Digestivo nº 158 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
72040 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Curitiba
>>> O Leitor Apaixonado, livro de Ruy Castro
>>> Carta de um jovem contestador
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Breve História do Cinismo Ingênuo
>>> Minha cartomante não curte o Facebook
>>> Geza Vermes, biógrafo de Jesus Cristo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os olhos brancos de Deus
>>> Alívios diamantinos
Mais Recentes
>>> Flamengo - o Vermelho e o Negro de Ruy Castro pela Ediouro (2005)
>>> The Importance of Being Earnest + 2 Cds de Oscar Wilde pela Macmillan Readers (2020)
>>> A Roupa e a Moda - Uma História Concisa de James Laver pela Companhia das Letras (1996)
>>> Photoshop para Fotografia Digital - Guia sem Mistério de Scott Kelby pela Ciência Moderna (2005)
>>> Supernatural: o Livro dos Monstros, Espíritos, Demônios e Ghouls de Alexander H. Irvine pela Gryphus (2010)
>>> Maria da Glória - A Princesa Brasileira Que Se Tornou Rainha de Portugal de Isabel Stilwell pela Octávio (2012)
>>> Nunca é Tarde para Mudar de Mônica de Castro pela Academia (2018)
>>> A Senhora - Gracia Nasi e a Saga dos Judeus no Século XVI de Catharine Clément pela 34 (2001)
>>> 1968 o Ano Que Não Terminou de Zuenir Ventura pela Objetiva (2013)
>>> Superação da Lógica Classificatória e Excludente da Avaliação 2ªed. de Celso Dos S. Vasconcellos pela Libertad (1998)
>>> A Prática Educativa Como Ensinar de Antoni Zabala pela Artmed (1998)
>>> Masculino e Feminino no Imaginário Católico de Zaíra Ary pela Annablume (2000)
>>> A Bíblia A História de Deus e de Todos Nós de Roma Downey / Mark Burnett pela Sextante (2014)
>>> O sujeito da educação - Estudos Foucaultianos de Tomaz Tadeu Da Silva pela Vozes (2002)
>>> A Reencarnação Segundo a Bíblia e a Ciência de José Reis Chaves pela Martin Claret (1998)
>>> Fundamentos de Filosofia de Manuel Garcia Morente pela Mestre Jou
>>> Fundamentos de Matemática Elementar Volume 2 Logaritmos de Gelson Iezzi / Osvaldo Dolce / Carlos Murakami pela Atual (2004)
>>> As Estruturas da História de Christopher Lloyd pela Jorge Zahar (1995)
>>> Introdução à Filosofia História e Sistemas de Roberto Rossi pela Loyola (1996)
>>> A Felicidade Paradoxal de Gilles Lipovetsky pela Companhia das Letras (2007)
>>> Consiência e Cosmos de Menas Kafatos / Thalia Kafatou pela Teosófica (1994)
>>> Matemática Temas e Metas Volume 3 Sistemas Lineares e Combinatória de Antonio dos Santos Machado pela Atual (1986)
>>> Matemática Temas e Metas Volume 2 Trigonometria e Progressões de Antonio dos Santos Machado pela Atual (1986)
>>> Aventuras no marxismo de Marshall Berman pela Companhia Das Letras (2001)
>>> Cartas do Cárcere 4ªed. de Antonio Gramsci pela Civilização Brasileira (1991)
>>> Resumo dos cursos do collège de france 1970-1982 de Michel Foucault pela Jorge Zahar (1997)
>>> Socialismo - Impasses e Perspectivas de César Benjamin e outros pela Scrita (1992)
>>> Revolting Rymes N1 - de Roald Dahl pela Puffin Books (2015)
>>> O Avesso do Trabalho de Ricardo Antunes/ Maria A. Moraes Silva (Orgs.) pela Expressão Popular (2004)
>>> Odisseia de Homero de Ana Maria Machado pela Atica (2015)
>>> Iracema -Lenda do Ceara de Jose de Alencar pela Sol-no final do livro traz questionario e respostas - coleção vestibular (2010)
>>> Divinas desventuras outras historias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das letrinhas (2009)
>>> Aurelio Mirim -Dicionario ilustrado da letra N a R- de Aurelio Buarque pela Positivo (2015)
>>> Dubliners de James Joyce pela Penguin (1996)
>>> As Chaves Perdidas da Maçonaria de Manly P. Hale pela Madras (2006)
>>> Metamorphosis and Other Stories - de Franz Kafka pela Penguim (1996)
>>> O Homem em busca de Deus de Varios editores internacionais pela Watch tower (2010)
>>> Os Irmãos Sagrados - de R.Waingarten pela Lubavitch (2012)
>>> Almanaque Ilustrado Símbolos de Mark O'Connell & Raje Airey pela Escala (2017)
>>> Francisco Valdomiro Lorenz - Uma Obra com Vida de Waldomiro Lorenz pela Parma (2000)
>>> O Retorno à Origem de Lex Hixon pela Cultrix (1992)
>>> Episódio da Vida de Tibério de Wera Krijanowsky pela Lake (1999)
>>> Uma Breve História do Mundo de Geoffrey Blainey pela Fundamento (2011)
>>> Férias Pagãs - Na Trilha dos Antigos Turistas Romanos de Tony Perrottet pela Rocco (2006)
>>> A Luz que Cura Oração Pelos Doentes de Agnes Sanford pela Loyola (1985)
>>> Doze Passos Para os Cristãos Jornada Espiritual Com Amor-Exigente de Pe Haroldo J Rahm pela Loyola (2000)
>>> A Águia e a Galinha de Leonardo Boff pela Vozes (1997)
>>> Ele andou entre nós Evidências do Jesus Histórico de Josh Mcdowell pela Candeia (1998)
>>> Contabilidade de Custos de Osni Moura Ribeiro pela Saraiva (2013)
>>> Cachaça artesanal. Do alambique à mesa de Atenéia Feijó & Engels Maciel pela Senac Nacional (2001)
DIGESTIVOS

Quarta-feira, 21/1/2004
Digestivo nº 158
Julio Daio Borges

+ de 3800 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Televisão >>> Um vanguardista da opinião
No início da década de 90, no Brasil, a esperança para a televisão estava na TV a cabo. Como num renascimento, a qualidade era levada a sério (havia dinheiro para bancá-la) e a criatividade estava à solta (com bons profissionais para sustentá-la). Nessa época, nasceu o “Manhattan Connection”, de Lucas Mendes e Lúcia Guimarães. E nessa época, também, nasceu o “Milênio”, programa de entrevistas comandado por Edney Silvestre. Ele e a editora W11 perceberam que aquela foi uma época de ouro (também para os Estados Unidos – que viviam o “boom” econômico da Era Clinton; Edney estava lá) e resolveram editar o material do “Milênio” em livro. Desde dezembro do ano passado, ele está à disposição dos leitores, sob o título “Contestadores”. São 18 entrevistados, classificados por grupos conforme a “performance”: boxeadores (de Norman Mailer a Paulo Francis); tempestuosos (de Edward Said a Edward Albee [autor de “Quem tem medo de Virginia Woolf?”]); cordiais (de Juliette Binoche a James Taylor); militantes (de Harry Belafonte a Nan Goldin); e visionários (de Michio Kaku a Tony Kushner). Claro, entramos em outra década e algumas questões ficaram para trás. Como quando Camille Paglia se debruça sobre o “affair” Monica Lewinsky; ou como quando Paulo Freire devaneia sobre o socialismo e a “esperança” antes do Governo Lula. Mas os bons momentos valem o livro todo: Paulo Francis no auge, lançando “Trinta anos esta noite” (como, aliás, notou – na orelha – Sonia Nolasco); Norman Mailer chamando John Updike de “peso-leve” e divagando sobre a (presente) impotência dos escritores; Salman Rushdie lamentando por seu isolamento e pelo fato de ser maior que a própria obra (como personalidade); James Taylor falando do abismo das drogas e da sua redenção no Rock in Rio (I). E por aí vai. Se alguém perdeu o trem da História e não soube reconhecer a pujança dos anos 1990, eis que surge uma segunda chance. [Comente esta Nota]
>>> Contestadores - Edney Silvestre - 342 págs. - W11
 



Música >>> Desenrock-se
Tom Zé reclama, em entrevistas, que foi banido do clã tropicalista, mas ele é, ironicamente, na verdade, o último tropicalista. Depois de mais de 60 anos e de um enfarte, continua experimentando, como prova seu último CD, “Imprensa Cantada” (2003), pela Trama. Desta vez, parte das notícias, da leitura de revistas e jornais, para desenvolver temas, plenos em inventividade, no melhor espírito tropicalista. Já na segunda faixa: “Se você já sabe / Quem vendeu / Aquela bomba pro Iraque / Desembuche / Eu desconfio que foi o Bush”. Ou então em “Vaia de bêbado não vale”, evocando a resposta que João Gilberto deu aos convidados do Credicard Hall, quando da sua inauguração em 1999. Entre muito sério (na escolha dos assuntos) e risível (na interpretação dos mesmos), converte a mais árida prosa em música. Como em “Requerimento à censura”, em que reproduz o estilo burocrático e rebuscado dos censores. Ou ainda em “Identificação”, em que desfila o emaranhado de números que compõem o(s) seu(s) RG, CIC, ISS, INPS, CGC, etc. Talvez Tom Zé sofra até um pouco a pressão da própria inteligência, e da obrigatoriedade do “insight” (como muitos de sua geração, bem menos inspirados, mas igualmente tidos como “gênios”). Ou seja: provavelmente, o desejo maior do autor de “São São Paulo” (canção que reinterpreta) fosse ficar em casa tendo idéias – mas acabou sendo empurrado para o palco, para a “performance”, sendo que talvez a sua porção “músico” tenha ficado prejudicada, e ele tenha pendido para a própria “poética”. Resumindo: os álbuns de Tom Zé (pelo menos, os últimos) são difíceis e não são “cantáveis”. Ninguém vai sair assobiando um novo tema de Tom Zé. É o compromisso “tropicalista” levado ao limite: se ele tivesse interrompido a sua “exploração” e houvesse sucumbido ao “star system” (como os demais), teria uma aposentadoria bem mais tranqüila. Assumiu, no entanto, um compromisso e agora vai até o fim. Por isso, talvez, continue fértil. Como o seu jardim. [Comente esta Nota]
>>> Imprensa Cantada - Tom Zé - Trama
 



Cinema >>> Caldeirão da História
Se o segundo Senhor dos Anéis (“As Duas Torres”, 2002) havia se centrado na crise existencial dos principais personagens (a começar por Frodo; chegando até Gollum/Smeagol – 100% computação gráfica), este terceiro tem a missão de encerrar a saga toda. Ou seja: há de haver tempo para eclodir (e vencer) todas as guerras; derrotar todos os vilões e consagrar todos os heróis; unir todos os corações apaixonados e devolver a paz a todos os recantos da Terra-Média. Portanto, haja concentração e haja emoção por parte do espectador. O final é, obviamente, feliz e o espetáculo, proporcionalmente, grandioso. Algumas pequenas delongas (como as cenas da família Sam – afinal, quem quer saber?) lembram aqueles recentes filmes que não sabem quando devem terminar (como dois de Spielberg: “A.I.” [2001] e “Minority Report” [2002]). Gandalf assume uma merecida primazia, neste terceiro episódio, fazendo as vezes de guerreiro e comandante militar, quando o reino de Gondor ameaça ser subjugado. Aragorn luta bravamente ao lado de Éowyn (a guerreira loira – a Anita Garibaldi da história), mas acaba ficando com a elfa Arwen (Liv Tyler – que já assume ares de matrona, longe daquela sensualidade perdida em “Beleza Roubada” [1996]). A dupla Merry e Pippin é separada e poupa-nos de suas travessuras (“Hobbits...”). Enquanto isso, Frodo e Sam passam por uma crise de confiança e, antes que o mundo acabe, conseguem destruir o anel, na Montanha da Perdição de Mordor. O longa é também, logicamente, uma demonstração de virtuosismo em matéria de efeitos especiais, mas, ao contrário da rocambolesca série Matrix, tem um argumento (roteiro) crível por trás. Ficamos conhecendo mais da paisagem da Nova Zelândia (onde a trilogia foi “ambientada”) e desfrutamos mais um pouco da rica imaginação de Tolkien, ao criar toda uma variedade de criaturas e de seres ignominiosos. A “paz” reina, igualmente, nos nossos corações, ao sairmos da sala de projeção; depois de tanta exaustão e de – a exemplo da saga Guerra nas Estrelas (atenção, produtores, não vão cair na mesma tentação!) – as possibilidades desse universo terem se esgotado. [Comente esta Nota]
>>> The Lord of the Rings
 

>>> EVENTOS QUE O DIGESTIVO*** RECOMENDA
(CN - Conjunto Nacional; VL - Shopping Villa-Lobos)


>>> Noites de Autógrafo
* Estrangeiros em casa - Uma caminhada pela selva urbana de São Paulo - Reinaldo Moraes e Roberto Linsker (3ª f., 20/1, 18h30, VL)

* Mulheres que fazem São Paulo - A força feminina na construção da metrópole - Goimar Dantas e Viviane Pereira (5ª f., 22/1, 19hrs., VL)

* Pelé - Os Dez Corações Do Rei - José Castello (5ª f., 22/1, 19h30, CN)

** Livraria Cultura Shopping Villa-Lobos: Av. Nações Unidas, nº 4777
** Livraria Cultura Conjunto Nacional: Av. Paulista, nº 2073

*** a Livraria Cultura é parceira do Digestivo Cultural

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/1/2004
17h13min
Sem pretensão de desenvolver crítica, achei que o filme poderia "emagrecer", ao menos, uma horinha. As cenas lacrimejantes e cheias de "emoção" também não me convenceram. O que mais gostei foram dos imensos elefantes usados na batatalha. Ô dó dos bichinhos!
[Leia outros Comentários de Neuza Paranhos]
19/1/2004
10h00min
julio, gostei do seu texto sobre Tom Zé. me pergunto: até que ponto uma música deste tipo pode interessar a quem não compartilha das paixões políticas do artista? o engajamento que, aparentemente, dá força a esta obra, marca também seu limite. como dizia Stendhal: "a política no meio dos interesses da imaginação é como um tiro no meio de um concerto. essa política irá ofender mortalmente metade dos ouvintes, e aborrecer a outra, que a viu de uma forma muito mais interessante nos jornais da manhã..." abraço, jardel
[Leia outros Comentários de jardel]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HAUFF & AUVERMANN AUKTION 61 - 3168
DIVERSOS
GESCGAFTSFUHRER
(2010)
R$ 15,00



O MUNDO TEM DE SER DESSE JEITO?
FERNANDO VAZ
FTD
(1996)
R$ 11,00



CONFISSÕES DE UM CONQUISTADOR DE CRIADAS
HERNANI DE IRAJÁ
PALLAS
(1981)
R$ 12,00



SETE PICOS
DICK BASS E FRANK WELLS
MARCO ZERO
(1995)
R$ 8,89



AS ALIANÇAS E COLIGAÇÕES PARTIDÁRIAS
UFMG
UFMG
(2005)
R$ 6,90



A DOUTRINA DOS 20%
RYAN TATE
ELSEVIER
(2012)
R$ 34,90



LITERATURA COMENTADA - RUBEM BRAGA
PAULO ELIAS E OUTROS...
ABRIL EDUCAÇÃO
(1980)
R$ 7,00



SOLDADO DA TERRA 1 - VOL.413 - ARGONAUTA
GORDON R. DICKSON
LIVROS DO BRASIL
(1991)
R$ 23,18



TUDO QUE É
JAMES SALTER
COMPANHIA DAS LETRAS
(2015)
R$ 42,00



A MORTE E A MORTE DE QUINCA BERRO DAGUA
JORGE AMADO
RECORD
(1981)
R$ 5,00





busca | avançada
72040 visitas/dia
2,1 milhões/mês