Bloom sobre Shakespeare | Digestivo Cultural

busca | avançada
54424 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Nasi e Scandurra apresentam clássicos do IRA! no Sesc Santo André
>>> Douglas Germano apresenta 'Umas e Outras'
>>> Mostra de Cinemas Africanos acontece em São Paulo e Curitiba a partir de 6 julho
>>> Iecine abre inscrições para a Oficina de Crítica e Fruição Cinematográfica
>>> Orquestra Modesta retorna ao Sesc Santo Amaro com 'Canções Para Pequenos Ouvidos 2'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> L’Empereur
>>> Longa vida à fotografia
>>> iPad pra todo mundo
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Minha pátria é a língua portuguesa
>>> Wikipedia e a informação livre
>>> Público, massa e multidão
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> Os Clássicos e a Educação Sentimental
>>> O youtuber é um novo dândi?
Mais Recentes
>>> Electricity - Oxford Read and Discover 2 - Confira !!! de Oxford pela Oxford University Press (2013)
>>> O Casebre Fantasma - Confira !!! de Luci Guimarães Watanabe pela Ftd (1984)
>>> Direito e Tabaco: Prevenção, Reparação e Decisão - Confira! de Renata Domingues Balbino Munhoz pela Atlas (2016)
>>> Anjo da Morte - Confira! de Pedro Bandeira pela Moderna (2009)
>>> Jackdaws: Agente Especiais - Confira !!! de Ken Follett pela Rocco (2002)
>>> How to Give Your Child Encyclopedic Knowledge de Vários Autores pela Avery (1994)
>>> A última Música: a Hstória do Filme Estrelado por Myley Cyrus de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> Aforismos para a Sabedoria da Vida - Confira! de Arthur Schopenhauer pela Martins Fontes (2002)
>>> Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil de Leandro Narloch pela Leya (2009)
>>> Coloquei Você no Centro do Mundo - (venha Conferir!) de Andrea Hensgen pela Ática (2002)
>>> Trevas Douradas - Confira!! de Leticia Galvão pela Brasília (1988)
>>> A Tarefa do Crítico: Diálogos Com Terry Eagleton de Terry Eagleton e Matthew Beaumont pela Unesp (2010)
>>> A Força Invisível ( Capa Dura) - Confira! de Wayne W. Dyer pela Sextante (2007)
>>> Coleção Lpm Pocket 35 - uma Temporada no Inferno de Arthur Rimbaud pela L&pm Pocket (1997)
>>> Uma Nova Atitude - Confira!! de Charlotte Hughes pela Best Seller (2002)
>>> Estrutura da Linguagem Poética de Jean Cohen pela Cultrix (1966)
>>> O Livro dos Médiuns de Allan Kardec pela Boa Nova (2004)
>>> Heitor Servadac - Confira !!! de Julio Verne / Capa Dura pela Edico
>>> Lucy Encontra Seu Caminho - (confira!!) de Nancy Rue pela Mundo Cristão (2013)
>>> Gerenciamento Pelas Diretrizes (hoshin Kanri) / 5ª Ed - Condira !!! de Vicente Falconi Campos pela Falconi (2013)
>>> A República dos Argonautas(confira) de Anna Flora pela Seguinte (1998)
>>> The Pyjama Game: a Journey Into Judo - Confira! de Mark Law pela Aurum Press (2008)
>>> Vida para Consumo: a Transformação das Pessoas Em Mercadoria de Zygmunt Bauman pela Zahar (2008)
>>> Ansiedade de Augusto Cury pela Saraiva (2014)
>>> Critérios e Técnicas para o Quaternário - Confira! de Labouriau pela Edgard Blucher (2007)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 18/6/2010
Bloom sobre Shakespeare

+ de 3000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

[...]Lendo Shakespeare, percebo que não gostava de advogados, preferia beber a comer e, sem dúvida, sentia-se atraído pelos dois sexos. Mas não encontro qualquer indicação de que preferisse o protestantismo ou o catolicismo, ou nenhuma das duas religiões, e não sei se acreditava ou não em Deus e na ressurreição. Sua orientação política, tanto quanto a religiosa, escapa-me, mas suponho que fosse prudente demais para se definir. Sensato, temia multidões e levantes, mas temia, igualmente, a autoridade. Aspirava à ascensão social, arrependia-se de ter sido ator e, pelo que consta, preferia O Rapto de Lucrécia a Rei Lear, preferência absolutamente singular (excetuando-se, talvez, Tolstoi).[...]

Harold Bloom, no seu "livrinho" sobre o Bardo. ;-)


Postado por Julio Daio Borges
Em 18/6/2010 à 00h38


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Jimi Hendrix encontra o Deep Purple de Julio Daio Borges
02. Robert Plant cantando Ramble On de Julio Daio Borges
03. Deep Purple em Nova York (1973) de Julio Daio Borges
04. Van Halen ao vivo em 2015 de Julio Daio Borges
05. Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
20/6/2010
19h48min
A química de amor configurada por Shakespeare no tempo em que se viam pelas ruas carruagens e cavalos, e as mensagens eram enviadas por pombos ou sob a confiança de cavaleiros, não difere dessa química que viaja graças à tecnologia, através de mensagens instantâneas. As ruas são ocupadas por automóveis velozes e no céu os pombos têm de dar lugar a helicópteros e aviões. Também as maneiras de expressar o poder têm se atualizado, e o capital comanda a hierarquia social, mais até que o poder político. Mas, no fundo, todas essas maneiras mascaradas de experimentar a existência nada mais são do que alternativas modernas que o indivíduo tem buscado na tentativa de reconfigurar o amor, todavia sem sucesso. Justamente em razão de o amor não ser um desígnio modificável pela intervenção humana, mas fruto da criação divina, capaz de encabular toda forma de poder, e de forma especial a Shakespeare: "Talvez o amor não seja capaz de parar os relógios, mas é capaz de não se deixar reger por eles."
[Leia outros Comentários de ROBERTO ESCRITOR]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Raul Pompécio
O Ateneu
Rideel
(2000)



Letras de Tango Selección
José Gobello
Nuevo Sigilo
(1995)



O Vermelho e o Negro
Stendhal
Nova Cultural



Novo Modelo de Educação para o Brasil
João Paulo dos Reis Velloso e Roberto Cavalcanti
José Olympio
(2004)



Meu Primeiro Atlas Ilustrado de Dinossauros
David Burnie; Anthony Lewis
Ciranda Cultural
(2011)



Investigacion de Operaciones Problemas Principios Metodologia
Elena S. Ventsel
Mir
(1983)



Um Mundo de Ilusoes
Sarah Kilimanjaro / pelo Espirito Wera
Petit
(2014)



The Truth About Beauty: Transform Your Looks and Your Life From the In
Kat James
Beyond Words;
(2003)



Desafios da Cidades Desenvolvimento Com Participação e Inclusão Social
Célia Vilela Tavares
Fundação Perseu Abramo
(2016)



A Visita do Casal Osterman
Robert Ludlum
Nova Fronteira
(1983)





busca | avançada
54424 visitas/dia
1,8 milhão/mês