d-u-c-a-r-a-l-h-o | Ana Claudia

busca | avançada
62220 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
>>> Centro em Concerto: ¡Navidad Nuestra!
>>> Edital Retomada Cultural apresenta Conexão Brasil-Portugal: podcast produzido pelo Coletivo Corpos p
>>> CANTORA E ATRIZ SANDRA PÊRA NO SESC BELENZINHO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Colunismo em 2004
>>> Frases de Drummond
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> 28 de Junho #digestivo10anos
>>> 19 de Julho #digestivo10anos
>>> Citizen Kane
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> Vida conjugal
>>> Querem acabar com as livrarias
>>> Cisne Negro
Mais Recentes
>>> Lições de Sociologia de Émile Durkheim pela Martins Fontes (2002)
>>> Entrevista Com o Vampiro de Anne Rice pela Rocco (2020)
>>> Orações da noite junto a um recém-nascido de Jean Yves Garneau pela Ave-Maria (2019)
>>> Le Lagon Noir de Arnaldur Indridason pela Métailié (2016)
>>> Vernon Subutex - Tome 1 de Virginie Despentes pela Bernard Grasset (2015)
>>> Com Teresa de Jesus, Desejo ver a Face de Deus! de Irmã Maria José do Espírito Santo pela Edições Loyola (2013)
>>> A Náusea de Sartre Jean-Paul pela Europa-América
>>> The petroleum handbook de Royal detch e outros B8 pela Elsevier (1983)
>>> O Conto Da Aia de Margaret Atwood pela Rocco (2021)
>>> Um Chute Na Rotina de Roger Von Oech pela Cultura (2006)
>>> Os poderes de cura da Cabala de Dr. Raphael Kellman pela Campus (2004)
>>> Os Endereços Curiosos de Roma de Claudia Monteiro de Castro pela Panda Books (2002)
>>> Teresa de Ávila: É Tempo de Caminhar de Frei Patrício Sciadini pela Edições Loyola (2015)
>>> Laços Eternos de Zibia Gasparetto pela Espaço (1997)
>>> Les Émotions Cachées des Plantes de Didier Van Cauwelaert pela Plon (2018)
>>> Los abogados del dolar de Joseph C goulden pela Grijalbo (1973)
>>> Guia da Ecologia de Fábio Feldmann pela Abril (1992)
>>> Gramática da Língua Portuguesa de Pasquale & Ulisses pela Scipione (1998)
>>> Signos da Marca: Expressividade e Sensorialidade de Clotide Perez pela Thomson (2004)
>>> As 48 Leis do Poder de Robert Greene, Joost Elffers pela Rocco (2021)
>>> Anna Karenina - Volume I e II de Tolstói pela Nova Cultural (1995)
>>> Un Avios Sans Elle de Michel Bussi pela Presses de La Citê (2016)
>>> Caminho para a Plenitude: As Três Vidas de Teresa D'Ávila de Erika Lorenz pela Santuário (2017)
>>> Os Endereços Curiosos de São Paulo volumes 1 e 2 de Marcelo Duarte pela Panda Books (2004)
>>> La Muraille de lave de Arnaldur Indridason pela Métailié (2012)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 25/10/2005
Comentários
Leitores


d-u-c-a-r-a-l-h-o
Antes de mais nada, você não imagina quantas vezes voltei no início do seu texto pra ver a que erro de português todo mundo estava se referindo... tem certeza que isso não é golpe seu pra gente ficar voltando e voltando e voltando no texto? Mas então, só entrei aqui pra dizer que amei o seu texto, bem escrito pra caraaaaaalho, adorei os argumentos e essa tática de refutá-los pra poder continuar a defendê-los, achei d-u-c-a-r-a-l-h-o. Bom mesmo. Meus filhos te chamaram de autista, faz sentido, faz sentido... mesmo assim, adorei (nada contra os autistas, ôôôô politicamente corretos de plantão !). Eu tenho um blog, e é isso mesmo que você falou aí, principalmente no que diz respeito ao reality show ao contrário. Ótimo! E o desenho do cara com a luneta virada pra ele no link assim blogava Zaratustra? Muuuito bom. P.S – gostaria de ter ido na festa... bem que vcs podiam fazer uma aqui no RJ

[Sobre "A internet e os blogs"]

por Ana Claudia
25/10/2005 às
22h59 201.8.38.25
(+) Ana Claudia no Digestivo...
 
Inocente ou culpado?
Séra inocente ou culpado? Isto era o que muita gente deveria perguntar. O problema é que as pessoas que nao perguntam apontam logo o dedo, mas isso está mal feito, como é evidente. Nao devemos acusar sem saber se na verdade sabemos o que estamos a dizer. Para podermos acusar temos que saber do que estamos a falar, principalmente quando se trata duma pessoa conhecida, temos que por em evidencia o que pode acontecer se lhe apontarmos o dedo, como no caso do michael perde o seu sonho, que era ser cantor, nós com certeza nao gostariamos que nos apontassem o dedo sem ser verdade o que se passa. Nós só vivemos 1 vez e que pelo menos 1 vez na vida consigamos acabar com o nosso sonho concretizado de forma saudavel, o que do mesmo modo o do michael nao tenha acabado. Gosto muito do michael, nao sou sua fã, mas aprecio muito as suas musicas, acho que foi um grande cantor que se perdeu, (e tambem acho que o michael jackson deveria voltar a cantar). Mas, se nós formos a ver, ele sempre se deu bem com crianças, o que nao possa dizer que é inocente, mas tambem nao possa dizer que é culpado. Neste comentário nao o estou a acusar nem a dizer que é inocente, mas a dizer que acusar numas simples palavras é facil, agora ter as provas é que é mais dificil. Faço a seguinte pergunta: Será que alguem que o acusou sabe do que falou, ou será que o fez por inveja?

[Sobre "O enigma de Michael Jackson"]

por Ana
24/10/2005 às
18h39 200.216.198.67
(+) Ana no Digestivo...
 
Resposta a João
Bela análise: os artistas estão se repetindo. Não sei se a arte, mas os artistas, sem dúvida. Talvez eu possa compreender isso como uma tentativa de afirmar identidade, marcar presença. Um filme do Woody Allen já é uma característica, uma marca. Sabemos o que esperar. Isso é bom ou ruim? Boa pergunta. Talvez se o Jô Soares parasse de se repetir, fizesse um belo romance. Então é ruim. Mas para que Saramago mudará seu jeito? Enfim, creio que a Globo poderia parar de se repetir porque pode --- isso pode ---, fazer belos trabalhos dramatúrgicos. Como tem feito bons filmes.

[Sobre "Bang bang: tiroteio de clichês"]

por Marcelo Spalding
24/10/2005 às
15h07 200.180.177.77
(+) Marcelo Spalding no Digestivo...
 
Cia. das Letras ou Record?
É inesgotável e fascinante o que você chama de Romance de Formação. Parabéns pela abordagem, captaste as angústias de quem aspira ser escritor sem, sequer, saber o que é ser escritor. Por acaso é publicar um livro pela Cia. das Letras ou Record? É ter seu livro na vitrine? É ganhar um prêmio? É simplesmente escrever? É ser bom ou é vender bem? Decerto que precisamos nos atualizar sobre essas questões, assim como a mídia e, especialmente, a academia.

[Sobre "J.M. Coetzee e o romance de formação"]

por Marcelo Spalding
24/10/2005 às
15h02 200.180.177.77
(+) Marcelo Spalding no Digestivo...
 
Será que li direito, Ram?
"O objetivo da teve é ter público e vender produto". Será q li direito isso, senhor Ram? Se essa for mesmo a lógica, Deus nos Acuda. TV não serve pra mais nada mesmo... Bom o texto, Marcelo. Bang-bang, q tento acompanhar na medida do possível, inova por trazer o faroeste para a novela, mas de fato o Prata encheu de clichês, invertendo alguns, reforçando outros. Mas com sua saída o q se pode esperar é uma decadência e intensificação da mesmice. TV pode e deve buscar o novo, como Hoje é dia de Maria, do LF Carvalho. Uma das poucas cabeças pensantes e q sabe filmar o diferente na TV brasileira. Parabéns e abraço

[Sobre "Bang bang: tiroteio de clichês"]

por Lucas
23/10/2005 às
23h40 201.1.216.179
(+) Lucas no Digestivo...
 
dos cem blogs mais visitados
Pôxa, carinha, decepção pura, justo agora que eu ia parabenizá-lo por ter, assim como eu, um dos cem blogs mais visitados no Brasil? Mas... não faz mal! Parabéns mesmo assim, posso até concordar com vc, mas não no todo: existe a satisfação de ser dono mesmo que de "um pedacinho". Posso dizer isso, já estive a ponto de não encontrar meu blog e, confesso, chorei... Isso não é amor? Bom quero mesmo convidá-lo pra participar ativamente do nosso fórum, 'inda mais que vc aparenta ser polêmico, o que acho bom, cultiva a diversidade de opiniões, anota que eu tô te esperando, tá? Sou do blog beijos, muitos pra você.

[Sobre "A internet e os blogs"]

por Míriam
23/10/2005 às
18h17 200.232.183.237
(+) Míriam no Digestivo...
 
essa questão tão atual
Parabéns, Adriana, por ter escrito sobre essa questão tão atual de responder os e-mails. Concordo com vc. Atualmente as pessoas estão assim, tanto na internet como fora dela: dando pouca importância aos outros. Vamos ver se essa situação melhora.

[Sobre "A síndrome da rejeição via internet"]

por Carolina Falcone
22/10/2005 às
23h11 201.8.18.87
(+) Carolina Falcone no Digestivo...
 
Uzbequi-o-quê?
(...) Agora estou voltando - momento de começar a sonhar novamente. Andamos conversando eu e o L. Santos num bar sobre isso, e certa hora veio o romance das ilusões: depois de um fim de semana no Rio de Janeiro comendo os bolinhos de sempre no Bracarense, quem sabe atravessar o Mar Negro a partir da Romênia ou Criméia até o litoral da Geórgia e depois desbravar a capital, Tblisi. Se a fronteira do Alto Karabach entre a Armênia e o Adzerbaijão ainda estiver fechada por causa da guerra, poderemos voar diretamente a Baku, no litoral do Mar Cáspio, e visitar o avô do Dan, com caviar negro no almoço! Ali, teremos que nos mexer para conseguir o visto para o Uzbequistão, já que este belo país não mantém ainda relações diplomáticas com o Brasil (aliás, quase nenhum desses). Então, visitar Tashkent, Samarcanda e Bukhara, com seus templos islamicos, refazendo parte da antiga rota da seda. Antes de voltar, poderíamos fazer um flashback em Moscou, reencontrando nossos amigos e, depois de um bom almoço, andaríamos numa antiga bicicleta soviética, em algum ponto do Parque Gorky que ora se ilumina, ora desponta com esquisita penumbra, para depois circundarmos com a roda gigante, parando ao final sob aquelas árvores, lugar fabuloso onde muitos espiões e detetives lançaram mão de inusitadas contra-senhas.

"Que é isso, Palha, pirou de vez? Repete: Uzbequi-o-quê? Aonde fica isso? Vai fazer o quê ali? Endoideceu..."

Da minha parte, eu vos respondo: "Sargento Eduardo Andrade de Carvalho, apresente-se!"

[Sobre "Os romances das ilusões"]

por Palha
21/10/2005 às
17h02 200.173.13.59
(+) Palha no Digestivo...
 
Nietzsche no Orkut
O mundo está abarrotado de "portadores de etiqueta", o próprio Nietzsche já está virando uma, basta buscar no orkut, por exemplo. Comunidades lotadas de "admiradores" ou pior "estudiosos" discorrem, elegantemente, intrepretações sobre sua vida e obra, resguardando a responsabilidade de agradar aos acadêmicos de plantão, replicantes da moda do decorar nomes de obras, autores e palavras-chave, para usarem em seus saraus e cafés, claro, com o devido cuidado de não escorregar de cima do muro e não afrouxar o sorriso plástico conivente. São a antítese, o pesadelo de todo autor, exceto os donos de casas de laticínios, se é você me entende... Parabéns, admiro seu desprendimento e autonomia!

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Izadora Thomaz
21/10/2005 às
11h42 200.213.104.174
(+) Izadora Thomaz no Digestivo...
 
Triste Brasil!
Ana Elisa, adorei esse texto sobre o ofício(?) do escritor. É uma pena que no Brasil pouquíssimos escritores possam viver dos seus livros. E é uma pena maior que os debates sobre o tema se detenham no famoso círculo vicioso: poucos leitores, poucos livros, pouca venda, baixa remuneração do escritor. Muitos dizem que a saída está na educação, lá embaixo, com as crianças. Tudo bem: a literatura infantil é a saída e está muito bem-servida no Brasil - e tem muita criança lendo mesmo. Mas o que me preocupa, como professor de filosofia do ensino médio, é que os adolescentes se deparam com um hiato entre (1) a fantasia, o onírico, proporcionados pela literatura até a pré-adolescência, e (2) a realidade - da qual já têm consciência - pela frente. É aí que o livrinho infantil, que fomentaria o desejo de se embrenharem pelos deliciosos caminhos da literatura adulta, perde sua função. Explico. O livro (assim como a educação, em geral) sofre uma desleal concorrência dos objetos, programas, mídias disponíveis aos adolescentes neste século 21. Internet, celulares, MP3, TVs (que atraem o telespectador com a força publicitária de uma companhia de cigarros) e shopping centers. A própria velocidade desses “protótipos” requer um lazer também mais veloz. E convenhamos: a leitura de um livro, como deleite, é uma atividade lenta. Infelizmente. Pedir para um adolescente ler uma página em sala de aula é um chiste. Outro dia fui trabalhar com uma música de Chico Buarque (“Apesar de Você”) em sala de aula e fui massacrado. Disseram que era música antiquada, que os pais deles que ouviam aquilo... Enfim, como a música era um samba, pediram um ritmo mais... moderninho. Pobres Mozart, Bach, Beethoven! Enfim, o mercado editorial melhorou sim, mas há muita literatura(?) direcionada para esse público “volátil”. Triste Brasil! Quando começam a ler, fazem-no por vias tortas. Abraços, Wellington Machado, BH

[Sobre "O escritor pode"]

por wellington machado
21/10/2005 à
01h01 200.222.174.122
(+) wellington machado no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Filho Teu Não Foge a Luta
Fellipe Awi
Intrínseca
(2012)



Tendências Básicas de nossa época
Pitrim A. Sorokin
Zahar
(1966)



Peregrinos das Estrelas
Dilip Kumar Roy e Indira Devi
pensamento
(1973)



A Libertação dos Condicionamentos
Krishnamurti
ICK
(1977)



Nas Horas de Meditação
J. F. Alexander
Lorenz
(1997)



Carlos Wizard - Sonhos Não Tem Limites
Ignácio de Loyola Brandão
Gente
(2013)



Escravidão no Brasil: Trabalho e Resistência
Júlio Quevedo
Ftd
(1996)



O Triângulo das Bermudas - a História Incrível de Estranhos e Ine
Charles Berlitz (autor), Carmem Ballot (trad
Nova Fronteira
(1974)



The Art of Marriage (inglês)(2012)
Rabbi N. D. Dubov and Rabbi N. Silberburg
Jli
(2012)



A Magia do I Ching
J.H. Brennam
Madras
(2011)





busca | avançada
62220 visitas/dia
1,6 milhão/mês