Do primeiro dia ao dia D | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta novos episódios do projeto Música Fora da Curva
>>> Quarador de imagens partilha experiências em música, teatro e cinema
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Temporada Alfa Criança estreia Zazou, um amor de bruxa dia 24 de abril
>>> Operilda na Orquestra Amazônica Online tem temporada grátis pela Lei Aldir Blanc
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
>>> O zunido
>>> Exposição curiosa aborda sobrevivência na Amazônia
>>> Coral de Piracicaba apresenta produção virtual
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Di-Glauber
>>> Corpos
>>> The safest room in the house
>>> Como escrever bem — parte 2
>>> Vestibular, Dois Irmãos e Milton Hatoum
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> A morte da Gazeta Mercantil
>>> A hora certa para ser mãe
>>> Blogging+Video=Vlogging
Mais Recentes
>>> Matemática 3º ano do ensino fundamental 2º série Pensar e Viver de Ana Maria Bueno - Antonieta Moreira Leite - Selma Alves de Lima pela Ática (2006)
>>> Feliz por Nada de Martha Medeiros pela L&PM Editores (2012)
>>> Graciliano ramos- relatórios de Mario helio gomes- org pela Record /fundação cultura recife (1994)
>>> Xógum 2 vols. de James Clavell pela Nova Cultural (1986)
>>> Luiz Gonzaga o Matuto que conquistou o mundo de Gildson oliveira pela Assembleia legislativa de PE (2012)
>>> A Estrada da Noite de Joe Hill pela Sextante (2007)
>>> Lubião de Tarcisio rodrigues pela Babecco (2010)
>>> Os Contos de Beedle, o Bardo de J.K. Rowling pela Rocco (2008)
>>> O santo e a porca de Ariano Suassuna pela José olimpyo (2021)
>>> Marx - sociologia de Octavio ianni / florestan fernandes - org pela Atica (1988)
>>> A invenção do brasil de Jorge furtado e guel arraes pela Objetiva (2000)
>>> Conselhos e lembranças de Teresa De Lisieux. Santa Teresinha pela Paulus (2014)
>>> Revista Planeta 13 - Setembro 1973 - Não tenha medo dos vampiros de Ignácio de Loyola Brandão pela Três (1973)
>>> Instrução geral sobre o missal romano de Congregação do Culto Divino. Frei Aberto Beckhauser pela Vozes (2005)
>>> As aventuras de Tibicuera - que são também as do Brasil de Érico Veríssimo pela Globo (1985)
>>> Annuario Pontificio - Anno 1988 de Citta del vaticano. Giovanni P II.Autores Diversos pela Citta del vaticano (1988)
>>> O Hobbit de J.R.R. Tolkien pela Martins Fontes (2003)
>>> A Saga do Marrano de Marcos Aguinis pela Scritta (1996)
>>> Explicando Arte de Jô Oliveira e Lucília Garcez pela Ediouro (2006)
>>> Vitalino o menino que virou mestre de Silvanildo Sill pela Gráfica JB (2012)
>>> Espumas Flutuantes de Castro Alves pela FTD (1997)
>>> Monitorização Respiratória: Fundamentos de João Claudio Emmerich pela Revinter (1996)
>>> Manual de Assistência Domiciliar de Valeria Maria Augusto pela Ac Farmaceutica (2013)
>>> Hipertensão Arterial - Miniatlas de Luis Raúl Lépori pela Sankyo (2004)
>>> Educação Universitária: Práxis Coletiva Em Busca de Veraz Qualidade de Pedro Bergamo pela Eduepb (2010)
COLUNAS >>> Especial Volta às Aulas

Quarta-feira, 13/3/2002
Do primeiro dia ao dia D
Rennata Airoldi

+ de 6000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Não sou capaz de precisar com quantos anos (se com três ou se com quatro), mas com essa tenra idade lá ia eu para a escola, assim como meus coleguinhas de primeira viagem. Primeiro Dia de Aula de toda uma vida de estudante. Boa, muito boa a vida de estudante! Mas, voltando ao meu “flashback”... Para dizer a verdade, não sei se este início foi muito estimulante. Acho que não, pois nada tenho a resgatar em minha memória.

Vamos dar um salto da pré-escola para o primário. Sim, aqui começam as lições propriamente ditas. Ler e escrever, pelo menos no meu tempo, era algo que se aprendia na primeira série do primário. Estabelecia-se uma rotina. Todos os dias, acordar as seis e meia - isso era e continua sendo muito cruel para uma criança -, passar a manhã toda numa sala com mais trinta pestinhas. A melhor hora: a hora do recreio.

Engraçado, revendo de maneira distanciada o nosso “sistema escolar”, me ocorre uma comparação com o “sistema penitenciário”. É, nós aguardávamos a maravilhosa hora do intervalo como os presos aguardam a hora do banho de sol! Desculpem-me se soou meio chocante; nada contra a escola, mas é que foi inevitável descrever a cena que se fez em minha mente.

Embora todo o dia eu esperasse pelas maravilhosas férias, a fim de sair dessa rotina escolar, um dos dias mais esperados e eufóricos era o Primeiro Dia de Aula. Passar de uma série para a outra, mudar de classe, mudar de professores, ter um novo material escolar, novas paqueras, novos amigos... ufa! haja, coração!

O Primeiro Dia de Aula era aquele único dia do ano em que eu acordava antes do despertador (isso quando conseguia dormir), tamanha a minha euforia. O coração disparava e as mãos transpiravam de nervosismo. Além disso, era preciso me arrumar: pensar na cor do batom, no tênis, no detestável uniforme (sempre havia um jeitinho de disfarçá-lo e torná-lo mais pessoal como, por exemplo, cortar as mangas, fazer da bermuda um shortinho mais ousado).

O caminho até a escola é imenso no Primeiro Dia de Aula. A confusão na porta é enorme. Olhares atentos ao redor. Quem é novo, quem é conhecido, quem cortou o cabelo, quem cresceu, engordou, emagreceu. Aí vem a tarefa de descobrir qual é a sala de aula, quem estudará lá. Então vem as alegrias e decepções. Sempre tem aquele que ficou insatisfeito e que quer mudar de classe.

Os professores se apresentam. As fofocas e as novidades são colocadas em dia. Logo de cara, estabelecem-se todas as relações que se manterão até o fim do ano letivo. E este dia será sempre assim, ano após ano. O início de um novo ciclo. Cada um com a sua individualidade. Claro que há os pontos altos, como o primeiro dia da quinta série do ginásio, da oitava série, do primeiro e do terceiro colegial. São, na verdade, mudanças de estágio e de “status” dentro de qualquer escola.

Passado o período escolar, vem a universidade. Ainda continuamos estudantes, só que com uma diferença: a tão sonhada liberdade. A escolha profissional foi feita, algumas vezes induzida, mas, de qualquer forma, muitas coisas chatas da doutrina escolar foram deixadas de lado. Além do que, já há uma independência que possibilita uma nova relação com o aprendizado, e com as pessoas ao redor.

O melhor ano na vida de qualquer estudante é sem dúvida o primeiro ano da faculdade! Há coisa melhor do que ser bicho? Tudo é lindo, o mundo é cor de rosa, a faculdade é um parque de diversões. Muitas festas, muita “azaração”, muitas descobertas... Um novo universo a ser desvendado. Pessoas vêm de todas as partes do país, de todas as classes sociais (dependendo da universidade), de todas as cores, crenças.

Não existe melhor Primeiro Dia de Aula do que o primeiro dia numa faculdade! Até os famosos trotes são bem-vindos, fazem parte do ritual de passagem. Também, depois de praticamente catorze anos dentro de uma escola, ainda temos que passar pela maratona do vestibular e só então começar a estudar o que realmente gostamos. (Abro parênteses para protestar contra aqueles que, por inúmeras razões, deixam de fazer o curso que realmente gostam; seja para agradar alguém, ou mesmo a “sociedade”. Aos futuros bichos: CORAGEM!)

Segundo ano na universidade: o ano da vingança. Deixamos de ser bichos para termos nossos próprios bichos, e assim poder descontar todos os micos vividos no ano anterior. Ter poder sobre os novatos e decidir por eles. Por fim, temos o que eu chamo de "prévia do dia D": o início do último ano de faculdade. Depois da euforia, das críticas e decepções do terceiro ano, vem um misto de conquista e de frustração: o ano de formatura. O medo, a ansiedade, a cobrança, o resultado, o fim. Um ano muito difícil e de muita mudança que nos coloca no “primeiro ano do resto de nossas vidas”.

O dia D. Após a formatura, diploma na mão e... Pausa. O que fazer? Só depois de praticamente vinte anos estudando nos deparamos com o nada. Sem chão, sem um abrigo para todos os dias. Não é preciso acordar e ir até alguma sala e aprender. Chega ao fim sua vida de estudante! Bem vindo a realidade. Agora, cada um por si e Deus contra todos. Talvez virá logo o primeiro dia de trabalho, mas nunca será igual ao Primeiro Dia de Aula.


Rennata Airoldi
São Paulo, 13/3/2002


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Saudosismo - 10/7/2002
03. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
04. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
05. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002


Mais Especial Volta às Aulas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/12/2008
08h01min
Nossa, vi a minha vida passar nessa linhas tão bem escritas. Caramba, passou rápido! Esse texto é uma reflexão de nossa juventude e a esperança de um futuro que realmente venha a valer a pena.
[Leia outros Comentários de Renata Olimpia]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Curso de Direito Administrativo
Dirley da Cunha Júnior
Podivm
(2007)



Como obter o máximo de si mesmo
Laurinda Grion
Madras
(2004)



Universo Dc os Novos 52 ! Nº 28 os Segredos da Terra 2
Panini Comics
Panini Comics
(2014)



O Sequestro do Metrô
John Godey
Círculo do Livro
(1975)
+ frete grátis



Não à Recessão e ao Desemprego - Coleção Grandes Debates 1
Celso Furtado
Paz e Terra
(1983)



Dias Difíceis
Fanny Abramovich
Moderna
(2002)



Hebe a Trajetória de uma Estrela
Mário Tadeu e Petrônio Cinque
Empresa das Artes
(1994)



Sociedade Pós-capitalista
Peter Drucker
Pioneira
(1993)



Batman Eterno Em Nome do Pai Nº4
Dc Comics
Panini Comics



Manual Do Gerente De Empresa
H. B. Maynard
Edgard Blucher
(1974)





busca | avançada
74581 visitas/dia
2,6 milhões/mês