2007 e os meus shows | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
74271 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Inspirado nas Living Dolls, espetáculo de Dan Nakagawa tem Helena Ignez como atriz convidada
>>> As Caracutás apresentam temporada online de Tecendo Diálogos com bate-papo e oficina
>>> Obra de referência em nutrição de plantas ganha segunda edição revista e ampliada
>>> FAAP promove bate-papo com as atrizes Djin Sganzerla, Zezita Matos e com o diretor Allan Deberton
>>> Elísio Lopes Jr comanda oficina gratuita de dramaturgia nesta sexta-feira (27)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
Colunistas
Últimos Posts
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Show him what he is like
>>> Machado polímata
>>> In the Line of Fire
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> A polêmica dos quadrinhos
>>> Ad Usum Juventutis
>>> Schopenhauer sobre o ofício de escritor
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Últimos Dias, de Gus Van Sant
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
Mais Recentes
>>> Passagens – Crises Previsíveis da Vida Adulta de Gail Sheehy pela Francisco Alves (1980)
>>> A Chave da Longevidade de Dr. Hugues Destrem pela Europa-América (1979)
>>> A Força da Saúde de Victor Hugo Belardinelli pela Movimento (2013)
>>> O Envelhecimento de Luiz Eugênio Garcez Leme pela Contexto (1997)
>>> Velhice - Culpada ou Inocente? de Carlos Eduardo Accioly Durgante pela Doravante (2008)
>>> Envelhecimento Bem-Sucedido de Newton Luiz Terra e Beatriz Dornelles (Orgs.) pela Edipucrs (2003)
>>> Naturalmente Mais Jovem de Roxy Dillon pela Sextante (2016)
>>> Direito Administrativo Descomplicado de Marcelo Alexandrino e Vicente Paulo pela Método (2019)
>>> Tópicos de Matemática Aplicada de Luiz Roberto Dias de Macedo, Nelson Pereira Castanheira e Alex Rocha pela Intersaberes (2018)
>>> Gestão de Custos de Carlos Ubiratan da Costa Schier pela Ibpex (2011)
>>> Ética Empresarial na Prática de Mario Sergio Cunha Alencastro pela Intersaberes (2016)
>>> Gestão Socioambiental no Brasil de Rodrigo Berté pela Intersaberes Dialógica (2013)
>>> Ferramentas Para a Moderna Gestão Empresarial - Teoria, Implementação e Prática de Maria Inês Caserta Scatena pela Intersaberes Dialógica (2012)
>>> O rio do tempo de Hernani Donato pela Círculo do livro (1976)
>>> O menino de areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1986)
>>> Breton/ Trotski - Por uma arte revolucionária independente de Valentim Facioli pela Paz e Terra (1985)
>>> Dize-me com quem andas de Mary McCarthy pela Civilização Brasileira (1967)
>>> Uma vida encantada de Mary McCarthy pela Civilização Brasileira (1967)
>>> Quem vai fazer a chuva parar? de Robert Stone pela Companhia das letras (1988)
>>> Meus amigos de Emmanuel Bove pela Companhia das letras (1987)
>>> Rastro do fogo que se afasta de Luis Goytisolo pela Companhia das letras (1988)
>>> Vista do amanhecer no Trópico de G. Cabrera Infante pela Companhia das letras (1988)
>>> Tebas do meu coração de Nélida Piñon pela José Olympio (1974)
>>> A república dos sonhos de Nélida Piñon pela Francisco Alves (1984)
>>> O caso Morel de Ruben Fonseca pela Artenova (1973)
>>> E do meio do mundo prostituto só amores guardei do meu charuto/História de amor (Box) de Ruben Fonseca pela Companhia das letras (1997)
>>> A marcha Húngara de Henri Coulonges pela Difel (1994)
>>> A mais que branca de José Geraldo Vieira pela Melhoramentos (1975)
>>> Sobras completas de Nelson Motta pela Nova fronteira (1984)
>>> O Amor é a Melhor Estratégia de Tim Sanders pela Sextante (2003)
>>> Seria trágico... se não fosse cômico: Humor e Psicanálise de Abrão Slavutzky; Daniel Kupermann pela Civilização Brasileira (2005)
>>> Dez Coisas que Eu Amo em Você - Trilogia Bevelstoke Livro 3 de Julia Quinn pela Arqueiro (2020)
>>> S.O.S. Dinâmica de Grupo de Albigenor & Rose Militão pela QualityMark (2001)
>>> Constelação Familiar de Divaldo Franco pela Livraria Espírita Alvorada (2009)
>>> Outlander: A Viajante do Tempo - Livro 1 de Diana Gabaldon pela Saída de Emergência (2014)
>>> Investimentos Inteligentes (Para Conquistar e Multiplicar o Seu Primeiro Milhão) de Gustavo Cerbasi pela Thomas Nelson Brasil (2008)
>>> El Cuaderno de Maya de Isabel Allende pela Sudamericana (2011)
>>> A Cama na Varanda: Arejando Nossas Idéias a Respeito de Amor e Sexo de Regina Navarro Lins pela Rocco (2000)
>>> A Vida é Bela no Trabalho de Dominique Glocheux pela Sextante
>>> Eugène Delacroix 1798-1863: O Príncipe do Romantismo de Gilles Néret pela Taschen (2001)
>>> Agora Aqui Ninguém Precisa de Si de Arnaldo Antunes pela Companhia das Letras (2015)
>>> Nu de Botas de Antonio Prata pela Companhia das Letras (2013)
>>> Trilogia Suja de Havana de Pedro Juan Gutiérrez pela Companhia das Letras (1999)
>>> As Religiões no Rio de João do Rio pela Jose Olympio (2015)
>>> A Teoria da Causa Madura no Processo do Trabalho de Ben-hur Silveira Claus pela Ltr (2019)
>>> Pimentas de Raul Lody pela Nacional (2018)
>>> Zen a a Arte de Manutenção de Motocicletas de Robert M. Pirsig pela Paz e Terra (1984)
>>> Monobloco - uma Biografia de Leo Morel pela Azougue (2015)
>>> Lei Antiterror Anotada - Lei 13. 260 de Acácio Miranda Silva Filho, Alex Wilson Ferreira pela Foco (2018)
>>> Marketing de Nichos de Alexandre Luzzi las Casas pela Atlas (2015)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2007

Quarta-feira, 2/7/2008
2007 e os meus shows
Rafael Fernandes

+ de 3200 Acessos

Algo que não se pode reclamar no Brasil é da quantidade de bons shows (nacionais e internacionais) que estão sendo proporcionados há pelo menos 20 anos com constância ― ao menos nas grandes capitais. E ainda que os ingressos estejam cada vez mais caros, há boa diversidade de opções de preço e estilos. 2007, para mim, foi um grande ano para assistir música. Começou ótimo com o guitarrista Scott Henderson. Numa terça-feira de carnaval, num pequeno bar de Moema (bairro de São Paulo), ele mostrou sua qualidade e provou que a guitarra ainda tem muito a evoluir. Simpático, distribuiu autógrafos e conversas aos fãs no intervalo; sem frescuras, configurou sua guitarra e seu som sozinho, sem roadies. Foi uma cascata de fraseados sólidos, melodias e improvisos inteligentes. É dos grandes da guitarra mundial, ainda que pouco conhecido.


Steven Tyler no Morumbi, foto de Daigo Oliga, via flickr

Em abril, vi um cativante Aerosmith, numa noite em que me decepcionei com o Velvet Revolver, banda de abertura. Hoje parece que aquela apresentação meio morna já poderia estar afetada pelo desgaste entre os membros, que culminou na saída de Scott Weiland. Também percebi que cada vez menos tenho paciência para eventos grandes: é preciso escolher entre se espremer na frente, ou ficar atrás, com um som baixo, de má qualidade, enxergando pouco. Sem falar na precariedade da estrutura de um show desse porte. Isso porque o ingresso é caro...O Aerosmith combinou profissionalismo, tarimba e carisma, embora o repertório tenha privilegiado canções radiofônicas em detrimento de grandes rocks. Em junho, um momento único: duo de Luciana Souza e Romero Lubambo. Uma noite fora-de-série, num lugar confortável e de fácil acesso (teatro do Sesi, na Av. Paulista, na saída do metrô Trianon-Masp) e por assustadores três reais (inteira!). Ficou claro o porquê de Luciana Souza ser uma das melhores cantoras do mundo e Lubambo mostrou sua habilidade e criatividade. Já tocam juntos, eventualmente, há alguns anos, então têm intimidade musical invejável, dialogam com destreza, mudando o caminho das músicas quando desejam.


Luciana e Romero, em foto de Dani Gurgel, via flickr

No final de setembro, no auditório do Sesc Vila Mariana, vi o lançamento da 2ª edição do ótimo livro (que inclui DVD com documentário) Violões do Brasil. Um espetáculo bem montado e dinâmico, com exibição de trechos do DVD na arrumação do palco entre as apresentações. Mostraram seu talento o mineiro Gilvan de Oliveira; João Lyra e Maurício Carrilho (em duo); Paulo Porto Alegre; Guinga e Marcus Tardelli (também em duo); Badi Assad; o quarteto Maogani (Carlos Chaves, Maurício Marques, Paulo Aragão e Marcos Alves), e Zé Menezes, que arrancou risadas do público. Ele é uma figura, um senhor de 86 anos, lenda da música brasileira, que tocou com muita gente e fez trilhas sonoras ― como o tema do programa Os Trapalhões. Entrou no palco com bom humor e conquistou o público. Houve tempo ainda para outra dupla, Alessandro Penezzi e Zé Barbeiro, e um bis com todos esses músicos de volta ao palco.

Em agosto, vi a competência do Living Colour. A banda consegue como raríssimas outras unir suingue e peso; virtuose e canções marcantes. Todos os integrantes são fenomenais em suas funções. Corey Glover tem voz, carisma e presença de palco fantásticos; Vernon Reid alterna virtuosismo extremo, belos acordes e texturas sonoras; Doug Wimbish é baixista de som volumoso e poderoso; e o baterista Will Calhoun é sinônimo de groove, precisão e variações rítmicas. Não à toa a banda tem o nome que tem, pois o som é uma explosão de cores. Momentos prazerosos tive nos concertos Clássicos Personnalité, que ganhou texto meu e da Tais. Uma bem sacada junção de sessões eruditas e populares, mostrando que as fronteiras na música de qualidade só existem em nomenclaturas. Em outubro vi o show Universo Particular, de Marisa Monte, com belo e criativo cenário, incluindo "paredes" iluminadas que se movimentavam pelo palco. Apesar disso, a performance dela me pareceu fria, falsa, jogando para o público e teatral em demasia. Muita cena para pouca música. Faltou emoção e vibração.


Björk no Tim Festival. Foto de wikibjork, via flickr

No TIM Festival, tive oportunidade de assisitir uma das noites no Auditório Ibirapuera, a do dia 26, que contou com a dispensável Lisa Ekdahl; a força do jovem Eldar, numa performance potente; a técnica de violão de Sylvain Luc, infelizmente num show pouco inspirado; e um excelente e vivaz apresentação do quarteto de Stefano di Battista, que premiou quem conseguiu permanecer até o fim da noite. Fui ainda à Arena Anhembi, com estrutura horrorosa (faltou até água no bar, antes do término do festival) e vi um show bobo e clichê de Juliette and The Licks, outro ruim do The Killers (o público que ficou até às 4 da manhã gostou); um bom e consistente do Arctic Monkeys (apesar da música apenas média) e um show excelente de Björk. Sua postura no palco consegue combinar uma delicadeza, aparente ingenuidade até, com toques de agressividade. E vê-se que ela está lá pela música, não pela exposição. Muita gente não entendeu a apresentação, talvez por estar um pouco deslocada numa noite mais roqueira, ou apenas por ser diferente. A primeira metade foi num clima diferente do disco novo, Volta, que tem sonoridade mais robusta e suja em boa parte das músicas. Foi mais contemplativo. Teve espaço para Björk ora cantar apenas com teclado (que simulava um cravo), ora acompanhada só pela sessão de sopro. No final, vieram as músicas mais agitadas, como a conclusão de "Hyperballad", que, acompanhada de projeção de laser e chuva de papel picado, quase transformou o local numa rave, levando ao delírio até os distraídos ― e provando que muita gente estava ali mais pelo evento do que pela música.


Steve Vai no Bourbon, em foto de Charline Messa, via flickr

Em novembro, vi as caras, bocas e o carisma de Steve Vai, no Bourbon Street, numa performance de tirar o fôlego ― para quem gosta, óbvio. A banda é muito boa. O baterista Jeremy Colson tem pegada roqueira ― que faz jus ao seu visual de cabelo espetado e tatuagens. Na guitarra de 7 cordas veio o ótimo Dave Weiner, que acompanha Steve há anos. Na turnê brasileira, o baixo ficou a cargo de Philip Bynoe que deu um irresistível toque funkeado à banda, que também tem 2 violinistas que duelam entre si e dobram melodias da guitarra: Alex DePue e a belíssima Ann Marie Calhoun, que arrancou suspiros dos marmanjos do recinto. Vai tem excelente presença de palco e domina a platéia, interagindo com ela via caretas, bom humor e boa dose de atuação. Põe a guitarra no chão e toca com o pé, finge tocar com a língua, dança, brinca com fãs e músicos. No mesmo mês vi ainda um bom show dos Paralamas do Sucesso com os Titãs. E, para finalizar bem o ano, no começo da segunda quinzena de dezembro vi a feliz união musical de Chico Pinheiro e Anthony Wilson, divulgando o excelente disco Nova (que comentei aqui); distribuiram grandes solos, melodias e harmonias para um público atento no Sesc Pinheiros.


Rafael Fernandes
Sorocaba, 2/7/2008


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2008
01. High School Musical e os tweens - 9/1/2008
02. Tritone: 10 anos de um marco da guitarra rock - 10/9/2008
03. Videogame também é cultura - 10/12/2008
04. Blog precisa ser jornalismo? - 9/4/2008
05. 2007 e os meus CDs ― Versão Internacional 1 - 7/5/2008


Mais Especial Melhores de 2007
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O HORROR ECONOMICO
VIVIANE FORRESTER
UNESP
(1997)
R$ 9,00



A FORCA DO SER VIVO
JEAN DORST
MELHORAMENTOS
(1981)
R$ 5,00



PEDRO MALASARTES EM QUADRINHOS
STELA BARBIERI; FERNANDO VILELA
MODERNA
(2008)
R$ 25,00



ALIMENTO DIÁRIO - O MINISTÉRIO ULTERIOR DO ...
DONG YU LAN
ÁRVORE DA VIDA
(2008)
R$ 7,00



TIJOLO DE SEGURANÇA
CARLOS HEITOR CONY
OBJETIVA
(2005)
R$ 39,90



NOTÍCIAS DO ALÉM
FRANCISCO CANDIDO XAVIER
IDE
(1980)
R$ 5,00



CAMINHOS DE FELICIDADE
PADRE JUCA
VOZES
(1991)
R$ 7,00



FERIDAS DA ALMA
PE. REGINALDO MANZOTTI
AGIR
(2012)
R$ 8,80



COZINHA VEGETARIANA - MILHO - 1ª EDIÇÃO
CAROLINE BERGEROT
CULTRIX
(2004)
R$ 20,00



NOVA ANTROPOLOGIA VOLUME 3 - ANTROPOLOGIA SOCIAL
H. G. GADAMER / P. VOGLER (ORGANIZAÇÃO)
EDUSP/EPU
(1977)
R$ 18,00





busca | avançada
74271 visitas/dia
2,0 milhões/mês