Uma revista de cultura no Brasil | Ana Maria Bahiana

busca | avançada
33835 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
ENSAIOS

Segunda-feira, 29/11/2004
Uma revista de cultura no Brasil
Ana Maria Bahiana

+ de 3600 Acessos
+ 5 Comentário(s)

Volta e meia o assunto volta, mistura de sonho impossível, utopia, santo graal: o projeto de uma revista de cultura no Brasil. Como sou reincidente no crime, o tema acaba borboleteando ao meu redor: eu acho possível? Exeqüível? Desejável?

Admito que a idéia é tentadora. E que a resposta a todas essas perguntas é um sincero “não sei”. Talvez este aqui seja mais um fórum para ventilar o tema – quem sabe não surgirão respostas mais claras que as minhas?

A revista de cultura – ou, como às vezes ela é especifica, cultura alternativa – está viva e bem no mundo todo, e não apenas na Internet.

Todo mundo sabe que sou fã da Vanity Fair, que, para o meu gosto, é a melhor revista de papel em circulação no momento. Em que pese – ou exatamente porque pese – o mix de política e reportagem investigativa do título (e quem quiser saber toda a sórdida verdade sobre as “eleições” na Flórida deve ler a última edição de setembro), a VF é exatamente uma revista de cultura, e alternativa. Porque coloca todas essas questões sob o prisma cultural, no sentido mais amplo e abrangente da palavra. E porque oferece uma visão paralela, mais profunda e freqüentemente divergente do que é apresentado na mídia em geral.

Sim, eu sei que ela é publicada pela Condé Nast, que está recheada de anúncios de produtos de luxo e que todo ano elege o “novo establishment”. Mas estas são as contradições de se viver num século novo. A questão é – uma revista assim é possível, exequível, desejável no Brasil hoje? Uma revista de papel, de banca?
Existem os dois lados da equação (e eu nem vou falar de dinheiro...).

O lado de dentro: não vejo mais, em abundância, o tipo de profissional de fôlego, de formação eclética e experiência sólida, que é necessário para comandar uma empreitada dessas. O tipo de profissional que, é claro, ainda existe, mas que, com raríssimas exceções, não está mais no mercado, empurrado que foi para fora dele por sucessivos achatamentos salariais, ridículas condições de trabalho, uma estranha obsessão por “juventude” e, é claro, projetos bem mais atraentes em outros setores.

Do lado de fora eu preciso entender quem seria o público leitor de uma publicação assim. O mesmo processo que baniu das redações o profissional que, pelo mundo afora, cria e opera títulos deste tipo reduziu o periódico brasileiro ou a um guia de serviços ou a uma galeria de celebridades, formando um leitor que espera apenas isso do investimento que faz na banca ou na assinatura.

Sim, existe a Bravo!, com a qual colaboro esporadicamente. Mas não creio que estejamos falando do mesmo projeto de revista, aqui: a Bravo! é pautada por uma agenda, e se limita, por definição, a um conceito restrito, elevado e fino de “cultura”.

Numa resposta que é quase piloto automático, as pessoas em geral me respondem que o leitor de um projeto desses seria “o jovem”. Eu discordo. “O jovem” não me parece ligado, de forma alguma, numa cultura da leitura em papel, do suporte tridimensional de informação. Sua expressão cultural é efêmera, etérea, digital, transitória por definição – o oposto de uma proposta dessas. A geração que aprecia este tipo de título é “o jovem” dos anos 80 para trás – uma fatia de população numerosa, e de grande poder aquisitivo, aliás.

Mas aparentemente ninguem está pensando neste leitor. O que talvez explique porque, pelo menos por aqui, um projeto desses ainda é como uma rara e bela orquídea na cada vez mais minguada galáxia de Gutemberg...

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pela autora. Originalmente publicado no portal Comunique-se, o qual autorizou a repodução no Digestivo Cultural.


Ana Maria Bahiana
Los Angeles, 29/11/2004

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ninho vazio de Lélia Almeida
02. Ser mãe de Lélia Almeida
03. Ponto de ruptura no jornalismo de Charles Cadé
04. 77 anos do Mercado Municipal de Eugenia Zerbini


Mais Ana Maria Bahiana
Mais Acessados de Ana Maria Bahiana
01. A Rolling Stone brasileira - 27/6/2005
02. O dia em que a música rachou - 28/7/2003
03. Jornalismo cultural: quem paga? - 17/11/2003
04. Release: subsídio ou substituto? - 26/7/2004
05. Os anos 90 e o mini-gênio - 19/4/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/11/2004
09h16min
Olá Ana, tudo bem? O desafio foi lançado. Sim, agora possuimos uma revista de qualidade que vem de encontro com essa necessidade cultural e artística. A Revista Bien'Art, recém lançada pela Fundação Bienal de São Paulo tem como filosofia dialogar com a sociedade sobre cultura e artes. Faço um convite para mergulhar nessa leitura crítica porém agradavél, especializada porém democratizada em sua linguagem.
[Leia outros Comentários de Raquel Duarte]
30/11/2004
15h01min
Olá Ana, referente ao seu artigo, pergunto: e a Revista Cult, não é esse projeto?
[Leia outros Comentários de Rafaela]
30/11/2004
15h51min
Para quem vive na terra de Bush Jr. e do Exterminador do Futuro, realmente não deve ser muito fácil perceber o que acontece em termos culturais no Brasil (a existência de uma revista dedicada à cultura, p.ex., como é o caso da CULT). Como já diziam os poetas: "ficar de frente para o mar, de costas para o Brasil, não vai fazer deste lugar um bom país"...
[Leia outros Comentários de Sandro Schlindwein]
30/11/2004
16h06min
a matéria começou pretensiosa, cheia de clichês (graal, reincidente no crime, borboletear, exequível), parecia a marta medeiros, mas depois melhorou. quanto às revistas, já temos experiências falidas no mesmo modelo aqui proposto, mas acredito que a bravo, a cult e outras tantas já oxigenam essa "galáxia de gutemberg" (de novo!). quanto ao jovem, não se preocupe, é uma questão estéril e só serve para masturbação. abs.
[Leia outros Comentários de carl]
2/12/2004
04h17min
É, Ana, vivemos num país de iletrados. E se formos esperar que desses jovens saia alguma coisa que se aproxime de um leitor ao menos razoável, é esperarmos que da pedra se extraia leite. Em casa mesmo tenho mais do que exemplo disso; tenho já uma semi-urticária de tanto instigá-los a ler. Possuo uma respeitável biblioteca onde paulos coelhos, sidney sheldons, harold robbins e afins passam longe e mesmo assim (ou será por isso mesmo) não desperta o mínimo interesse em nenhum deles. Tudo bem, devo ter exagerado na dose em algum momento. Agora tenho que concordar que a Bravo e a Cult, se não chegam aos pés da Vanity Fair, pelo menos posso afirmar que são exemplos mais do que concretos do melhor que nossas letras produzem neste país do metalúrgico-presidente. Mas, voltando à questão do jovem e seu mais que aparente desinteresse literário, lembro em que noutro artigo seu comentando sobre música já havia a menção do desapego da juventude pelos discos como obra de um artista. Há a clara preferência por um disquinho de mp3 onde acomodaria-se ali somente as preferidas em detrimento da indústria fonográfica e do próprio artista enquanto produtor cultural. É a questão do menos é mais.
[Leia outros Comentários de Pepê Mattos]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS PAÍSES BAIXOS
B. G. L. M. TOSSERAM
ND
(1950)
R$ 17,51



MACHADO DE ASSIS: DO FOLHETIM AO LIVRO
ANA CLÁUDIA SURIANI DA SILVA
NVERSOS
(2015)
R$ 60,00



NOUVELLE - ROMANCE
J. HUMBERTO HENRIQUES
DO AUTOR
(2009)
R$ 7,19



TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA
LIMA BARRETO
ATELIÊ
(2001)
R$ 12,90



ROYAL BRIAR
MARCIANO LOPES
ARMAZÉM DA CULTURA
(2012)
R$ 35,00



ASSIM QUE PASSAREM CINCO ANOS - FEDERICO GARCÍA LORCA (TEATRO ESPANHOL)
FEDERICO GARCÍA LORCA
IMPRENSA OFICIAL
(2000)
R$ 8,00



NUNCA DESISTA DE SEUS SONHOS
AUGUSTO CURY
SEXTANTE
(2004)
R$ 46,83



PRÉCIS D OBSTÉTRIQUE EN 28 LEÇONS
DR. ERNEST BUMM
A MALOINE
(1912)
R$ 90,64



FILHO ADOTIVO - ROMANCE ESPÍRITA
ANTÔNIO CARLOS / VERA LÚCIA M. DE CARVALHO
PETIT
(1993)
R$ 10,00



PORTUGUÊSLÍNGUA E CULTURA
CARLOS ALBERTO FARACO
BASE
(2003)
R$ 15,00





busca | avançada
33835 visitas/dia
1,3 milhão/mês