Gostar de homem | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
55507 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 25/9/2009
Gostar de homem
Marta Barcellos

+ de 9600 Acessos
+ 5 Comentário(s)

Balada em Barcelona. Cansada da maratona cultural do dia, e com a filha igualmente exausta para colocar para dormir, abri mão do programa sem pestanejar. Mas fiquei curiosa. No dia seguinte, fui ao encontro das minhas amigas no último horário do café da manhã. E aí, com tinha sido? Boates lindas, música ótima e muita animação, elas contaram. Quanto aos homens...

― O mesmo problema do Brasil: agora só dá metrossexual ― explicou uma delas.

Durante o dia, elas me apontaram nas ruas um ou outro protótipo, para eu entender melhor do que estavam falando. São homens arrumadinhos, inteligentes e educados, mas extremamente focados na própria performance. Para o mulherio com fantasias envolvendo graxa e barba por fazer, uma decepção.

― A culpa é das mulheres ― arrisquei.

― Claro, são elas que criam os meninos, e depois reclamam dos homens. Sempre penso que se eu tiver filho homem, vou...

― Não é desse lengalenga que estou falando ― interrompi. ― O problema é que as mulheres ficam reclamando dos modos dos namorados, da falta de sensibilidade deles, da objetividade excessiva. Querem que eles se comportem exatamente como suas melhores amigas. Está dando nisso.

Na verdade, eu já tinha refletido sobre o assunto outras vezes, quando alguma amiga vinha reclamar das limitações ou da incompetência masculina para lidar com questões cotidianas. Limitados e incompetentes? Sim, muitas mulheres hoje não têm dúvida de que os homens são criaturas em estado bruto, que precisam ser lapidadas e ensinadas a fazer as coisas do modo perfeito desenvolvido pela tradição feminina. Ok, pode ser que este domínio todo não exista, ainda, nas instâncias políticas e sociais, mas nos relacionamentos elas sempre conseguem provar, com muita habilidade, como estão certas.

As feministas à antiga talvez venham me crucificar por eu me referir ao modo masculino e feminino de pensar e agir. Mas não é à toa que a internet está chacoalhada de correntes engraçadinhas com este tipo de generalização. E que sucesso: sempre há uma nova versão para uma piada antiga. Bem que eu gostaria de ser a prova viva de que a separação por gênero está ultrapassada, mas infelizmente não é assim que acontece lá em casa: eu falo pelos cotovelos; meu marido é quem troca a carrapeta da torneira. Poder rir do fato de se encaixar tanto nos estereótipos, aliás, costuma ser bastante eficaz para desarmar potenciais conflitos.

Pois é, as diferenças podem levar ao conflito. Mas também podem ser excitantes.

Foi o que descobriu, tempos atrás, uma geração de homens que não gostava de mulher. "Vinicius de Moraes ensinou muito homem a gostar de mulher", costuma contar o escritor Antônio Torres. "Fui um deles. E quem não gosta, depois de ouvir Vinicius?" Claro que estes homens já apreciavam o corpo feminino, e todo o prazer que lhes proporcionava. Eram capazes de amar também a figura da mulher forjada e idealizada por eles próprios, e eventualmente até nomeá-la de "a mulher de verdade". De verdade?

Não, não era a mulher de verdade. Mas isso era um pequeno detalhe, em uma sociedade masculina e patriarcal. Até que as coisas começaram a mudar, com a entrada delas no mercado de trabalho. Alguns homens, aliviados do peso que antes carregavam nas costas ― agora podiam até assumir suas fragilidades ―, começaram a descobrir a "mulher de verdade" de verdade. E ficaram encantados. Com delicadeza e paciência, descobriram nuances que nem elas atentavam em si próprias. Fizeram seus melhores poemas para elas. Torres foi apenas um dos muitos que tiveram sua emoção tocada pela revelação do universo feminino, com a ajuda da poesia.

A mulher, no caminho inverso, passou a questionar a imposição do universo masculino ― com toda a razão, diga-se de passagem. Era uma conquista. Mas daí a perder a admiração pelo "modo de fazer" masculino vai uma grande distância. Uma distância que pode estar fazendo as mulheres desaprender a gostar de homem, de tão empenhadas que andam em consertá-los. Parecem ter esquecido como a diferença tem o poder de eletrizar, energizar, atrair. Talvez necessitem agora da mesma paciência e sensibilidade dos homens que se embrenharam pioneiramente no universo feminino, de corpo e alma ― e não só corpo.

Convenhamos: longe das boates de Barcelona e das fantasias femininas, o que acontece com um homem que chega sujo de graxa ou com a barba mal feita na casa da namorada? Leva uma bela bronca. Talvez esteja na hora de nós, mulheres, refletirmos sobre isso.

Você sabe se (ainda) gosta de homem quando admira a capacidade dele de resolver os problemas da forma simples ― e não da forma perfeita (até porque a perfeição feminina é inatingível). Quando percebe a doçura expressa em atitudes e gestos, jamais em palavras. Quando ri da roupa descombinada ou do jeito que ele carrega o bebê (não, o pescoço não vai quebrar; por isso o bebê não está chorando). Quando se conforta com o seu silêncio, e descobre que nem tudo precisa ser falado e repetido para ganhar existência. Quando inveja a paixão dele pelo time e o tipo de relacionamento que ele mantém com os amigos. Quando fica entretida em observá-lo de longe, sem que ele perceba.

Principalmente, você sabe que gosta de homem quando reconhece o esforço sincero dele para gostar de mulher. Assim, como elas são.

Nota do Editor
Marta Barcellos mantém o blog Espuminha de leite.


Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 25/9/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Shakespeare e as séries na TV de Eugenia Zerbini
02. American Dream de Marilia Mota Silva
03. O incompreensível mercado dos e-books de Vicente Escudero
04. A aura da música de Luiz Rebinski Junior
05. Zé Rodrix ― o escritor e o amigo de Luis Eduardo Matta


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2009
01. Gostar de homem - 25/9/2009
02. Simplesmente feliz - 24/4/2009
03. Escrever pode ser uma aventura - 3/7/2009
04. Palavras que explodem no chão - 19/6/2009
05. Fim dos jornais, não do jornalismo - 3/4/2009


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
23/9/2009
21h14min
Muito bom isso aí. Um reflexão bastante rara, achei. Gostei do foco na "perfeição feminina", não tinha atinado ainda. Perfeito.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
25/9/2009
12h44min
Tá, as mulheres são "complicadas e perfeitinhas", sim, Marta. Mas não vejo tantos metrossexuais no Brasil assim. Os homens parecem mais interessados em bancar o machão latino subdesenvolvido. E se tem mulher que gosta de homem que acha que manda, trai e trata a mulher como propriedade, tem psicanalistas ótimos por aí. Não sei que homem é esse que você diz. As mulheres são bem descomplicadas quando querem e têm TPM em datas específicas do mês. Homem você nunca sabe quando. O mês todo é de TPM. De caras que se acham tão engraçados, mas não podem ouvir uma crítica, que gostam de diminuir a mulher a todo instante e vibram com cenas vexatórias (ou que eles creem como vexatórias) de outras mulheres. Entre esse "homem" (se bem que realmente não tenha problemas com a graxa) e o metrossexual prefiro o segundo que caiba nas calças e saiba articular algumas palavras. Do meu ponto de vista (entenda-se, do MEU) a sua reflexão não chega a lugar nenhum. Ou, aliás, ao mesmo lugar comum de sempre.
[Leia outros Comentários de Juliana]
25/9/2009
13h12min
Tudo a ver em seu fecho: você sabe que gosta de um homem porque sente que ele tem tudo a ver com você ;-)
[Leia outros Comentários de gisele lemper]
25/9/2009
18h11min
Muito interessante. E definitivamente gosto de homem. :)
[Leia outros Comentários de Kelly]
15/11/2009
23h29min
Texto muito bem produzido, limpo. E sim, eu gosto de homem, a culpa é da mulher!
[Leia outros Comentários de Silvia Caroline ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SAFARI DE ESTRATÉGIA
HENRY MINTZBERG; BRUCE AHLSTRAND; JOSEPH LAMPEL
BOOKMAN COMPANHIA
(2005)
R$ 60,00



RECEITA PARA A MORTE
NERO BLANC
EDIOURO
(2004)
R$ 17,00
+ frete grátis



FRANÇA
GLOBO
LONELY PLANET
(2012)
R$ 16,00



FUNDAMENTOS DE PERÍCIA CONTÁBIL VOL 18
VÁRIOS AUTORES
ATLAS
(2006)
R$ 20,00



INFLAÇÃO E DEFLAÇÃO - TEORIA DA DINÂMICA ECONÔMICA - COLEÇÃO OS PENSAD
JOHN MAYNARD KEYNES MICHAL KAECKI PAULO ISRAE...
ABRIL
(1978)
R$ 23,69



PEQUENOS GUIAS DA NATUREZA - MAR E VIDA MARINHA LITORAL ...
PÂMELA FOREY E CECÍLIA FITZSIMONS
PLATANO
(1994)
R$ 37,00



ABLA 35 ANOS EM MOVIMENTO
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LOCADORAS DE VEICULOS
ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE LOCAD
(2012)
R$ 65,00



O TESTAMENTO
DENCAN JONNY
CLUBE DO LIVRO
(1966)
R$ 6,00



RESISTÊNCIA E SUBMISSÃO
DIETRICH BONHOEFFER
PAZ E TERRA
(1968)
R$ 95,00



VENTO SUDOESTE
LUIZ ALFREDO GARCIA ROZA
COMPANHIA DAS LETRAS
(1999)
R$ 12,00





busca | avançada
55507 visitas/dia
1,4 milhão/mês