Melhor que gastar muito | Edna Campinho

busca | avançada
49395 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Bossa Nova Mall homenageia músicos brasileiros com a programação especial Cantos e Encantos do Brasi
>>> SESC CARMO REALIZA CICLO DE OFICINAS VIRTUAIS SOBRE DIREITOS SOCIAIS E PRIMEIRA INFÂNCIA
>>> Tiras da Niara viram livro
>>> “Relatos da Era Digital”: novo álbum celebra a cultura sound system
>>> Abertas as Inscrições para a Oficina Conteúdo Audiovisual Infantil e Infantojuvenil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho (1947-2022)
>>> Maradona, a série
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Suplemento Literário 50 anos
>>> Cegueira
>>> Blog da Petrobras como Napster
>>> Menos fé e mais razão
>>> Aluga-se um escritório
>>> Para gostar de ler
>>> A resistência é vermelha
>>> Wear Sunscreen
>>> Millôr no IMS Paulista
>>> Uma história da Chilli Beans
Mais Recentes
>>> Rumo ao Sucesso de Jorge Consedey pela Rumo (1999)
>>> Mad Nº 79 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Razão e sensibilidade / Orgulho e preconceito / Persuasão de Jane Austen pela Martin Claret (2019)
>>> Mad Nº 78 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 77 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 76 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Três Faces do Ontem de Três Faces do Ontem pela Dulce Leal de Souza (1967)
>>> Mad Nº 72 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mad Nº 71 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Descentralización y Planificación de La Educación de Carlos N. Malpica Faustor pela Unesco (1994)
>>> Grande sertão: Veredas de João Guimarães Rosa pela Companhia das letras (2019)
>>> Mad Nº 70 de Vários Autores pela Record (1991)
>>> Mansfield Park, Emma, A Abadia de Northanger de Jane Austen pela Martin Claret (2015)
>>> Mad Nº 69 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Histórias e prática do Hebeas-Corpus de Pontes de Miranda pela José Konfino (1951)
>>> Mad Nº 67 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Roosevelt e Hopkins de Robert E. Sherwood pela Nova Fronteira (1998)
>>> A Porta de Magda Szabó pela Intrínseca (2021)
>>> Mad Nº 65 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Preconceito linguístico: O que é, como se faz de Marcos Bagno pela Loyola (1999)
>>> Preconceito linguístico: O que é, como se faz de Marcos Bagno pela Loyola (1999)
>>> Mad Nº 64 de Vários Autores pela Record (1990)
>>> Gestão de Contratos Em Regime de Consórcio de Paulo Matos pela Mazz (2011)
>>> Amar ou depender? de Walter Riso pela L&PM pocket (2018)
>>> L'Architettura in oltre 200 catalochi- CD de Vários autores pela Eletronica
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 5/8/2008
Comentários
Leitores


Melhor que gastar muito
Claro que leria, apesar de ser mais gostoso ter um livro nas mãos e manusear as suas folhas. Mas o progresso veio para nos proporcionar a chance de ter ao nosso alcance muitas publicações sem gastar muito. [Salvador - BA]

[Sobre "Promoção Um Sol e Dois Olhos Âmbar"]

por Edna Campinho
5/8/2008 às
09h34 189.12.4.54
(+) Edna Campinho no Digestivo...
 
formas de (re)ler
É inevitável nos adaptarmos. Estranho no começo. Cansativo na metade. Fabuloso nas possibilidades. O crescimento do e-book (esperemos interfaces amigáveis) permitirá exercícios artísticos diversos, penso eu. Talvez o leitor participe deles, inclusive. Novas formas de (re)ler mundos. [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Um Sol e Dois Olhos Âmbar"]

por Reges Schwaab
5/8/2008 às
09h34 201.40.151.33
(+) Reges Schwaab no Digestivo...
 
Pra examinar antes de comprar
Acho uma forma democrática de disseminar cultura, livros difíceis de serem achados ou livros que gostaria de examinar com mais atenção antes da aquisição. Desse modo, costumo consultá-los, ler alguns parágrafos, alguns capí­tulos e, caso o livro me desperte maior atenção, prefiro comprar e ler o livro em papel. A disponibilidade de ter o livro nas mãos, levar para onde quiser, colocar na bolsa, ler no ônibus, na fila, poder virar suas páginas... É uma sensação intransferí­vel. Assim, acho válido como divulgação e apreciação. [João Pessoa - PB]

[Sobre "Promoção Um Sol e Dois Olhos Âmbar"]

por Maria da Conceição
5/8/2008 às
09h33 189.71.18.182
(+) Maria da Conceição no Digestivo...
 
dualidade e ambivalência
Penso que essa influência se dá pela dualidade, pela ambivalência, em dois pontos. O primeiro, a determinação oriental no trabalho, no crescimento e na excelência que fascinam a muitos, do mesmo modo que fascina seu pioneirismo milenar em muitos aspectos, nas invenções, por exemplo. O segundo, nos aspectos que envolvem a filosofia de vida, o lado espiritual, de grande apelo aos olhos ocidentais sedentos por possibilidades de maior realização nesta esfera. Na visão de mundo oriental é possí­vel encontrar novas e interessantes maneiras de se pensar no mundo. [Porto Alegre - RS]

[Sobre "Promoção Anne Cheng na Bienal"]

por Reges Schwaab
5/8/2008 às
09h32 201.40.151.33
(+) Reges Schwaab no Digestivo...
 
A arte da guerra
"A arte da guerra" foi um dos maiores livros de pensamentos que a cultura oridental nos proporcionou, pois influenciou diversas áreas, principalmente a administração estratégica, além de ter fornecedo uma visão diferenciada de como pensar antes de agir, que sempre é melhor do que atacar antes de pensar. [Curitiba - PR]

[Sobre "Promoção Anne Cheng na Bienal"]

por larice ferreira
5/8/2008 às
09h31 201.86.6.50
(+) larice ferreira no Digestivo...
 
a tecnologia oriental
penso que a tecnologia desenvolvida no oriente é o que mais se aproxima da realidade ocidental, aliás, existe até uma certa dependência dela por este lado dos trópicos [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Anne Cheng na Bienal"]

por ed santos
5/8/2008 às
09h30 200.144.75.5
(+) ed santos no Digestivo...
 
a crença na reencarnação
Estou convicta de que é a crença na reencarnação, e sua filosofia, através da difusão das artes marciais, além dos livros que nos chegam, como "A arte da guerra", e outros, além dos conceitos da Medicina Chinesa (acunputura etc.). [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Anne Cheng na Bienal"]

por Cleide Mourão
5/8/2008 às
09h30 189.69.18.190
(+) Cleide Mourão no Digestivo...
 
Ocidente ciente
O Ocidente nunca esteve tão ciente das filosofias e práticas medicinais e espirituais de tradição milenar do Oriente. Os benefí­cios advindos disso são inúmeros, seja na medicina, seja na área comportamental. É o congraçamento resultante de aventurar-se conhecer o mundo, em toda sua contingência de diversidades. O homem do futuro é o homem holístico. [Cascavel - PR]

[Sobre "Promoção Anne Cheng na Bienal"]

por Tere Tavares
5/8/2008 às
09h29 200.181.198.140
(+) Tere Tavares no Digestivo...
 
Herói sem caráter só na ficção
Isto é que é uma matéria bem feita a respeito de "Macunaíma", hein, Miguel?! Mas veja bem, pessoal, não confundam a personagem literária com a vida real. Ele é apenas um herói sem caráter no sentido literário. Não vão sair aí tentando imitá-lo, para atingir semelhante glória nacional. Ser um herói sem caráter só fica bom na ficção, apesar de muitos já terem conquistado metade das qualidades do ídolo.

[Sobre "Macunaíma, de Mário de Andrade"]

por mauro judice
http://www.gizeditorial.com.br/maurojudice
4/8/2008 às
23h23 201.93.70.110
(+) mauro judice no Digestivo...
 
Ler, eu leria, mas...
Ler eu leria, em um caso de necessidade financeira ou de disponibilidade, mas, se pudesse, imprimiria. O principal problema do e-book é que ler algo mais extenso na tela do computador é um saco. Outra vantagem do livro impresso é que podemos lê-lo da forma que quisermos: na praia, na rede, na cama, no sofá, no ônibus, no metrô, na fila do banco, na sala de espera do dentista, enfim, onde quisermos. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Um Sol e Dois Olhos Âmbar"]

por Fernando Lima
4/8/2008 às
16h06 143.107.81.133
(+) Fernando Lima no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ivanhoé (Literatura Escocesa/Britânica)
Walter Scott
Nova Cultural
(2003)



Quase Noite
Alice Sebold
Agir
(2008)



Hotel Glória um Tributo à era Tapajós
Maria Clara Pereira dos Santos Tapajós
3r Studio
(2009)



Suando em Bicas
Regina Lunkes Diehl
Nobel
(2004)



Teoria Geral da Administração - Aplicação e Resultados... -
Luis César G. de Araujo
Atlas
(2014)



Fire in the Forest
Eduardo Amos e Elisabeth Prescher e Ernesto Pasqua
Moderna
(2000)



Diários do vampiro: Reunião sombria (Vol. 4)
L J Smith
Record Galera
(2010)



Sugestões para Natal de Artesana- Seu Lar Em Festa
Sara Tamayo de Gibelli
Aggs



A Arte de fazer Artes - Como escrever histórias para crianças e adolescentes
Glória Pondé
Nórdica
(1985)



Calunga um Dedinho de Prosa
Luiz Antonio Gasparetto
Vida & Consciência
(1997)





busca | avançada
49395 visitas/dia
1,9 milhão/mês