O livro sempre existirá | mari prol

busca | avançada
100 mil/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Casa do Escritor lança treinamento para incentivar a publicação de livros independentes.
>>> OBA HORTIFRUTI INAUGURA 25ª LOJA EM SÃO PAULO
>>> Bienal On-line promove studio visit com artista argentina Inés Raiteri
>>> Castelo realiza piqueniques com contemplação do pôr do sol ao ar livre
>>> A bailarina Ana Paula Oliveira dança com pássaro em videoinstalação de Eder Santos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
Últimos Posts
>>> Fiel escudeiro
>>> Virtual: Conselheiro do Sertão estreia quinta, 24
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Imperial March por Darth Vader
>>> Habemus Blog
>>> 3 de Fevereiro #digestivo10anos
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR II
>>> Um Furto
>>> Conceitos musicais: blues, fusion, jazz, soul, R&B
>>> Raduan Nassar
>>> Cacá Diegues e os jornalistas
>>> A Casa é de Daniela Escobar
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
Mais Recentes
>>> Telecomunicações Modernas - Curso Básico - 2ª Edição Ampliada de Eng. Almir Wirth Lima Junior pela Book Express (2001)
>>> Barra Pesada de Octavio Ribeiro pela Codecri (1977)
>>> El conde Lucanor de D. Juan Manoel pela Ufrgs (2002)
>>> Chá da Tarde Crônicas de Lucia Sauerbronn pela Escrita Comunicação Dirigida (2005)
>>> Receitas Vegetarianas - Receitas sem Sofrimento Animal de Eduardo Anandadeva pela Cbje (2016)
>>> New English File Student´s Book Pré-intermediate de Oxenden Latham-Koenig e Seligson pela Oxford (1997)
>>> Novelas Nada Exemplares - 2ª Edição Revista de Dalton Trevisan pela Civilização Brasileira (1970)
>>> Terra, o coração ainda bate - Guia de conservação ambiental de Vários autores pela Tchê (1990)
>>> A Mão do Finado de Alexandre Dumas pela Clube do Livro (1958)
>>> Princípios e métodos de orientação educacional de José do Prado Martins pela Atlas (1987)
>>> O alibi fatal de Rex Stout pela Livros do brasil (1944)
>>> Arizona Quarterly - A journal of American Literature, Culture, and Theory de Vários autores pela University of Arizona (2013)
>>> Literatura comentada: Jorge Amado de Álvaro Cardoso Gomes e Sonia Regina R. Neves pela Nova Cultural (1990)
>>> Español sin fronteras: curso de lengua española, volume 4 de Maria de Los Á. J. García e Josephine S. Hernández pela Scipione (2007)
>>> Leituras obrigatórias UFRGS 2011 de Vários autores pela Leitura XXI (2010)
>>> Leituras obrigatórias UFRGS 2014 de Vários autores pela Leitura XXI (2013)
>>> A Maldição do Espelho de Agatha Christie pela Abril Cultural (1983)
>>> Español sin fronteras: curso de lengua española, volume 3 de Maria de Los Ángeles J. García, Josephine Sánchez Hernández pela Scipione (2002)
>>> O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde pela Abril (1981)
>>> 20 Poemas de Amor e uma Canção Desesperada de Neruda pela José Olympio (1983)
>>> História - das cavernas ao Terceiro Milênio de Myriam Becho Mota; Patrícia Ramos Braick pela Moderna (1997)
>>> Panorama do mundo atual de Pierre George pela Difusão Européia do Livro (1966)
>>> Español sin fronteras: curso de lengua española, volume 2 de Maria de Los Ángeles J. García, Josephine Sánchez Hernández pela Scipione (2002)
>>> Box Cinquenta Tons De Cinza e Cinquenta tons Mais Escuros de E L James pela Intríseca (2011)
>>> História da II Guerra Mundial (1939-1945) - ano V de Edgar Mc Innis pela Globo (1956)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 12/4/2010
Comentários
Leitores


O livro sempre existirá
O comentário vai atrasado, que seja. Achei muito instigante a discussão. Sou uma amante apaixonada pelos livros, pelo papel com que são feitos, pela tinta com que se se imprimem seus textos, pelo seu inebriante perfume. A cada vez que entro em uma livraria (e escondo-me cada vez mais dentro delas), saio de mim e do meu tempo, viajo por continentes inesperados e desconhecidos. E esse arrebatamento é comum a todos os que amam os livros, eu penso, porque advém das histórias que contam os livros. Não serei destituída de meu contentamento porque o papel mudou de forma e a leitura do que há no papel será feita mediante instrumentos outros, ou novas tecnologias e conceitos. O livro sempre existirá, enquanto existirem os homens, enquanto existirem histórias para contar ao redor do fogo, em noites claras de lua alta no céu, entre risos e espantos, depois de um longo e árduo dia de caça nas montanhas.

[Sobre "A Reinvenção da Leitura, na Época Negócios"]

por mari prol
http://contosefolhetins.blogspot.com
12/4/2010 às
22h54 189.60.117.68
(+) mari prol no Digestivo...
 
Assisti ao filme e discordo
Assisti ao filme e discordo da autora com relação à sua "norte-americanização". Ele é basicamente policial e por isso precisa partir de um crime, desenvolver um processo de investigação e descobrir quem foi o assassino e quais foram suas motivações. A escolha do crime de estupro com morte da vítima não foi gratuita, muito pelo contrário, apropriada ao se relacionar com as outras vertentes do filme: o interesse de Espósito pela juíza, o vício (paixão) de Sandoval pelo álcool, a paixão do assassino pela vítima, a fixação do marido na justiça correta (prisão perpétua) etc. Como Sandoval explica no filme, a pessoa pode mudar tudo, menos sua paixão. A exposição do corpo mutilado não foi excessiva, apenas o suficiente para marcar a fixação dos envolvidos com o crime, que altera bastante a vida deles. Darín, mais que popular, está ótimo no seu personagem, uma escolha acertada do diretor. A única coisa que não gostei foi o final feliz para Espósito e a juíza, ranço americano.

[Sobre "Como se vive uma vida vazia?"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
12/4/2010 às
16h56 201.28.40.249
(+) José Frid no Digestivo...
 
Avatar e o mercado
"Avatar" é um produto extremamente mercadológico, pensado para vender. Como o foram "Parque dos Dinossauros", "Superman", "Spiderman", "Titanic" e muitos outros, todos filmes "revolucionários" em seus efeitos especiais, e todos descartáveis e esquecíveis. Parafraseando um famoso texto sobre deuses mortos, pergunto: onde estão enterrados esses filmes, todos inovadores, todos revolucionários, e todos descartáveis, como todo bom produto de marketing pensado apenas para entreter e vender? Alguém lembrará de pôr flores nos seus túmulos? Espero que não. Que "Avatar" também descanse em paz como um filme-pipoca que nada acrescentou à arte nem à vida das pessoas. Amém.

[Sobre "O futuro do ritual do cinema"]

por Luciano Pita
12/4/2010 às
13h08 200.156.97.164
(+) Luciano Pita no Digestivo...
 
Sobre o filme Avatar
Sobre o filme "Avatar", que não foi apenas um filme, mas um paradigma!: Me causa a impressão que quem viu saberá exatamente a sua significância. Talvez tenha sido este o motivo da academia ter se sentido tão incomodada e, principalmente, tão temerosa. É o que eu tenho opinado para aqueles com quem tenho conversado: a tecnologia científica e sua magnitude. Ela está para além da ética e acaba sempre por receber uma certa alforria (ou, como dizem os árabes, "al horria") por sua continência em libertar algumas questões para um além daquilo que precisamente as estavam restringindo - a própria continuidade.

[Sobre "O futuro do ritual do cinema"]

por Dan Jung
http://DanJung1
12/4/2010 às
12h33 201.17.77.22
(+) Dan Jung no Digestivo...
 
Prezada Sra Carvalho, antes...
Prezada Sra Carvalho, antes de mais nada, não sou Italiano apenas um velhão politicamente totalmente errado(INCORRETO) portanto a minha descrição não teria nenhuma relevancia para os eruditos e entendidos pois afinal, sou o que sou! Incorreto! Mas, o que diz o dicionário do mestre Carlo Parlagreco(?)? Opera = obra (de arte ou coisa que valha) Este era um genero muito apreciadop pela população dos seculos XIX e (presto) XX. Então naquela época era considerada um manifestação artistica popular e muito bem apreciado pelo 'populacho'. Me pergunto, será que a "ralé' era mais culto naquela época ou era simplesmente a falta de midia mais penetrante no meios sociais menos favorecidas, ou outra coisa qualquer (como a constante 'proletarização' dos gostos populares? Hoje sim a opera é apreciada por gente mais culta e eu não me inclo entre estes pois (devido a minha educação inicial)não gosto o genero (apenas gosto ou lembro de algumas árias mais conhecidas e aceitas). Eu não gosto de rótulos in

[Sobre "Questão de gosto ou de educação?"]

por Lajos Attila Sarkozy
12/4/2010 às
11h03 189.62.153.164
(+) Lajos Attila Sarkozy no Digestivo...
 
Tecnologia sedutora
Toda a tecnologia, quando pensada pra facilitar a vida do ser humano, e é o caso do celular no Brasil ou do tele-movel em Portugal, vem inicialmente com a função de servir e manter um bem estar, depois vem as mudanças próprias do mercado, que tem de seduzir o consumidor: outras funções, embalagens e visuais diferenciados... Às vezes o mercado até usa a figura feminina, pois este é um produto como tantos outros, que não apenas atende o consumidor nas suas necessidades mas sim o seduz.

[Sobre "Os sem-celular"]

por Manoel Messias Perei
http://www.pop.com.br
11/4/2010 às
06h41 189.79.195.128
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Deliciosa leitura
Deliciosa leitura. E sim, podemos culpar muitas coisas: os pais superprotetores, a sociedade preconceituosa, a mídia de má-fé, as religiões rivais... o culpado é ele, gente, e a vítima foi Glauco. Fato é: o que fazer para evitar que isso aconteça, de novo? Acho que a gente gosta de punhetar essas discussões pra esconder que ainda não temos resposta pra essa questão.

[Sobre "Glauco: culpado ou inocente?"]

por juls bartorilla
http://twitter.com/julsbartorilla
11/4/2010 às
04h02 200.161.221.38
(+) juls bartorilla no Digestivo...
 
Ficar sem meu iPhone? Nem...
Ficar sem meu iPhone? Não em vida. Confesso que nos tornamos escravos. Mas, pelo que me lembro bem, alguns dias (um mês, no máximo), que fiquei sem celular foi bom. Fiz tudo que só eu queria fazer. Só sabia onde eu estava quem ali estivesse. Não foi tão ruim assim.

[Sobre "Os sem-celular"]

por jose
http://twitter.com/flores-jose
10/4/2010 à
01h45 189.105.151.211
(+) jose no Digestivo...
 
Vendedor de livraria
Sempre achei bacana a profissão. Nem idade pra trabalhar eu tinha, mas já gostava. Cresci gostando e até pouco tempo atrás tinha vontade de trabalhar em uma, mas só pra ter acesso a todas aquelas informações disponíveis. Queria poder desfrutar o máximo de tudo. Mas me atentar e me alimentar dos assuntos que com certeza hoje mais gosto.

[Sobre "Livrarias em tempos modernos"]

por jose
http://twitter.com/flores_jose
10/4/2010 à
01h18 189.105.151.211
(+) jose no Digestivo...
 
Fiquei curioso
Será mesmo? Fiquei curioso e temeroso. Porque pode ser de fato que isso esteja acontecendo...

[Sobre "Tudo o que os homens não entendem, Dr. Herb Golberg"]

por jose
http://twitter.com/flore_jose
10/4/2010 à
00h56 189.105.151.211
(+) jose no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Anti Sionismo Nova Face do Anti Semitismo
Eliyahu Biletzky
Bnai Brith
(1982)



Justiça Penal: Crimes Hediondos, Erro Em Direito Penal e Juizados
Jaques de Camargo Penteado (coordenador)
Rt
(1993)



O Indio Brasileiro - 3ª Edição
Agenor F. de Macedo, Eduardo P. C. de Vasconcellos
Ferreira de Mattos
(1935)



Monteiro Lobato Vivo
Cassiano Antunes ( Coord.)
Mpm
(1986)



Erotic Astrology - About Him For Her
Olívia
Ballantine Books
(1997)



Os Bichos do Jogo da Vida
Valdimir Piovezan
Edicon
(1987)



A Celebração na Vida Cristã
Claude Duchesneau
Paulinas
(1977)



Novo Código de Processo Civil Comparado: Cpc 73 para o Cpc 2015 E
Elpídio Donizetti (2016)
Atlas
(2016)



Biblioteca da Arte Culinária - Vol. 1
Dolores Botafogo
Maga



Los Conquistadores de Internet: Pioneros En un Nuevo Espacio Empr
Christopher Price
Prentice Hall
(2001)





busca | avançada
100 mil/dia
2,7 milhões/mês