se és escritor, basta a pena | carl

busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Minhas Férias (reloaded)
>>> Poema em Linha Reta - Pessoa
>>> Perturbador e cosmogônico
>>> O Fino da Fina
>>> Poesia, no tapa
>>> Asia de volta ao mapa
>>> Um safra de documentários de poesia e poetas
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Leitura, curadoria e imbecilização
>>> Robinson Shiba do China in Box
Mais Recentes
>>> Contos de Machado de Assis pela Agir (1963)
>>> Contos de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1999)
>>> O Alienista de Machado de Assis pela L&PM Pocket (1998)
>>> Helena de Machado de Assis pela Tecno Print (1967)
>>> Uma mulher na escuridão de Charlie Donlea pela Faro Editorial (2017)
>>> Morte Súbita de J.K. Rowling pela Casa dos Livros (2012)
>>> Ressurreição de Machado de Assis pela Sociedade (1962)
>>> Levando a Vida Numa Boa de Ernie J. Zelinski pela Sextante (2003)
>>> Corpos Inversos de Rodrigo Noval pela LP-Books (2017)
>>> Parábolas Eternas - Reflexões para enriquecer a vida com sabedoria, alegria e emoção de Legrand pela Soler (2004)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ciranda Cultural / W. Bucb (2007)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Abril Cultural (1981)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ática (1976)
>>> Fundamentos em Ecologia de Colin R. Townsend, Michael Begon e JohnL. Harper pela Artmed (2006)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Zero Hora / Click (1997)
>>> Folhas do Jardim de Morya Livro 2 de Mestre Morya pela Agna Yoga (1973)
>>> O banquete dos sentidos de Lúcia faria Nascimento e Edir Nascimento e Silva pela Bei (1998)
>>> Revista da Faculdade de Direito da FMP nº 06 de Fundação Escola Superior do Ministério Público (org) pela Fmp (2011)
>>> Repartição da renda - pobres e ricos sob o regime militar de Paulo Singer pela Zahar (1986)
>>> O código Da Vinci de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> O Grande Conflito de Ellen G. White pela Casa (2004)
>>> Tropical Sol da Liberdade de Ana Maria Machado pela Nova Fronteira (1988)
>>> Manuscritos do Mar Morto de Adam Blake pela Novo Conceito (2013)
>>> Estudios del Trabajo - nº 37/38 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2009)
>>> Contos de amor rasgados de Marina Colasanti pela Rocco (1986)
>>> Quincas Borga de Machado de Assis pela Tecno Print
>>> Ciranda de pedra de Lygia Fagundes Telles pela José Olympio (1981)
>>> Amplitude 1- Você onde se põe -só para quem quer a verdade de Gasparetto pela Vida E Consciencia (1997)
>>> O que é psicologia de Richard H. Henneman pela José Olympio (1982)
>>> Amar, verbo intransitivo de Mário de Andrade pela Ime (1980)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (2010)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Globo (1997)
>>> Estudios del Trabajo - nº 34 de Asociación Argentina de Especisalistas en Estudios del Trabajo (org) pela Aset (2007)
>>> Magno de Maria Luiza de Queiroz pela José Olympio (2007)
>>> Filhotes de Cube Book pela Sextante (2010)
>>> A extinção do crédito tributário por decurso de prazo de José Hable pela Brasília Jurídica (2004)
>>> Procedimentos Básicos em Microbiologia Clínica de Vários pela Sarvier (2000)
>>> Canine - Feline Nutricion de Vários pela Mosby (2010)
>>> Você é Insubstituível - este livro revela a sua biografia de Augusto Cury pela Sextante (2002)
>>> Da ação cautelar fiscal de Carlos Henrique Abrão pela Universitária de direito (1992)
>>> Adão e Eva Voavam em Atlântida de José Francisco pela Futurama (2013)
>>> O mundo mudou ... bem na minha vez! de Dado Schneider pela Integrare (2013)
>>> Coreção monetária: concordata e créditos fiscais de Eros roberto Grau pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> O Lugar dos Inocentes - A Trilha levava até a entrada dessa clareira de Núbia Moura Ribeiro pela Pensamento (1999)
>>> Memorial de Aires / Ressurreição de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Quincas Borba de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Iaiá Garcia / Helena de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> Esaú e Jacó de Machado de Assis pela Iracema (1975)
>>> A aventura de Miguel Littin clandestino no Chile de Gabriel García Márquez pela Record (1986)
>>> A chave do tamanho de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1950)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 30/11/2004
Comentários
Leitores


se és escritor, basta a pena
parem de falar bobagens! escritor escreve. não importa se tem que trabalhar, fazer o que quer que seja para viver: se for escritor, fatalmente, como forma de manter-se vivo, animicamente, escreve. rilke, embora exagerado, em essência, estava certo: se és escritor, precisas escrever para respirar. o mesmo não se dá, por exemplo, no cinema, o que, apesar disso, não é resolvido com esses milhões que tiram do nosso bolso para essses fatídicos cineastas, que mais fazem cinema por vaidade do que por inclinação pessoal. não é a falta de mercado, a injustiça divina ou a negação ao decúbito ventral que impede que sejamos escritores. o que nos impede de sê-lo é o fato de não o sermos. e se querem ser conhecidos como escritores por digitar esse monte de bobagens que os indigitados de porcelana escrevem, então é de vocês também que estou falando.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por carl
30/11/2004 às
17h07 200.182.146.140
(+) carl no Digestivo...
 
Bush e Exterminador do Futuro
Para quem vive na terra de Bush Jr. e do Exterminador do Futuro, realmente não deve ser muito fácil perceber o que acontece em termos culturais no Brasil (a existência de uma revista dedicada à cultura, p.ex., como é o caso da CULT). Como já diziam os poetas: "ficar de frente para o mar, de costas para o Brasil, não vai fazer deste lugar um bom país"...

[Sobre "Uma revista de cultura no Brasil"]

por Sandro Schlindwein
30/11/2004 às
15h51 150.162.155.31
(+) Sandro Schlindwein no Digestivo...
 
falar do jô: chover no molhado
bom, falar mal do jô soares é chover no molhado, já que é consenso a sua arrogância, limitação, etc. todas as pessoas que conheço que o assistem - onde não me incluo: insônia se resolve com leitura, não com programas de tv ruins, o que apenas os prestigia e os mantêm no ar - têm a mesma opinião de todos aqui. se "celebridades" ou "estrelas" tupiniquins vão ao programa, por prostituição ou ignorância, anuindo sem protestos com a idiotice do gordo - já vemos as frustrações que uma tal condição traz consigo - não diferem muito dele, assim como não se diferem dele os que o prestigiam dando audiência ao programa. preciso dar o conselho? não, né, aí estaria ofendendo vocês. se não entendeu a ironia, assista ao jô. sentir-se-á em casa.

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por carl
30/11/2004 às
16h34 200.182.146.140
(+) carl no Digestivo...
 
uma questão estéril
a matéria começou pretensiosa, cheia de clichês (graal, reincidente no crime, borboletear, exequível), parecia a marta medeiros, mas depois melhorou. quanto às revistas, já temos experiências falidas no mesmo modelo aqui proposto, mas acredito que a bravo, a cult e outras tantas já oxigenam essa "galáxia de gutemberg" (de novo!). quanto ao jovem, não se preocupe, é uma questão estéril e só serve para masturbação. abs.

[Sobre "Uma revista de cultura no Brasil"]

por carl
30/11/2004 às
16h06 200.182.146.140
(+) carl no Digestivo...
 
como sou cheia de mim
Realmente simples! Descubro isso tantas vezes e encubro tantas mais! É que, por mais contraditório do que pareça ser, é difícil enxergar a simplicidade. Talvez nosso cérebro de humano seja complexo demais pra enxergar simplicidades, é preciso muita atenção. Achei tão lindo tudo o que escreveu! O pior é que poderia ter acontecido (estar acontecendo) comigo, talvez a covardia seja maior. Ainda bem. Sobre a parte de monólogos ao invés de diálogos... ah, eu sou assim, tem como reverter isso? É uma vergonha como sou cheia de mim. Ah, eu fui na PUC-PR esse domingo prestar vestibular! Fiquei admirada de saber que você esteve por lá também algum dia! Beijos.

[Sobre "A ponte para as formigas"]

por Marcely
30/11/2004 às
15h41 201.1.43.207
(+) Marcely no Digestivo...
 
A arte existe por prazer!
Existe maior sentido para a vida do que sentir prazer? Já me perguntei muito: qual o sentido da vida? - e quem no mundo não se pergunta alguma vez? - E encontrei a resposta: sentir prazer. E o porquê de sentirmos prazer? Devido à nossa capacidade de percepção biológica e, pense, seria possível o ser humano perpetuar sua espécie se não houvesse prazer? Não me refiro só a sexo. A mesma coisa acontece com a arte: ela existe por prazer! Nós precisamos senti-lo, ela nos proporciona. A arte pra mim nada mais é do que uma forma de expressão, comunicação que o homem tem necessidade. Eu comecei a escrever um livro - se lhe interessar, peça - que dizia isso. O ser humano apareceu daquela forma, apenas sobrevivendo, comendo, existindo. Mas de repente usar peles deixou de servir apenas para aquecer e proteger, os homens começaram a competir qual pele era mais quente, mais bela e logo sua comunicação transpareceu por meio das vestes... A arte da moda. Talvez assim tenha nascido a arte. "Nosso cérebro reage de maneira distinta aos estímulos que recebe", concordo e por isso me oponho a visão "maniqueísta" de que existe arte boa ou ruim. Achei seu texto maravilhoso!

[Sobre "Por que se lê e por que se escreve?"]

por Marcely
30/11/2004 às
15h18 201.1.43.207
(+) Marcely no Digestivo...
 
Revista Cult
Olá Ana, referente ao seu artigo, pergunto: e a Revista Cult, não é esse projeto?

[Sobre "Uma revista de cultura no Brasil"]

por Rafaela
30/11/2004 às
15h01 200.144.11.85
(+) Rafaela no Digestivo...
 
Faltou falar do Lulu Santos!
É isso aí! Finalmente alguém de peso fala a verdade sobre o mala do Jô Soares, esse CÂNCER na nossa cultura!!! Pq a "inteligentsia" da nossa classe média, os formadoresde opinião, só acham que alguém é IN se assîste ao mala do Jô Soares e lê a revista Veja. E o pior: acha que esses dois são os detentores de toda a sabedoria humana! Muito bom, Mário, Agora só falta um outro texto tentando nos explicar por que raios temos que aturar o Lulu Santos! Talvez um antropólogo possa nos dizer!

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por patricia
30/11/2004 às
11h22 201.1.44.10
(+) patricia no Digestivo...
 
Carlinhos Brown
Não sou grande fã de Carlinhos Brown, mas tiro o chapéu (aaaargh!) para ele, numa entrevista com o gordo. Nessa tal entrevista, Jô Soares toda hora tirava um óculos da gaveta e pedia pra Brown usar, tentando ridicularizá-lo. Mas Brown, com sua verborréia característica, não deixava por menos. Botava o óculos na cara e desfiava um monte de "conceitos", "histórias" e acahva "explicações" para usar o tal modelo. Jô ficava totalmente sem graça. Foi uma das melhores entrevistas a que assisti...

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por Beto Freitas
30/11/2004 às
11h17 200.223.57.22
(+) Beto Freitas no Digestivo...
 
Pois é
É, meus amigos leitores, a literatura e as artes em geral são maravilhosas. Inclusive, agora eu sou o-escritor-que-tem-prazer-em-escrever só pela possibilidade de alguém me ler...

[Sobre "Por que se lê e por que se escreve?"]

por Ulisses Marchi
30/11/2004 às
10h11 200.189.112.59
(+) Ulisses Marchi no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A FAMÍLIA MODERNA E A SOLUÇÃO DOS SEUS PROBLEMAS
SÉRGIO COLLINS
BRASILIENSE
(1968)
R$ 7,50



INSPEÇÃO AMBIENTAL IMOBILIÁRIA
FERNANDO COELHO DE CASTRO E ELOIZA LUTERO ALVES
LEUD
(2004)
R$ 30,00



PERIGO ENTRE ESPIÕES, OS MESTRES DA LITERATURA POLICIAL
PETER CHEYNEY
LIVROS DO BRASIL
(1999)
R$ 18,98



AMOR DE PERDIÇÃO
CAMILO CASTELO BRANCO
CIRANDA CULTURAL
(2017)
R$ 9,00



CLÁSSIICOS DA LITERATURA JUVENIL - O CAPITÃO TORMENTA
EMÍLIO SALGARI
ABRIL
(1972)
R$ 7,90



RUI BARBOSA E JOSÉ MARCELINO
MARIA MERCEDES LOPES DE SOUZA
CASA DE RUI BARBOSA
(1950)
R$ 70,00



A REVOLUÇÃO DA DIALETICA
SAMAEL AUN WEOR
AEF
(2015)
R$ 28,00



MACHADO DE ASSIS, MAS ESTE CAPÍTULO NÃO É SÉRIO
FOLHETO
NÃO INFORMADA
R$ 10,00



JULIA ESTRANHA FASCINAÇÃO
LAURA MARTIN
NOVA CULTURAL
R$ 9,00



A VIUVINHA ENCARNAÇAO
JOSE DE ALENCAR
MARTIN CLARET
(2001)
R$ 5,00





busca | avançada
87108 visitas/dia
2,2 milhões/mês