A proposta libertária | Gian Danton | Digestivo Cultural

busca | avançada
56501 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Spanish Town All Stars: de SP a Spanish Town
>>> Céu lança discografia em vinil no Sesc Belenzinho
>>> Sesc Belenzinho traz Cesar Camargo Mariano Trio no projeto Estação Brasileira
>>> Sesc Belenzinho realiza apresentações do espetáculo de dança Mulheres do Àse - Performance Ritual
>>> Zé Guilherme lança novo videoclipe com faixa do álbum ALUMIA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
Últimos Posts
>>> A Nova Era do Rádio
>>> Assim eu quero a vida
>>> Um sujeito chamado Benício
>>> A imaginação educada, de Northrop Frye
>>> Direções da véspera (Introdução)
>>> O tempo nos ensina - frase
>>> O Cinema onde os fracos não tem vez
>>> Senhor do Corpo e da alma - poema
>>> Fotogenia
>>> É Natal
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Infinitely Fascinating People
>>> Em defesa de Nuno Ramos e da arte
>>> O blog no espelho
>>> Head to head
>>> Uma seleção de fracassados
>>> Se minha gramática falasse
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Um conselho: não leia Germinal
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Doce presença
Mais Recentes
>>> Além do rio de Ziraldo pela Melhoramentos (1996)
>>> Tratado de Fisiologia Médica de Guyton & Hall pela Elsevier Saunders (2011)
>>> Morreu tio eurico! Rubião ficou rico! de Lilian Sypriano pela Formato (2007)
>>> Aprendiz de inventor de João anzanello carrascoza pela Atica (2012)
>>> Lembrançinhas pintadas lá do fundo de Pedro bandeira pela Objetiva (2006)
>>> Histologia Essencial de Leslie P. Gartner e James L. Hiatt pela Elsevier Saunders (2012)
>>> O princípio da Capacidade Contributiva no Estado democrático de Direito de Marcelo Saldanha Rohenkohl pela Quartier Latin (2007)
>>> Um fio de prosa de Diversos autores pela Global (2004)
>>> The top floor de David Evans pela Summertown Publishing (2011)
>>> O santinho de Luis fernando verissimo pela Alfaguara (2002)
>>> Fundamentos da Bioquímica de Fernanda Galante e Marcus Vinicius Ferreira de Araújo pela Rideel (2014)
>>> As aventuras do capitão cueca de Dav pilkey pela Cosacnaif (2019)
>>> Dicionário Compacto Ilustrado de Saúde de Carlos Roberto Lyra da Silva, Roberto Carlos Lyra da Silva, Dirce Laplaca Viana pela Yendis (2011)
>>> Capitao cueca e a revoltante revanche da robocueca radiotiva de Dav pilkey pela Cosacnaif (2013)
>>> Diario de um banana Rodrick é o cara de Jeff kinney pela VeR (2012)
>>> 1000 Curiosidades insólitas que um garoto deveria saber para descobrir que no mundo so tem louco de Anibal litvin pela VeR (2010)
>>> Vencer o Cancer de Mama de Antonio Carlos Buzaid e Fernando Maluf pela Dendrix (2015)
>>> Martini seco- coleçao rosa dos ventos de Fernando sabino pela Atica (1987)
>>> Quase 1.000 Absurdos de Todos Os Tempos de Anibal litvin pela VeR (2011)
>>> Diario de um banana segurando vela de Jeff kinney pela VeR (2012)
>>> A lógica do consumo de Martin Lindstrom pela Nova Fronteira S.A. (2009)
>>> Essais sur l'Histoire des Idées Socialistes de l'Antiquité à la Fin du XVIII Siècle de V. Volguine pela Editions du Progrès (1981)
>>> As aventuras de ook e gluk de Jorge beard pela Cosacnaify (2011)
>>> Mentes e manias TOC: Transtorno Obsessivo-Compulsivo de Ana Beatriz Barbosa Silva pela Fontanar (2011)
>>> O meu pé de laranja lima de José mauro de vasconcelos pela Melhoramentos (2014)
>>> O Jovem Torless de Robert Musil pela Record (1986)
>>> Scott pilgrim contra o mundo de Bryan lee o´malley pela Quadrinos na cia (2010)
>>> A droga do amor de Pedro bandeira pela Moderna (2014)
>>> Novo Código Tributário Alemão de Vários pela Forense (1978)
>>> Diario de um banana, maré de azar de Jeff kinney pela VeR (2013)
>>> Todos contra dante de Luis dill pela Seguinte (2014)
>>> O princípio da Boa-Fé e o Planejamento Tributário de Elcio Fonseca Reis pela Quartier Latin (2008)
>>> The walking dead, a ascensão do governador de Robert kirkman pela Galera (2014)
>>> Viagem ao centro da terra de Julio verne pela Melhoramentos (2010)
>>> O menino no espelho de Fernanda sabino pela Record (2014)
>>> Asa da palavra de Adriano bitarães netto pela Maza (2005)
>>> A odisséia de Homero pela Dlc (2013)
>>> Percy jackson e os olimpianos de Rick riordan pela Intrínsica (2014)
>>> Eu sou malala de Malala yousafzai pela Companhia das letras (2013)
>>> Histórias Para ler no Cemitério de Alfred Hitchcock Apresenta pela Record (1973)
>>> Os Irmãos Leme de Paulo Setúbal pela Saraiva (1959)
>>> Medeia de Eurípedes pela Martin claret (2013)
>>> Diario inventado de Flavia Saravy pela FTD (2010)
>>> A Colmeia de Camilo José Cela pela Bertrand Brasil (1992)
>>> Planejamento Fiscal - Aspectos Teóricos e Práticos de Pedro Anan Jr (Coordenação) pela Quartier Latin (2005)
>>> Cegueira Moral de Zygmunt Bauman & Leonidas Donskis pela Zahar (2014)
>>> Luna clara e apolo onze de Adriana Falcão pela Salamandra (2013)
>>> Ludi e os fantasmas da Biblioteca Nacional (Nova Ortografia) de Luciana Sandroni pela Manati (2011)
>>> Memórias de Uma Guerra Suja de Cláudio Guerra pela TopBooks (2012)
>>> Imposto de Renda Pessoa Jurídica - Teoria e Prática de Pedro Anan Jr. (Coordenador) pela Quartier Latin (2006)
COLUNAS

Sexta-feira, 5/2/2016
A proposta libertária
Gian Danton

+ de 12500 Acessos

Dias desses fiz uma postagem sobre o juiz parado na blitz da lei seca que processou a agente de trânsito que disse que ele não era Deus (recentemente a sentença foi confirmada e a agente terá de pagar 5 mil reais de indenização ao juiz). Para meu espanto, alguém viu a postagem e comentou que o tal juiz era um anarquista. Mais: defendeu que a corrupção que vemos hoje é resultado do anarquismo. Chegou a dizer que estávamos rumando para uma ditadura anarquista. Seria mais ou menos como dizer que vegetarianos têm como objetivo fazer as pessoas comerem carne. Expliquei (ou ao menos tentei) a ele o equívoco do uso da expressão só para descobrir que ele era um defensor da “intervenção militar constitucional”. Ao final, deixou uma ameaça: “Quando acontecer a intervenção, saberei onde te encontrar”.

Embora seja interpretado equivocadamente como sinônimo de bagunça, desordem e até de ditadura (razão pela qual muitos preferem a expressão “libertário”), o anarquismo é uma doutrina política heterogênea que engloba os mais variados grupos e filosofias, que vão do socialismo revolucionário ao capitalismo. O anarquismo capitalista, por exemplo, é representado pelo libertarianismo, uma corrente neo-liberal que prega a ideia de estado mínimo e imposto mínimo, com mínima intervenção do estado na vida dos indivíduos e na economia. Outro exemplo é Gandhi, que foi fortemente influenciado pelos ideias anarquista e tornou célebre a estratégia da resistência civil e da não-violência (vale lembrar que Gandhi nunca quis ocupar nenhum cargo público).

Unindo essas diversas correntes, uma ideia básica: a de que o estado será sempre ocupado por pessoas que usaram o poder em benefício próprio e que quanto mais concentrado o poder estiver nas mãos de algumas pessoas, pior será para a sociedade. Em contrapartida, quanto mais distribuído o poder, melhor para todos. Em outras palavras: a ideologia libertária é o oposto do fascismo, seja ele de direita ou esquerda.

Filosoficamente podemos remontar às teorias de Hobbes e Rousseau.

Hobbes argumentava que o homem é o lobo do próprio homem. De forma simplista: o homem é mau. Se não houver alguém fiscalizando-o, impedindo-o de praticar o mal, o homem inevitavelmente irá enveredar pelas maiores barbaridades. Esse pensamento, na época, serviu de desculpa para os regimes absolutistas. Se o homem é mau, justifica-se a existência de um rei todo poderoso para manter a sociedade sob controle e impedir que as pessoas se matem umas às outras. Essa é a premissa básica do fascismo.

Rousseau, ao contrário, dizia que o homem é, originalmente bom. Se ele se torna mau, é porque foi corrompido pela sociedade. Em outras palavras: as próprias estruturas criadas para impedir a maldade humana, na verdade acabavam provocando-a.

Em outras palavras: o poder corrompe e quanto mais poder alguém tiver, mais corrupta essa pessoal será. A ideia básica da proposta libertária é de que o poder é uma droga, que vicia, e o viciado fará de tudo para permanecer no poder. O fascismo é baseado na coersão. Essa coerção pode ser a simples ameaça de violência física ou, o que é muito mais efetivo, a ameaça de não pertencer ao grupo. Relatos de observadores do nazismo dizem que os comícios de Hitler eram pensados para criar um sentimento grandioso de grupo e fazer com que os que não pertenciam a esse grupo se sentissem excluídos e culpados. A “grande Alemanha estava sendo construída” e quem não era nazista estava de fora desse sentimento.

Um exemplo dessa conformidade ao grupo foi a experiência levada a cabo pelo psicólogo Solomon Asch na década de 1950. Ele reunia em uma sala oito pessoas, oito das quais eram atores orientados a dar respostas erradas. Em seguida, eram mostrados dois cartões. Um deles mostrava uma linha e, no outro, três linhas de tamanhos diversos, uma das quais era igual ao do outro cartão. O psicólogo perguntava qual era a linha que correspondia ao tamanho do outro cartão. Ao verem todo o grupo darem a resposta errada, mesmo em uma situação tão clara, a maioria das pessoas acompanhava o grupo. Apenas 25% contrariava o grupo e dava respostas certas.

O experimento mostrou como a coerção do grupo pode levar as pessoas a fazerem algo nitidamente errado. É impossível ler sobre esses e outros experimentos sem lembrar a ideia de Rousseau, de que o ser humano é corrompido pela sociedade. Quanto maior a concentração de poder dessa sociedade, maior o poder de uma ou algumas poucas pessoas terão sobre o grupo e maior a coerção que exercerão.

Se o fascismo é baseado na coerção, a proposta libertária é baseada na consensualidade. A liberdade individual, inclusive liberdade de pensamento, é um elemento mais relevante que a adesão ao grupo. A pessoa participa do grupo porque quer, não porque foi coagida a isso.

O fascismo é a base ideológica de todas as ditaduras e regime totalitários, tanto de esquerda quanto de direita. Já a visão libertária deu origem desde o movimento de resistência civil de Gandhi e Martin Luther King às proposta de democracia semi-direta, como na Suécia e Suíça, em que cidadãos comuns podem propor leis e até pedir o impeachment de governantes. Não por acaso, a Suíça era a terra natal de Rousseau.


Gian Danton
Curitiba, 5/2/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Viena expõe obra radical de Egon Schiele de Jardel Dias Cavalcanti
02. Em nome dos filhos de Luís Fernando Amâncio
03. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte I) de Jardel Dias Cavalcanti
04. Meu pé quebrado de Luís Fernando Amâncio
05. Simpatia pelo Demônio, de Bernardo Carvalho de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Gian Danton
Mais Acessadas de Gian Danton
01. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? - 25/7/2014
02. A Teoria Hipodérmica da Mídia - 19/7/2002
03. A teoria do caos - 22/11/2002
04. A maçã de Isaac Newton - 16/8/2002
05. Público, massa e multidão - 30/8/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AÍDA
GIUSEPPE VERDI
FTD
(2012)
R$ 35,50



A FÊMEA DA ESPÉCIE
JOYCE CAROL OATES
RECORD
(2008)
R$ 19,00



ALEGRIA, ALEGRIA - CAETANO VELOSO (LITERATURA-MÚSICA BRASILEIRA)
CAETANO VELOSO
PEDRA Q RONCA
(1977)
R$ 120,00



DIETA NOTA 10 - COMER E EMAGRECER É MAIS SIMPLES DO QUE VOCÊ IMAGINA
DR. GUILHERME DE AZEVEDO RIBEIRO
BERTRAND BRASIL
(2006)
R$ 14,42



CADEIRAS PROIBIDAS - 5ª EDIÇÃO
IGNÁCIO DE LOYOLA BRANDÃO
GLOBAL
(1988)
R$ 4,90



TODOS OS FOGOS, O FOGO
JULIO CORTÁZAR
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1984)
R$ 15,00



DISCOVERING WINE HARDCOVER
JOANNA SIMON
MITCHELL BEAZLEY
(2018)
R$ 50,00



5º CAVALEIRO
JAMES PATTERSON
ARQUEIRO
(2011)
R$ 6,00



ROUSSEAU - COLEÇÃO OS PENSADORES
ABRIL CULTURAL
ABRIL CULTURAL
(1978)
R$ 20,94



A PORTEIRA DO MUNDO
HERMILO BORBA FILHO
MERCADO ABERTO
(1994)
R$ 10,00





busca | avançada
56501 visitas/dia
1,0 milhão/mês