Para pecar, vá de manga | Vera Moreira | Digestivo Cultural

busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cinema e os Direitos Humanos
>>> Elogio Discreto: Lorena Calábria e Roland Barthes
>>> Se a vida começasse agora
>>> 9/11 books
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> Humberto Alitto
>>> Orra, meu
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Meu tio
Mais Recentes
>>> Ilustrado de Miguel Syjuco pela Companhia das Letras (2011)
>>> Revista Viagem e Turismo - Ano 20 – Nº 2 - Quatro Roteiros na Itália Pra Ver Antes de Morrer de Vários Autores pela Abril (2015)
>>> Guia do Executivo Porto Alegre 1998 de Vários Autores pela Gazeta Mercantil (1998)
>>> Guia Quatro Rodas Brasil 2002 de Vários Autores pela Abril (2002)
>>> Éfeso de Naci Keskin pela Keskin Colors (2012)
>>> Clube do Livro, Ser Leitor - que diferença faz? de Luzia de Maria pela Literária (2009)
>>> The Good Life Guide to Sydney de Tessa Mountstephens pela Hark! (1996)
>>> Matemática - 8º Ano - 6º Edição de Edwaldo Bianchini pela Moderna (2006)
>>> Encontro com a Begõnia de Nilza de Oliveira pela Imagem (2014)
>>> Buenos Aires de Boca a River de Joaquim da Fonseca pela Artes e Ofícios (1996)
>>> Brisa Bia, Brisa Bel de Ana Maria Machado pela Record (1999)
>>> Barcelona – Um Ano Com 365 Dias de Marcos Eizerik pela Age (2008)
>>> De Mala e Cuia – Tudo o Que Você Precisa Saber Para Morar, Estudar, Trabalhar e se Divertir na Europa de Adriana Setti pela Jaboticaba (2005)
>>> Quebra de Confiança de Quebra de Confiança Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Viajando pela Europa e Pelo Mundo de José Cretella Júnior pela T. A. Queiroz (1985)
>>> Silêncio na Floresta de Harlan Coben pela Benvirá (2009)
>>> A Nova História Cultural de Lynn Hunt pela Martins Fontes (1992)
>>> O Livro dos Espíritos de Allan Kardec pela Círculo do Livro (1993)
>>> Não Conte a Ninguém de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2003)
>>> O Livro dos Incensos de Steven R. Smith pela Roca (1994)
>>> Confie Em Mim de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Romeu e Julieta - Macbeth - Otelo, O Mouro de Veneza de William Shakespeare pela Nova Cultural (2003)
>>> Consciência Cósmica de Rosabis Camaysar pela Lorenz (1994)
>>> Alta Tensão de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Os Sentidos do Trabalho - Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho de Ricardo Antunes pela Boitempo (2000)
>>> Luta Armada no Brasil do Anos 60 e 70 de Jaime Sautchuk pela Anita Garibaldi (1995)
>>> Jogada Mortal de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Quando Ela Se Foi de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Descartes The Project of Pure Enquiry de Bernard Williams pela Routledge (2005)
>>> Desaparecido para Sempre de Harlan Coben pela Arqueiro (2010)
>>> Seis Anos Depois de Harlan Coben pela Arqueiro (2014)
>>> Estatuto da Criança e do Adolescente de Vários Autores pela Pmpa (2003)
>>> O Inocente de Harlan Coben pela Arqueiro (2013)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Cultural (2003)
>>> Equilíbrio Total Através da Parapsicologia de Miguel Lucas pela Almed (1981)
>>> Casa de Bonecas de Henrik Ibsen pela Nova Cultural (2003)
>>> O Poder da Oração para Mulheres de Jackie M. Johnson pela Povket ouro (2013)
>>> Jesus como Terapeuta - O Poder Curador das Palavras de Anselm Grün pela Vozes (2013)
>>> Manual do Astrônomo Amador de Jean Nicolini pela Papirus (1991)
>>> As Três Irmãs de Anton Tchekov pela Nova Cultural (2002)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes (Org.) pela Atlas (2001)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Vários Autores pela Saraiva (2000)
>>> O Livro Secreto do Banheiro Feminino de Jo Barrett pela Essência/Planeta (2008)
>>> Código de Hamurabi – Código de Manu – Lei das XII Tábuas de Jair Lot Vieira (Superv.) pela Edipro (2002)
>>> Manual de Prática Forense Civil de Edson Cosac Bortolai pela Revista dos Tribunais (2003)
>>> Vade Mecum Método Cívil 2016 de Vários Autores pela Método (2016)
>>> Nossa próxima atração. O interprograma do Canal 3 de Mário Fanucchi pela Edusp (1996)
>>> Evaristo de Moraes Filho – 100 Anos de Vida Contribuição à Sociologia e ao Direito do Trabalho de Eliana Gonçalves da Fonte Pessanha e Outros (Orgs.) pela Ministério do Trabalho (2016)
>>> O tempo e a alma de Jacob Needleman pela Ediouro (1999)
COLUNAS

Terça-feira, 16/10/2001
Para pecar, vá de manga
Vera Moreira

+ de 5800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Yara Mitsuishi

Minha última coluna gastronômica (Proibida ou não, é musa inspiradora) discorria sobre questões bíblicas e foi ao ar no terrível dia 11 de setembro. Afeita da interpretação de sinais que sou, fiquei muito em dúvida de voltar a mexer com o Jardim do Éden. Mas, teimosa como uma mula e pra nunca perder a consciência de que a razão deve prevalecer sobre a superstição, lá vou eu. A história, agora, é com a uva e pra esquentar a “polêmica”, resolvi eu mesma eleger o fruto proibido: manga. Quem já caiu de boca numa manga vai avalizar minhas argumentações para essa eleição, tenho certeza.

Depois da teoria da banana ser o fruto proibido a Adão e Eva, descobri, lendo um livro bárbaro, “Receitas inspiradas da Bíblia”, que existem os defensores (ou seriam acusadores?) da uva. Os excessos de vinho eram bastante conhecidos nos tempos bíblicos. Dizem que depois de muitas pesquisas realizadas, os especialistas foram levados a crer na uva. Que outra fruta, indagam, poderia ter sido responsável por tentar o primeiro casal a desobedecer a Deus com tanta facilidade? Mas se o álcool levou o homem a pecar, a uva não foi única culpada, pois os povos antigos eram mestres em obter álcool também a partir de figos, tâmaras e cereais. O vinho, em geral, era diluído com água e quase sempre condimentado com canela, mel e ervas. Os gregos e romanos ainda bebiam o vinho misturado com água do mar (arghhh...), o que dá uns ares de moderação, não parece?

Pensei muito no assunto e fiquei convencida de que nem banana, nem uva, mas quanto menos maçã pode ser o fruto proibido. Vamos ser razoáveis, a maçã é uma fruta inocente, que combina muito mais com o amor do que com o pecado. Foi o beijo de amor do Príncipe Encantado que tirou da boca de Branca de Neve o pedacinho de maçã envenenada pela invejosa Rainha. Através dos tempos, a maçã do amor, encarnada de tão vermelha, é partilhada por casais apaixonados, desafiando, inclusive, toda e qualquer lógica do paladar.

Raspando de colherinha, você alimenta com a polpa da maçã o seu bebê. Já houve quem dissesse que as tortas de maçã são uma parte considerável da felicidade doméstica dos norte-americanos. E são as sobremesas mais apreciadas nos bistrôs franceses, o tipo de restaurante que prima por fazer as pessoas se sentirem como se estivessem em seus lares. A primeira aparição de uma torta de fruta na literatura inglesa – a descoberta de colocar frutas frescas dentro das tortas, no século XVI, foi de ingleses e franceses –, num verso da Arcádia, de Robert Greene, dizia: “Thy breath is like the steame of apple-pyes” – Vosso alento é como o vapor de tortas de maçã. Já os austríacos têm o delicado apfelstrudel, meu grande orgulho de carregar o sobrenome Spiess de minha querida mãe, que faz essa quinta maravilha do universo como ninguém, ninguém mesmo! É puro amor de mãe em forma de doce.

Na colheita dos pomares da Bretanha, existe a figura da mãe das maçãs, o símbolo da fertilidade e da boa sorte. A melhor maçã era deixada na ponta do galho mais alto, se ela se mantivesse no galho até todas as folhas terem caído com os ventos do outono, haveria uma boa colheita no ano seguinte. Não apenas naquela árvore, mas em todo o pomar, incluindo as pereiras e ameixeiras. E quem não conhece o ditado popular americano “An apple a day keeps a doctor away”? Se sentir dor de estômago, coma uma maçã e constate o milagre. Tome chá de maçã para inflamações da bexiga. Enxágüe os cabelos com vinagre de maçã, para evitar a queda. A maçã é assim, amantíssima, uma fruta que inspira o belo, a saúde, uma energia pueril.

Eu nunca vou esquecer do Mário de Santi e sua indefectível maçã todas as tardes na redação da Gazeta Mercantil, em Porto Alegre. Ficava pensando, quando eu crescer, vou ser igual ao Mário. Ele era tão diferente do resto ruidoso da redação, um homem saudável, equilibrado, com a vida bem resolvida. Eu, naquela época, aos 20 anos, me deixava seduzir por qualquer prato de dobradinha e cerveja em um boteco sujo da esquina. Cresci e já não sucumbo mais com tanto entusiasmo a bucho e cevada (apesar de sentir verdadeira saudade daquela dobradinha, programa obrigatório de happy hour na maravilhosa companhia de Luiz Carlos Merten). No entanto, ainda não cheguei à perfeição do Mário. Até hoje este meu amigo é aquele tipo de pessoa que você encontra às 8 da manhã ou às 8 da noite e tem sempre a impressão que ele recém saiu do banho. Assim, continuo comendo maçã todas as tardes – esperança é a última que morre!

Mas, então, qual seria uma fruta tão libidinosa que poderia expulsar Adão e Eva do Paraíso? A manga, é claro. Quando você começa a descascar uma manga, sente a delícia do tato com a sua carne firme, macia e morna. A textura lúbrica, o perfume doce e a cor dourada como o sol, um convite irresistível ao prazer. Na primeira mordida você já começa a se lambuzar todo e daí pra frente é um chupa e lambe de proporções pecaminosas. No final, você está com as mãos e a boca completamente molhadas daquele suco viscoso e inegavelmente saciado. A manga chega a ser indecente, encantadoramente indecente. Mas logo, logo vem uma sensação de culpa, porque no afã de devorá-la, as fibras se grudaram em todos os seus dentes, sem exceção. É como aquelas paixões/tesões avassaladoras, você vai ao céu e ao inferno em questão de minutos.

A manga nua e crua é esplêndida, mas também preparada rende uma experiência arrebatadora. Originária da Índia, uma das receitas mais conhecidas é a do chutney, um condimento para acompanhar carne assada ou pratos frios, que nada tem de inocente, mas sim de caliente. Prepara-se com fatias da fruta, cebola ralada, vinagre, curry, sal, pimenta-do-reino, açúcar, gengibre, coentro moído, páprica e noz moscada. Uau! Vou já pra cozinha pecar com a manga... Ou, pensando melhor, talvez seja mais interessante esperar pra colocar em prática o slogan de um verdureiro empreendedor citado por Jane Grigson: “Partilhe a manga, no banho, com seu amado”.


Vera Moreira
Gramado, 16/10/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Simone Weil no palco: pergunta em forma de vida de Heloisa Pait
02. Vontade de abraçar o mundo de Eduardo Carvalho


Mais Vera Moreira
Mais Acessadas de Vera Moreira em 2001
01. Para pecar, vá de manga - 16/10/2001
02. Pense no que vai engolir - 24/7/2001
03. Proibida ou não, é musa inspiradora - 11/9/2001
04. Fome de ler - 31/5/2001
05. A morte do respeito - 26/6/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/11/2001
13h10min
Yara, Cada vez que abro um novo artigo do Digestivo, fico curiosa em saber qual será a ilustração que o acompanhará, pois é um prazer notar como você consegue traduzir em formas a essência do que está escrito. Neste texto você parece ter se unido à Vera Moreira pra despertar nossos sentidos. Todos eles. Parabéns pelo belo trabalho, Abraços, Ana.
[Leia outros Comentários de Ana Veras]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




E SE ... E SE HITLER TIVESSE VENCIDO? E SE JESUS NÃO TIVESSE ...
EDITORA ABRIL
ABRIL
(2015)
R$ 5,00



OS CARNEIROS DE PANÚRGIO
BEZERRA DE MENEZES
FEESP
(2012)
R$ 29,00



ASSASSIN'S CREED "RENASCENÇA
OLIVER BOWDEN
GALERA
(2012)
R$ 17,00



FELIZ NATAL
FREI JOSÉ CARLOS CORRÊA PEDROSO
VOZES
(1983)
R$ 5,00



DER TEMPEL DER KOSTBAREN WEISHEIT
DANIELE VARE (CAPA DURA)
DEUTSCHE BUCH GEMEINSCHAFT
(1954)
R$ 16,28



ROMANIA & MOLDOVA (LONELY PLANET TRAVEL GUIDES)
ROBERT REID, LEIF PETTERSEN
LONELY PLANET
(2007)
R$ 47,28



CORAÇÃO CAPTURADO
DONNA KAUFFMAN
HARLEQUIN BOOKS
(2002)
R$ 5,00



A GRANDE COZINHA - MASSAS
ABRIL COLEÇÕES
ABRIL
(2007)
R$ 5,00



ZEPPELIN A VERDADEIRA HISTÓRIA DO DESASTRE DO
MICHAEL M. MOONEY
MELHORAMENTOS
(1973)
R$ 15,00



CECÍLIA MEIRELES E MURILO MENDES 1901-2001
ANA MARIA LISBOA DE MELLO (ORG)
UNIPROM
(2002)
R$ 32,00





busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês