E Éramos Todos Thunderbirds | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 1/5/2002
E Éramos Todos Thunderbirds
Rennata Airoldi

+ de 2500 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Em Arte, não há regras. Não há certo ou errado. Há maneiras e maneiras de comunicar algo e de se fazer entender. Falando especificamente sobre teatro e sobre o fazer teatral, é preciso que o espectador compreenda o universo abordado pela peça e as críticas que a compõe para que haja reflexão e para que a transformação em cada um - enfim, a catarse, seja através do riso, das lágrimas, da raiva, de qualquer sensação e ou emoção. Para tanto, acredito que não é preciso buscar assuntos e textos em universos e tempos distantes, mas sim no "aqui e agora". As coisas que estão ao nosso alcance e que fazem parte do nosso universo são raramente abordadas com propriedade. Às vezes, é muito mais difícil lidar com o concreto, com os problemas atuais, de maneira clara e explícita, do que com os "males" que perseguem a humanidade no decorrer das eras.

Há em São Paulo um grupo de teatro que sobrevive há vinte anos falando do "aqui e agora" de maneira formidável, atual e aparentemente descompromissada. Na verdade, a maneira descontraída do "Grupo Cemitério de Automóveis" falar das coisas é uma grande virtude. É também uma vitória ver um grupo de teatro que consegue produzir os próprios espetáculos há vinte anos! E o pior é que não são um ou dois espetáculos por ano; às vezes, são vários ao mesmo tempo.

Foi o que aconteceu em 2000, no Centro Cultural São Paulo, onde se realizou a "Mostra Cemitério de Automóveis", com catorze espetáculos, dos quais treze eram textos do diretor e fundador do grupo, Mário Bortolotto. Isso é o que eu chamo de ato de coragem! Desde então, me apaixonei pelos textos e por essa maneira aparentemente "fácil" que o grupo e sua linguagem estão presentes nos espetáculos. Peças que vão do escracho total, do irreverente, até a emoção tocante como "Nossa vida não vale um Chevrolet" - que rendeu, a Mário Bortolotto, o Prêmio Shell de Melhor autor. Tendo recebido, nesse mesmo ano, também o prêmio APCA de Melhor autor pelo Conjunto da Obra, em decorrência da mostra que reuniu mais de cinqüenta profissionais com um mesmo objetivo: dar vida a todo esse legado! Assim, passei a ficar mais atenta à trajetória desses sobreviventes da arte. Sou, declaradamente, cada vez mais fã desse autor. Digo isso com muito respeito a todos os profissionais envolvidos no grupo, que não "esperam acontecer", simplesmente "fazem"; fazem sempre e muito. Mesmo com todas as dificuldades que é a produção teatral em nosso País.

"E Éramos Todos Thunderbirds" é o último espetáculo desta companhia. Trata de nós mesmos, da MTV, das mudanças de valores de nossa juventude, das coisas boas que gostamos de lembrar, dos sonhos que não conquistamos, de gerações que não lutaram contra a ditadura, não estiveram numa guerra, mas que viram clipes de rock na MTV. Do saudosismo de uma época inocente de nossas vidas. Parece pouco, parece simples e até fácil. Não é, já que o grupo fala de tudo isso de uma forma excepcional. A peça é um retrato exato de uma geração, apontando criticamente "o hoje" e "o que está por vir". (Não pensem - os refratários a qualquer tipo de discurso intelectualizado - que esse "criticamente" é uma forma chata e moralista; muito pelo contrário.) Qualquer um que tenha mais que catorze anos, e que nunca se encantou com um espetáculo teatral, ficaria enlouquecido, no bom sentido, ao assistir a essa peça.

Com uma linguagem ágil, poucos aparatos tecnológicos, muita criatividade e - acima de tudo - uma unidade cênica extraordinária (que está desde o filme exibido no saguão do teatro até a saída cênica dos atores ao término do espetáculo), somos todos envolvidos, sem perceber, pela sua maneira original de fazer teatro. Os atores, com destaque para Fernanda D'Umbra de Lima (também produtora do espetáculo) e para o próprio Mário (que é ator também), têm uma maneira totalmente natural de lidar com o texto, lembrando o mais puro improviso e não algo pré- estabelecido (um texto, por exemplo). É como se as coisas acontecessem no aqui e agora; como se as idéias surgissem e os comentários decorrentes delas pulassem da boca dos atores. (Deu para entender a metáfora?) Quem ganha com isso é o espectador, que mal vê o tempo passar e fica com o gostinho de quero mais na boca...

A "tristeza" dessa história, contudo, é a mesma de outros carnavais... a falta de público (!). Muitos amigos, muitos convidados, muitos conhecidos... (De novo, volto a falar das mesmas coisas nesta coluna.) É preciso espaço para os grupos, é preciso incentivo, divulgação, apoios... Tenho certeza de que 99,9% dos jovens dessa cidade adoraria assistir a um espetáculo como este. Não que seja uma peça juvenil, muito pelo contrário, mas é que a linguagem desenvolvida por esse grupo é muito atual, e isso facilita a compreensão dos que não são freqüentadores de peças teatrais; permitindo, inclusive, que sejam cativados e que passem a ver o teatro como algo agradável, e não chato e incompreensível.

Mas não se aflijam! (Atenção todos os leitores, ainda há tempo de assistir a esse espetáculo que fica em cartaz até dia 5 de maio.) Um recado aos produtores teatrais, empresários, donos de teatros e espaços culturais, que por ventura venham a ler esta coluna: o grupo pretende fazer uma mostra com 20 espetáculos no próximo semestre. Para tanto, é preciso ajuda, incentivo, etc. Eles precisam basicamente de um espaço para se estabelecer, para ensaiar, montar as peças. Com certeza a segunda mostra fará tanto ou mais sucesso que a primeira. (Assim, aos meus leitores fica a dica: confiram "E Éramos todos Thunderbirds". Fiquem de olho na mostra que está por vir...) Aos que puderem contribuir com estrutura ou apoio ao grupo, não se omitam, entrem em contato com eles, conheçam o trabalho de vinte anos do "Grupo Cemitério de Automóveis".

Para ir além

"E Éramos Todos Thunderbirds"
Até dia 5 de maio de 2002
Teatro Cultura Inglesa, Vila Mariana (próximo ao metrô)
R. Madre Cabrini, 413 - Tel. 30390553
Sextas e Sábados às 21h - Domingo às 19h.

Grupo Cemitério de Automóveis


Rennata Airoldi
São Paulo, 1/5/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Marketing de cabras de Wellington Machado
02. Idiotice Internacional de Juliano Maesano


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/5/2002
02h29min
Sem dúvida, você escreve muito bem e conseguiu dar um retrato perfeito não só da peça do Mario (que eu já tinha visto) com todas as tintas e particularidades das produções do Cemitério de Automóveis, como também aproveitou para colocar bem a questão da divulgação das peças "off broadway" brasileiras, que a "grande" mídia adora ignorar. Sua crítica vai ser adicionada aos meus sites favoritos. Bbeijos e continue na luta!
[Leia outros Comentários de Leo JazzOn]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TERAPIA DO CORPO
STEVE ILG
PAULUS
(1998)
R$ 5,00



OS SEGREDOS DO TEMPO
DR RAFAEL CANDEL VILA
FGV
(1975)
R$ 5,00



O BAIRRO DO BRÁS
MARIA CELESTINA TEIXEIRA MENDES TORRES
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO
(1960)
R$ 14,97



HISTÓRIA DE UM CASAMENTO TRISTE, COLECÇÃO FANTÁSTICO VOL. 19
GOMES LEAL
ROLIM
(1985)
R$ 19,70



CARA! MEU BISAVO VIROU UM GATO!
DAN GREENBURG
ATICA
(1997)
R$ 10,00



A LONGA HISTÓRIA
REINALDO SANTOS NEVES
BERTRAND BRASIL
(2007)
R$ 15,00



ARTES PLÁSTICAS - SEU MERCADO, SEUS LEILÕES
JULIO LOUZADA
DO ATOR
(1984)
R$ 50,00



HISTÓRIAS PARA AQUECER O CORAÇÃO DOS PAIS
JACK CANFIELD E OUTROS
SEXTANTE
(2005)
R$ 8,50



UMA SÓ CARNE - ONDINA FERREIRA (ROMANCE BRASILEIRO)
ONDINA FERREIRA
SARAIVA
(1969)
R$ 5,00



DORSALGIAS E SÍNDROMES CORRELATAS
CAIO VILLELA NUNES
ELEA CIÊNCIA
(1999)
R$ 14,80





busca | avançada
44557 visitas/dia
1,2 milhão/mês