Uma Nação Obtusa | Carlo Buzzatti

busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Poeira, pra que te quero?
>>> Mehmari: 150 anos de Nazareth
>>> Ser intelectual dói
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Defesa dos Rótulos
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Mapa da sala de aula
>>> Gostar de homem
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> O chá do imperador
Mais Recentes
>>> Um judeu Marginal de John Meier pela Imago (2003)
>>> Vik Muniz. Tudo Até Agora de Pedro Correia pela Capivara (2019)
>>> Revista Força Aérea Nº 51 de Diversos Autores pela Action (2008)
>>> Revista Força Aérea Nº 47 de Diversos Autores pela Action (2007)
>>> Controle da Qualidade As Ferramentas Essenciais (Abordagem Gerencial) de Robson Seleme e Humberto Stadler pela Ibpex (2010)
>>> Revista Força Aérea Nº 42 de Diversos Autores pela Action (2006)
>>> Revista Força Aérea Nº 10 de Diversos Autores pela Action (1998)
>>> O protestantismo, a maçonaria e a questão religiosa no Brasil de David Gueiros Vieira pela Unb (1980)
>>> Revista Força Aérea Nº 06 de Diversos Autores pela Action (1997)
>>> O Despertar do Amor de Dr. Nicholas C. Demetry e Dr. Edwin L. Clonts pela Cultrix
>>> Ouvindo Deus de Dallas Willard pela Ultimato, Textus (2002)
>>> Memórias de José Garibaldi de Alexandre Dumas pela Companhia Graphico Ed. - Monteiro Lobato (1925)
>>> Da religião bíblica ao judaísmo rabínico de Donizete Scardelai pela Paulus (2008)
>>> Noites de Tormenta de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2008)
>>> O Escândalo do Petróleo de Monteiro Lobato pela Companhia Ed. Nacional (1936)
>>> As formas literárias do Novo Testamento de Klaus Berger pela Loyola (1998)
>>> Joaquim Nabuco e o Brasil na América de Olímpio de Souza Andrade pela Companhia Ed. Nacional (1978)
>>> Lampião de Ranulfo Prata pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Getúlio Vargas e o seu tempo: um retrato com luz e sombra (2 volumes) de Fernando Jorge pela Taq (1987)
>>> Contribuição à História das Idéias no Brasil de Cruz Costa pela Civilização Brasileira (1967)
>>> Ciência e religião de Russel Stannard pela Edições 70 (1996)
>>> Gostaria de informá-los de que amanhã seremos mortos com nossas famílias de Philip Gourevitch pela Companhia das letras (2006)
>>> Maze Runner - Correr ou Morrer de James Dashner pela Plataforma (2010)
>>> É preciso duvidar de tudo (Bolso) de Soren Kierkegaard pela Martin Fontes (2003)
>>> A Menina Que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca (2006)
>>> Etnoeducação Potiguara de José Mateus do Nasciemnto pela Ideia (2012)
>>> O espetáculo do sagrado de Estevam Fernandes de Oliveira pela Epígrafe (2011)
>>> O sagrado e o urbano de Paulo Agostinho e outros 3 pela Paulinas (2010)
>>> Ciências sociais e ciências da religião de Marcelo Camurça pela Paulinas (2008)
>>> A Cultura Ocultada de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2020)
>>> Senhores de engenho. Judeus em Pernambuco colonial 1542-1654 de José Alexandre Ribemboim pela Ed 20-20 comunicação (2002)
>>> Trovão inverso de Eugene H. Peterson pela Habacuc (2005)
>>> Meninas de Calça - O terceiro Verão da Irmandade de Ann Brashares pela Rocco (2005)
>>> O Negócio do Livro de Jason Epstein pela Record (2002)
>>> Fundamentos da biologia celular de Alberts e outros pela Artmed (2008)
>>> Pedagogia da autonomia de Paulo Freire pela Paz e Terra (1996)
>>> Elogio da Mentira de Patrícia Melo pela Rocco (2010)
>>> Demian e Sidarta de Hermann Hesse pela Best Bolso (2012)
>>> Quincas Borba de Machado de Assin pela Ciranda Cultural (2017)
>>> O fim do Verão e Um encontro inesperado de Rosamunde Pilcher pela Best Bolso (2012)
>>> Criando Prosperidade e as leis espirituais do sucesso de Deepak Chopra pela Best Bolso (2012)
>>> Diários do vampiro Reunião Sombria de L.J. Smith pela Galera (2011)
>>> Diários do vampiro A fúria de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Diários do vampiro O confronto de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Biologia celular e molecular de Luiz C. Junqueira, José Carneiro pela Guanabara, Gen (2005)
>>> O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón pela Suma de Letras (2017)
>>> Diários do vampiro O despertar de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Os Crimes da Luz de Dante Alighieri pela Planeta (2005)
>>> A Cidade Dorme de Luiz Ruffato pela Companhia das Letras (2018)
>>> Introdução á Climatologia para os Trópicos de J.O. Ayoade pela Bertrand Brasil (1996)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 12/8/2003
Comentários
Leitores


Uma Nação Obtusa
Prezado Maurício. Tens um nome apropriado e lindo. Já não nos conhecemos do shopping? É verdade. Que coisa absurda continuar se permitindo a produção de pobres. O mercado já está completamente saturado, ainda mais agora com a automatização e a informática. Restam-lhes pouquíssimas funções: fazer comida, entregar pizzas, passar o aspirador no pó, o pó para o aspirador, ah, e o policiamento da cidade, para nos proteger deles mesmos, não é mesmo? E continuam sendo fabricados aos milhões! Será que os fabricantes não vêem que isto avilta o preço da mercadoria. Esta a única exceção, que só confirma a regra de auto-regulação do nosso querido Mercado. Precisamos sim aí de uma forte intervenção do Estado e da Igreja, mas eu acho que os coitadinhos já não mandam nada (risos). E outra coisa que falaste, importantíssima, uma realidade tão gritante e absurda, que eu acho que a maioria faz de conta que não vê, por puro constrangimento: - como! se explora! os ricos! neste! país! Eu, por exemplo (não sou rico ainda, mas estou a caminho), me defendo como posso: sonego desse governo paquidérmico e demagógico e os verdinhos que sobram faço como a nata da sociedade - aplico no exterior. Eu também não sinto a menor culpa por esses sub-produtos sujos, defeituosos, cheios de todas as doenças e vícios, más intenções e maus hábitos que, descartados por seus irresponsáveis produtores, arrastam-se melecosamente pela cidade nos pedindo dinheiro. Não dou. Como disseste, já nos tiram dinheiro demais nos impostos. Ora, a quantidade!! de impostos que temos que pagar para que a escumalha fique quieta! Garrafas e garrafas de Romanée Conti literalmente despejadas no esgoto. E eu que ainda não consegui tomar uma. Não se entristeça por mim, chegarei lá. Apesar de que agora, até esse aí na presidência tendo tomado, já não é a mesma coisa. Que se há de fazer? Só consegui comprar meu primeiro carro importado aos vinte anos, quando a maior parte de meus amigos já os tinha ganho aos dezesseis. E pergunte-me se por acaso eu invadi algum dos seus por causa disto. Mas era de se esperar que desses excedentes de produção, caracterizados pelo que já enumeramos acima, nada melhor brotasse que violência, violência, violência. Eu acho que não bastam medidas castrativas, seria necessária uma dose inicial de extermínio em massa, até desbastar o exagero canceroso que se alastra. Depois então sim, um controle efetivo, para só se produzir os pobres que sejam estritamente necessários.

[Sobre "Cultura, Manipulação, Pobreza"]

por Carlo Buzzatti
12/8/2003 às
15h13 200.163.140.61
(+) Carlo Buzzatti no Digestivo...
 
Ótimo!!!!
Já fui vítima desses "pseudos" e confesso que é assustador o "poder" que esses detém sobre as massas; isso é o pior! Sou ator e, na ocasião de uma temporada com minha última peça, recebi uma crítica (hahaha, chamaram de crítica), um certo grupo de teatro de Brasília divulgou num Blog informações sobre a minha obra. O pior é que estava repleto de mentiras e muita gente acreditou! Bom, quem perdeu foi quem não foi, admito! O que mais me chocou foi que algumas pessoas resolveram comentar sobre o assunto e está lá, pra todo mundo ver (e rir muito) os pseudos comentários da pseudo crítica dos pseudos intelectuais da arte, que só fazem, pseudo peças! Desculpem-me, foi só um desabafo porque essa história ainda não foi digerida! Sobre o texto, gostaria de lhe parabenizar! Infelizmente, é um retrato de uma sociedade que ainda acha que ser intelectual é ouvir Marisa Monte e votar no PT. Lamentável...

[Sobre "Falsos intelectuais"]

por Lívio di Araújo
12/8/2003 às
14h44 200.162.127.194
(+) Lívio di Araújo no Digestivo...
 
Acéfalos ou oligofrênicos?
O pior é ter de aguentar blogueiros que se julgam escritores; sendo que, como bem define Luís A. Giron, alguns têm cérebro de inseto. Ou será que sofrem de escassez de desenvolvimento mental? Eis uma boa pergunta.

[Sobre "A blague do blog"]

por Fabio Cardoso
12/8/2003 às
10h01 200.186.151.97
(+) Fabio Cardoso no Digestivo...
 
Lulu x Fausto Silva
Fausto Silva não merece receber em seu "programa" pessoas com talento, ele q continue exibindo as porcarias q sempre exibiu. Pessoas de bom gosto sabem reconhecer o talento de um artista como o Lulu. E bom gosto são duas palavras q não existem no dicionário desse chucro apresentador.

[Sobre "Lulu Santos versus Faustão"]

por Rose Pavan
11/8/2003 às
08h43 200.204.55.205
(+) Rose Pavan no Digestivo...
 
Joyce plus que rosa
caro mario alex, obrigado pelo comentário. mas ainda continuo achando que Joyce transcende Dublin mais do que G. Rosa transcende seu "sertão". mais que isso, Joyce traz para dentro de sua literatura universos culturais bem mais amplos que Guimarães Rosa. e também novidades mais amplas ainda que Rosa. é uma questão de tamanho. seria algo como Picasso e Portinari. abraço, jardel

[Sobre "Da fúria do corpo à alma inanimada: J. G. Noll"]

por jardel
9/8/2003 às
22h20 200.218.225.10
(+) jardel no Digestivo...
 
propostas diferentes
Caros colegas Jardel e Fábio: Não importa se é regional ou universal, mas sim o modo (como) que os grandes escritores transformam o particular no universal e o universal no particular. Portanto, podemos reconhecer o local (sem ufanismo), mas sem perder o universal e vice-versa. Guimarâes Rosa tem sertão mineiro, Joyce tem Dublin, Proust tem Paris, mas nada disso diminui o valor de suas obras, pelo contrário. Jardel: me desculpe, mas Guimarâes Rosa não copiou "porcamente" Joyce. São linguagens e propostas diferentes. Rosa pegou muito da linguagem oral, do que ouvia e foi transformando. Joyce, ao contrário, procurou realmente um modo próprio de reinventar a língua inglesa. Mas é claro que sabia muito do arcaico e do moderno da sua língua, pois são os próprios estudiosos que dizem isso, ou seja, como Joyce sabia mesclar a sua língua. É isso grande abraço mário

[Sobre "Da fúria do corpo à alma inanimada: J. G. Noll"]

por Mário Alex
9/8/2003 às
19h25 200.151.21.178
(+) Mário Alex no Digestivo...
 
merece um prêmio
Muito bom, o cara merece um prêmio por escrever esta crítica formidável.

[Sobre "Sob o domínio do Mal"]

por Michele
9/8/2003 às
17h25 200.154.10.2
(+) Michele no Digestivo...
 
Lulu
Eduacação, bom senso e gentileza são atributos de nossa personalidades, cativados durante os anos... Faustão é um ser deseducado...triste figura que não olha para seu umbigo, talvez por seu excessivo tamanho. Lulu Santos é um artista nacional, e aos que não gostam dele, respeitem os milhares de fãs, entre eles, eu. Lulu não precisa passar pelo que passou, o reconhecimento pelo seu trabalho está nos muitos anos em que mantém-se no mercado, sem necessitar adular pessoas como este Porcão. O talento vencerá o poder da Globo. A falta de sensibilidade será suprida pela racionalidade. Lulu Santos é muito mais que qualquer programa vazio de domingo a tarde.

[Sobre "Lulu Santos versus Faustão"]

por Daniela Almeida
9/8/2003 às
10h10 200.175.117.12
(+) Daniela Almeida no Digestivo...
 
Arte sim, e daí ?
Se Lulu Santos não é arte, então o que é arte pra vocês ? Gostaria de saber isso dos internautas aparentemente cultos e grandes entedidos de música popular brasileira que aqui expressaram suas opiniões. Infelizmente, existem os "Porcões" (Faustão & cia) e os "Espíritos de Porco", os invejosos que adoram criticar trabalhos bem feitos e uma carreira indiscutível. Sem mais até o momento, André Luís Guedes

[Sobre "Lulu Santos versus Faustão"]

por André Luís Guedes
9/8/2003 às
02h54 200.170.44.26
(+) André Luís Guedes no Digestivo...
 
O medo e a fera que o fareja
A sacralização da morte nos faz olhar com respeito medroso aqueles que transpõem seus umbrais. Ao passarem para lá já se nos afiguram vestidos com sua toga negra e ameaçadora de juíza implacável. Também por isto só se fala bem dos mortos. São nossos medos infantis que, por tabu e desleixo, nunca foram corrigidos e ainda nos assustam e gelam com suas sombras enormes. Os medos sagrados.Permanecemos crianças diante deles, casonunca os tenhamos encarado, tocado, avaliado, derubado alguns, jogado outros fora, separado deles o aproveitável. Criancinhas assustadas, os olhamos preocupados pelo canto dos olhos, enquanto disfarçadamente brincamos. Não os tendo encarado a valer, acrescentamos-lhes terror ao longo dos anos até que, enfim, sua amplitude nos inclua totalmente e não consigamos dar um passo sem pedir-lhes licença e perdão. Este é um dos dois ou três fundamentos dessas religiões evangélicas e impérios de comunicação que proliferam aqui. Fornecem às mentes infantis da platéia adulta uma maneira falsa, porém muito lucrativa, de lidar com as imensas,geladas e apavorantes sombras onde transcorrem suas existências. Aquele, desses, que agora foi-se, nos proporcionou constatar tristes realidades. Que esta sirva-lhe de epitáfio, entre outros: você pode esculhambar, vituperar, agredir e assaltar uma nação inteira, desde que mantenha guarda-costas suficientes e satisfeitos.

[Sobre "E Essa Violência Que Enternece?"]

por Jean Scharlau
8/8/2003 às
14h48 192.168.133.51
(+) Jean Scharlau no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A ARTE DA GUERRA COMPLETA
JAMES CLAVEL
RECORD
(1983)
R$ 13,90



O QUE É SOCIOLOGIA
CARLOS BENEDITO MARTINS
BRASILIENSE
(1982)
R$ 6,00



CASAIS INTELIGENTES ENRIQUECEM JUNTOS: FINANÇAS PARA CASAIS
GUSTAVO CERBASI
GENTE
(2004)
R$ 9,90



QUANDO NÃO FALLO, ADOEÇO
GRAÇA MARQUES
TEXTONOVO
(1998)
R$ 15,00



INVESTIGACIÓN DE SUELOS
AUGUSTIN CONTIN
TRILLAS (MÉXICO)
(1973)
R$ 27,82



REVISTA LÍNGUA PORTUGUESA Nº 62 COMO ESCREVER COM UNIDADE
VÁRIOS
SEGMENTO
(2010)
R$ 16,90



HISTÓRIA DE PIERA
PIERA DEGLI ESPOSTI - DACIA MARAINI
BRASILIENSE
(1983)
R$ 5,00



PORTUGUES PARA O ENSINO MÉDIO LÍNGUA, LITERATURA E PRODUÇÃO DE TEXTO
NICOLOA/ FLORIANA/ ERNANI
ED. SCIPIONE
(2002)
R$ 35,00



CUENTOS CUBANOS DEL SIGLO XIX (LITERATURA CUBANA) - EM ESPANHOL
IZIDRO PINEDA (ORG.)
EDICIONES HURACÁN
(1977)
R$ 15,00



DRUMMOND - O GAUCHE NO TEMPO
AFFONSO ROMANO DE SANTANNA
RECORD
(2008)
R$ 28,00





busca | avançada
67078 visitas/dia
2,0 milhão/mês