O artista e seu jeito | Silvana do Carmo

busca | avançada
67999 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Teatro Sérgio Cardoso recebe As Conchambranças de Quaderna de Ariano Suassuna
>>> “Meus bichos do sertão”, da artista mineira Maria Lira, em exposição na AM Galeria
>>> Maurício Limeira fará parte do DICIONÁRIO DO PROFUNDO, da Ao Vento Editorial
>>> Longa documental retrata música e territorialidade quilombola
>>> De Priscila Prade, Exposição Corpo em Quarentena abre dia 4/10
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
Blogueiros
Mais Recentes
>>> FLIPS
>>> Digestivo no Podcrer
>>> Casamento atrás da porta
>>> Aida, com Lorin Maazel e a Symphonica Toscanini
>>> 10º Búzios Jazz & Blues III
>>> A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb
>>> Tubo de Ensaio
>>> Caso Richthofen: uma história de amor
>>> Lei do Sexagenário
>>> Desglobalização
Mais Recentes
>>> O negócio dos livros: Como grandes corporações decidem o que você lê de André Schiffrin pela Casa da Palavra (2006)
>>> Jesus Cristo Veio na Carne é de Deus de Centro Bíblico Verbo pela Paulus (2019)
>>> Inexistência da Doença de Masaharu Taniguchi pela Seicho-no-ei (2015)
>>> Jesus a Vida Completa de Juanribe Pagliarin pela Bless Press (2012)
>>> Poemas para Ler na Escola de João Cabral de Melo Neto pela Objetiva (2010)
>>> O Juiz do Turbante Dourado e a Senhora das Agulhas de Francisco Fernandes de Araújo pela Pontes (2007)
>>> Juntando as Peças Liderança na Prática de Maércio Rezende pela Saint Paul (2010)
>>> Kundu de Morris West pela RioGráfica (1986)
>>> O Livro da Saúde - Enciclopédia Médica Familiar de Benjamin F. Miller pela Seleções (1976)
>>> After the Fall de Arthur Miller pela Bantam Books (1967)
>>> João Sendo João de João Guilherme pela Planeta (2016)
>>> Juquinha, Eterno de Fabiano Candido pela Autografia (2018)
>>> Josué e a Vida Depois da Virgula de Delcio O. Meireles pela Imprensa da Fé
>>> A Jornada - Devocionário de Vários Colaboradores pela Ed. Z3 (2010)
>>> A Jornada - Sabedoria e Cuidado de Deus Capa de Ricardo Agreste da Silva pela Zz3 (2014)
>>> Percy Jackson - Ladrão de Raios de Rick Riordan pela Intrinseca (2008)
>>> The Adventures of Tom Sawyer de Mark Twain pela Oxford Bookworms (2008)
>>> O fim dos tempos de Thomas M Campion pela Arqueiro (2019)
>>> Tex Coleção 471 - Morte no Rio de G. L. Bonelli pela Mythos (2013)
>>> Tex 386 de Bonelli pela Mythos (2015)
>>> Tex o Pueblo Escondido de G. L. Bonelli - A. Galleppini pela Mythos (2015)
>>> Dragon Ball Nº 13 de Akira Toriyama pela Panini (2012)
>>> Aventura no Império do Sol de Silvia Cintra Franco pela Ática (1989)
>>> Um Rosto no Computador de Marcos Rey pela Ática (1994)
>>> Um inimigo em cada esquina de Raul Drewnick pela Ática (2001)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 21/7/2009
Comentários
Leitores


O artista e seu jeito
Sim, porque a arte não existiria sem o artista, sua vivência, seus amores, suas dores, sua singularidade, sua maneira particular de se expressar. [Curitiba - PR]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Silvana do Carmo
21/7/2009 às
08h58 201.22.48.86
(+) Silvana do Carmo no Digestivo...
 
Uma grande revelação
Quando pequena sempre ouvia histórias. Papai gostava de lê-las para nós e mamãe de contá-las. Cresci, casei-me e quando meu caçula estava com seis anos fui fazer Magistério, e depois de sete anos fiz Letras... Como já era difícil conseguir aulas naquela época, eu dava aulas como eventual. E eu gostava de ler algum texto e trabalhar sempre dentro de um contexto. Um dia, li uma das histórias de Malba Tahan para uma turma do primeiro ano do Ensino Médio. Qual não foi a minha surpresa, no final da aula, ao receber uma carta de um dos alunos relatando que eu havia realizado um sonho dele, pois desde a infância nunca ninguém havia lido uma história para ele. Confesso que fiquei muito emocionada e aquilo me deu forças para continuar lutando contra os obstáculos da minha carreira... Hoje sou efetiva na Rede Estadual de Ensino, na disciplina de Língua Portuguesa e continuo lendo muitas histórias para meus alunos e desenvolvendo projetos de leitura...

[Sobre "Projetando um leitor"]

por Cátia Lopes Ribeiro
http://www.profcatia.wordpress.com
20/7/2009 às
16h04 201.27.73.96
(+) Cátia Lopes Ribeiro no Digestivo...
 
A alma do artista
Sim. Porque a arte é a alma do artista. Um só ganha sentido com a existência do outro. [Joinville - SC]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Stella Bousfield
20/7/2009 às
14h07 189.58.114.40
(+) Stella Bousfield no Digestivo...
 
Justificando obras
Sim, porque a vida do artista pode justificar suas obras. Um dos exemplos, para mim, é a vida e a obra da pintora mexicana Frida Kahlo, suas obras refletiram a vida dela: o acidente que deixou sequelas em seu corpo, os abortos pelos quais passou, o amor por Diego Rivera... tudo isso se transformou em quadros admirados pelo mundo. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Aline Melo
20/7/2009 às
14h07 200.173.12.210
(+) Aline Melo no Digestivo...
 
Reflete o que somos
Sim, pois tudo aquilo que construí­mos reflete o que somos, o que pensamos, o que acreditamos. Portanto, é impossí­vel dissociar uma obra de arte do artista que a concebeu, já que sua biografia certamente terá polido todas as suas criações. [Poços de Caldas - MG]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Christiane Steiger
20/7/2009 às
14h06 200.195.60.13
(+) Christiane Steiger no Digestivo...
 
Um fruto de seu tempo
Me interesso mais pela arte que pelo artista, porque mesmo que a trajetória pessoal seja importante, qualquer produção humana é acima de tudo fruto de seu tempo, mais do que uma impressão de caracterí­sticas pessoais. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Pedro Sibahi
20/7/2009 às
14h06 189.8.88.66
(+) Pedro Sibahi no Digestivo...
 
Sou mais o artista
Eu me interesso muito mais pelo artista, pois toda a sua história de vida com pontos fortes e fracos influenciam a obra. As vitórias e, principalmente, as quedas vertiginosas criam oportunidades que, inconscientemente ou não, são passadas para a obra tornando-a resultado de um processo muito mais complexo e interessante. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Fernanda Balieiro
20/7/2009 às
14h05 189.100.32.141
(+) Fernanda Balieiro no Digestivo...
 
O autor e sua vida
Sim, pois a partir do momento que nos interessamos pela arte, a curiosidade sobre a pessoa do autor e sua vida é inevitável. [São Paulo - SP]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Maria Pires
20/7/2009 às
10h00 201.26.53.227
(+) Maria Pires no Digestivo...
 
A expressão do artista
Porque a arte é a expressão do artista: seu jeito de ser, viver, criar, sentir e fazer. Porque o artista escolhe a forma de expressão a partir do seu olhar, do seu gosto, de suas paixões e de seus desejos. Assim, arte e artista são únicos, são unos, são um todo - e na literatura o limite entre o criador e a sua obra é uma questão de ler as entrelinhas. [Ilhéus - BA]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Bete Salgado
20/7/2009 às
09h57 189.104.176.173
(+) Bete Salgado no Digestivo...
 
Primeiro vê-se a Arte
Sim... Acho difícil considerar os dois conceitos separadamente. Se alguém é chamado de "artista" é porque esse alguém faz alguma "arte". E aí a palavra "interesse" na pergunta se desenvolve através do conhecimento do conjunto Arte & Artista. A grande maioria das pessoas chega a esse conjunto através do caminho Arte -> Artista. Primeiro vê-se a Arte, e o interesse por ela leva ao conhecimento do Artista, chegando-se ao conjunto. Uma minoria (praticamente a família do Artista, e talvez uns amigos mais chegados) conhece o Artista primeiro, e através dele(a) chega até a Arte, e, assim, ao conjunto. Obrigado pela oportunidade de comentar. Claudio Spiguel. [Miami, Flórida - USA]

[Sobre "Promoção Testamento de Rilke"]

por Claudio Spiguel
20/7/2009 às
09h56 74.236.31.165
(+) Claudio Spiguel no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Como Falar Com um Viúvo
Jonathan Tropper
Sextante
(2010)



Esslinger Heimatbuch Tel I
Dorothee Bayer
H. Th. Schmidt
(1982)



Cronicas da Vida Lindeira of People and Dams Bilingue
Ignácio de Loyola Brandão
Dba
(2001)



Cordel Expedito Sebastião da Silva
Martine Kunz
Hedra
(2000)



Próximo Destino Marte
Marina Vigial
Panda Books
(2005)



Alegria a Mágica de Viver
Sarah Kilimanjaro
Vôo Livre
(2000)



Direito Internacional Privado - Vade-mécum
Jacob Dolinger e Carmen Tiburcio
Renovar
(2002)



Grandes Civilizações do Passado: Terra de Faraós
Diversos
Folio
(2007)



O caçador de pipas
Khaled Hosseini
Nova Fronteira
(2005)



Direito Internacional Leituras
Cláudio Finkelstein
Atlas
(2009)





busca | avançada
67999 visitas/dia
2,2 milhões/mês