Uma cidade cravada na memória | Rodrigo L Caldeira

busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Mestres da dança de MG, Marlene Silva e Henry Netto são homenageados em 17 e 18 de março
>>> Projeto “Sala de Visita” recebe Mauricio Virgulino para falar sobre Educomunicação e arte
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Tiro ao alvo
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O menino e o Homem Aranha
>>> À beira do caminho
>>> William Faulkner e a aposta de Pascal
>>> Modernismo e Modernidade
>>> O último a sair que apague a luz
>>> Entretenimento dá dinheiro, sim!
>>> Teatro para todos
>>> Creating a profitable startup
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> Itaúnas não será esquecida e nem Bento
Mais Recentes
>>> O Patinho Feio Clássicos Ilustrados de Mauricio de Sousa pela Girassol (2016)
>>> O Que São Multinacionais de Bernardo Kucinski pela Brasiliense
>>> Razão e Sensibilidade de Jane Austin pela Lafonte (2020)
>>> Alice no País das Maravilhas de Lewis Caroll pela Scipione
>>> O Ouro de Midas de Adriana Bernardino pela Ftd
>>> Dom Quixote (capa Verde) de Miguel de Cervantes pela Abril Cultural
>>> Siga Seu Coração de Andrew Matthews pela Sextante (2007)
>>> Desabrochar de Emoções- Poemas de Esther Sterenberg pela Esther Sterenberg
>>> O Verde Que Vale Ouro de Daniel C. Esty; Andrew Winston pela Campus (2008)
>>> Os Sonhos Que Alimentam a Vida de José Gregori pela Jaboticaba
>>> Conexão de Maria Aparecida Martins pela Vida e Consciência (2001)
>>> Sem Pecado de Ana Miranda pela Companhia das Letras (1993)
>>> Que Saudade, Snoopy! de Charles M. Schulz pela Conrad
>>> A Rebelião da Pontuação de William Tucci pela Scipione (2008)
>>> Histórias do Pooh de Disney pela Publications International (2009)
>>> Quem Mexeu no Meu Queijo? de Spencer Johnson pela Record (1998)
>>> A Farsa de Christopher Reich; Fernanda Abreu pela Arqueiro (2008)
>>> A Galeria da Fama dos Cientistas Malucos de Daniel H. Wilson pela Cultrix (2011)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1980)
>>> A Most Wanted Man de John Le Carré pela Hodder and Stoughton
>>> Noite na Taverna de álvares de Azevedo pela Ediouro
>>> The 17 Day Diet de Dr. Mike Moreno pela Free Press (2010)
>>> Lava Jato de Vladimir Netto pela Primeira Pessoa (2016)
>>> The Phantom of the Opera de Jennifer Bassett pela Oxford
>>> Necessidades Humanas Subsídios À Crítica dos Mínimos Sociais de Potyara a P Pereira pela Cortez (2000)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 9/8/2006
Comentários
Leitores


Uma cidade cravada na memória
Muitos anos distante de minha cidade natal, sinto-me recompensado pelo seu texto. É como se estivesse novamente subindo curvado àquelas ladeiras, com os olhos no formato das pedras em que pisava. Diamantina é uma cidade cravada em minha memória.

[Sobre "Alívios diamantinos"]

por Rodrigo L Caldeira
9/8/2006 às
12h10 170.66.1.155
(+) Rodrigo L Caldeira no Digestivo...
 
O efeito cidade do interior
Quando temos uma ligação com alguma cidade do interior, só guardamos as boas lembranças e sensações. É tudo o que tenho da cidadezinha de meus avós paternos. Quando vou pra lá, até engordar em engordo! Tudo é diferente. O gosto da comida, da água, o ar, tudo. Em Diamantina não deve ser diferente. E pelo texto da Ana, quem não conhece a cidade, fica doido pra conhecer.

[Sobre "Alívios diamantinos"]

por Rafael Rodrigues
http://3vozes.blogspot.com
9/8/2006 às
05h58 201.79.236.14
(+) Rafael Rodrigues no Digestivo...
 
Chico não virou ministro
O Chico fez coisas notáveis em sua carreira. E sempre manteve o nível (muito alto). E apesar de ser, ao longo dessa carreira, um dos artistas mais politicamente engajados, não virou ministro. Ufa.

[Sobre "Boa nova: o semi-inédito CD de Chico"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
9/8/2006 às
02h39 200.222.176.229
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Diamantina é o Beco do Mota
"...Diamantina é o Beco do Mota/ Minas é o Beco do Mota/ Brasil é o Beco do Mota/ viva meu país..." Belo texto, Ana.

[Sobre "Alívios diamantinos"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
9/8/2006 às
02h14 200.222.176.229
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Falta óleo a Thomas Bernhard
Some-se aos comentários anteriores pró-vida no campo, a dor que dilacera o autor, proveniente da petrificação que vive sua alma, comparável a uma engrenangem que nunca foi untada de óleo.

[Sobre "Sobre a vida no campo"]

por Fernando Viana
8/8/2006 às
12h30 201.18.63.189
(+) Fernando Viana no Digestivo...
 
O genio e a dor?
O talento precoce nao e' garantia de genialidade. Quando eu era crianca, ganhava uma revista chamada Mensa. Era sobre matematica para criancas que tinham facilidade com o assunto. Mas, numa reportagem muito bacana, li que, ao redor do mundo, a precocidade em matematica nao significava que a pessoa iria produzir muito como adulto. Na verdade, sao rarissimos os casos de criancas geniais que se tornam cientistas de sucesso, por exemplo. Existem casos (Gauss, por ex.). E, sim, o nosso pais infelizmente tem pouca estrutura para lidar com criancas precoces. Especialmente na escola, nao existe nenhum sistema para lidar com criancas super-dotadas. Ao mesmo tempo, a "dor do genio" tem mais a ver com falta de estrutura da propria familia em lidar com o assunto do que com um problema social. Meu orientador e' um cara que estudou os livros de matematica da faculdade aos 10 anos de idade. No entanto, ele me diz que o que o salvou da loucura foi ser mandado para servir no exercito da Alemanha Oriental!

[Sobre "Gênios da vida real"]

por Ram
8/8/2006 às
11h38 69.181.125.221
(+) Ram no Digestivo...
 
A angústia de tornar-se adulto
Quando adolescente, a minha banda era o Ira!. Nada no mundo falava tão diretamente sobre mim quanto esses caras da Vila Mariana. Mas depois, já com uns 25 anos (bem) vividos, pude acho que entender melhor o que o Renato Russo queria dizer com aquilo tudo. Redescobri "2" e outras coisas, como a canção "teatro dos vampiros". O que posso dizer é que vc acerta: Renato não era o messias que as pessoas costumam pintar, mas alguém que sabia descrever como ninguém essa angústia que é "tornar-se adulto", ser confrontado pela vida. Infelizmente não tenho aqui como ouvir meu LP "2", mas ao repassar mentalmente as canções, à medida que vc citava, me fez ter algumas lágrimas nos olhos, sinceramente.

[Sobre "Entre o tempo que passou e todo o tempo do mundo"]

por Marcos Donizetti
http://donizetti.wordpress.com
8/8/2006 à
01h00 200.162.22.140
(+) Marcos Donizetti no Digestivo...
 
Quintana: o ex-velhinho sábio
Bom texto, Spalding. Melhor ainda por conta da informação que você nos dá, de que o Quintana era um homem atormentado, e não esse "velhinho sábio", como eu mesmo pensava que fosse. Não que isso vá aumentar ou diminuir a importância dele em nossa literatura. Mas acho que pode dar um novo olhar à sua poesia.

[Sobre "O centenário de Mario Quintana, o poeta passarinho"]

por Rafael Rodrigues
http://3vozes.blogspot.com
7/8/2006 às
21h50 201.79.236.14
(+) Rafael Rodrigues no Digestivo...
 
coisas que não servem pra nada
próstata, amídala e.... beijo do gordo... uouuuuuu...

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por camping
7/8/2006 às
17h59 201.42.98.251
(+) camping no Digestivo...
 
Castello, o lúcido
Belíssima entrevista. Respostas lúcidas e honestas, perguntas extremamente pertinentes e oportunas. José Castello demonstrou ser um homem equilibrado, sábio e profundo conhecedor da literatura e do mundo literário. Ele (e Clarice Lispector) estão mais do que certos ao afirmar "que não escolhemos os livros que vamos escrever – eles é que nos escolhem". Tenho sentido isso cada vez mais forte no meu trabalho literário. Neste mês de agosto, por exemplo, vi-me obrigado a adiar a feitura de um romance que já estava estruturado e pronto para ser escrito, para me dedicar a um outro, cuja idéia me assaltou de forma repentina, urgente e impetuosa. Gostei de verdade da entrevista.

[Sobre "José Castello"]

por Luis Eduardo Matta
http://www.lematta.com
7/8/2006 às
11h08 201.51.239.109
(+) Luis Eduardo Matta no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Para onde ela foi
Gayle Forman
Novo Conceito
(2014)
R$ 20,00



Médicos Do Céu, Médicos Da Terra
Maguy Lebrun
Nova Época
R$ 6,90



Cozinha do Mundo Itália
Abril Coleções
Abril Coleçoes
R$ 10,00



Aventuras na História Nº 48
Vários Autores
Abril
R$ 5,00



Filosofía Jurídica y Social 8337
Dr Wilhelm Sauer
Labor
(1933)
R$ 97,00



Presidentes do Brasil
Fábio Koifman
Rio
(2002)
R$ 10,82



Collins Pocket Portoghese Dizionario
Não Informado
Boroli Editore
(2005)
R$ 15,00



Nunca Desista de Seus sonhos
Augusto Cury
Sextante
(2004)
R$ 8,00



Doidão
Jose Mauro de Vasconcelos
Melhoramentos
(2001)
R$ 15,00



The Hundred and One - Dalmatians: Level 3
Dodie Smith
Longman
(2001)
R$ 6,90





busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês