O Papel da Oposição, artigo de Fernando Henrique Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Amores & Arte de Amar, de Ovídio
>>> VOCÊS
>>> As sombras e os muros de José J. Veiga
>>> Entrevista com o poeta Júlio Castañon Guimarães
>>> 30 de Junho #digestivo10anos
>>> Quem Resenha as Resenhas de Som?
>>> Um Lobo nada bobo
>>> MUQUIFU
>>> De re coquinaria
>>> Mas, afinal, qual o futuro da TV?
Mais Recentes
>>> Clássicos da Literatura Juvenil 39 - Winnetou de Karl May pela Abril Cultural (1973)
>>> A Arte: Conversas Imaginárias Com Minha Mãe de Juanjo Saez pela Wmf Martins Fontes (2021)
>>> Colapso Ecológico de José Carlos Só pela Ferrari (2010)
>>> Palavras Essenciais - Paulo Coelho de Paulo Coelho pela V&r (1999)
>>> Tudo o Que Você Nunca Quis Saber Sobre Yôga de Mestre de Rose pela Uniyoga (1997)
>>> Vitalidade - Coleção Viva Ioga de Publifolha pela Publifolha (2002)
>>> Recados do Outro Mundo de Maria Amélia pela Culturesp (1981)
>>> Marguerite Yourcenar - a Invenção de uma Vida de Josyane Savigneau pela Nova Fronteira
>>> As Mil e uma noites 34 de Victor Civita pela Abril Cultural (1973)
>>> Você S. A. - Como Administrar Sua Carreira Como Se Fosse um Negócio de Ricardo de Almeida Prado Xavier pela Ed. Sts (1997)
>>> Chefe: Todo Mundo Tem de Maria Cristina Von Atzingen pela Bertrand (1998)
>>> Sociologia e Sociedade Leituras de Introdução a Sociedade de Marialice Mencarini Foracchi e José de Souza pela Ltc
>>> Economía de Empresa de Paul G. Keat; Philip K. Y. Young pela Pearson (2004)
>>> Strange Angels: o Resgate Livro 1 de Lili St Crow pela Novo Seculo (2010)
>>> More True Tales & Short Stories de Diana F. pela Independente
>>> O Cortiço de Aluísio Azevedo pela Melhoramentos (2012)
>>> O Capitão Fracasso Clássicos da Literatura Juvenil 49 de Théophile Gautier / Tradução e Adaptação de Myriam pela Abril Cultural (1973)
>>> Quebrando os Limites- Como Superar Desafios na Vida de Carol Barcellos pela Planeta (2016)
>>> Domando Sua Ferinha de Christopher Green pela Fundamento (2004)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil de Leandro Narloch pela Leya Casa da Palavra (2009)
>>> Dez Mulheres de Miguel Reale Jr. pela Best Seller (2004)
>>> Runners Guide to Yoga, The de Sage Rountree pela Taunton Press (2012)
>>> Fagundes Varela Poesia - Nossos Clássicos de Edgard Cavalheiro pela Agir (1975)
>>> Quién se há llevado mi queso? de Spencer Johnson M.D pela Empresa activa (2008)
>>> Cariologia de Celso Luiz de Angelis e outros pela Artes Medicas (2008)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Quarta-feira, 11/5/2011
O Papel da Oposição, artigo de Fernando Henrique Cardoso
Julio Daio Borges

+ de 6500 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 479 >>> Quase havíamos esquecido o que era um Presidente da República falando português direito. Depois de oito anos ratificando o erro, não surpreende que agora surjam "cartilhas" institucionalizando o português errado, sob as bençãos do Ministério da Educação (Orwelliano?), no governo do mesmo partido do ex-Presidente que desrespeitava a ortografia e a gramática diuturnamente. Se nos acostumamos com esse português sofrível há quase dez anos, nos esquecemos completamente ― se é que um dia soubemos ― o que era ter um Presidente da República que se expressasse por escrito, como Fernando Henrique Cardoso em "O Papel da Oposição", artigo publicado na Revista Interesse Nacional. Ninguém nega que as chamadas "oposições" se perderam, que a derrota na última eleição foi humilhante e que a crise do principal partido de oposição era inevitável. Mas coube a presidente de honra do PSDB a coragem de reconhecer isso; a habilidade de desenvolver esse raciocínio; e a iniciativa de sugerir novos caminhos. Colocando o dedo na ferida da indecisão que caracterizou o pleito do ano passado, FHC ratifica: "Cabe às oposições se oporem ao governo"; "Não há oposição sem 'lado'. Mais do que ser um partido, é preciso 'tomar partido'"; e "Não é hora das oposições serem mais afirmativas?". O artigo, nas entrelinhas, questiona o marketing político de ficar mais "em cima do muro" do que nunca, querendo agradar a gregos e troianos, mas passando por "genérico" inofensivo: "É a sinceridade que comove a população e não a hipocrisia que pretende não ver o óbvio". Num trecho contra o qual seu sucessor gritou, FHC aconselhou que a oposição não dispute mais "influência sobre os 'movimentos sociais' ou o 'povão'" ― "sobre as massas carentes e pouco informadas" ―, mas que procure, por exemplo, as "classes médias, que mantiveram certa reserva diante de Lula". FHC, sabiamente, conclui que "não existe apenas uma oposição, a da arena institucional": "existem vários focos de oposição, nas várias dimensões da sociedade". E num momento de rara lucidez, pega o exemplo da agitação recente no Oriente Médio, através das mídias sociais, e sugere que a oposição use "redes de internet, Facebook, YouTube, Twitter etc.", organizando-se "pelos meios eletrônicos". Lamenta que os "partidos abandonaram as ruas" e assume, lá no finalzinho, que ― ao PSDB ― "falta estratégia". Uma seria, digamos, "cobrar o atraso do País", da "infraestrutura", "de portos, aeroportos, geração de energia etc.". E outra seria defender "mecanismos de mercado, competição, regras jurídicas e transparência nas decisões", que "são fundamentais para o Brasil se modernizar, crescer economicamente e se desenvolver como sociedade democrática". FHC teme que "um bloco de poder capitalista-burocrático" esteja sufocando "empresas medias e pequenas", "concentrando renda". E reforça que "é preciso ter coragem de dar nome aos bois". José Serra respondeu ao artigo inaugurando o próprio site e escrevendo sua própria versão. Já Aécio Neves prepara o terreno para disputar o pleito de 2014. Inexplicavelmente, o PSDB continua ignorando a sabedoria de seu presidente de honra...
>>> O Papel da Oposição
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. The Shallows, by Nicholas Carr (Internet)
02. Cinema em 2009 (Cinema)
03. Pão de Açúcar e Casas Bahia também no e-commerce (Internet)
04. O Kindle no Brasil (Literatura)
05. Jubiabá de Jorge Amado, por Spacca (Artes)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/5/2011
16h51min
De acordo com o autor o "português direito" é o gramatical e ortograficamente correto, as regras e exceções dos livros definem o que é certo e errado no ato de comunicação verbal entre a população vasta de um país vasto, onde culturas diversas convivem e se relacionam, originando linguagens tão diversas quanto seu próprio povo. Alguém consegue acreditar que a língua pode ser encerrada e esgotada em um traçado de regras apáticas? Como posso matar e congelar um cavalo selvagem e chamar a isso uma reprodução fiel do mesmo enquanto vivo? Não defendo ou critico aqui a nenhum dos ex-presidentes citados, falo apenas sobre as tais "cartilhas" institucionalizando o "português errado". Afinal, colocar anos de pesquisa e estudo de linguistas respeitados em seu meio acadêmico em uma pejoratização (perdoem-me o neologismo) aspada (outro, sinto muito) é o grande argumento final da defesa do "português direito"? Fico por aqui, pois o limite de texto não me permite mais.
[Leia outros Comentários de Antônio Pessoa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Caos Nosso de Cada Dia
Carlos Eduardo Novaes
Círculo do Livro
(1974)



O Reverso da Logística e as Questões Ambientais no Brasil
Edelvino Razzolini Filho e Outro
Intersaberes
(2013)



Escolas da Floresta: Entre o Passado Oral e o Presente Letrado
Nietta Lindenberg Monte
Multiletra
(1996)



Official Price Guide to Pop Culture Memorabilia:
Ted Hake
House of Collectibles
(2008)



Crônicas de Papel: Razões para Gostar de Ler
Januária Cristina Alves
Mercuryo Jovem
(2011)



Cinquenta Vergonhas de Cinza - Confira!
Fanny Merkin
Novo Século
(2013)



Comidas Que Curam Bebes e Crianças
Eileen Behan
Marco Zero
(1997)



A coragem de ser autêntico
Emir Calluf
Potencial



Tirando de Letra a Língua Portuguesa
Vários Autores
Sesi



Um Romance Inesquecível - Confira!
J. R. Ward
Universo dos Livros
(2014)





busca | avançada
56138 visitas/dia
1,8 milhão/mês