatura espiritual foi naturalmente a melhor. O fato de estar praticamente formado acelerou bastante minhas outras atividades, porque liberou tempo para eu me dedicar a elas. E a formatura teórica formalizou meu desligamento definitivo do ambiente universitário, pelo menos por enquanto e como estudante. O normal é que as pessoas concentrem essas três formaturas em uma só: depois de quatro anos do vestibular, com uma classe e em uma festa. Eu preferi diluir essa emoção. E pensei que a sensação de estar formado, para mim, seria menor em cada um desses momentos. Não foi.

E percebi isso com clareza quando vesti a toga e subi no palco para buscar meu canudo. A sensação não foi a de que aquela era uma formatura teórica. Ao contrário. Foi a conclusão do meu curso de graduação e, além disso, do meu processo de formatura: que já estava durando mais de um ano. Senti a emoção de um formando - em vez de dividida por três - elevada ao cubo. Foi uma realização e um alívio. E foi, sobretudo, um momento para repensar e relembrar o meu curso. E uma época da minha vida que - se não foi a melhor - acho pelo menos que aproveitei da melhor forma que pude. Hoje, não me sinto frustrado nem incompleto por nada que deixei de fazer. E se fiz menos uma coisa do que outra, se estudei mais um assunto em vez de outro, se me dediquei mais a uma atividade do que a outra, estou confortável em saber que experimentei o máximo que pude. Não há nada mais a fazer.

O começo do curso de Administração de Empresas foi, em vários sentidos, decepcionante. Achei as matérias e os professores, em geral, desconectados com o que acontecia fora do ambiente acadêmico. E isso mesmo em Administração da Produção, por exemplo. Parecia que faltava alguma coisa. E não era, decididamente, o que nos foi apresentado em Filosofia, Psicologia, Sociologia, e outros assuntos parecidos que só me entediaram. Era uma época em que eu estava absorvido - e disso me lembro bem - por temas como Ética. Eu me lembro de, numa ocasião, explicar para a classe a diferença entre a pegada de Kant e de Santo Agostinho; entre as Virtudes Cardinais e Teologais; sabia buscar a origem etimológica da palavra ética e conseguia detonar argumentos relativistas dos professores mais arrogantes. Não sei se estava certo nem se sei responder isso agora. Mas eram temas que me interessavam - e são muito mais atuais do que um sistema de controle de estoque japonês hoje em desuso.

Eu não acho que li muito durante a faculdade. Deveria ter lido mais, talvez. Ou começado antes. Mas combinei esse interesse por temas de filosofia com literatura - a literatura pura. E me convenci de que os romances são a expressão artística mais completa e mais influente. Huxley, Conrad, Twain, Exupéry e Proust ampliaram minhas perspectivas, espirituais e geográficas, até um ponto que não imagino ser possível alcançar de outra forma. Foi um momento em que Álvaro Lins também me apresentou impressões inéditas, sobre livros e personagens. Era muito mesquinho alternar esse tipo de estudo com Sistemas e Métodos num modelo atrasado, ensinado de forma arrastada. Busquei alternativas. Montei com amigos um grupo de discussão sobre política, que se reunia sistematicamente com professores e organizou seminários bacanas. Escrevi algumas edições de uma coluna literária para o jornal da faculdade. Nunca fui, porém, de viver no DA: preferia sempre, por exemplo, ir ao clube ou ao cinema à tarde. Adorava voltar sexta-feira para casa à pé, andando pela Paulista, num dia azul, comprar a Gazeta Mercantil, pelo "Caderno de Fim de Semana", e assistir a um lançamento no Espaço Unibanco ou no Cinsesc - depois de ler todas as resenhas sobre o filme.

Acho que vivi os melhores momentos da faculdade longe dela. No cinema, no clube, em casa - ou na casa de amigos e namoradas. Em Juneau, Havana, Pipa, Winnipeg, Varsóvia, Araguaína, Brugges. Viajei todas as férias, para vários lugares, em vários estilos e com várias intenções. Foi sensacional, por exemplo, com 19 anos, rodar por dois meses o Brasil de carro, por 12 mil quilômetros, como eu fiz nas férias com um amigo. Contei sempre com o apoio dos meus pais. É bom ser responsável. Certas experiências não se repetem mais: o roteiro pode ser o mesmo, mas a curiosidade e a disposição - maiores ou menores - são outras. E a viagem acaba sendo diferente. Fiz todas que consegui.

Eu escrevi, na na minha apresentação, que já quis ser marinheiro, tenista, fazendeiro, etc. Uma coisa não exclui necessariamente a outra. Hoje, avalio minha experiência na faculdade como extremamente positiva. Considerei seriamente estudar Direito ou Economia. Comecei a estudar História. Acho que acertei em escolher Administração. O curso - apesar de todas as falhas - me ofereceu uma formação prática que provavelmente eu não encontraria em outro ambiente. A GV me treinou a pensar racionalmente sobre assuntos diferentes. É importante entender como uma empresa funciona, porque - sem forçar muito - praticamente tudo que a gente consome é produzido por uma delas: de cinema a passagens de avião. É muito importante entender o que é VPL, IRR, margem de EBITDA, eficiência operacional, etc. - até porque vários conceitos de Marketing e Finanças ilustram precisamente situações que acontecem fora da empresa. Você reclama menos do mundo - que, em grande parte, é controlado por empresas mesmo - quando começa a entendê-lo. E pode até aproveitar a vida melhor também.

Muita gente tem preconceito contra o aluno de Administração e, mais ainda, da GV. Às vezes, o estereótipo coincide com a realidade: alguns alunos são malas mesmo, deslumbrados com o mundo corporativo, e adquirem hábitos e jargões de ambientes fechados, limitados, que imaginam ser os lugares mais interessantes e sofisticados do mundo. E nunca vão descobrir belezas mais sutis, que não têm capital aberto nem geram caixa. Só que essas são as exceções. Acho que a maioria das pessoas - a maioria das pessoas com quem convivi, pelo menos - também está interessada em temas que passam longe do cotidiano empresarial: da coleção de gravuras modernistas ao cultivo de abelhas exóticas. Não foi difícil, num ambiente assim, eu também encontrar o meu lugar.


Eduardo Carvalho
São Paulo, 5/8/2005


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O túmulo do pássaro de Elisa Andrade Buzzo
02. São Paulo e o medo no cinema de Elisa Andrade Buzzo
03. Os encontros dos estranhos de Elisa Andrade Buzzo
04. O Subjuntivo Subiu no Telhado de Marilia Mota Silva
05. Sobre o Hino Nacional Brasileiro de Ricardo de Mattos


Mais Eduardo Carvalho
Mais Acessadas de Eduardo Carvalho em 2005
01. Por que eu moro em São Paulo - 8/7/2005
02. Minha formatura - 5/8/2005
03. Uma conversa íntima - 11/2/2005
04. A prática e a fotografia - 25/2/2005
05. Com pouco peso - 14/1/2005


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/8/2005
02h01min
Eu adorei a minha formatura. Para mim foi mais um ocasião para agradecer minha família, do que propriamente encerrar um ciclo de aprendizado e estudos. Sempre pensei, e penso, em continuar estudando. Quanto aos alunos de administração, sem querer generalizar, você é uma exceção. A maioria com os quais já interagi me dizem sempre que não ganharam muito com a faculdade. E a boa parte é meio mala mesmo, porque administração se conta por objetivo (este era o argumento deles, quando lhes perguntava porque faziam uso de tanta "jargonice"). Sinceramente, em termos de malice, os engenheiros não ficam muito atrás. Exceto que apanham muito na faculdade, aí saem com egos um pouco mais sob controle. Mas só para te deixar com a pulga atrás da orelha, os melhores livros de administração, e as maiores teorias foram feitas por engenheiros, e em especial engenheiros químicos! Vai entender... Boa sorte com sua carreira atual, e não deixe nunca de estudar.
[Leia outros Comentários de Ram]
8/8/2005
09h23min
PARABÉNS pela formatura e pela coluna. Adorei!
[Leia outros Comentários de Vera Lúcia]
12/8/2005
14h52min
Olá, amigo Edu,
Sinceramente, eu compartilho do senso comum sobre os GVs da vida – uns chatos! Felizmente, eu omiti informação, pois compartilho em parte. Conheço bem você e também conheço uma Isabel, que aproveita os ensinamentos em economia de mercado etc. pra trabalhar no dia-a-dia com a questão dos índios e crescimento sustentável na Amazônia. Devem, obviamente, existir mais exemplos, mas tendo você achado o seu lugar ou não, nunca é tarde pra relembrar Conrad: "Vivemos como sonhamos – sozinhos."
Abraço,
[Leia outros Comentários de Palhinha]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UM IR E VIR COTIDIANO
SIVA BIANCHI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



TRAÍDA SÉRIE HOUSE OF NIGHT - LIVRO 02 8898
P C CAST E KRISTIN CAST
NOVO SÉCULO
(2009)
R$ 10,00



OSTEOPOROSE
M. A. DAMBACHER E E. SCHATCHT
ALFAD
R$ 9,00



MANEJO REPRODUTIVO DE OVINOS DE CORTE (NAS REGIÕES CENTRO-OESTE, NORTE E SUDESTE DO BRASIL)
AURORA MARIA GUIMARÃES GOUVEIA CLÁUDIO JOSÉ BORELA ESPESCHIT E SILVIA LETICIA TARTARI
LK
R$ 63,00



TRAVESSIA REPORTAGEM SOBRE O SERTÃO DE GUIMARÃES ROSA
JULIANA SIMONETTI
LINC
(2010)
R$ 35,00
+ frete grátis



O LIVRO DOS MILAGRES
KEVIN BELMONTE
THOMAS NELSON BRASIL
(2015)
R$ 36,00



POIROT INVESTIGA
AGATHA CHRISTIE
RECORD
(2001)
R$ 10,00



LOVE KISS
GILBERT OAKLEY
DIAMOND STAR
(1970)
R$ 19,82



O GUIA OFICIAL DO CLUB PENGUIN VOL 1
DISNEY
MELHORAMENTOS
(2011)
R$ 4,00



DIREITO PENAL CONCRETO
ANTÔNIO JOSÉ MIGUEL FEU ROSA
CONSULEX
(1992)
R$ 26,82





busca | avançada
31843 visitas/dia
1,0 milhão/mês