A derrota do Marketing Político | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Universidades públicas apresentam lições aprendidas com as crises
>>> Mega evento de preparação ao ENEM reúne personalidades e conteúdo exclusivo ao público jovem
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Coisa mais bonita é São Paulo...
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Meus melhores discos de 2008
>>> O guia do consumidor de livros
>>> Unsigned and independent
>>> Os Insones, de Tony Belloto
>>> 27 de Agosto #digestivo10anos
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Filosofia cai no gosto popular
>>> Bailes & Festas
>>> Une jeune fille normale
>>> O retorno dos que não foram
Mais Recentes
>>> Física 3 – Os Fundamentos da Física – Parte II de Ramalho Nicolau Toledo pela Moderna
>>> Coleção Física Aula Por Aula – Volume 3 de Claudio Xavier & Benigno Barreto pela Ftd (2010)
>>> Coleção Física Aula Por Aula – Volume 2 de Claudio Xavier & Benigno Barreto pela Ftd (2010)
>>> Coleção Química Volume 3 - Meio ambiente, Cidadania, Tecnologia de Martha Reis pela Ftd (2010)
>>> Química 2 - Conexões com a Química – Parte 1 de Marcelo Dias Pulido pela Moderna (2015)
>>> Química na Abordagem do Cotidiano – Suplemento de Teoria e Tabelas Para Consulta de Tito & Canto pela Moderna
>>> Biologia Hoje – Volume 3 de Sérgio Linhares & Fernando Gewandsznajder pela Ática (2012)
>>> Biologia 1 de Felipe Beijamini & Tâmille Stella Anacleto pela Edebe (2013)
>>> Colombo - 100 anos no dia-a-dia da cidade do Rio de Janeiro de Betty Mattos e Alda Rosa Travassos pela Companhia Brasileira de Artes Gráficas (1994)
>>> Ápis – Ciências 5º Ano de Rogério G. Nigro pela Ática (2017)
>>> Ligamundo – Ciências 5º Ano de César da Silva Júnior, Sezar Sasson, Paulo Sérgio Bedaque Sanches, Sonelise Auxiliadora Cizoto e Débora Cristina de Assis Godoy pela Saraiva (2017)
>>> Francisco Adolfo de Varnhagen, Visconde de Porto Seguro de Renato Sêneca Fleury pela Melhoramentos
>>> Agostinho de a a z de Franklin Ferreira pela Vida (2007)
>>> Patrística - Padres Apostólicos - Vol. 1: Clemente Romano | Inácio de Antioquia | Policarpo de Esmirna | O pastor de Hermas | Carta de Barnabé | Pápias | Didaqué de Vários pela Paulus (1997)
>>> A Ferro e Fogo - Trilogia (Parte I, volume 2) de Henryk Sienkiewicz pela Record (2004)
>>> A Ferro e Fogo - Trilogia (Parte I, volume 1) de Henryk Sienkiewicz pela Record (2004)
>>> O Dilúvio - Trilogia (Parte II, volume 3) de Henryk Sienkiewicz pela Record (2005)
>>> Gestão da Produção Industrial de Moacyr Paranhas Filhos pela Ibpex (2007)
>>> Confissões de Santo Agostinho pela Paulus (1997)
>>> Cristologia do novo testamento de Oscar Cullmann pela Hagnos (2008)
>>> Espinosa e Vermeer imanência na filosofia e na pintura de Sara Hornäk pela Paulus (2010)
>>> O Deus pródigo de Timothy Keller pela Thomas Nelson Brasil (2016)
>>> Cristo é a questão de Wayne A. Meeks pela Paulus (2007)
>>> Eclesiastes ou Qohélet de José Vílchez Líndez pela Paulus (1999)
>>> Além da hipótese essênia a separação dos caminhos entre Qumran e o judaísmo enóquico de Gabriele Boccaccini pela Paulus (2010)
>>> Mig&Meg para datas especiais (8 músicas) Uma musiquinha para cada ocasião Livreto com letras ilustradas e partituras + CD músicas, playback. de Vários pela Arco (2006)
>>> A mentalidade primitiva de Lucien Lévy-Bruhl pela Paulus (2008)
>>> O Jesus do povo Trajetórias no cristianismo primitivo de Robin Scroggs pela Paulus (2012)
>>> De Babel a Pentecostes ensaios de Teologia inter-religiosa de Claude Geffré pela Paulus (2013)
>>> Cristo e império de Paulo aos tempos pós-coloniais de Joerg Rieger pela Paulus (2009)
>>> Matemática 2º Grau – 1º Volume de Luiz Carlos de Domênico pela Ibep
>>> Matemática Contexto & Aplicações – Volume 3 – Ensino Médio de Dante pela Ática (2012)
>>> História 3°ano Ensino Fundamental Coleção Aprendendo Sempre de J.William Vesentini - Dora Martins - Marlene Pécora pela Ática (2012)
>>> Matemática Contexto & Aplicações – Volume 2 – Ensino Médio de Dante pela Ática (2012)
>>> Os Mandarins de Simone de Beauvoir pela Nova Fronteira (2017)
>>> Novo Praticando Matemática – Volume 1 – 5ª Série – Ensino Fundamental de Álvaro Andrini e Maria José Vasconcellos pela Brasil (2006)
>>> Revista Força Aérea Nº 21 de Diversos Autores pela Action (2000)
>>> Revista Força Aérea Nº 17 de Diversos Autores pela Action (1999)
>>> A Escola é Nossa - Matemática 5º Ano de Fábio Vieira, Jackson Ribeiro e Karina Pessôa pela Scipione (2015)
>>> Revista Força Aérea Nº 15 de Diversos Autores pela Action (1999)
>>> A nova mulher e a moral sexual de Alexandra Kolontai pela Expressão Popular (2000)
>>> Revista Força Aérea Nº 09 de Diversos Autores pela Action (1997)
>>> Revista Força Aérea Nº 04 de Diversos Autores pela Action (1996)
>>> Criminologia de Sérgio Salomão Shecaira pela Revista dos tribunais (2014)
>>> O inferno como absoluto menos de Juan Luis Segundo pela Paulinas (1998)
>>> A Arte de Reencontrar-se de Edoardo Giusti pela Nova Fronteira (1988)
>>> Nem anjos nem demônios: Interpretações sociológicas do pentecostalismo de Alberto Antoniazze e outros pela Vozes (1994)
>>> Lampião Documentário de Ranulfo Prata pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Palestra adicionais sobrea vida da igreja de Watchman Nee pela Fonte de vida (1985)
>>> tempo do Desejo (Sociologia e Psicanálise) de Organização: Heloisa Rodrigues Fernandes pela Brasiliense (1991)
COLUNAS >>> Especial Eleições 2010

Quarta-feira, 27/10/2010
A derrota do Marketing Político
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 7100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Há algumas semanas, estupefatos com o resultado das eleições, analistas políticos, jornalistas, cronistas e até mesmo os leitores de TelePrompTer dos telejornais apontaram os derrotados das eleições 2010: os institutos de pesquisa. Afinal de contas, para ficar no caso da eleição presidencial, o equívoco não previsto pegou quase todo mundo de surpresa, a ponto de até mesmo as lideranças de um determinado partido terem admitido que a vitória era aguardada já para o primeiro turno. Eu tenho certeza de que os institutos de pesquisa têm lá de se explicar, para além das platitudes de sempre, a saber: "pesquisa é retrato; não dá para cravar certeza" etc. Todavia, não há dúvida de que existe um engodo maior a ser desmascarado. O marketing político, tal como figura no imaginário coletivo, é tão somente um arrazoado de lugares-comuns que, sozinho, não é capaz de eleger um candidato qualquer. E isso precisa ser dito com todas as letras, uma vez que, até outro dia, imaginava-se que os marqueteiros eram os senhores do universo. São, no máximo, encantadores de serpentes, incapazes de enxergar o óbvio ululante.

Em 2010, para além das peças de sempre no tocante à publicidade na TV, nas emissoras de rádio, dos programas eleitorais, imaginou-se que, finalmente, o Brasil entraria de cara nas campanhas digitais. Alguém, com pouca ternura (para dizer o mínimo), já disse que "o que é bom para os Estados Unidos é bom para o Brasil". Então, os marqueteiros adotaram como estratégia a compra de pacotes fechados no tocante às estratégias em mídias digitais. E o resultado foi observar políticos da geração de 1964 meterem os pés pelas mãos na internet. Declarações forçadas, tweets falsos, blogs insossos... tudo isso para captar a audiência virtual, como se, num passe de mágica, os eleitores passassem a se interessar pelos candidatos tão logo eles figurassem na internet. E depois dizem que eles, os marqueteiros, pensam em "estratégias". Abaixo da esputa, o que existe são planos de ação e todo um conjunto de decisões que, ao fim e ao cabo, não têm qualquer impacto, muito menos qualquer ciência que as fundamente. É uma lógica do improviso que seria louvável não fosse o fato desses marqueteiros serem incensados como gênios da raça.

A prova cabal de que os marqueteiros são ídolos de pés de barro é a eleição de Tiririca. De pronto, cabe a pergunta: se esses "gênios" são tão espertos assim, como é que eles não captaram um fenômeno de votos em potencial como o palhaço? Enquanto você, leitor, imagina uma resposta plausível, vale a pena ressaltar que o próprio Tiririca não contou com qualquer aparato profissional de campanha. Dito de outra forma, é evidente que ele tinha, sim, sua equipe de redatores, mas não havia, ali, um James Carville, assessor dos Clinton que cunhou o já clássico "É a economia, estúpidos"; ou, ainda, um Jon Favreau, o redator dos discursos de Barack Obama. Nada disso. Quem escrevia os textos de Tiririca eram os humoristas (!) do Café com Bobagem, programa de humor, que, no seu auge, desfrutava de aparições nos programas dominicais da TV aberta, como Domingão do Faustão e Programa do Gugu, quando este último ainda era transmitido pelo SBT.

A essa altura, alguém poderá dizer que este pobre escriba está atacando apenas os casos mais esdrúxulos. Pois não custa, então, dar uma olhada nas ações das campanhas majoritárias. Não é possível afirmar que o segundo turno aconteceu porque houve uma grande sacada das marketing político. Houve, sim, atividade de outra sorte, desde um corpo-a-corpo feito por internautas (é um oxímoro, eu sei, mas é a verdade: uma série de internautas aparentemente alheios do universo geek se mobilizou na troca de mensagens contra e a favor de determinadas candidaturas, e o resultado surpreendeu os autoproclamados especialistas). Ademais, é preciso mencionar o fato de que as campanhas já são todas elas telegrafadas, uma vez que são reativas aos debates da opinião pública, quando, na verdade, o que deveria ocorrer é exatamente o contrário. Em outras palavras, em tese, os marqueteiros deveriam pautar a discussão da opinião pública, e o que se lê é seguinte: com as famigeradas pesquisas qualitativas em mãos, eles saem à cata desse eleitor de pesquisa de opinião, representante de uma fatia do eleitorado que não necessariamente possui um vínculo com o seu grupo social, por mais que as estratificações e análises cruzadas digam o contrário. O resultado não poderia ser outro a não ser frustração e surpresa quando os votos são finalmente contados. O eleitor a quem se destina o programa eleitoral da TV efetivamente não existe, exatamente porque o programa é imposto (seja na exibição, seja no formato) à revelia do público.

Com isso, estabelece-se um entreato cínico, para tomar emprestado o conceito dos filósofos travestidos de especialistas. O público finge que se comove com a propaganda eleitoral, mas, no fundo, toma suas decisões de maneira cada vez mais subjetiva. Um cândido diria: "o povo não é bobo", enquanto aquele sujeito mais lido acrescentaria: "maiores são os poderes do povo". Meu comentário é mais singelo: os marqueteiros erraram desta vez. E um erro é um erro, é um erro, é um erro. Simples assim.


Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 27/10/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista com Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
02. Domingão, domingueira de Ana Elisa Ribeiro
03. Os olhos de Ingrid Bergman de Renato Alessandro dos Santos
04. Os Doze Trabalhos de Mónika. 11. A Quatro Braçadas de Heloisa Pait
05. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? de Gian Danton


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso
01. Orgulho e preconceito, de Jane Austen - 5/5/2006
02. Desonra, por J.M. Coetzee - 21/12/2004
03. Por que quero sair do Orkut (mas não consigo) - 2/2/2006
04. Brasil e Argentina: uma História Comparada - 3/5/2005
05. Teoria da Conspiração - 10/2/2004


Mais Especial Eleições 2010
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/10/2010
14h33min
Transformar candidatos carrancudos, desconectados, desarticulados diante dos jornaistas, inseguros e indecisos em simpáticas criaturas, é obra dos marqueteiros políticos. A qualidade desses pode até ser questionada, mas, a sua existência, nunca... Exemplos fáceis estão aí, disputando o segundo turno! Quem conseguir mostrar uma carinha mais bonitinha, mais sorridente, mais convincente, menos agressiva, mais piedosa, popular, comum, bem ao gosto da maioria do eleitorado vai levar a taça. Tem sido assim. Vai continuar sendo. Não dá para negar a existência do marketing atrás de tudo. O objetivo é atender ao mercado, nesse caso, o eleitorado. O que é que eles querem? O que é que vai "vender"? Vovózinha, administrador, religiosos, piedosos, condescendentes, heroicos... Quando falta carisma e consistência, só chamando o marketeiro. Depois, maquiadores, ensaiadores, ghost-writers, fotógrafos, assessores, boateiros etc etc.
[Leia outros Comentários de Raul Almeida]
28/10/2010
11h21min
Ficou a impressão, no primeiro turno destas eleições, que meios de comunicação e institutos de pesquisa estavam articulados no projeto de aproximar, mais ainda, as eleições brasileiras daquelas que acontecem no "grande irmão do norte". A mídia queria dar voz apenas aos candidatos que considerava mais "competitivos", e elegeu as pesquisas de opinião como critério para selecioná-los. Além disso, vários telecomentaristas, ou "leitores de teleprompter", vaticinavam que, no segundo turno, com dois candidatos, o debate ficaria melhor e mais aprofundado. A americanização completa, o sonho de ouro da mí­dia séria, já no primeiro turno, fazer uma cobertura das eleições aos moldes da imprensa dos EUA - tucano X petista, emulando democrata X republicano. Mas havia Marina, e a chance de seus votos levarem a eleição para o sonhado segundo turno, que efetivamente se tornou realidade. E agora? Vemos uma campanha eleitoral ainda pior e um "debate" (?!) de nível mais baixo ainda do que foi o primeiro turno. Não foram só os institutos de pesquisa que se deram mal. Os meios de comunicação, com seu sonho de norte-americanizar de vez a eleição brasileira, também deram com os burros n'água... por enquanto. Voltarão à carga daqui a quatro anos.
[Leia outros Comentários de Marcos Rangel]
29/10/2010
12h00min
Eu ousaria dizer que na política está mais "escancarado", mas o marketing em geral está com problemas...
[Leia outros Comentários de maria thereza amaral]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PARA ALÉM DO ACONTECER 1 - VOL.365 - ARGONAUTA
FREDERICK POHL
LIVROS DO BRASIL
(1987)
R$ 23,18



O QUE É MATEMÁTICA
CARLOS LUNZARGO
BRASILIENSE
(1993)
R$ 8,00



STAR WARS PROVOCAÇÃO - 1721
TROY DENNING
ALEPH
(2015)
R$ 12,00



REFLEXÕES CONTEMPORÂNEAS SOBRE INVESTIMENTOS SOCIAL PRIVADO
FÁBIO DEBONI
SABIN
(2017)
R$ 10,00



DE 0 A 1000 DIAS OS DIAS DECISIVOS DO BEBÊ
ROSELI SARNI
ABRIL
(2017)
R$ 8,40



O RESTO É SILÊNCIO
CARLA GUELFENBEIN
RECORD
(2012)
R$ 30,00



ANTES DOS TEMPOS DE ADÃO - O SEGREDO DE CAR
PROE MOLINERO (YOGAKRISNANDA)
MANDALA
R$ 5,00



UM GOSTO DE QUERO MAIS
SONIA SALERNO FORJAZ
FTD
(1995)
R$ 7,00



PRESIDENTES DA REPÚBLICA, SIMBOLO, HINOS E CANÇÕES
AMÉRICO J. LACOMBE / PEDRO CALMON
CEDIL / ALHAMBRA
(1989)
R$ 20,90



UMA SOMBRA EM AÇÃO - COL. GIRASSOL
FLÁVIA MUNIZ
MODERNA
(1995)
R$ 7,00





busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês