Nobel só pode ser piada | Sônia Portella

busca | avançada
50141 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FAAP discute Semana de Arte Moderna de 22
>>> Toda Quinta retoma 1ª edição no Teatro Vivo com menção a Dominguinhos
>>> ENSINAR A FAZER - MARCENARIA
>>> O Peso do Pássaro Morto faz duas sessões online dias 30 e 31/10
>>> Exposição recupera a memória da ditadura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> La Guerra del Fin del Mundo
>>> Predadores humanos
>>> Tout le reste est littérature
>>> Minha segunda vez
>>> Clássicos para a Juventude
>>> 40 belas atrizes
>>> Meu primeiro computador pessoal
>>> Um homem de Oz
>>> 12 de Junho #digestivo10anos
>>> crônica - ou ensaio - à la hatoum
Mais Recentes
>>> Pois Não , Doutor !!!-nos Bastidores do Hc de Flávio Tiné pela Vertente (2000)
>>> O Analista de Bagé de Luis Fernando Verissimo pela Lpm (1981)
>>> Risíveis Amores -sete Histórias de Amor de Milan Kundera pela Nova Fronteira (1970)
>>> O Tiete do Agreste de Chico Anisio pela Circulo do Livro (1984)
>>> Basket a Ma Façon de Jacky Chazalon pela Robert Laffont (1978)
>>> O Homem ao Quadrado de Leon Eliachar pela Circulo do Livro
>>> Salve Sua Vida de Erica Jong pela Circulo do Livro (1981)
>>> O Santo Inquerito - Peça Em Dois Atos de Dias Gomes pela Circulo do Livro
>>> A Arte do Tempo -ensaio de Ação de Jean-louis Servan-schreiber pela Cultura (1996)
>>> El Libro de los Craneos de Robert Silverberg pela B. S. a España (1987)
>>> El Quinto Jinete de Dominique Lapierre y Larry Collins pela Plaza&janes Barcelona (1990)
>>> A Quem Possainteressar-contos Poesia e Pesquiza Literaria de José Cordeiro Misseno pela Tribuna de Santos (1982)
>>> O Que Devemos Saber Sobre Do-in de Walmir Basevic pela Zohar (1992)
>>> Pensamentos de Saint - Exupéry de Sebastiao Hermes Verniano pela N/d (1971)
>>> Le Dossier de L de Planéte pela Editions Planéte (1980)
>>> Viver Tem Remédio de Flávio Tiné pela Komedi (2000)
>>> Nos Passos de Jesús de Wolfgang e Pax pela Bloch (1987)
>>> Le Monde Enchanté de Walt Disney Cole;ao 7 Livros de Walt Disney Studios pela Editions Le Livre de Paris (1970)
>>> La Grande Histoire Illustrée Du Monde de Somerset Frey pela Deux Coqs Dor (1973)
>>> O Veleiro de Cristal de José Mauro de Vasconcellos pela Melhoramentos (1976)
>>> Regras de Golfe de J S Rinehart Jr pela Takano (2000)
>>> Cozinha Chinesa - de Lydia Wang pela Linoart Editores (1986)
>>> La Quinta Montaña de Paulo Coelho pela Planeta Colombiana (2000)
>>> People - de Styne and Bob Merrill pela Intersong (1990)
>>> Tudo por Amor Tema de Filme de James Newton Howard pela Fermata do Brasil (1991)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 29/11/2005
Comentários
Leitores


Nobel só pode ser piada
Penso que o motivo pelo qual não há análises profundas sobre a obra do Paulo Coelho é que ela não se presta a isso. Li três livros dele (O Alquimista, Brida e As Valquírias) e considero-os assombrosamente mal escritos. Penso que se trata de alguém com boa dose de imaginação e, provavelmente, alguma experiência mística, mas não é capaz de produzir literatura com isso. Não há dúvida de que há preconceito contra essa sua aura de escritor, mas não creio que isso se deva tanto ao aspecto alucinante e nada verossímel de seu misticismo quanto ao fato de faltarem elaboração e dimensão poética aos seus relatos. Indicá-lo para o Nobel só pode ser piada.

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Sônia Portella
29/11/2005 às
17h52 161.148.224.162
(+) Sônia Portella no Digestivo...
 
Por que Coelho faz sucesso
Olá, Giron. Paulo Coelho sempre me despertou reações contrárias: admiração, pela narrativa suave e envolvente, e indignação por dedicar a maioria dos feitos de nossa vida a causas místicas ou sobrenaturais. Mas eu convivo bem com esse paradoxo. Não quero resolvê-lo. Um livro que me ajudou a entender o fenômeno PC foi o do Prof. Mario Maestri, "Por que Paulo Coelho faz sucesso", se não me engano. Este livro ajudou-me a entender o público leitor de PC. Embora as críticas de Maestri sejam por vezes ácidas e amargas demais, há muita informação interesante ali. Um abraço.

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Jacques
29/11/2005 às
16h46 200.169.16.19
(+) Jacques no Digestivo...
 
Lucidez... sim ou não!
O poema é muito profundo e nos remete a uma reflexão sobre a nossa lucidez, que nos leva à razão mas também pode nos impedir de fantasiar, o que talvez seja a única realidade. Parabéns à autora pela sensibilidade de tocar sentimentos nobres e contribuir para a nossa decisão de ter lucidez OU NÂO!!!

[Sobre "Suicídio da razão"]

por Sílvia Parreira
29/11/2005 às
16h42 201.19.167.231
(+) Sílvia Parreira no Digestivo...
 
Mais fácil do que parece
A vida as vezes é mais simples do que parece. O problema é que ficamos muito envolvidos com os "vícios", sejam eles bons ou ruins. Acho que o segredo é procurar mais pelo "mistério", e trocar de vícios. No fim somos apenas átomos!

[Sobre "A ousadia de mudar de profissão"]

por Ricardo Cabral Jahen
29/11/2005 às
14h46 201.20.200.88
(+) Ricardo Cabral Jahen no Digestivo...
 
perder a lucidez
Que poema maravilhoso!!! Tocou minha alma profundamente. Hoje, um dia chuvoso e de melancolia, este poema trouxe à tona sentimentos já esquecidos. É de uma sutileza surpreedente. Só o título já diz tudo. Quem não gostaria de perder a lucidez alguma vez? Parabéns à autora!

[Sobre "Suicídio da razão"]

por Rosa
29/11/2005 às
12h54 200.150.63.9
(+) Rosa no Digestivo...
 
Rina Bogliolo
Adorei o poema de Rina Bogliolo. Gostaria de obter mais informações a respeito da escritora. Obrigada. Litza.

[Sobre "Suicídio da razão"]

por Litza Costa Nunes
29/11/2005 às
12h17 201.17.163.175
(+) Litza Costa Nunes no Digestivo...
 
Parabéns pela audácia!
Prezado Giron. Parabéns pela audácia! Paulo Coelho é um dos autores que mais vende no mundo e nossa crítica não tem audácia suficiente para falar dele. Acho que você é o primeiro! Já li alguns livros dele e concordo com tudo o que você disse e ainda acrescento que em seus livros, ele consegue passar a idéia de que mesmo que a pessoa esteja na pior, há uma estrela que, se você souber acioná-la, sua vida pode se tornar maravilhosa. Indicá-lo para o Nobel seria mais uma audácia, mas acho que ele merece um estudo. Afinal o que o leitor está precisando? Será que não vale uma análise psicológica para desvendar as necessidades de uma humanidade tão carente de magos e parábolas consoladoras?

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Vera Carvalho
29/11/2005 às
10h44 201.0.84.135
(+) Vera Carvalho no Digestivo...
 
o olhar de uma criança
oi Paula. a arte é um produto da cultura humana e por isso deve ser não só sentida, como pensada nestes termos. como então entender uma obra "contemporânea" – (que bicho é esse?), sem as referências de uma cultura que a própria obra atual pretende questionar? propor ou sugerir que o olhar de uma criança sobre a arte, percebida pelos atrativos sedutores que a instigam, seja mais importante que o olhar dos adultos é, com todo respeito, piada. crianças adoram movimento, luzes, cores (e van gogh tem isso). são mais sensoriais que os adultos, estes mais intelectuais. por isso preferem o faustão a um museu. eu posso estar errado, mas querer desmerecer uma tradição artistica de alto calibre em favor de experimentos muitas vezes vazios, que são apenas protótipos de coisas feitas por vanguardistas dos anos 20, numa repetição interminável de fórmulas, que tranforma a arte atual numa fábrica de produtos artísticos da moda, não dá.

[Sobre "Arte para quem?"]

por jardel
29/11/2005 às
10h33 200.218.227.54
(+) jardel no Digestivo...
 
Giron blasfemando
Prezado Luis Antônio: simplemente estás blasfemando quando sugeres o Nobel para o bebedor, fumador e péssimo contador de "estorias" mediocres. Todos os grandes escritores brasileiros que vc menciona devem estar em qualquer lugar do Kosmos revoltados e indignados de só pensar numa "barbarie" dessas...

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Roberto Letelier
28/11/2005 às
22h21 200.157.16.249
(+) Roberto Letelier no Digestivo...
 
edições de alguns poetas
No Brasil, Julio, o que me surpreende são as edições de alguns poetas. Já fiz essa pergunta até para o Contador Borges, poeta e tradutor de René Char pela Iluminuras, mas ninguém me respondeu convincentemente a questão seguinte: o que leva um editor brasileiro a lançar um livro de René Char ou de Paul Celan? "O nu perdido e outros poemas", de Char, bilingue, traduzido pelo Contador Borges foi uma das mais raras e iluminadas façanhas que me contemplaram. Mas, quem souber responda, por favor: O que leva, um editor, no Brasil, a cometer tal maravilha? Baccios!!!

[Sobre "Digestivo nº 254"]

por Mário G. Montaut
28/11/2005 às
19h53 200.161.17.83
(+) Mário G. Montaut no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Processo Civil e Interesses Difusos e Coletivos
Amaro Alves de Almeida Neto
Atlas
(2002)



O Signo dos Quatro Coleção Sherlock Holmes Série 1
Sir Arthur Conan Doyle
Rideel
(2002)



O Fantasma da Torre Com Roteiro de Leitura
Giselda Laporta Nicolelis
Scipione
(2001)



Monsieur Croche e outros ensaios sobre música
Claude Debussy
Nova fronteira
(1989)



A paranóica
Cassandra Rios
Símbolo
(1969)



A Escrava Isaura
Bernardo Guimarães
Melhoramentos
(1963)



A Máscara de Atreu
A. J. Hartley
Landscape
(2006)



Romang su desarrollo demografico 1873 - 1895
Maria Teresa Firpo e Daniel Alberto Mendoza
Romang
(1994)



Meu Filho Vai Prestar Vestibular. e Agora?
Leo Fraiman
Gente
(2000)



Revista de Ciências da Educação
Luís Antonio Groppo
Unisal
(2007)





busca | avançada
50141 visitas/dia
1,8 milhão/mês