Comentários de carl | Digestivo Cultural

busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sábado, 5/8/2006
Comentários
carl


a razão da existência?
suicídio, homicídio, acidente, que importa? o fluxo e refluxo do universo necessita de todos os atos. fios da tapeçaria, notas da sinfonia, eis o que somos. a natureza nutre-se da adrenalina resultante do embate dos humores humanos. isso é necessário ao seu equilibrio, tal o movimento das células no corpo. os destinos humanos só importam aos humanos; à natureza importa o tipo, não os indivíduos. acaso possui o horteleiro interesse na vida individual de suas alfaces? ou o madeireiro comiseração por tal madeira que não se diverte com as outras? vão para o fogo. vão para a mesa e transformam-se naquilo que schopenhauer chamou de morte da vida. entramos na natureza ao nascermos, tal o alimento na boca, e saímos dela ao fim da digestão, depois de utilizados pelo organismo. a razão da existência? a mesma da de uma alface. ser devorado para alimentar um organismo, que é o que chamamos de natureza. o sentido disso tudo? bom, eles devem saber. não nós ou algum rabanete.

[Sobre "Está Consumado"]

por carl
5/8/2006 às
12h00 201.34.119.67
 
os romances de rininha
olá rininha, eu quero ler teus dois romances, pode mandar para mim (carl30@bol.com.br)?

[Sobre "O desafio de publicar"]

por carl
31/1/2006 às
17h05 200.182.146.142
 
tchê
essa ana elisa ribeiro tá precisando de um gaúcho pra resolver esses conflitos internos traduzidos pelo falso desdém lançado. de qualquer forma, se o colunista fosse gaúcho e o texto falasse o mesmo sobre curitiba, a opinião seria a mesma, às avessas, para agradar a rede e liberar um pouco do gás intoxicante de que parece padecer. beijos para a amigona raquel. engenheiros na primeira fase é muito bom. depois virou lixo. precisando de um joelhaço, que tudo resolve, é só falar.

[Sobre "Breve reflexão cultural sobre gaúchos e lagostas"]

por carl30
18/1/2006 às
11h39 200.182.146.142
 
felic/imbecil/idade
não quer dizer bom dia ao sol, boa noite à lua e agradecer ao papaizinho do céu por mais um dia de vida? talvez, ah, molhar o pé na poça dágua, abraçar o mendigo que passa, dar pulinhos no ar comentando, ah, que que tem, a novela de ontem, vamos dançar o tigrão? sim, sim, vamos ver filmes alegres, curtir cada momento, dançar pagode, qual o problema? ser feliz é o que importa, deixem os rabugentos para lá, ei, seu maroto, o universo responde positivamente àquilo de bom que você faz, vamos dançar amarelinha? ah, que felicidade, obrigado menininho jesus por toda essa alegria que é a vida! é a vida, é bonita e é bonita! e se o horóscopo do jornal me for favorável, uh, talvez eu nem precise de sexo que, pensando bem, nem é tão importante assim, posso ficar limpinho, ah, que alegria, que felicidade! o melhor pra ti, amiguinho! viva a felicidade! esses bobões que não sabem viver! pobres coitados, que idiotas, se soubessem que a vida é simples, é tão simples de ser vivida, ah, seu bobinhãumn!

[Sobre "Em defesa da normalidade"]

por carl
16/12/2005 às
17h41 200.182.146.142
 
parem de encher o saco
não entendi a preocupação. nem os aplausos. qual o problema de pessoas tentarem passar pelo que não são? quem tem autoridade para dizer que determinada coisa é ruim o boa? voce acha que esta certo. cada um acha que está certo também, e não está errado, pois está certo dentro da sua verdade. por que a irritação? não é acaso a vida um peso com variações determinadas por circunstâncias havidas em face de história prévia e herança genética? vai tirar o barato do sujeito que se sente melhor pensando-se sábio, culto ou algo que o valha? essa preocupação de vocês denota uma infração corespondente à que estão acusando. parem de encher o saco do pessoal, é desgradável para quem está tentando fazer valer uma tola existência, e pior para quem critica, pois, ao mesmo tempo em que não está respeitando limitações de uns pobres coitados, revela uma preocupação demasiada por algo que não conta. leiam, instruam-se, se quiserem, mas respeitem as opções de quem não tem opções. abraços a todos!

[Sobre "Como parecer culto"]

por carl
18/11/2005 às
15h34 200.182.146.142
 
se és escritor, basta a pena
parem de falar bobagens! escritor escreve. não importa se tem que trabalhar, fazer o que quer que seja para viver: se for escritor, fatalmente, como forma de manter-se vivo, animicamente, escreve. rilke, embora exagerado, em essência, estava certo: se és escritor, precisas escrever para respirar. o mesmo não se dá, por exemplo, no cinema, o que, apesar disso, não é resolvido com esses milhões que tiram do nosso bolso para essses fatídicos cineastas, que mais fazem cinema por vaidade do que por inclinação pessoal. não é a falta de mercado, a injustiça divina ou a negação ao decúbito ventral que impede que sejamos escritores. o que nos impede de sê-lo é o fato de não o sermos. e se querem ser conhecidos como escritores por digitar esse monte de bobagens que os indigitados de porcelana escrevem, então é de vocês também que estou falando.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por carl
30/11/2004 às
17h07 200.182.146.140
 
falar do jô: chover no molhado
bom, falar mal do jô soares é chover no molhado, já que é consenso a sua arrogância, limitação, etc. todas as pessoas que conheço que o assistem - onde não me incluo: insônia se resolve com leitura, não com programas de tv ruins, o que apenas os prestigia e os mantêm no ar - têm a mesma opinião de todos aqui. se "celebridades" ou "estrelas" tupiniquins vão ao programa, por prostituição ou ignorância, anuindo sem protestos com a idiotice do gordo - já vemos as frustrações que uma tal condição traz consigo - não diferem muito dele, assim como não se diferem dele os que o prestigiam dando audiência ao programa. preciso dar o conselho? não, né, aí estaria ofendendo vocês. se não entendeu a ironia, assista ao jô. sentir-se-á em casa.

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por carl
30/11/2004 às
16h34 200.182.146.140
 
uma questão estéril
a matéria começou pretensiosa, cheia de clichês (graal, reincidente no crime, borboletear, exequível), parecia a marta medeiros, mas depois melhorou. quanto às revistas, já temos experiências falidas no mesmo modelo aqui proposto, mas acredito que a bravo, a cult e outras tantas já oxigenam essa "galáxia de gutemberg" (de novo!). quanto ao jovem, não se preocupe, é uma questão estéril e só serve para masturbação. abs.

[Sobre "Uma revista de cultura no Brasil"]

por carl
30/11/2004 às
16h06 200.182.146.140
 
faltou o cure
smiths, U2 e police? um tem tanto a ver com o outro quanto jota quest e sex pistols. faltou o cure. cure e smiths, smiths e cure, andavam de mãos dadas nos anos 80. noves fora o caju.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por carl
12/11/2004 às
12h10 200.182.146.140
 
errar duas vezes é americano
não, lula não foi eleito porque o pt se mexeu para o centro. o pt só foi para o centro, acabando na extrema direita, depois que lula venceu as eleições. venceu com discurso de esquerda e governa (governa?) com o oposto. daí a perda de referência da esquerda no país. talvez o psol, daqueles traídos pelo governo por defenderem as idéias dele próprio antes da eleições. o pt acabou se tornando, tal qual o crack para a cocaína, ele para os pmdb/psdb/pfl/assemelhados da vida. quanto ao bush, o simão falou tudo. errar é humano. errar duas vezes é americano.

[Sobre "Uma derrota moral"]

por carl
11/11/2004 às
11h58 200.182.146.140
 
a diversidade e a padronização
não discordo do texto, tampouco concordo com ele. a diversidade é tão necessária quanto a padronização. para que haja outsiders, é necessário haver "insiders" e a necessidade de se travestir para pertencer a algum grupo é tão antiga quanto a existência humana, só variando a forma de manifestação, e ninguém está mais certo ou mais errado por optar por uma coisa ou outra. acaso regozijar-se por não estar massificado difere em algo de regozijar-se por assim estar?

[Sobre "Outsider: quem não se enquadra"]

por Carl
23/9/2004 às
12h04 200.182.146.140
 
o da mansarda
é, o problema é que vivemos num mundo de semi-analfabetos metidos a eruditos. por óbvio que as pessoas gostariam de ser cultas, viajar pelo mundo, ter grandes conhecimentos, empíricos e teoréticos (até nesse "teorético" vemos o pecado da vaidade do bundão que o escreve, pois teórico soaria menos pretensioso - a arma dos pseudoalgumacoisa), realizações em grandes feitos e tudo o mais. mas não consigo vislumbrar com clareza a linha que separa a nobreza de intento de um eventual exercício de auto-afirmação. todo mundo quer ser melhor do que é, mas, por ironia de uma natureza indiferente ou de um deus bem pouco paternalista, não é. e fica assim, não sendo e aspirando a sê-lo. poderia terminar o comentário com algum lugar comum, mas prefiro poupar as pessoas disso. senão por respeito, ao menos por economia, tão prestigiada pelo nobre colunista.

[Sobre "Geração abandonada"]

por Carlos
20/11/2003 às
11h54 200.163.167.140
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




FILHOS PRÓDIGOS
LYGIA FAGUNDES TELLES
CULTURA
(1978)
R$ 7,90



O QUE SAO RECURSOS HUMANOS
FLAVIO DE TOLEDO
BRASILIENSE
R$ 8,00



A ÚLTIMA MISSÃO
ANTHONY BURGESS
CÍRCULO DO LIVRO
R$ 12,00



A EXTRAORDINARIA PRESENÇA DE JESUS
SILAS MALAFAIA
CENTRAL GOSPEL
R$ 6,00



ADULTÉRIOS
WOODY ALLEN
L&PM
(2012)
R$ 4,80



BIRIGUI - COMPROMISSO COMO FUTURO
RENATO CORDEIRO
GRÁFICO
(1984)
R$ 25,68



TECNOLOGIA DE INFORMAÇÃO
ALBERTO LUIZ ALBERTIN ROSA MARIA DE MOURA ALBERTI
ATLAS
(2005)
R$ 10,00



COLEÇÃO PRÊMIOS NOBEL DE LITERATURA - O PROPRIETÁRIO
JOHN GALSWORTHY
DELTA
(1964)
R$ 7,00



AS REGRAS DA SEDUÇAO
MADELINE HUNTER
ARQUEIRO
(2013)
R$ 9,90



FRUTAS BRASIL FRUTAS
SILVESTRE SILVA HERNÂNI DONATO
D P L
(1991)
R$ 98,00





busca | avançada
39917 visitas/dia
1,1 milhão/mês