Como será a literatura na internet? | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> SENTENÇA DISCUTE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E TRAZ CRÍTICA AO SISTEMA LEGAL BRASILEIRO
>>> Universidades públicas apresentam lições aprendidas com as crises
>>> Mega evento de preparação ao ENEM reúne personalidades e conteúdo exclusivo ao público jovem
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Coisa mais bonita é São Paulo...
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eucanaã Ferraz
>>> Um século de paixão pela arte
>>> Meus melhores discos de 2008
>>> O guia do consumidor de livros
>>> Unsigned and independent
>>> Os Insones, de Tony Belloto
>>> 27 de Agosto #digestivo10anos
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Filosofia cai no gosto popular
>>> Bailes & Festas
Mais Recentes
>>> As Profecias de Saint Germain para o Novo Milenio - Esoterico de Elizabeth Clare Prophet pela Nova Era (2000)
>>> Território, Participação Popular e Saúde: Manguinhos em Debate de Carla Moura Lima e Leonardo Brasil Bueno pela Enesp (2010)
>>> Recuperar a salvação de Andrés T. Queiruga pela Paulus (2005)
>>> Começar de Novo O Divircio na terceira idade - Psicologia de Deirdre Baiar pela Rocco (2010)
>>> A Dança do Universo - Edição de Bolso de Marcelo Gleiser pela Companhia das Letras (2006)
>>> Lei e Evangelho de Stanley Gundry pela Vida
>>> Legislação Indigenista Brasileira e Normas Correlatas de Edvard Dias Magalhães pela Dedoc Funai (2002)
>>> Obras Dostoievsky 10 volumes de Dostoiévski pela Clássico (1989)
>>> A Luneta Âmbar de Philip Pullman pela Objetiva (2013)
>>> O último dia de um condenado á morte de Victor Hugo pela Integral (1993)
>>> Elis: Uma Biografia Musical de Arthur de Faria pela Arquipélago (2015)
>>> The Greek New Testament de United biblie societies pela United biblie societies (1984)
>>> Os Romanov: O Fim da Dinastia de Robert K. Massie pela Rocco (2017)
>>> Fgv-Gestão de pessoas - de Sylvia Constant Vergara pela FGV (2014)
>>> Fgv-Gestão de pessoas - de Sylvia Constant Vergara pela FGV (2014)
>>> Os Catadores de Conchas de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasil (1999)
>>> Crônicas do brasil contemporâneo de José Sarney pela A Girafa (2004)
>>> O pastor desnecessário de Eugene H. Peterson / Marva Dawn pela Textus (2001)
>>> CLT Organizada 2019 de Beatriz Casimiro Costa, Manoel Casimiro Costa pela Ltr (2019)
>>> Sobrevivente de Chuck Palahniuk pela Leya (2012)
>>> Orlando Brum – Angiologia Básica de Edda Maria Therezinha Bernardini, Elizabeth Salles pela Rubio (2013)
>>> As Flechas de Apolo de Deolindo Couto Junior pela Rubio (2013)
>>> Leucemias e Linfomas - Atlas do Sangue Periférico - 2ª Ed de Márcio Melo, Cristina da Silveira pela Rubio (2012)
>>> Cuidador de Crianças e de Idosos de Senac Sp pela Senac Sp (2013)
>>> Memória na Prática da Terapia Ocupacional e da Fonoaudiologia de Andréa Fabíola Tinoco Carvalho pela Rubio (2012)
>>> Temas para a Dança Brasileira de Sigrid Nora pela Sesc (2010)
>>> Lustrum de Robert Harris pela Record (2010)
>>> Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley pela Globo (2014)
>>> A Gramática Política do Brasil de Edson de Oliveira Nunes pela Garamond (2017)
>>> Ensaios Escolhidos de Alberto da Costa e Silva pela José Olympio (2007)
>>> Ética, Pesquisa e Políticas Públicas de Flávia Mori Sarti, Gislene Aparecida dos Santos pela Rubio (2010)
>>> Investigando Psicanaliticamente as Psicoses - 2ª Ed de Decio Tenenbaum pela Rubio (2010)
>>> Autismo e Morte de Letícia C. Drummond Amorim pela Rubio (2011)
>>> Harry Potter e a Pedra Filosofal de J. K. Rowling pela Rocco (2000)
>>> Farmacologia Em Pneumologia de João Claudio B. Pereira pela Rubio (2013)
>>> A maldição do Cristo genérico de Eugene H. Peterson pela Mundo Cristão
>>> Diário de um Banana Volume 9: Caindo na Estrada de Jeff Kinney pela V&R (2015)
>>> Diário de um Banana Volume 8: Maré de Azar de Jeff Kinney pela V&R (2014)
>>> De volta á fonte de Eugene H. Peterson pela Encontro (2000)
>>> Diário de um Banana Volume 3: A Gota d'Água de Jeff Kinney pela V&R (2010)
>>> O caminho missionário de Deus de Timóteo Carriker pela Palavra (2005)
>>> Nas noites árabes de Tahir Shah pela Roça Nova (2009)
>>> Língua e Liberdade: por uma nova concepção de língua materna de Celso Pedro Luft pela Ática (2003)
>>> Ariadne contra o Minotauro de Marie- Odile Hartmann pela Sm (2006)
>>> Física 3 – Os Fundamentos da Física – Parte II de Ramalho Nicolau Toledo pela Moderna
>>> Coleção Física Aula Por Aula – Volume 3 de Claudio Xavier & Benigno Barreto pela Ftd (2010)
>>> Coleção Física Aula Por Aula – Volume 2 de Claudio Xavier & Benigno Barreto pela Ftd (2010)
>>> Coleção Química Volume 3 - Meio ambiente, Cidadania, Tecnologia de Martha Reis pela Ftd (2010)
>>> Química 2 - Conexões com a Química – Parte 1 de Marcelo Dias Pulido pela Moderna (2015)
>>> Química na Abordagem do Cotidiano – Suplemento de Teoria e Tabelas Para Consulta de Tito & Canto pela Moderna
COLUNAS

Quinta-feira, 11/12/2008
Como será a literatura na internet?
Marcelo Spalding

+ de 5500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Há algum tempo ando às voltas com um novo tema, a literatura digital. Ou eletrônica. Ou on-line. Porque não podemos negar que a internet é o símbolo das novas tecnologias de comunicação, que já transformaram a música, o cinema, a televisão e, de certo, transformarão também a literatura.

Nessa linha, muitos já discutem o fim do livro como suporte, discussão que acho acessória (particularmente acho que os livros terão vida muito mais longa do que esses e-books baseados na versão em PDF dos livros, pois tais versões são como filmar uma peça de teatro e dizer que isso é cinema! Nada disso, o teatro sobreviveu ao cinema exatamente porque o cinema é outra coisa, com outras possibilidades e desafios). O que me intriga, então, é pensar de que forma a literatura será veiculada na internet, de que forma a literatura irá explorar as ferramentas das novas tecnologias para criar obras instigantes, originais, multimídias, interativas e, ainda assim, obras literárias, e não games ou clipes.

Vale lembrar que embora hoje literatura seja sinônimo de livro, nem sempre foi o livro o suporte da literatura. Ou alguém acha que as tragédias gregas não são literárias porque, em vez de impressas, eram encenadas? Ou que os contos de fadas não são literários porque, ao invés de escritos, eram transmitidos oralmente? Claro que não. O livro é apenas um meio de se transmitir literatura, assim como o LP, o K7, o CD ou o MP3 são meios/mídias diferentes para a mesma arte: música.

Ocorre que, na literatura, essas mudanças na forma costumam ser acompanhadas de profundas mudanças estéticas. O romance, por exemplo, é um gênero relativamente recente, associado à modernidade (Dom Quixote é de 1605), e seu apogeu em relação a outras formas, como a epopéia ou as tragédias, tem muito a ver com a invenção da imprensa e a facilidade de impressão de livros. Assim como Edgar Allan Poe, espécie de inventor do conto moderno, associa a short story à popularização das revistas e jornais.

Claro que isso demora anos, décadas, gerações. É preciso que as gerações nascidas sob a égide da nova tecnologia cresçam, produzam suas próprias ficções nesse suporte e com suas particularidades, depois cheguem nas academias, na mídia e passem a valorizar este tipo de produção. Mas é tarefa das cabeças pensantes do nosso tempo perceber a pertinência dessa reflexão, a potencialidade criativa que as novas tecnologias oferecem e incentivar essa criação. Foi com esse intuito, aliás, que promovi aqui no RS o I Prêmio Gaúcho de Arte Eletrônica. Foram três categorias, Artes Visuais, Cartum e Literatura, e acho que os trabalhos mais interessantes acabaram mesmo sendo na área de literatura.

CiberPoesia, da ilustradora Ana Gruszynski e do escritor Sérgio Capparelli, no concurso ficou com o Prêmio Especial por ser um projeto absolutamente a frente de seu tempo. Utilizando o Flash, o site traz diversos poemas visuais e ciberpoemas interativos que demonstram a riqueza de possibilidades da nova ferramenta: o leitor não apenas lê, ele também cria através da interação, vê os movimentos das ilustrações integrados ao poema e ao final observa o resultado da criação. Um projeto como esse só poderia surgir de um escritor acostumado com a literatura infantil, um gênero que há tempos não se restringe ao texto, e, por esse motivo, deixou de ser um trabalho único, autoral, para se tornar um trabalho de equipe (raros são os escritores que também são ilustradores, e poucos são os ilustradores que acumulam a função de designer gráfico dos livros).

Outro trabalho que chamou minha atenção foi a novela Desfocado, de Mauro Paz. Mauro contou que havia escrito essa novela e, na hora de publicar, decidiu aproveitar seu conhecimento em Flash para criar uma novela multimídia e interativa. Dessa forma, o leitor encontra um menu com hiperlinks para cada capítulo e, à medida que for avançando na leitura da história, irá se deparar com cartas manuscritas, chocolates que vão perdendo seus pedaços à medida que a leitura avança e assim por diante. Para quem tem uma conexão razoavelmente rápida, é divertimento na certa. Com boa literatura por trás.

Mauro concorria na categoria Literatura, onde os dois mais votados ― a votação foi feita por artistas cadastrados no portal que organizou o Prêmio ― foram o blog de Rubem Penz, Rufar dos Tambores, e o e-book de Ana Mello, Finais Felizes, que levou o troféu. Olhando de fora, poderia dizer que o trabalho de Ana Mello é uma espécie de exemplo da transição entre a cultura livresca e a cultura digital. Apesar de o texto ser publicado em formato de livro (PDF), a paginação é feita com o efeito flip, há todo um cuidado de acabamento (capa, diagramação) e o gênero escolhido é um gênero perfeito para a internet: o miniconto. Já o blog de Rubem representa todos os blogs literários inscritos para o prêmio, e foram diversos, o que também evidencia que há muito a literatura tem buscado seu espaço no mundo digital e os blogs, por se tratarem de ferramentas fáceis de usar e gratuitas, se tornaram a porta de entrada preferida.

Claro que a abrangência do concurso é pequena para o universo da internet, nosso Estado é apenas um entre os vinte e poucos do país e nosso país é um entre as centenas do mundo, mas com ele parece que consegui mostrar aos mais céticos que é possível, sim, fazer boa literatura para a internet. E, mais ainda, que é possível ser original e criativo no uso das ferramentas dessas novas tecnologias para a produção de literatura.

Evidentemente, voltarei ao tema em outras tantas colunas, provocando leitores e, acima de tudo, escritores a pensar diferente. Por enquanto, convido vocês a me enviarem links de outras obras literárias publicadas na internet para, aos poucos, criarmos uma biblioteca paralela somente com bons exemplos de literatura on-line. Somente assim, acabem as árvores, os papéis ou os livros, a literatura permanecerá mais viva do que nunca.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 11/12/2008


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2008
01. Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha - 6/3/2008
02. O melhor de Dalton Trevisan - 27/3/2008
03. Nossa classe média é culturalmente pobre - 21/8/2008
04. Cartas a um jovem escritor - 31/1/2008
05. Literatura é coisa para jovem? - 11/9/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/12/2008
08h11min
Marcelo, bom dia! Se tu me pedes um link... Eis aqui um. Se é só pretensão ou qualidade,
Literatura acha e deseja ser.
Se o é mesmo, ora, ora...
Ainda vamos saber!
E ao cronista de plantão, meus abraços. J.P.
[Leia outros Comentários de José Pereira]
16/12/2008
12h40min
Caro Marcelo, O RS tem mostrado a pujança na cultura desde há muito tempo. Seu texto e o concurso mostram esta vanguarda na busca do entendimento na aceitação da tecnologia. Sem dúvida, eu como artista plástico e escritor MARGINAL, tenho feito uso do Computador tanto na Pintura Acadêmica - Levada ao Museu do Louvre no ano passado e premiada pela Academia Francesa, como na literatura em diversos livros impressos e também digitalizados, os conhecidos e-books. De início, especialmente a poesia, mas há muito tenho livros digitais. A tecnologia sempre tem afastado e confundido os que dela não se utilizam, até ficarem pasmos com o sucesso! Nem a pintura tradicional ou o livro impresso jamais perecerão, como também não mais perecerão os artistas e escritores dependentes dos 'ditadores culturais'. Muito bom que editoras e galerias saibam disto e aliem-se às inovações de nossos tempos, ou preparem-se para fechar as portas! Saudações Culturais - Celito Medeiros
[Leia outros Comentários de Celito Medeiros]
16/12/2008
18h56min
Marcelo, a internet é liberdade para escrever e ler, sem pagamento. Diretamente, não ganho nada, mas também não pago nada. Indiretamente, ganho leitores, comentários, amigos, quem sabe? Minhas palavras andam muito rápido e não são os efeitos que valorizam meu texto, o próprio texto tem seu valor, é claro, mas a diferença é o fator humano e sempre será. A simpatia, como dizem alguns. Eu digo que é o fator humano nas relações, na divulgação. A influência da divulgação na internet é milhões de vezes mais eficaz do que fora dela. E nenhum recurso vai superar isso, na minha opinião. Sucesso para todos nós.
[Leia outros Comentários de Ana Mello]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO ESTIMULAR A MEMÓRIA
ROSÉ MARY BUENO P. A. CUNHA
GOLD
(2007)
R$ 8,00



PRESS CONTROL AROUND THE WORLD
JANE LEFTWICH CURRY E JOAN R. DASSIN
PRAEGER
(1982)
R$ 62,82



POLÔNIA A CRISE DE 500 DIAS QUE ABALOU O SOCIALISMO
CARLOS CASTILHO / WILLIAM WAACK
CODECRI
(1982)
R$ 10,00



FALOU E DISSE - 1ª EDIÇÃO
FRANCISCO CÂNDIDO XAVIER
GEEM
(1978)
R$ 7,00



EMOÇÕES SEM NÓ
ESTHER SERRUYA AZULAY
NORDICA
(1996)
R$ 6,90



O DIA DO CHACAL - CLÁSSICOS MODERNOS 6
FREDERICK FORSYTH
ABRIL CULTURAL
(1974)
R$ 18,00
+ frete grátis



NOITE CONTRA NOITE E UM RAMO PARA LUÍZA - OBRAS ESCOLHIDAS III
JOSE CONDE
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1977)
R$ 6,90



PERFECT PHRASES FOR CUSTOMER SERVICE: HUNDREDS OF TOOLS, TECHNIQU
ROBERT BACAL
MCGRAW-HILL
(2004)
R$ 29,82



A OUTRA FACE
SIDNEY SHELDON
RECORD
(2013)
R$ 9,00



A CONQUISTA DA MATEMÁTICA 8º ANO 7ªSÉRIE COM PROJETO INTERDISCIPLINAR
GIOVANNI CASTRUCCI GIOVANNI JR
FTD
(2007)
R$ 13,00





busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês