Uma proposta radical | Vicente Tardin | Digestivo Cultural

busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 100 homens que mudaram a História do Mundo
>>> Entrevista com Ruy Castro
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Um parque de diversões na cabeça
>>> Rindo de nossa própria miséria
>>> História da leitura (V): o livro na Era Digital
>>> Duas crises: a nossa e a deles
>>> As pessoas estão revoltadas
>>> Eu sou fiscal do Sarney
>>> Vamos sentir saudades
Mais Recentes
>>> Livro - A Arqueologia Passo a Passo de Raphael de Filippo; Joana Angelica Davila Melo pela Claroenigma (2011)
>>> O Homem que Sabia Javanês de Lima Barreto pela Dimensão (2015)
>>> Livro - Educação Como Práxis Política de Francisco Gutiérrez pela Summus (1988)
>>> Livro - Upstairs Mouse, Downtairs Mole de Não Específicado pela Não Especificada (2005)
>>> Montanha Russa de Martha Medeiros pela L&Pm (2018)
>>> Livro - Multiletramentos na Escola de Rojo, Roxane Helena R. pela Parábola (2012)
>>> Piadinhas Infames de Ana Maria Machado pela Salamandra (2000)
>>> Livro - Biografias - Salvador Dali de Jose Moran pela Girassol
>>> A Escrita Dos Saberes Corporais no Ensino Fundamental de Alice Maria Corrêa Medina pela Pucpress (2017)
>>> Educação Mediunica Curso Aperfeiçoamento Tomo IV de Feesp pela Feesp (1980)
>>> Moby Dick Ou a Baleia (Coleção os Imortais da Literatura Universal 43) de Herman Melville pela Abril Cultural (1972)
>>> Curso de Direito Natural de Luís Taparelli D'Azeglio, Sj;Nicolau Rosseti pela Anchieta (1945)
>>> Tiro no coração de Mikal Gilmore pela Companhia das Letras (1996)
>>> A Crise Do CapitalismoA de A Crise Do Capitalismo pela A Crise Do Capitalismo (1999)
>>> Histórias de Fadas de Oscar Wilde pela Saraiva (2015)
>>> Eu, Robô de Isaac Asimov pela Ediouro (2004)
>>> Gramatica de la lengua espantola de Emilio Alarcos Llorach pela Espasa (2015)
>>> A costureira de Dachau de Mary Chamberlain pela HarperCollins (2014)
>>> Grande Sertão. Veredas de Guimarães Rosa pela Nova Fronteira (2010)
>>> The India-Rubber Men de Edgar Wallace pela London hodder & stoughton limited (1940)
>>> Flash Mx Com Actionscript - Orientado A Objetos de Francisco Tarcizo B. Junior pela Érica (2002)
>>> Destros e canhotos de José Quadros Franca pela Melhoramentos (1969)
>>> História da riqueza do homem de Leo Huberman pela Zahar (1971)
>>> Sentimentos Modernos de Maria Angela D'incao pela Brasiliense (1996)
>>> A Criança Saudável de Wilhelm Zur Linden pela Brasiliense (1977)
COLUNAS

Terça-feira, 2/7/2002
Uma proposta radical
Vicente Tardin
+ de 1900 Acessos

Perdeu a graça a história da distribuição de música pela internet. As mais interessantes iniciativas foram adquiridas pelas gravadoras, junto com os antigos sonhos de mudar a dinâmica do mercado e promover artistas mais variados e menos comerciais. Sites como MP3.com, EMusic.com e RollingStone.com não são mais independentes e hoje pertencem à gigante de mídia Vivendi Universal. É só um exemplo.

Se os inovadores morreram na praia, as gravadoras também não saíram da água, pois continuam a gastar milhões de dólares para segurar a internet, até agora em vão.

Atualmente todas apostam as fichas em serviços pagos e preparam sistemas seguros. Foi divulgada uma estimativa sobre o tamanho deste mercado. Segundo a IDC, os fornecedores de serviços pagos podem chegar a receitas de US$ 1,6 bilhão em 2005, desde que ofereçam amplo conteúdo e flexibilidade ao consumidor. Pode parecer muito dinheiro, mas há senões no caminho.

É só comparar com outra pesquisa, divulgada em 2001 pela Webnoize Research. Apenas em um mês foram baixados quase dois bilhões de arquivos pelos usuários dos serviços Kazaa, MusicCity e Grokster. Estes são apenas alguns dos serviços que assumiram o lugar do Napster, fechado na justiça e adquirido pela Bertelsmann a alto custo.

O movimento (1,81 bilhão de arquivos) foi 20% maior do que no período anterior (1,51 bilhão). Comparando estes números, dá para perceber que as gravadoras estarão vendendo apenas uma fração do que hoje as pessoas obtém de graça.

Apenas nestas três aplicações, 1,3 milhão de usuários participaram da rede peer-to-peer através de software licenciado da FastTrack, empresa baseada em Amsterdam. O número de usuários só cresce e deverá ainda superar o Napster em sua época de maior movimento, que foi de 1,57 milhão de usuários.

Naturalmente as gravadoras e estúdios de cinema também processaram os serviços por infração de direitos de autoria, o que por outro lado faz aumentar o número de usuários.

Agora vamos a outras duas pesquisas, realizadas nos Estados Unidos e divulgadas pela Philips Consumer Electronics e pela Sony Computer Entertainment America. Por mais que procurem valorizar os produtos que vendem, os estudos de mercado estão certos ao apontar que os objetos de desejo dos consumidores continuam sendo os DVD players, os consoles de games e os aparelhos de áudio digital.

Estes últimos, principalmente, vão buscar conteúdo, boa parte ilegal. É um mercado em crescimento e as gravadoras não vão se beneficiar.

Sinuca de bico? A história da música na internet é um sucesso e um fracasso ao mesmo tempo. Nenhuma gravadora consegue vender pela internet de verdade, mas os HDs em todo o mundo estão cheios de arquivos de música. Aparentemente o público não se interessa em pagar pelas canções, apesar de pagar pelo acesso à internet de alguma forma, comprar computador e outros aparelhos de áudio e vídeo digital.

Coisa mais chata essa de contratar advogados, criar sistemas contra cópias e tudo o mais para evitar que as pessoas baixem músicas. Talvez fosse a hora de um consultor daqueles bem caros propor uma abordagem radical.

Como só se ganha na internet de forma indireta, ele diria para os grandes grupos de mídia, que controlam gravadoras e estúdios de TV e cinema, que adotassem um novo modelo de negócios. Que parassem já de jogar fora milhões e milhões de dólares em advogados e software seguro e usassem este dinheiro para comprar todos os provedores de acesso banda larga que puderem e ainda não possuem.

Depois comprariam os fabricantes de HD e aparelhos de áudio digital (a Sony já está bem adiantada neste aspecto).

Em seguida e ao mesmo tempo colocariam de graça em seus sites todas as músicas, de todos os discos. Tudo bem feito e grátis. Tudo com muitas fotos, encartes, letras, clips e arquivos grandes para encher bem o HD e fazer o público desejar máquinas mais velozes.

Depois poriam também os filmes do cinema, todos, de graça, para fazer vender bastante conexões banda larga.

Dariam um jeito de remunerar autores e artistas, claro, e aguardariam o benefício na venda de hardware e conexões de internet. Não sei se vai dar certo, não sou consultor. Mas olhando assim pode valer muito mais a pena do que esperar até 2005 para faturar muito menos que estão gastando agora, na tentativa de evitar o que milhões de pessoas fazem espontaneamente.

Nota do Editor
Vicente Tardin é editor do Webinsider, onde este texto foi originalmente publicado.


Vicente Tardin
Rio de Janeiro, 2/7/2002

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Noites azuis de Elisa Andrade Buzzo
02. Essa São Paulo que ri, essa São Paulo que chora de Elisa Andrade Buzzo
03. A bíblia do marketing digital de Adriana Baggio
04. O futuro a Deus pertence (e Ele é brasileiro) de Taís Kerche
05. Pastelão de Eduardo Mineo


Mais Vicente Tardin
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Sucesso Em Suas Mãos
Paulo Santos
Scortecci
(2000)



Dieta da Sopa 6ªed(2005)
Vários Autores
Melhoramentos
(2005)



Livro - A Revolução Inglesa - Col. Tudo é História - Volume 82
José Jobson de Andrade Arruda
Brasiliense
(1990)



Manual de Redação Cbn
Mariza Tavares
Globo
(2011)



Livro - Clássicos da Poesia Brasileira - Ler É Aprender 19
Coletânea
Klick
(1997)



Como Viver Sob Pressão (2003)
Philippa Davies
Publifolha
(2003)



Museu Pushkin Moscou N 19
Simonetta Pelusi
Folha de S Paulo
(2009)



Marketing Contra-intuitivo - o Que Realmente Provoca Decisões De....
Kevin J. Clancy, Peter C. Krieg
Campus
(2002)



O Príncipe Errante
R L Stevenson
Clube do Livro Spaulo
(1955)



Livro - Os Grandes Líderes - Danton
Frank Dwyer
Nova Cultural
(1987)





busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês