A Reinvenção da Leitura, na Época Negócios | Digestivo Cultural

busca | avançada
72040 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> Humberto Alitto
>>> Orra, meu
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Meu tio
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Tarde, de Paulo Henriques Britto
>>> Curitiba
>>> O Leitor Apaixonado, livro de Ruy Castro
>>> Carta de um jovem contestador
Mais Recentes
>>> A Nova História Cultural de Lynn Hunt pela Martins Fontes (1992)
>>> O Livro dos Espíritos de Allan Kardec pela Círculo do Livro (1993)
>>> Não Conte a Ninguém de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2003)
>>> O Livro dos Incensos de Steven R. Smith pela Roca (1994)
>>> Confie Em Mim de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Romeu e Julieta - Macbeth - Otelo, O Mouro de Veneza de William Shakespeare pela Nova Cultural (2003)
>>> Consciência Cósmica de Rosabis Camaysar pela Lorenz (1994)
>>> Alta Tensão de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Os Sentidos do Trabalho - Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho de Ricardo Antunes pela Boitempo (2000)
>>> Luta Armada no Brasil do Anos 60 e 70 de Jaime Sautchuk pela Anita Garibaldi (1995)
>>> Jogada Mortal de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Quando Ela Se Foi de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Descartes The Project of Pure Enquiry de Bernard Williams pela Routledge (2005)
>>> Desaparecido para Sempre de Harlan Coben pela Arqueiro (2010)
>>> Seis Anos Depois de Harlan Coben pela Arqueiro (2014)
>>> Estatuto da Criança e do Adolescente de Vários Autores pela Pmpa (2003)
>>> O Inocente de Harlan Coben pela Arqueiro (2013)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Cultural (2003)
>>> Equilíbrio Total Através da Parapsicologia de Miguel Lucas pela Almed (1981)
>>> Casa de Bonecas de Henrik Ibsen pela Nova Cultural (2003)
>>> O Poder da Oração para Mulheres de Jackie M. Johnson pela Povket ouro (2013)
>>> Jesus como Terapeuta - O Poder Curador das Palavras de Anselm Grün pela Vozes (2013)
>>> Manual do Astrônomo Amador de Jean Nicolini pela Papirus (1991)
>>> As Três Irmãs de Anton Tchekov pela Nova Cultural (2002)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes (Org.) pela Atlas (2001)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Vários Autores pela Saraiva (2000)
>>> O Livro Secreto do Banheiro Feminino de Jo Barrett pela Essência/Planeta (2008)
>>> Código de Hamurabi – Código de Manu – Lei das XII Tábuas de Jair Lot Vieira (Superv.) pela Edipro (2002)
>>> Manual de Prática Forense Civil de Edson Cosac Bortolai pela Revista dos Tribunais (2003)
>>> Vade Mecum Método Cívil 2016 de Vários Autores pela Método (2016)
>>> Nossa próxima atração. O interprograma do Canal 3 de Mário Fanucchi pela Edusp (1996)
>>> Evaristo de Moraes Filho – 100 Anos de Vida Contribuição à Sociologia e ao Direito do Trabalho de Eliana Gonçalves da Fonte Pessanha e Outros (Orgs.) pela Ministério do Trabalho (2016)
>>> O tempo e a alma de Jacob Needleman pela Ediouro (1999)
>>> A Revolução de 1930 - História e Historiografia de Boris Fausto pela Companhia das Letras (2015)
>>> Vivendo, Amando e Aprendendo de Leo Buscaglia pela Nova Era (2007)
>>> Rio Paranapanema da nascente à foz de Paulo Zocchi & Marcelo Maragni pela Horizonte Geográfico (2002)
>>> Milagres de Rodrigo Alvarez pela Globolivros (2017)
>>> Espiritualidade: um Caminho de Transformação de Leonardo Boff pela Sextante (2001)
>>> Índios no Brasil - História, Direitos e Cidadania de Manuela Carneiro da Cunha pela Claro Enigma (2013)
>>> O Encontro Inesperado de Zibia Gaspareto pela Vida e Consciência (2014)
>>> Corpo sem Idade, Mente sem Fronteira de Deepak Chopra pela Rocco (1994)
>>> Astrologia e Saúde de Sheila Geddes pela Nova fronteira (1988)
>>> Naufragos da Vida de Luciana Cardoso pela Dpl (2000)
>>> No Mundo de Chico Xavier de Francisco Candido Xavier pela Ide (2006)
>>> Aborto, Suicidio e Pena de Morte de Celso Martins pela Dpl (2002)
>>> Acaiaca de Marilusa Moreira Vasconcellos / Tomás Antônio Gonzaga pela Radhu (1998)
>>> Astrologia - Prática e Profissão de Stephen Arroyo pela Pensamento (1984)
>>> La Independência Del Paraguay Y El Império Del Brasil de R. Antonio Ramos pela Fundação Alexandre Gusmão (2016)
>>> A Anti-história das Mensagens Co-piadas de Luciano dos Anjos pela Laymarie (2009)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Literatura

Quarta-feira, 24/3/2010
A Reinvenção da Leitura, na Época Negócios
Julio Daio Borges

+ de 5800 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 459 >>> Se a mídia brasileira demorou a aceitar o começo do fim dos jornais (em 2008) e a ascensão do Twitter (em 2009), parece mais disposta (em 2010) a falar da explosão do livro eletrônico. Prova disso é a reportagem de capa da revista Época Negócios que, pela primeira vez, reuniu todos os principais players do mercado editorial numa matéria só. Começando com Jeff Bezos, o pai do Kindle, passando pelos herdeiros das Organizações Globo, do Grupo Abril, do Grupo Folha, fora editores como Luiz Schwarcz, da Companhia das Letras, e autores como Paulo Coelho, o único brasileiro sob contrato exclusivo com a Amazon. Faltou, claro, Steve Jobs, falando sobre o iPad, mas sua ausência não chega a ser uma falha. Ao contrário dos jornalistas — que negam a queda de circulação dos jornais até hoje — os editores parecem mais bem informados e estão se preparando para as transformações, embora defendam, cada um, o seu lado. Roberto Irineu Marinho, por exemplo, não acha, ainda, que os jornais ou as revistas estejam ameaçados, nem os livros, mas, sim, as gráficas. Já Luiz Schwarcz afirma que sem editores — com os autores publicando diretamente — "a qualidade do livro vai cair(...), com consequencias nas vendas". Também Sônia Jardim, da Record, considera que, com preços tão baixos (dos livros eletrônicos), não será possível sustentar toda a cadeia produtiva das editoras nacionais. E Roberto Civita, naturalmente, prevê a digitalização rápida do "conteúdo noticioso" (jornais), mas nem tão rápida assim dos "meios" (revistas)... Época Negócios, com muita coragem, se posiciona: embora os anúncios estejam migrando do papel para a Web, eles não estão, necessariamente, se dirigindo para os sites da velha mídia. Ainda: cobrar por conteúdo não é a solução; numa pesquisa feita no Reino Unido, mais de 90% dos entrevistados não se dispôs a pagar por notícias on-line (em nenhum formato ou "device"). Se os editores tentam contemporizar — preservando ao menos seu próprio business — e Época Negócios adota o tom geralmente sóbrio, Paulo Coelho é a voz dissonante, e parte para o ataque: "Vi [entre as editoras] total desorientação"; "Não vendi minhas versões eletrônicas... As editoras não têm esse direito"; "Pediram meus livros eletrônicos... Não vou dar"; "Tentam criar, agora, um boicote contra as plataformas eletrônicas... Acho uma perda de tempo. Com 3 milhões de produtos para vender, a Amazon não está nem aí...". Sobrando até para o iPad de Jobs: "Não acredito no iPad(...) Trata-se de um iPhone grande(...) Não creio que se consiga ler numa tela que emite luz". Schwarcz, talvez sem querer, responde [falando de autores que, como Coelho, prescindiram dos editores]: "Ou o sujeito não entende o verdadeiro papel do editor em todo o processo ou é presunçoso a ponto de achar que pode prescindir de parceiros na edição". O fato é que, se as editoras se sentiam, até hoje, fora da "digitalização de conteúdos" provocada pela internet, agora não podem mais negar a mudança em curso. E se alguém duvidava que esse movimento chegaria ao Brasil, a reportagem de capa da Época Negócios acaba de dar a resposta...
>>> Época Negócios
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Cada mesa é um palco, de Lima+Salles (Música)
02. O Passado, de Hector Babenco (Cinema)
03. Antônia, de Tata Amaral (Cinema)
04. A última volta do parafuso (Literatura)
05. E a bomba caiu! (Artes)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
12/4/2010
22h54min
O comentário vai atrasado, que seja. Achei muito instigante a discussão. Sou uma amante apaixonada pelos livros, pelo papel com que são feitos, pela tinta com que se se imprimem seus textos, pelo seu inebriante perfume. A cada vez que entro em uma livraria (e escondo-me cada vez mais dentro delas), saio de mim e do meu tempo, viajo por continentes inesperados e desconhecidos. E esse arrebatamento é comum a todos os que amam os livros, eu penso, porque advém das histórias que contam os livros. Não serei destituída de meu contentamento porque o papel mudou de forma e a leitura do que há no papel será feita mediante instrumentos outros, ou novas tecnologias e conceitos. O livro sempre existirá, enquanto existirem os homens, enquanto existirem histórias para contar ao redor do fogo, em noites claras de lua alta no céu, entre risos e espantos, depois de um longo e árduo dia de caça nas montanhas.
[Leia outros Comentários de mari prol]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PÁGINAS, ARQUIVOS E BIBLIOTECAS, A& B VOL 3
MARIA LUÍSA CABRAL
COLIBRI
(1997)
R$ 22,33



HISTÓRIA ECONÔMICA E SOCIAL DA IDADE MÉDIA
HENRI PIRENNE
MESTRE JOU
(2007)
R$ 43,99



DIGESTO DE JUSTINIANO LIVRO 1
HÉLCIO MACIEL FRANÇA MADEIRA
UNIFIEO / RT
(2000)
R$ 65,00



POESIAS DE ÁLVARO DE CAMPOS
FERNANDO PESSOA
N/D
R$ 25,00



INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA LINGUA PORTUGUESA NO BRASIL
SERAFIM DA SILVA NETO (CAPA DURA)
MEC E DEPTO DE IMPRENSA NACION
(1951)
R$ 28,82



O QUE SEI DE LULA
JOSÉ NÊUMANNE PINTO
TOPBOOKS
(2011)
R$ 23,93



OS GRANDES LÍDERES - FIDEL
NOVA CULTURAL
NOVA CULTURAL
R$ 5,75



DAS WUNSCHTAL - IDIOMA ALEMÃO
URSULA K LEGUIN
HEYNE BUCHER
(1984)
R$ 39,90



PRÉCIS D ÉLECTROTHÉRAPIE
H. BORDIER
J -B BAILLIÈRE ET FILS
(1902)
R$ 88,00



FLEA BIOLOGY AND CONTROL
F. KRÄMER E N. MENCKE
SPRINGER
(2001)
R$ 55,00
+ frete grátis





busca | avançada
72040 visitas/dia
2,1 milhões/mês