O blog do Luiz Schwarcz | Digestivo Cultural

busca | avançada
69682 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sala MAS/Metrô Tiradentes - Qual é a sua Cruz?
>>> Museu de Arte Sacra de São Paulo - Imagens de ROCA e de VESTIR
>>> Mostra de Teatro de Ipatinga comemora os 15 anos do Grupo 3 de Teatro com espetáculo online
>>> Live: Como a cultura nos livros didáticos influencia a formação da criança
>>> Projeto: Encontro ás escuras - Contos e cantos ancestrais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Novas leis de Murphy
>>> Yamandu+Dominguinhos, no Auditório Ibirapuera
>>> O cinema segundo Borges
>>> Dingo Bell, dingo bell
>>> Abuso sexual de crianças: do silêncio para a tela
>>> Umbigo torto e outras tolices
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Canto Infantil Nº 1: É Proibido Miar
>>> Outro fim de mundo é possível
Mais Recentes
>>> Ele Se Acha o Centro do Universo de Wendy T. Behary pela Best Seller (2011)
>>> Ética e Práxis Histórica de Manfredo Araújo de Oliveira pela Ática (1995)
>>> História da Antiguidade, A Grécia de V. Diakov; S. Kovalev pela Estampa (1976)
>>> Manuscrito Encontrado em Accra de Paulo Coelho pela Sextante (2012)
>>> Momentos de Paixão de Danielle Steel pela Círculo do Livro (1991)
>>> Memórias Inventadas: a Infância de Manoel de Barros pela Planeta (2003)
>>> Meditação Transcendental e Saúde de Dr. Wolfgang Schachinger; Dr. Ernst Schrott pela Pensamento (2005)
>>> O Rancho de Danielle Steel pela Record (1998)
>>> A Energia da Sabedoria: Ensinamentos Básicos do Budismo de Lama Yeshe; Zopa Rinpoche pela Pensamento (1982)
>>> Michelangelo e o Teto do Papa de Ross King pela Record (2004)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2006)
>>> Hikikomori - a Vida Enclausurada Nas Redes Sociais de Christine Greiner; Cecília Noriko Ito Saito pela Intermeios (2013)
>>> Calçada de Verão - Poemas de Flora Figueiredo pela Nova Fronteira (1989)
>>> Orgônio. Reiche e Eros. a Teoria Energia Vital de Wilhelm Reich de W. Edward Mann pela Summus Editorial (1989)
>>> Leis e Regulamentos da Instrução Pública do Império em Mato Grosso EAN: 9788574960067 de Nicanor Palhares pela Autores Associados (2000)
>>> Assassinato no Monte Fuji de Shizuko Natsuki pela Brasiliense (1989)
>>> Saúde e Juventude - os Segredos do Antigo Egito de Rolland pela Instituto Nefru (2000)
>>> Os Mitos Gregos - Volume 1 de Robert Graves pela Publicações Dom Quixote (1990)
>>> Os Parceiros do Rio Bonito de Antônio Cândido pela Livraria Duas Cidades (1979)
>>> Cartas na Mesa de Agatha Christie pela Círculo do Livro
>>> O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie pela Círculo do Livro (1976)
>>> E Não Sobrou Nenhum Ou o Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie pela Globo (2009)
>>> Congresso Internacional do Medo de Grace Passô pela Cobogó (2012)
>>> Conexões com a matemática volume único de Juliane Matsubara Barroso pela Moderna (2012)
>>> País das Neves de Yasunari Kawabata pela Círculo do Livro (1974)
>>> Física (2º Grau - Livro Único)(Raro, com questões resolvidas) de Regina Azenha Bonjorno, José Roberto Bonjorno, Valter Bonjorno e Clinton Marcico Ramos pela Ftd (1988)
>>> Unidos para Sempre de Ruth Rendell pela L&pm (2007)
>>> A Marca Humana de Philip Roth pela Companhia das Letras (2002)
>>> Beber Comer Sobreviver - Cozinhando de Ressaca de Pedro Asbeg pela Memória Visual (2012)
>>> O Que é Ideologia - Coleção Primeiros Passos de Marilena Chaui pela Brasiliense (1984)
>>> Fantasma Saí de Cena de Philip Roth pela Companhia das Letras (2008)
>>> Entschuldigung! Ich Bin Deutsch - Eine Streitschrift de Detlef Gürtler pela Murmann (2011)
>>> Fundamentos do Turismo EAN: 9788586491948 de Reinaldo Dias e Marina Rodrigues de Aguiar pela Alínea (2002)
>>> Dois Irmães de Milton Hatoum pela Companhia das Letras (2000)
>>> O Cortiço - Coleção o Globo de Aluísio Azevedo pela Globo Klick (1997)
>>> Aisha - a Mourisca de Clovis Tourinho pela Samos (1986)
>>> Um Lugar Perigoso de Luiz Alfredo Garcia-Roza pela Companhia das Letras (2014)
>>> A Vaca e o Hipogrifo de Mario Quintana pela Garatuja (1977)
>>> Na Minha Pele de Lázaro Ramos pela Objetiva (2017)
>>> A Mulher de Costas - Trilogia Íntima Volume 2 de Marcia Tiburi pela Bertrand Brasil (2006)
>>> Poder sem Limites de Anthony Robbins pela Best Seller (1987)
>>> Enclausurado de Ian McEwan pela Companhia das Letras (2016)
>>> Neoliberalismo e Direitos Humanos de Antônio José Avelãs Nunes pela Renovar (2003)
>>> A História da Arquitetura de Benjamin de Araújo Carvalho pela Ediouro
>>> Consumidos de David Cronenberg pela Alfaguara (2021)
>>> Como Ser um Pirata - Como Treinar o Seu Dragão 2 de Cressida Cowell pela Intrínseca (2010)
>>> Fazendo meu filme 1: A estreia de Fani EAN: 9788589239844 de Paula Pimenta pela Gutenberg (2016)
>>> 64 Contos de Rubem Fonseca pela Companhia das Letras (2004)
>>> Salazar Pisca! um Romance Divertido e Trágico Passado nos Últimos Dias de Antonio Salazar, o Homem que Governou Portugal Durante 40 Anos de David Slavitt pela Record (1988)
>>> Phantom de Jo Nesbo pela Vintage (2012)
BLOG >>> Posts

Quarta-feira, 16/6/2010
O blog do Luiz Schwarcz

+ de 4800 Acessos
+ 2 Comentário(s)

O endereço é histórico, rua Barão de Itapetininga, 93. O ano, 1982. Minha vida de editor já começara havia algum tempo, mas foi com a coleção Tudo é História que eu pela primeira vez ganhei autonomia editorial e liberdade de decisão. Não precisava aprovar previamente a escolha dos títulos e dos autores; podia ler sozinho os livros e, se quisesse, gritar da janela do último andar, para que todos ― do centro de São Paulo até o Brás, onde ficava a gráfica dos livros de bolso da editora Brasiliense ― ouvissem: IMPRIMA-SE!

Ao propor ao Caio Graco Prado uma coleção como a Primeiros Passos, só que voltada exclusivamente para livros de história, ouvi com surpresa: "Boa; só que essa você mesmo vai editar". Não era a primeira vez que o Caio me surpreendia. Alguns anos antes, depois que reportei a ele que não havia conseguido convencer nenhum crítico literário importante a organizar uma coletânea de contos de Lima Barreto, Caio mandou entregar, na minha sala, as obras completas do autor de Triste fim de Policarpo Quaresma, em capa dura e encadernação vermelha e preta, com um bilhete ao recém-promovido estagiário: "Luiz, divirta-se, faça a antologia você mesmo".

* * *

Em duas ocasiões eu aguardei, do lado de dentro da alfândega do aeroporto de Cumbica, a chegada de um escritor estrangeiro. O apoio do serviço cultural da embaixada americana às viagens dos autores convidados pela editora me conferia esse privilégio.

Na primeira vez, eu esperava por John Updike, que desembarcou de tênis e sobretudo longo, preparado para chuvas tropicais. Com um sorriso maroto, foi logo dizendo, "vocês não deveriam ter feito isso comigo, eu não estou acostumado com tratamento first class". Ele se referia ao upgrade de sua passagem que havíamos conseguido. Pouco depois, a reclamação, em tom de gozação, quase virou tragédia. No almoço, Updike passou mal, pediu para ir ao banheiro, de onde não saía. Fernando, meu sócio, era a favor de que fôssemos ao seu encalço. Eu fui contra. Ele estava certo. Lá, encontramos John Updike quase desfalecido, verde, dizendo "I said, first class!". Queríamos chamar um médico, mas Updike recusou, alegando que acabara de escrever sobre um ataque cardíaco, e por isso sabia que não estava tendo um. Levei-o ao hotel e pedi para que me permitisse aguardar no seu quarto. Updike saiu-se com mais uma frase de humor negro: "não, obrigado, estou melhor e, afinal, se acontecer algo comigo, a camareira saberá o que fazer".

* * *

Apesar do começo pouco alvissareiro ― com a fatídica pergunta sobre Camile Paglia ―, a primeira visita de Susan Sontag ao Brasil foi um sucesso. Em alguns momentos cheguei a temer que esse sucesso me custaria caro. Susan gostou tanto do Brasil que, no meio da estadia, disse que desejaria se mudar para São Paulo, assim como fizera com Tóquio e Berlim, e mais tarde faria com Sarajevo ― cidades pelas quais se apaixonara e nas quais decidira morar por pelo menos seis meses.

No aeroporto, a minha apresentação como o editor de Paglia no Brasil ainda vibrava silenciosamente no ar, e com ela a expressão frustrada de Susan. Abri os braços, sorrindo acanhado, com os olhos baixos. Susan entendeu que eu pedia desculpas. Emendei com um "sorry" e continuei: "escolhi alguns dos meus CDs favoritos para ouvirmos no carro, Chico, Caetano, Tom Jobim, ou, se você preferir, Beethoven e Bach?". Nesse momento as pesadas malas de Susan chegaram. Enquanto as colocava no carrinho, ela me perguntava ansiosa sobre qual Beethoven eu trouxera para ouvir. "O concerto de piano número 3 é o que tenho no carro, com Arthuro Benedetti Michelangeli." Bingo! Camille Paglia virou passado e Susan sorriu com franqueza. Nossos gostos musicais combinavam, o que para ela era mais que um sinal dos deuses ― Susan era uma colecionadora de discos ainda mais obsessiva do que eu. Descobrimos que ambos vivíamos atrás da gravação perfeita das mesmas peças musicais, uma prova de comportamento patologicamente perfeccionista dos dois.

No caminho para o carro fui bombardeado com perguntas sobre as minha gravações favoritas da última sonata de Schubert, ou das Variações Goldberg de Bach. Satisfeita com minhas respostas, Susan pediu que a levasse, logo depois do check in no hotel, para a melhor loja de CDs de São Paulo, e, no almoço, logo a seguir brindou, com algumas caipirinhas, às nossas coincidências musicais. Na loja, a Musical Box da praça Villaboim, poucas horas depois de me conhecer, Susan já me presenteava com uma versão que achava curiosa da tal sonata de Schubert e com uma caixa da ópera Vec Makropulos de Janacék, sobre uma mulher de mais de trezentos anos de idade, em busca do elixir para prolongar sua vida por outro tanto. (Não era difícil entender o fascínio que essa ópera exercia sobre nossa autora). Susan transbordava energia, estava sempre à frente de seu tempo, ouvindo óperas pouco encenadas, lendo livros que ninguém lia em seu país. Foi ela quem me apresentou às obras de Sebald e Bolaño, muito antes da Bolañomania.

Trechos de Luiz Schwarcz, editor da Companhia das Letras, no novíssimo Blog da Companhia.


Postado por Julio Daio Borges
Em 16/6/2010 à 00h37


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Entrevista com Franklin Costa de Julio Daio Borges
02. Regis Tadeu e Gastão Moreira de Julio Daio Borges
03. BRIO de Julio Daio Borges
04. Zé Rodrix, 5 anos depois de Julio Daio Borges
05. Cind Canuto de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
16/6/2010
20h35min
Estava na plateia do auditório do Masp quando Sontag veio ao Brasil para lançar "O Amante do Vulcão". Fiz-lhe, então, por escrito, conforme o combinado pelo próprio Schwarcz - seu editor no Brasil -, uma pergunta sobre a literatura de Clarice Lispecotor. Ela respondeu de modo seguro que não gostava da literatura de Lispector, pois não se interessava por escritores cujos escritos se assemelhavam a depoimentos subjetivos de si mesmos. Sontag poderia ter dito que não conhecia a brasileira, mas revelou conhecê-la e, mais do que isso, tê-la lido. Hoje fica a forte impressão de que suas leituras de Lispector (indicadas pela sua ex-companheira Irene Fornés) foram de livros como "Água Viva" ou "Um sopro de vida", que na época faziam sucesso junto à crítica feminista. E que que Sontag não teve oportunidade de ler os melhores livros de Lispector. De todo modo, foi uma noite memorável, Sontag toda de preto a ler trechos do seu então recém-lançado no Brasil romance, que ela não admitia ser um romance histórico.
[Leia outros Comentários de Carlos Shimote]
23/6/2010
15h16min
No mundo em que impera a desarticulação de valores individuais e a quase completa massificação do processo cultural, os seres pensantes são como peixes que nadam ao contrário da correnteza, mas também são os líderes de cardumes, capazes de sobreviver ao estio, e movem-se com tamanho sentimento que chegam a provocar a inversão no curso de um rio. Todavia, enquanto ser pensante, o artista deve ter o cuidado de não impor à sua arte a qualidade de única arte essencial, de não bulir no seu exagero, de não criar códigos particulares de mensagens que tornem o seu produto uma arte quase irreconhecível. Isso torna necessário que o artista tenha à mão um porta-voz, alguém que o conecte aos receptores, com o delicado ofício de saber selecionar quem deve ser mensagem, e a quem deve ser dirigida. Nesse quesito, ninguém no mundo supera o Schwarcz.
[Leia outros Comentários de ROBERTO ESCRITOR]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Invasão dos Mortos
Phil Hester e John Mccrea e Will Volley
Gal
(2010)
R$ 10,00



Cuba, Socialism and the New Word Order
David Deutschmann
Ocean Press
(1992)
R$ 10,00



Filhos da Terra
Thales Guaracy
Mandarim
R$ 10,00



Tempo & Memória
Márcio José Lauria
Do Autor
(1986)
R$ 10,00



Traço de União - 8733
Elãene Machado Vieira / Maria Regina Calil
Cenaun
(1997)
R$ 10,00



Os Versos de Deus
Eglair Rtequejo Pereira
Do Autor
(2007)
R$ 10,00



Como ser feliz apesar de tudo
Hugh Prather
Sextante
(2005)
R$ 10,00



Grimms (pocket)
Irmãos Grimm
Wordworth Classics
(1995)
R$ 10,00



Dorme, Menino, Dorme
Laura Herrera
Iluminuras
(2015)
R$ 10,00



Paradoxos e Possibilidades: Estudos Sobre a Ordem Mundial e Sobre
Celso Lafer
Nova Fronteira
(1982)
R$ 10,00





busca | avançada
69682 visitas/dia
2,4 milhões/mês