Do primeiro dia ao dia D | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Volta às Aulas

Quarta-feira, 13/3/2002
Do primeiro dia ao dia D
Rennata Airoldi

+ de 5700 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Não sou capaz de precisar com quantos anos (se com três ou se com quatro), mas com essa tenra idade lá ia eu para a escola, assim como meus coleguinhas de primeira viagem. Primeiro Dia de Aula de toda uma vida de estudante. Boa, muito boa a vida de estudante! Mas, voltando ao meu “flashback”... Para dizer a verdade, não sei se este início foi muito estimulante. Acho que não, pois nada tenho a resgatar em minha memória.

Vamos dar um salto da pré-escola para o primário. Sim, aqui começam as lições propriamente ditas. Ler e escrever, pelo menos no meu tempo, era algo que se aprendia na primeira série do primário. Estabelecia-se uma rotina. Todos os dias, acordar as seis e meia - isso era e continua sendo muito cruel para uma criança -, passar a manhã toda numa sala com mais trinta pestinhas. A melhor hora: a hora do recreio.

Engraçado, revendo de maneira distanciada o nosso “sistema escolar”, me ocorre uma comparação com o “sistema penitenciário”. É, nós aguardávamos a maravilhosa hora do intervalo como os presos aguardam a hora do banho de sol! Desculpem-me se soou meio chocante; nada contra a escola, mas é que foi inevitável descrever a cena que se fez em minha mente.

Embora todo o dia eu esperasse pelas maravilhosas férias, a fim de sair dessa rotina escolar, um dos dias mais esperados e eufóricos era o Primeiro Dia de Aula. Passar de uma série para a outra, mudar de classe, mudar de professores, ter um novo material escolar, novas paqueras, novos amigos... ufa! haja, coração!

O Primeiro Dia de Aula era aquele único dia do ano em que eu acordava antes do despertador (isso quando conseguia dormir), tamanha a minha euforia. O coração disparava e as mãos transpiravam de nervosismo. Além disso, era preciso me arrumar: pensar na cor do batom, no tênis, no detestável uniforme (sempre havia um jeitinho de disfarçá-lo e torná-lo mais pessoal como, por exemplo, cortar as mangas, fazer da bermuda um shortinho mais ousado).

O caminho até a escola é imenso no Primeiro Dia de Aula. A confusão na porta é enorme. Olhares atentos ao redor. Quem é novo, quem é conhecido, quem cortou o cabelo, quem cresceu, engordou, emagreceu. Aí vem a tarefa de descobrir qual é a sala de aula, quem estudará lá. Então vem as alegrias e decepções. Sempre tem aquele que ficou insatisfeito e que quer mudar de classe.

Os professores se apresentam. As fofocas e as novidades são colocadas em dia. Logo de cara, estabelecem-se todas as relações que se manterão até o fim do ano letivo. E este dia será sempre assim, ano após ano. O início de um novo ciclo. Cada um com a sua individualidade. Claro que há os pontos altos, como o primeiro dia da quinta série do ginásio, da oitava série, do primeiro e do terceiro colegial. São, na verdade, mudanças de estágio e de “status” dentro de qualquer escola.

Passado o período escolar, vem a universidade. Ainda continuamos estudantes, só que com uma diferença: a tão sonhada liberdade. A escolha profissional foi feita, algumas vezes induzida, mas, de qualquer forma, muitas coisas chatas da doutrina escolar foram deixadas de lado. Além do que, já há uma independência que possibilita uma nova relação com o aprendizado, e com as pessoas ao redor.

O melhor ano na vida de qualquer estudante é sem dúvida o primeiro ano da faculdade! Há coisa melhor do que ser bicho? Tudo é lindo, o mundo é cor de rosa, a faculdade é um parque de diversões. Muitas festas, muita “azaração”, muitas descobertas... Um novo universo a ser desvendado. Pessoas vêm de todas as partes do país, de todas as classes sociais (dependendo da universidade), de todas as cores, crenças.

Não existe melhor Primeiro Dia de Aula do que o primeiro dia numa faculdade! Até os famosos trotes são bem-vindos, fazem parte do ritual de passagem. Também, depois de praticamente catorze anos dentro de uma escola, ainda temos que passar pela maratona do vestibular e só então começar a estudar o que realmente gostamos. (Abro parênteses para protestar contra aqueles que, por inúmeras razões, deixam de fazer o curso que realmente gostam; seja para agradar alguém, ou mesmo a “sociedade”. Aos futuros bichos: CORAGEM!)

Segundo ano na universidade: o ano da vingança. Deixamos de ser bichos para termos nossos próprios bichos, e assim poder descontar todos os micos vividos no ano anterior. Ter poder sobre os novatos e decidir por eles. Por fim, temos o que eu chamo de "prévia do dia D": o início do último ano de faculdade. Depois da euforia, das críticas e decepções do terceiro ano, vem um misto de conquista e de frustração: o ano de formatura. O medo, a ansiedade, a cobrança, o resultado, o fim. Um ano muito difícil e de muita mudança que nos coloca no “primeiro ano do resto de nossas vidas”.

O dia D. Após a formatura, diploma na mão e... Pausa. O que fazer? Só depois de praticamente vinte anos estudando nos deparamos com o nada. Sem chão, sem um abrigo para todos os dias. Não é preciso acordar e ir até alguma sala e aprender. Chega ao fim sua vida de estudante! Bem vindo a realidade. Agora, cada um por si e Deus contra todos. Talvez virá logo o primeiro dia de trabalho, mas nunca será igual ao Primeiro Dia de Aula.


Rennata Airoldi
São Paulo, 13/3/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O PSDB e o ensino superior de Gian Danton
02. Quem Resenha as Resenhas de Som? de Stan Molina
03. Twitter: A Crítica Como Vocação de Regina Lacerda
04. Declínio e Queda do Império dos Comentários de Julio Daio Borges
05. País pequeno, inferno grande de Adriana Baggio


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2002
01. Cartas que mudaram a História! - 10/4/2002
02. Do primeiro dia ao dia D - 13/3/2002
03. Enfim: Mário Bortolotto! - 25/9/2002
04. A Nova Hora, A Hora da Estrela! - 6/3/2002
05. Uma conversa com Reinaldo Moraes - 18/9/2002


Mais Especial Volta às Aulas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
6/12/2008
08h01min
Nossa, vi a minha vida passar nessa linhas tão bem escritas. Caramba, passou rápido! Esse texto é uma reflexão de nossa juventude e a esperança de um futuro que realmente venha a valer a pena.
[Leia outros Comentários de Renata Olimpia]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VIVER HOLÍSTICO
PATRICK PIETRONI
SUMMUS EDITORIAL
(1988)
R$ 4,90



COLEÇÃO MODERNA DE ESTUDOS PRIMÁRIOS MATEMÁTICA - 9685
VICENTE KOSIEN
ECLAL
(1969)
R$ 10,00



ENSINO E TREINAMENTO PROFISSIONALIZANTES
STEVE INGLE, VICKY DUCKWORTH
ARTMED
(2015)
R$ 62,00



EDUCAÇÃO E VIDA: UM GUIA PARA O ADOLESCENTE
ANTONIO CARLOS GOMES DA COSTA E OUTROS
MODUS FACIENDI
(2001)
R$ 18,00



PROFETAS E PROFECIAS
ELIANA YUNES; MARIA CLARA LUCCHETTI BINGEMER
LOYOLA
(2010)
R$ 9,50



A ESTRADA AUTOFICCIONAL DE NARCISO
LUIZ GASPARELLI JUNIOR
OPÇÃO
(2015)
R$ 46,00



AMOR NUNCA É DEMAIS
HELEN VAN SLYKE
CÍRCULO DO LIVRO
(1987)
R$ 15,00
+ frete grátis



COPO PELA META
RICARDO NEVES
NEGÓCIO
(2004)
R$ 10,00



MEDITAÇÕES PARA A SAÚDE DO CORPO E DA MENTE
LOUISE L. HAY
SEXTANTE
(2000)
R$ 57,51



SIGNIFICADO E ESTRUTURA
WALLACE L. CHAFE
LIVROS TÉCNICOS E CIENTÍFICO
(1979)
R$ 12,00





busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês