Jornalismo Pós-Industrial, uma pesquisa da Columbia, com Clay Shirky | Digestivo Cultural

busca | avançada
50081 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Balé de repertório, D. Quixote estará no Teatro Alfa dia 27/1
>>> Show de Zé Guilherme no Teatro da Rotina marca lançamento do EP ZÉ
>>> Baianas da Vai-Vai são convidadas de roda de conversa no Teatro do Incêndio
>>> Airto Moreira e Flora Purim se despedem dos palcos em duas apresentações no Sesc Belenzinho
>>> Jurema Pessanha apresenta sambas clássicos e contemporâneos no teatro do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Brega Night Dance Club e o afrofuturismo amazônico
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A revista Bizz
>>> O elogio da narrativa
>>> Daumier, um caricaturista contra o poder
>>> Na minha opinião...
>>> Tempo vida poesia 4/5
>>> Torce, retorce, procuro, mas não vejo...
>>> Lambidinha
>>> Lambidinha
>>> 12 tipos de cliente do revisor de textos
>>> A Grande História da Evolução, de Richard Dawkins
Mais Recentes
>>> Cultura 21 Ano 5 de Ernesto Geisel pela Ministério da Educação (1976)
>>> Um Homem no sótão de Ricardo Azevedo pela Atica (2013)
>>> 90 anos de malandragem: contos inspirados nas canções de Bezerra da Silva de Ecio Salles e Julio Ludemir pela Funarte (2018)
>>> Conhecendo os Felinos de Conhecendo os Felinos pela Todo Livro (2006)
>>> Bois Mort de James Sallis pela Folio policier (2003)
>>> Maluquinho pelo Mundo de Ziraldo pela Globinho (2012)
>>> Noivos Vol 2 - Grandes Romances Universais Vol 5 de Alexandre Manzoni pela W. M. Jackson (1963)
>>> 90 anos de malandragem; contos inspirados nas canções de Bezerra da Silva de Ecio Salles e Julio Ludemir pela Funarte (2018)
>>> Les recettes sportives de Desconhecido pela Recettes et (1914)
>>> A harmonia oculta de Bhagwan Shree Rajneesh pela Pensamento
>>> Terminator Salvation - The Official Movie Companion de Tara Bennett pela Titan Books
>>> Cultura 12 Ano 3 de Ernesto Geisel pela Ministério da Educação (1974)
>>> A caminho de casa de W. Bruce Cameron pela Harper Collins (2019)
>>> Cultura y Negocios - Libro de claves de Angel Felices pela Edi Numen (2004)
>>> Précis de Thérapeutique Pharmacologie de A. Richaud pela Masson Et (1919)
>>> A caminho de casa de W. Bruce Cameron pela Harper Collins (2019)
>>> O Tribunal dos Bichos - uma Fábula Em Defesa dos Animais de Vilmar Berna pela Paulus (1997)
>>> Agaguk - Grandes Clássicos da Literatura Em Quadrinhos de Yves Theriault pela Del Prado (2015)
>>> Agaguk - Grandes Clássicos da Literatura Em Quadrinhos de Yves Theriault pela Del Prado (2015)
>>> Law and Entrepreneurship de Robert E. Litan pela Edward Elgar Publishing Limited (2013)
>>> Manuel de Syphiligraphie pratique- La Syphilis et le praticien de H. Drouin pela Vigot Freres (1923)
>>> Todo Poderoso Timão Em Quadrinhos de Ziraldo pela Globo (2009)
>>> Superman Batman Inimigos Públicos de Jeph Loeb pela Dc Comics (2015)
>>> Moby Dick de Francesco Artibani pela Panini Comics (2020)
>>> Visão da realidade de J. Krishnamurti pela Instituição cultural Krishnamurti (1959)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Segunda-feira, 24/6/2013
Jornalismo Pós-Industrial, uma pesquisa da Columbia, com Clay Shirky
Julio Daio Borges

+ de 8400 Acessos




Digestivo nº 492 >>> Jornais, como o Jornal da Tarde, morrendo (ou minguando, como o Estadão). Jornalistas, fundadores de veículos como o Jornal da Tarde, morrendo também (como Ruy Mesquita). Ainda Roberto Civita (da Veja). Demissões na Folha de S. Paulo. Demissões no Valor Econômico. Demissões na Abril. O jornalismo impresso vai mesmo acabar? E o cenário, no Brasil, pode piorar ainda mais? Pode. "Antes de melhorar, irá piorar ainda mais ― e, em certos lugares (sobretudo em cidades de médio e pequeno portes), piorar muito". Quem responde é Tow Center for Digital Journalism da Columbia Journalism School, em uma pesquisa sobre "jornalismo pós-industrial", de 2012, com a participação de Clay Shirky. Para quem não lê em inglês, a Revista de Jornalismo ESPM acaba de publicar uma tradução. E as notícias não são boas. A "velha ordem" foi "lançada por terra". Em outras palavras: "Não há como reestruturar o jornalismo no formato praticado ao longo dos últimos 50 anos". Pois: "O apoio da publicidade, principal fonte de subsídio desde a década de 1830, está desaparecendo". Ainda: "Não há, na crise atual, solução capaz de preservar o velho modelo". Ou seja: "Ainda que se estabilize, dificilmente a indústria voltará a registrar a mesma rentabilidade de antes de 2005". Por que isso aconteceu? A pesquisa lança mão de algumas teses. Uma delas é: "De uma hora para outra, todo mundo passou a ter muito mais liberdade". O que isso significa (na prática)? "Produtores de notícias, anunciantes, novos atores e a velha 'audiência'... todos podem se comunicar, de forma restrita ou ampla, sem as antigas limitações de modelos de radiodifusão e da imprensa escrita". Uma premissa da pesquisa, justamente, é: "O bom jornalismo sempre foi subsidiado". Ocorre que: "A publicidade tradicional era rentável porque ninguém sabia ao certo como funcionava". E hoje: "Serviços como Facebook, YouTube e Twitter publicam muito mais conteúdo do que a produção somada da mídia profissional no mundo todo". Logo: "Quando a demanda gera oferta a um custo pouco acima de zero, o efeito nos preços é previsível". Conclusão: "A receita por leitor trazida pela publicidade on-line nunca chegou nem perto da tradicional e no caso de plataformas móveis é ainda pior" (para quem achava que o celular, ou o tablet, seria a salvação). E ainda: "Paywalls, micropagamentos, aplicativos móveis e assinaturas digitais não surtiram efeito ou ficaram aquém das expectativas". Não resta nenhuma esperança? A pesquisa aposta no seguinte: "Jornalismo exercido fora de uma redação tradicional por gente livre de pressões comerciais e protocolares típicas do ofício". Afinal: "As condições técnicas, materiais e métodos empregados na apuração e divulgação das notícias até o fim do século XX já não se aplicam". E: "A maioria dos jornalistas, e das instituições jornalísticas, foi incapaz de tirar proveito da explosão de conteúdo de potencial interesse jornalístico trazida pela expansão da comunicação digital". Sobrou: "Pouco espaço para o típico generalista". Temos, finalmente, de fazer a travessia: "De um mundo no qual a informação era escassa para outro no qual há fartura de informação". Futuro: "A perpétura iteração". Passado: "Deslocamento de placas tectônicas". Presente: "Uma revolução". Veredito: "Executivos (de jornal) tiveram 75 trimestres consecutivos para se adaptar" (desde 1994). Sentença (para quem resistir às mudanças)... É preciso responder? Réus: Veículos e jornalistas. Vale lembrar que são citações da pesquisa produzida pela Columbia Journalism School. Com a participação de Clay Shirky, de Here Comes Everybody. Algum dinossauro, claro, vai dizer que tudo isso "não vale para o Brasil". Mas o passado recente tem mostrado que vale: JT, Estadão, Mesquista, Civita, Veja, Folha, Valor...
>>> Post Industrial Journalism: Adapting to the Present (PDF) | Movimentos tectônicos (conclusão em português) | Revista de Jornalismo ESPM
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. E o iPad não salvou os jornais e as revistas... (Imprensa)
02. Como ganhar US$ 1 milhão na internet, de Ewen Chia (Internet)
03. Diálogo entre Maquiavel e Montesquieu, por Maurice Joly (Literatura)
04. Jubiabá de Jorge Amado, por Spacca (Artes)
05. Steve Brill salvando o New York Times (Imprensa)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Morte do Imortal
Lauro Cesar Muniz
Brasiliense
(1966)



Memórias Póstumas de Brás Cubas - Série Bom Livro
Machado de Assis
Ática
(1970)



Carta de Crédito e Upc 500 ( Comentada)
Rómulo Francisco Vera del Carpio
Aduaneiras
(1996)



Desenvolvimento Gerencial, Estrategia e Competitividade
Maria do Carmo Schmidt
Intersaberes
(2012)



Its a Big World, Little Pig!
Kristi Yamaguchi / Tim Bowers Ilustrador
Sourcebooks
(2012)



Educação Pessoal
Educação Pessoal
Pensamento



Wayne de gotham
Tracy Hickman
Casa Da Palavra
(2013)



Adaptação do Livro Esperança para a Família
Willie e Elaine Oliver
Nosso Amiguinho



A Profecia Celestina
Marcos Santarrita; James Redfield
Objetiva
(1993)



The One Thing
Gary Keller; Jay Papasan
Bard
(2013)





busca | avançada
50081 visitas/dia
1,9 milhão/mês