Verdadeira injustiça salarial | Claudia Serretti

busca | avançada
54617 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projetos culturais e acessibilidade em arte-educação em cursos gratuitos
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vale Emprego
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> internet jornalismo revolução
>>> Façam suas apostas
>>> Estômago, com João Miguel
>>> A política brasileira perdeu a agenda
>>> Iniciantes, de Raymond Carver
>>> A Teoria de Tudo
>>> No caso de a Dilma sair, quem assume?
>>> RAVELSTEIN.
Mais Recentes
>>> A Valsa Inacabada de Catherine Clément pela Record (1996)
>>> Como Orar por Seus Filhos de Quin Sherrer pela Vida (2009)
>>> Veredas Sertanejas de José Lins do Rego de Karin Bakke de Araújo pela Todas as Musas
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Atica
>>> Benditos Hormônios! de Dr. J. Ron Eaker pela Graça Editorial (2000)
>>> Nunca Desista de Seus Sonhos de Augusto Cury pela Sextante (2004)
>>> Treasury of Classic Stories de Parragon pela Parragon (2009)
>>> O Fantasma da Máscara de Victor Louis Stutz pela Formato (2001)
>>> Aventuras no Minecraft - a Busca Perigosa de Ciranda Cultural pela Ciranda Cultural (2016)
>>> Mergers and Acquisitions - a Global Tax Guide de John Wiley pela Pricewaterhousecoopers (2006)
>>> Nunca Estamos Sós de Marcelo Cezar pela Vida e Consciencia (2003)
>>> 5 Geração do Marketing Maximarketing II de Stan Rapp e Tom Collins pela Makron Books/ Mcgraw-hill (1991)
>>> Mar Morto de Jorge Amado pela Círculo do Livro
>>> Atendimento Nota 10 de Performance Research Associates pela Sextante (2008)
>>> Tiffany & Company Relógio Livro de Tifanny Timepieces pela Abrams
>>> Biblioteca dos Prêmios Nobel... - o Crime de Sylvestre Bonnard de Anatole France pela Opera Mundi
>>> Na Terra, no Céu, no Mar: Viagens de Aventuras do Caldeirão do Huck de Luciano Huck / Rodrigo Cebrian pela Globo (2007)
>>> Cão de Família de Alexandre Rossi/ Alida Gerger pela Harper Collins Br (2011)
>>> Strategic Management de Joel Podolny; Garth Saloner; Andrea Shepard pela Ie Wiley (2000)
>>> Meu Everest de Luciano Pires pela Giz Editorial (2013)
>>> O Sol Tambem Se Levanta de Ernest Hemingway pela Abril
>>> Como Falar Com os Pais de Alec Greven pela Record (2012)
>>> Dicionário do Lar - II Volume - 20ª Edição de Cláudia Santos pela Logos (1969)
>>> As Mentiras Que os Homens Contam de Luis Fernando Verissimo pela Objetiva (2000)
>>> Terceirização Em Áreas Protegidas: Estímulo ao Ecoturismo no Brasil de Benita Maria Monteiro Mueller Rocktaeschel pela Senac Sp (2006)
COMENTÁRIOS

Domingo, 6/1/2008
Comentários
Leitores


Verdadeira injustiça salarial
Como fã confessa dos enlatados americanos, posso dizer que esta greve está me prejudicando diretamente... Mas é impossível negar a desigualdade "salarial" que atinge qualquer produção holliwoodiana: para mim ainda é inconcebível atores ganharem uma montanha de dinheiro enquanto aqueles que produzem suas falas receberem uma ínfima fração dessa receita. Quando a série "Friends" foi cancelada li um artigo que dizia que cada reprise geraria US$1 milhão para cada um dos 6 amigos. Nada mal, mas uma disparidade incrível quando comparado ao que ganha o roteirista. Indo além, a apresentação do Oscar já estava gradativamente menos interessante nos últimos 10 anos, 2008 pode marcar uma mudança histórica na maneira de premiar os melhores do ano. Que seja... Essa fórmula de quase 80 anos já está dando nos nervos de quem só quer mesmo ver umas caras famosas e reclamar das injustiças no dia seguinte. Adorei o texto Pilar, relevante e inteligente. Até breve!

[Sobre "Entretenimento dá dinheiro, sim!"]

por Claudia Serretti
http://[email protected]
6/1/2008 às
15h17 201.80.147.185
(+) Claudia Serretti no Digestivo...
 
Só escrevo no micro
Depois que tive acesso ao micro abandonei o hábito de escrever no papel. E olha que morro de ciúmes de perder um pensamento ou parte de um texto. Para garantir faço sempre cópias dos meus trabalhos.

[Sobre "O problema do escritor"]

por Gelza Reis Cristo
5/1/2008 às
23h37 201.74.102.209
(+) Gelza Reis Cristo no Digestivo...
 
Os melhores anos de minha vida
Parabéns pelo texto. Ele retrata fielmente a série... Assisti a série pela Cultura nos anos 90, foi a melhor série que já passou na tv; nada de super poderes, apenas a realidade de quem vive no subúrbio. Quem nunca foi Kevin, quem nunca teve Winnie, quem nunca teve um Paul como amigo? Hoje tenho 33 anos e ainda fico emocionado quando encontro pessoas que curtiram Anos Incríveis. Gostaria que meus filhos assistissem também.

[Sobre "Anos Incríveis"]

por Mario
5/1/2008 às
14h49 200.253.192.2
(+) Mario no Digestivo...
 
poesia não é poe$ia
Sim, acho que a poesia deve ser conhecida, mas não assim, como mercadoria ou produto. Por que ficar atrelado ao mercado editorial, número de vendas, livros, etc? Não há outro meio? E por acaso a luta deixou de ser a individual para ser uma corrida por postos nos mais vendidos? Aliás, tentar viver de poesia? Como se fosse trabalho e gerasse honorário? Tenha dó, viva a poesia da vida...

[Sobre "Bate-papo com Rodrigo Capella"]

por Marcelo A.
http://constelacaopoente.blogspot.com
5/1/2008 às
14h10 201.92.231.87
(+) Marcelo A. no Digestivo...
 
Percepções de uma brasileira
Talvez por ser um texto adaptado, não consegui perceber claramente o aspecto de brasilianização específica do Brasil, embora soe como pleonasmo. O que o autor colocou foi uma série de informações e comportamentos que abrangem o mundo todo, usando o carnaval como referência. Mas o carnaval não é exclusivo do Brasil e o que pude deduzir do texto é que o mundo quase que caminha em uma mesma direção, as elites comandam, o povo às vezes usufrui ora como espectador, ora como sujeitos, em alguns momentos. A questão antropológica que permeia todo o texto é mais uma constatação do que propriamente uma nova abordagem. Nesse contexto, não dá pra diferenciar o Brasil, ou as elites do Brasil, de outras partes do mundo. O termo usado talvez não seja adequado, aliás é um pouco forçado. Provavelmente, posso estar equivocada, mas é o que pude perceber.

[Sobre "A Brasilianização do Mundo"]

por Adriana Godoy
4/1/2008 às
20h39 201.58.145.93
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
Emoção é a alma da literatura
Uma literatura universal se faz com sentimento e alma, com a abordagem das grandes questões humanas, com pensamentos e reflexões que afetem os homens em qualquer lugar do mundo, mesmo que a história seja territorializada. O texto precisa fazer emergir a complexidade humana, não por acaso, mas por conhecimento e domínio do autor em relação aos temas e à forma de fazê-los chegar do modo certo aos leitores, com graciosidade, encanto, ou crueza, horror, sempre na intensidade adequada pra mexer com quem lê e com coerência nas emoções transmitidas: a leitura nos tornará mais leves, ou mais fortes, ou mais espertos, ou mais ricos em conhecimentos, mas nos acrescentará alguma coisa, nos transformará mesmo sem percebermos. É essa a função da boa literatura, usar o poder de transformar os que entram em contato com ela. Ainda não li o livro Reparação, apesar de já ter ouvido falar bastante sobre ele; seu texto me fez sentir vontade de enfim conhecer o que ele possui de bom.

[Sobre "O que aprender com Ian McEwan"]

por Cristina Sampaio
http://www.minhasvozes.blogspot.com
4/1/2008 às
13h12 189.70.156.4
(+) Cristina Sampaio no Digestivo...
 
Preconceito e fundamentalismo
Ao delinear seu conceito assombradiço da brasilianização do mundo, o nobre cronista fundamentou-se na tese simplista do culto ao corpo e do carnaval, como se estes não fossem elementos residuais de culturas europeizantes como as saturnais e afins. Ademais, buscar conceitos antropológicos baseados nos costumes de uma minoria - a elite -, desconsiderando uma maioria que constrói um país digno é fácil... Conheça, caro ensaísta, o país real que luta para se livrar de insanidades colonialistas e fundamentalistas.

[Sobre "A Brasilianização do Mundo"]

por Antônio P. Andrade
4/1/2008 às
11h20 201.58.112.155
(+) Antônio P. Andrade no Digestivo...
 
Pé na bunda dessa sociedade
Nossa, Mário, você deu um "pé na bunda" dessa sociedade hipócrita com a sua opinião. Parece até que era eu que estava "chutando". Sempre estive longe dos ideais, do estilo, das opiniões desses hipócritas. Me sentia excluída durante os tempos de escola, mas hoje sinto alívio por não ter sido uma idiota como eles.

[Sobre "Outsider: quem não se enquadra"]

por Juliana Veras Guedes
4/1/2008 às
10h58 189.52.28.2
(+) Juliana Veras Guedes no Digestivo...
 
Quero ser jornalista cultural
Eu tenho um blog, leio diariamente textos de internet e pretendo ser jornalista cultural. Graças à pouca idade que tenho só comecei a ler textos culturais há pouco tempo (3 anos, sei lá...). Não acho o jornalismo cultural de jornais (Estado de S. Paulo) superficial, mas o de revistas semanais (Veja) costuma ser beeem pobrezinho, principalmente se tratando de cinema (Transformers seria cinema?).

[Sobre "O jornalismo cultural no Brasil"]

por Cris A.
http://desenha-meumcarneiro.blogspot.com/
3/1/2008 às
20h34 201.1.24.42
(+) Cris A. no Digestivo...
 
no Brasil é 8 ou 80
Ao contrário do que muitos disseram, as perguntas do Julio, além de algumas vezes perdidas na ânsia de dar sua própria opinião, eram um bocado auto-indulgentes... talvez seja isto a razão das respostas lacônicas e evasivas do DM. Está claro que a entrevista foi feita por e-mail (não consigo imaginar que este monólogo do entrevistador foi ao vivo). Mas numa coisa eu concordo com o Julio, no Brasil ou é oito ou oitenta e isso está bem claro nessa caixa de comentários.

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por Wellington Almeida
http://imigrantesofre.blogspot.com
3/1/2008 às
15h52 81.84.254.249
(+) Wellington Almeida no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Coisas Deste e Doutro Mundo
Celso Martins / Aureliano Alves Netto
Universalista
(1995)



Novo Regime Demográfico:uma Nova Relação Entre População e Desenv.?
Ana Amélia Camarano(organizadora)
Ipea
(2014)



Série Curiosidade Segunda Guerra Mundial
Marcia Abreu
Escala



A Baleia Branca
Herman Melville
Companhia das Letras
(1998)



Alegria e Felicidade a Experiência do Processo Liberador Em Espinosa
Marcos Ferreira de Paula
Edsup



Doces Momentos
Danielle Steel
Record
(1988)



Blade a Lâmina do Imortal - Nº 08
Hiroaki Samura
Conrad
(2004)



Galinha - Produção de Ovos
Tadeu Cotta
Aprenda Fácil
(2002)



O ponto de mutação
Fritjof Capra
Cultrix
(2022)



História da Literatura Latina
Ettore Paratore
Sansoni Firenze
(1983)





busca | avançada
54617 visitas/dia
1,8 milhão/mês