Enfim: Mário Bortolotto! | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
57441 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 25/9/2002
Enfim: Mário Bortolotto!
Rennata Airoldi

+ de 5400 Acessos

Porão do Centro Cultural São Paulo. Lugar bem provável... Ao fundo, uma mesa de Sinuca. Mário Bortolotto vs. Joeli Pimentel. (Amarelas vs. Vermelhas). Chego devagar, afinal de contas, longe de mim atrapalhar a concentração dos jogadores que disputam a milésima partida do campeonato de sinuca, que corre paralelo à Mostra de Teatro. Pergunto timidamente:

- E aí, Mário? Rola fazer a entrevista?

- Oh, claro! Chega aí.

(De qualquer forma, a partida continua!)

Mário, como é para você escrever um texto ou adaptar a partir de um original? Qual a diferença?

Eu acho que escrever é muito mais difícil porque você tem que criar tudo, inventar tudo. Agora, adaptar é um prazer, é muito fácil. A história tá pronta e é só transformar aquilo em teatro. E transformar em teatro é uma coisa muito fácil, não vejo nenhum problema nisso. Pra mim é muito gostoso adaptar, escrever já é mais "estação do inferno", complicado.

O que dá mais trabalho para adaptar? Que tipo de texto? Ter mais de um narrador? Ou não faz diferença?

Faz. O Marcelo Mirisola foi o que deu mais trabalho. Ele não tem uma escrita linear. Ele mesmo diz que "enredo é coisa de criança". Então quando não tem um enredo é muito mais difícil adaptar. "O Herói Devolvido" foi muito difícil. Os outros foram fáceis porque quando tem uma historinha fica fácil. (Vira para Joeli e diz:)

- Peraí, tô matando Joeli! (A interferência do jogo que segue enquanto conversamos.)

- Depois vai entrar na entrevista! (Ameaço com o gravador na mão!)

E depois de adaptar, qual a expectativa em relação ao autor da obra?


Toda a expectativa possível. É, eu faço em primeiro lugar para o autor gostar. Se ele não gostar não tem a menor graça! O público todo pode gostar e se o autor não gostar eu acho que errei. Aí eu me ferrei.

Seria uma responsabilidade em relação a obra original...


É. Eu não estou nem aí se o público está gostando ou não. O importante para mim é que o autor tenha gostado, isso é fundamental.

Das três adaptações: "Faroestes", "Tanto Faz" e "O Herói devolvido", qual você acha que conseguiu atingir melhor a essência da obra?

Pô, não sei, eu acho que cheguei bem perto em todas. Eu me sinto bastante satisfeito com o resultado de todas as adaptações e pelo que eu senti os autores gostaram muito também. Então eu me sinto satisfeito com todas, não tem uma preferida.

Você prefere adaptar uma obra mais próxima ou distante do seu estilo? Uma linguagem que você já utiliza ou um desafio?

Não eu não sou chegado a desafio não. Desafio é coisa para lutador... Só faço coisa que me dá prazer. Para eu adaptar tenho que gostar do escritor, do estilo, senão não adapto. Não vou perder meu tempo com uma coisa de que eu não gosto.

Qual autor ou obra que você gostaria muito de adaptar e ainda não fez?

Eu gostaria... Bukowski, fatalmente. Quadrinhos também. Tem um cara chamado Luiz Gustavo que faz tempo que eu quero adaptar. Tem bastante coisa.

(Chega mais um ator, Fábio Espósito, com um pacote de bolachas ou biscoitos, para os cariocas, e junta-se a nós.) Mário, como foi para você fazer esta Mostra? Faça um balanço...

Eu tô contente pra caramba com o resultado... Balanço? (pausa). Ah, não tem muito balanço. Estou satisfeito com o resultado. Os autores adaptados gostaram, eu gostei, os atores gostaram de fazer, o público parece que gostou de assistir com exceção de algumas senhoras... Então eu acho que o resultado, o balanço, é positivo.

O Cemitério de Automóveis conseguiu uma verba através da lei do Fomento ao Teatro, já que vocês estão procurando um espaço para montar a sede. O que se pode esperar daqui para frente? Novas produções? Alguma peça da mostra entra em cartaz?

Ah, a gente nada de acordo com a maré. Entendeu? Vamos ver o que pinta a partir daí. Se pinta um teatro legal, para levar determinada peça, a gente leva, se não, vamos fazer outra coisa. Eu não consigo fazer muito plano não. Tenho vontade de fazer um monte de coisa...

(Neste momento chega o Régis, o "mil e uma utilidades" da Mostra, com a notícia de que a cozinha do Bar Cultura, do qual somos assíduos freqüentadores, havia fechado. Assim, o Mário ficou sem o seu marmitex.)

- E caramba... E sanduíche tem?

- Tem.

- Ah, faz um churrasco com queijo então...

- Tem o Limoeiro... (bar concorrente)

- Então leva um dinheiro lá e compra pra mim no Limoeiro.

(Eu e Fábio ficamos rindo pois o gravador continua ligado. Aí faço um comentário:)

- Essa é a melhor parte da entrevista!

Agora, eu queria aquele célebre pensamento final, saber qual a sua relação com os adaptados, com os autores...

Não tenho nenhuma relação com eles não, bicho! (risos)

Em relação a obra deles! (Todos riem e fazem comentários diversos)

Fala vai, a gente que avacalhou!

O que chamou a sua atenção na obra deles para que você tivesse vontade de adaptar?

Uma coisa, assim, não é uma coisa só, entendeu? Você pega um livro, lê e gosta, fica com vontade de adaptar. Não tem uma coisa só na literatura deles que eu gosto. Eu gosto da literatura deles. Gostaria de fazer muito mais coisa. O Marçal Aquino por exemplo, é um cara que dá pra fazer mais umas vinte peças. É bem difícil falar numa coisa só.

Tem mais alguma coisa que você queira falar sobre a mostra, adaptação?

Nada. Eu estou satisfeito. Espero que os atores tenham gostado de fazer, isso é o que mais me interessa. Que os autores tenham gostado da experiência de ver suas obras adaptadas e que os atores tenham se divertido. Para mim isso basta, o resto que se dane.

A Mostra foi um grande sucesso. Vocês estarão em breve com um espaço, a partir daí, como será a produção? Tudo continua igual?

(Alguém tenha furar sua vez no jogo...)

- Oh, espera aí! Deixa eu terminar de responder aqui, olha a falta de respeito com a jornalista!

- Ela tá registrando tudo! (risos)

Então, muda a maneira de produção?

Não, tudo é a mesma coisa. Não muda nada não. Aliás eu tô a fim de dar um tempo, sumir um pouco, acho que estão me entrevistando muito, falando muito de mim. Eu quero desaparecer um pouco, entende? Se eu pudesse ficar uns seis meses sem fazer nada, eu ficava... sumido. É que não dá porque eu vivo disso. Eu queria ficar um tempo fora, dar uma sumida. Tô meio de saco cheio.

É isso, segue o jogo. Conversas à toa. Pergunto à todos: Algo mais?

- É isso, quer dizer, se ele disse, deve ser isso - diz João Fábio, outro ator do grupo.

E quanto está o jogo?

- Eu ganhei, claro!

- Não, ainda não ganhou, está ganhando. (Retruca Joeli. Risos finais.)

E assim, termino a prometida série de entrevistas. Devo dizer que o Mário Bortolotto adaptou ainda "Dentes Guardados", de Daniel Galera, e "Ovelhas que voam e se perdem no céu", de Daniel Pellizzari, que também estão em cartaz na Mostra. Apesar de não tê-los entrevistado, são obras igualmente ricas e cujas adaptações foram muito elogiadas durante a temporada. É, estamos chegando ao fim. São só mais alguns dias... Quem não assistiu a nenhuma peça da "II Mostra de Teatro 'Cemitério de Automóveis'" - o que é uma vergonha! - tem até Domingo, ainda há tempo.

Para saber a programação destes últimos dias, acesse o site www.cemiteriodeautomoveis.hpg.ig.com.br


Rennata Airoldi
São Paulo, 25/9/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Sobre mais duas novelas de Lúcio Cardoso de Cassionei Niches Petry
02. A melhor Flip de Marta Barcellos
03. Uma Viagem à Índia, de Gonçalo M. Tavares de Carina Destempero
04. Gente Esquisita ou Miopia de Daniel Bushatsky
05. O que querem os homens? Do Sertão a Hollywood de Marilia Mota Silva


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CHICO BENTO MOÇO N° 2
MAURICIO DE SOUSA
PANINI
(2013)
R$ 5,70



O LAÇO NA GRAVATA
BRASIL BORGES
TAURUS
(1997)
R$ 6,90



BIBLIOTECA DE ARTE OS IMPRESSIONISTAS - SISLEY
LUIS CARTA ET AL (EDITORES)
TRÊS
(1973)
R$ 15,00



O TESTAMENTO DE BALTAZAR
ANTÔNIO CADAR
IOMG
(1982)
R$ 6,90



NEY BITTENCOURT: O DÍNAMO DO AGRIBUSINESS
ROBERTO RODRIGUES (ORGANIZADOR)
NÃO IDENTIFICADA
R$ 25,00



DESENVOLVIMENTO E PERSONALIDADE DA CRIANÇA
MUSSEN CONGER KAGAN
HARBRA
(1977)
R$ 6,90



O ESTRATAGEMA DELACRUZE
WILLIAM TARG
GLOBO
(1989)
R$ 8,00



A F.E.B. PELO SEU COMANDANTE
MARECHAL J. B. MASCARENHAS DE MORAES
INSTITUTO PROGRESSO
(1947)
R$ 120,00



UMA RAPARIGA À MODA ANTIGA
LOUISA MAY ALCOTT
BIBLOK
(2011)
R$ 10,00



MEMORIAS DE UM SARGENTO DE MILICIAS
MANUEL ANTONIO DE ALMEIDA
GALEX
R$ 7,00





busca | avançada
57441 visitas/dia
1,8 milhão/mês