Tente de novo | Alexandre Soares

busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Animismo
>>> E Éramos Todos Thunderbirds
>>> Lares & Lugares
>>> Arco da Crise
>>> 24 Horas: os medos e a fragilidade da América
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> Precisa-se de empregada feia. Bem feia.
>>> I won’t dance, don’t ask me
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Fui pra Cuba
Mais Recentes
>>> Shalimar, o equilibrista de Salman Rushdie pela Companhia das letras (2005)
>>> Canhões de agosto de Barbara W. Tuchman pela Objetiva (1994)
>>> Vínculos do fogo de Alberto Dines pela Companhia das letras (1992)
>>> Massa e poder de Elias Canetti pela Melhoramentos (1983)
>>> Auto de fé de Elias Canetti pela Nova Fronteira (1982)
>>> Foco inicial de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (2002)
>>> Lavoura de corpos de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (1998)
>>> Contágio criminoso de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (2001)
>>> Post-Mortem de Patricia D. Cornwell pela Companhia das letras (1999)
>>> Revolta e revolução - Cinquenta anos depois de José Joffily pela Paz e Terra (1979)
>>> Os deuses da guerra de John Toland pela Francisco Alves (1991)
>>> A feiticeira de Florença de Salman Rushdie pela Companhia das letras (2008)
>>> Pareça Mais Jovem, Viva Mais Tempo de Gayelord Hauser pela José Olympio (1984)
>>> Cangaceiros e fanáticos de Rui Facó pela Civilização Brasileira (1983)
>>> O Poder para Perdoar de Reinhard Hirtler pela Cultura do Reino (2020)
>>> Inferno em Sobibor - A tragédia de um adolescente judeu de Stanislaw Szmajzner pela Bloch (1979)
>>> Diario - Segundo volume (1927-1941) de Virginia Woolf pela Bertrand (1985)
>>> Diario - Primeiro volume (1915-1926) de Virginia Woolf pela Bertrand (1985)
>>> O Poder do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2002)
>>> Conversa na catedral de Mario Vargas Llosa pela Círculo do livro (1969)
>>> O Poder Total do Subconsciente de Sidney de Moraes pela Escola de Parapsicologia
>>> Senhor, Eu Preciso de um Milagre de Benny Hinn pela Holy Bible (2010)
>>> Sem olhos em Gaza de Aldous Huxley pela Círculo do livro
>>> Em nome de Salomé de Julia Alvarez pela Rocco (2003)
>>> O Poder da Magia - Coleção O Poder do Poder de Vários Autores pela Martin Claret (1995)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 27/11/2002
Comentários
Leitores


Tente de novo
Vamos fazer o seguinte, Flamarion. Tente mais uma vez. Se não conseguir, mande a mensagem para mim, que eu a coloco aqui. Mas uma dica: experimente clicar no botão de "Enviar" duas vezes. Um abraço - Alexandre Soares.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Alexandre Soares
27/11/2002 às
03h47 200.207.125.11
(+) Alexandre Soares no Digestivo...
 
Ai, que preguiça ...
Eu já havia pensado sobre isso, mas achei que fosse maluquice minha, acredita? Hahaha! Bom saber que também há outras pessoas compartilhando deste ponto de vista. Fico feliz. Excetuando-se alguns itens do texto, o restante está em perfeita sincronia com meu ponto de vista. Parabéns, Eduardo. Porém, não estamos na Argentina, tampouco na Patagônia. Nosso país é o Brasil e apenas concluir o óbvio no conforto de nosso teto não é o bastante para tornar o ar mais respirável, se é que me entende. Abraços.

[Sobre "Uma verdade incômoda"]

por Fabiana
27/11/2002 à
01h33 200.171.251.170
(+) Fabiana no Digestivo...
 
Terminando.
DE VOLTA AO COMEÇO: Meu Caro, Rafa ou Frank, seja lá quem for. Em ÚLTIMO lugar, não precisa sair em defesa de Clarissa,pois ela me mandando um e-mail, o que achei muito gentil da parte dela e parece que tudo não passou de um mal- entendido.

[Sobre "Dirty Dancing - Ritmo Quente"]

por Jorge
27/11/2002 à
01h17 200.153.112.215
(+) Jorge no Digestivo...
 
Flores para los muertos.
Apesar do primitivismo de sua linguagem, ao usar gírias como “Manézão”, ‘babacas”e “super futuro pela frente” (sic), e contando com a vantagem de eu ser uma pessoa que não costuma bater em cachorro morto; mesmo assim sinto-me na necessidade de responder ao seu comentário. O seu comentário é um tanto quanto difícil de se entender, devido a falta de rumo que o norteia...mas seu categórico pedido de suicídio e ajuda, quem sabe um homicídio seu, coisa que não duvido...fico pensando no que seria das pessoas que discordam de você se ao invés de um teclado você tivesse uma metralhadora nas mãos. Seu eu me suicidasse, estaria provocando o imediato futuro e por isso transcendendo uma lei lógica, que diz que cada coisa deve ocorrer no seu devido tempo. A morte como fim à discussão nos lembra o Nazismo. Assim, o que eu tenho que ver com você? Conseguiu me entender? Estamos fora do mesmo circulo de discussão, deixo que os algozes e as atrocidades do mundo moderno, fique nas mãos de Adolf Hitler, e dos mais recentes fatos que pululam diante de nossos olhos quando ligamos a televisão ou abrimos os jornais. Digestivo Cultural: o que tem se por cultura? O enobrecimento da alma, a riqueza do espírito, a busca do conhecimento e isso só ocorre quando há discussão. Sem discussão só existe o primarismo; algo que me ocorreu ao ler suas mau traçadas letras. Você não evoluiu, não que eu esteja chamando-o de símio, mas sim que você é um ser primário, que tem por objetivo eliminar a discussão da sociedade; contudo você não está só, não, milhares de pessoas estão tentando em milhares de lugares no mundo terminar com a discussão, com a dialética e o debate. Talvez você se desse bem no Iraque. Ou em outro qualquer país onde a liberdade de expressão é proibida. Ainda bem que a juventude desistiu de tomar o poder. A nossa juventude, não generalizando obviamente, está atualmente preocupada em tomar o porrete e tirar da frente quem os incomoda. Como diria Machado de Assis, lembra-se dele? “Ao vencedor, as batatas” Sua voz ou e-mail, soa-me como um rádio fora de freqüência, não consigo te ouvir, te entender? Entendeu? ENTENDEU????E T N D U ?? N E N D ?? E N D. end. "There is no conversation more boring than the one where everybody agrees." - Michel de Montaigne

[Sobre "Dirty Dancing - Ritmo Quente"]

por Jorge
27/11/2002 à
01h13 200.153.112.215
(+) Jorge no Digestivo...
 
Virgula
creio que faltou uma virgula depois do Flamarion.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Antonio
26/11/2002 às
23h47 152.163.189.71
(+) Antonio no Digestivo...
 
diretores da Petrobras
Ate agora o comentario #95, do Flamarion foi o que mais se aproximou do que realmente era o Francis.Que o digam os diretores da Petrobras.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Antonio
26/11/2002 às
23h44 152.163.189.71
(+) Antonio no Digestivo...
 
A origem dos erros
Caro senhor Hayek Para se informar, o Paulo Francis não era confiável. Ele era uma pessoa muito charmosa, que encantava se exibindo, e um homem inteligentíssimo e dedicado a alta cultura - coisa que não há na imprensa brasileira. Por isso Paulo Francis, na hora de informar, era muitas vezes leviano, negligente, snobe e desinteressado de conferir suas informações, ou de fazer pesquisas por conta própria. Ele tinha muitos preconceitos contra a classe política, e quando as informações confirmavam seus preconceitos ele não se dava ao trabalho de checá-las. Por outro lado, ele não gostava de comentar a política brasileira, e muitas vezes parecia querer se livrar do assunto, quando escrevia. Essas coisas reais prejudicaram e muito seu trabalho. Há que se considerar ainda que muitos brasileiros não sabiam realmente do que Paulo Francis falava, e portanto ele não tinha que temer cobranças, o que lhe permitia agir irresponsavelmente ( o Olie vai pelo mesmo caminho. Daqui a alguns anos, se ele ainda tiver uma coluna no Globo, o que é duvidoso, veremos uma mancada atrás da outra... ). Já disse e repito: o prestígio de Paulo Francis é uma prova do mal estado da cultura brasileira ( bem que Paulo Francis lutou contra isso. Ele sabia que não merecia o destaque todo que tinha... ). Até aqui, para explicar o que eu penso ter sido a origem dos erros do Paulo Francis. Agora, vamos aos erros.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Flamarion Daia Junio
26/11/2002 às
23h17 200.103.45.232
(+) Flamarion Daia Junio no Digestivo...
 
Cioran e Benjamin
Estimada Maria João (#7), obrigado por Cioran e Benjamin. Eu não mereço tanto. Um abraço especial, Julio

[Sobre "Ausência de espírito: presença de corpo"]

por Julio Daio Borges
26/11/2002 às
20h05 200.174.41.156
(+) Julio Daio Borges no Digestivo...
 
informações falsas
Flamarion, no meio do Guerra e Paz II que você escreveu aqui neste forum, encontrei a segunte afirmação: "Na verdade, quase tudo que o Paulo Francis informava era falso." Comentei com o Paulo Francis, que riu a bandeiras despregadas e expressou o desejo de reler cada uma dessas informações falsas. Você poderia fazer a enorme gentileza de publicar neste forum uma lista com elas?

[Sobre "Filhos de Francis"]

por F. A. Hayek
26/11/2002 às
15h58 200.161.214.53
(+) F. A. Hayek no Digestivo...
 
Tem pessoas babacas com P.C.
Viva Glauber! Pois Boçal é isso! Como uma pessoa com sua razão normal pode vibrar com uma bamba desta. Não estou falando de "Dirty Dancing" Sim deste Jorge Manézão que tem orgasmos quando ve Glauber. Uma Dica de Amigo " Cara se mata" faça um bem a humanidade. Vc não tem o bom gosto e o porte da Clarissa para falar de filmes. Dirty Dancing é um classíco. Não me escreve [email protected] Opps! se precisar de ajuda para se matar me procure seu IDIOTA!! Manda Clarissa pessoas do seu porte tem um Super futuro pela frente.

[Sobre "Dirty Dancing - Ritmo Quente"]

por Frank L.Smith
26/11/2002 às
15h50 200.158.200.96
(+) Frank L.Smith no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Encontro Com o Milagroso - 1ª Edição
Girard Haven
Pensamento
(2001)



O Segredo Bem Guardado
Marcia Frederico
Edc
(2000)



Damião, o Leproso
John Farrow
Quadrante
(1995)



A Mulher de uma Noite
Alfred Machard
Civilização Brasileira S/a
(1939)



Bourgogne les Chemins Du Coeur
Jean François Bazin
Nathan
(1990)



Hepatology a Clinical Textbook
Stefan Mauss
Flying
(2010)



Guia Addresses da 3ª Idadde
Denise Pinheiro e Luiza Pinheiro
Addresses
(2009)



O Padrão Humi as Orientações dos Mestres Volume 1
Servidores Humi
Oafe
(1992)



Frei Bolinha, Companheiro de São Francisco-uma Historia de Boa Vontade
Sergio Lapastina
Mercuryo
(2003)



Advanced English 1
Education First Ef
Signum Internacional
(2009)





busca | avançada
54198 visitas/dia
2,2 milhões/mês