Continua no Próximo Episódio | Blog do Carvalhal

busca | avançada
75201 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Renato Morcatti transita entre o público e o íntimo na nova exposição “Ilê da Mona”
>>> Site WebTV publica conto de Maurício Limeira
>>> Nó na Garganta narra histórias das rodas de choro brasileiras
>>> TODAS AS CRIANÇAS NA RODA: CONVERSAS SOBRE O BRINCAR
>>> Receitas com carne suína para o Dia dos Pais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
Últimos Posts
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sombras Persas (V)
>>> Há um corpo estendido no chão
>>> A Viagem de Klimt
>>> Fazendo Amigos e Influenciando Pessoas
>>> A internet não é nada
>>> Hellbox
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR I
>>> One Click, a História da Amazon, de Richard L. Brandt
>>> Anos Incríveis
>>> Sarau Libertário em BH
Mais Recentes
>>> Liderança & Supervisão #14 (Suplemento) de Vários pela Quantum (2005)
>>> Livreto Michaelis - Guia Prático da Nova Ortografia de Douglas Tufano pela Melhoramentos (2008)
>>> Mulher Brasileira Em Primeiro Lugar de Ludenbergue Góes pela Ediouro (2007)
>>> O que a Bíblia realmente ensina? de Watch Tower Bible Society Of Pennsylvania pela Watch Tower Bible (2013)
>>> Branca de Neve e o Caçador de Lily Blake pela Novo Conceito (2012)
>>> Matéria dos Sonhos de Johannes Mario Simmel pela Círculo do Livro (1988)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ática (1992)
>>> Raízes do Brasil de Sérgio Buarque de Holanda pela Companhia das Letras (1999)
>>> Para Sempre de Alyson Noël pela Intrínseca (2009)
>>> Como Se Dar Bem Com as Pessoas de M. K. Rustomji pela Summus (1975)
>>> As Mentiras que os Homens Contam de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2001)
>>> Raiva e Paciência - Ensaios Sobre Literatura Política e Colonialismo de Hans Magnus Enzensberger pela Paz e Terra (1985)
>>> Anjos e Demônios de Dan Brown pela Arqueiro (2012)
>>> Comunicar Para Liderar de Leny Kyrillos e Mílton Jung pela Contexto (2016)
>>> O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë pela Círculo do Livro (1994)
>>> O Essencial no Amor: as diferentes faces da experiência amorosa de Catherine Bensaid e Jean-Yves Leloup pela Vozes (2006)
>>> Deus Castiga? de Helena Craveiro pela Petit (1998)
>>> Cine Odeon de Livia Garcia Roza pela Record (2001)
>>> O Silêncio dos Amantes de Lya Luft pela Record (2008)
>>> História Viva de um Ideal - uma Orquestra uma Família uma Profissão de Hélio Brandão pela Do Autor (1996)
>>> Álbum de Família de Danielle Steel pela Record (1998)
>>> Tragédia o Mal de Todos os Tempos Como Suavizar a Voz Nesses Conflitos de Glorinha Beuttenmüller pela Instituto Montenegro Raman (2009)
>>> Educação corporativa fundamentos e praticas de Ana Paula Freitas Mundim/ Eleonora Jorge Ricardo pela Qualitymark (2004)
>>> Fontes para a educação infantil de Alex Criado pela Cortez (2003)
>>> Uma Mulher Inacabada de Lillian Hellman pela Francisco Alves (1981)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 24/8/2015
Continua no Próximo Episódio
Guilherme Carvalhal

+ de 1000 Acessos

Uma curiosidade do mercado editorial atualmente está no lançamento de séries de livro. Obras como Harry Potter e As Crônicas de Gelo e Fogo tem como característica serem histórias que não acabam em um único livro, gerando grandes grupos de fãs que ficam à espera da próxima publicação.

É complexo compreender se esse estender das histórias obedece a questões artísticas, práticas ou simplesmente de mercado. Pela primeira, podemos pensar se essa sequência de títulos faz parte de um todo maior, estrategicamente elaborado para construir uma obra de arte maior. No segundo caso, pensa-se pela dificuldades em colocar de uma única vez um tomo de 9 mil páginas para o leitor. E no terceiro caso, essa subdivisão de séries acontece obedecendo a questões de marketing, que vai influenciando nos desfechos e deixando o leitor ávido pela próxima obra, garantindo clientes para alavancar as vendas.

Aparentemente, o que mais tem definido esse modelo de publicações em série é a questão de mercado. Obviamente que querer criar uma obra imensa e com muitas variações requer lançamentos em séries. É o caso do Senhor dos Anéis, obra que já entrou para os anais da grande literatura e é representada por vários volumes interligados. Porém, é notório que há obras que não são finalizadas apenas para manter o leitor preso e ansioso por saber qual o desfecho da história em uma obra posterior.

Basta pegar algumas das obras que figuraram recentemente entre os mais vendidos. Crepúsculo, Divergente e 50 Tons, além das obras citadas anteriormente, mostram que estender uma obra ao longo de outros títulos é uma maneira de garantir clientes. 50 Tons chegou ao ponto de recontar a mesma história sob a perspectiva de um outro personagem. Difícil crer que essa nova história foi concebida unicamente sob uma visão artística; mais parece que foi escrita para atender a um desejo do leitor.

A sociedade midiática e sua propensão a gerar ídolos colabora para esse esquema. Assim como esportistas, músicos e atores se tornam captadores de fãs, escritores também o fazem. No Brasil são poucos nesse patamar, mas nomes internacionais como Nicholas Sparks, Kiera Cass e John Green conseguem obter vendagens independentemente do livro. É um filão excelente para se publicar obras que es estendem a perder de vista.

É interessante notar também como esse modelo de publicações está intimamente ligado com TV e cinema. Da mesma maneira como nessas duas mídias é corriqueiro haver o intervalo no meio da sequência de uma obra, no livro tem ocorrido o mesmo. Se houve um tempo em que o cinema foi influenciado pela literatura, agora o movimento inverso vem ocorrendo. Há publicações atuais em que se deve questionar se o autor se propôs a fazer literatura ou roteiro de cinema (sem contar a tentação que muitos devem ficar de conseguir transformar sua obra em filme).

Esse recurso está bastante presente na literatura. Proust leva o leitor ao longo de sete livros em seu monumental Em Busca do Tempo Perdido. Machado de Assis utilizou personagens de uma obra em outra, caso do Comendador Aires e de Quincas Borba. James Joyce utilizou Stephan Dedalus, personagem de Retrato do Artista Quando Jovem, em Ulisses. Até mesmo Dom Quixote foi publicado em dois volumes. Nesses casos, é notório que o transitar de uma obra para outra segue questões estéticas.

Não há problema algum nessas histórias que se desenrolam ao longo de muitas obras. O que podemos considerar um problema é quando ocorre desonestidade intelectual do autor para com o leitor. Se uma história pode ser encerrada em um único volume, querer levá-la adiante para garantir vendas é enganar quem gosta da obra. Esse modelo se torna referencial, e quando olhamos para aquelas obras nitidamente sem qualidade e que só existem para atender a segmentos de mercado (caso das Cinderelas pornográficas que vem se multiplicado) notamos que essa é uma tendência bastante presente.

Cada vez mais vemos essa mescla entre mídias, até porque começamos a ter gerações nascidas em um ambiente altamente midiatizado chegando à vida adulta. E é óbvio que as linguagens narrativas vão cada vez mais fazer parte do trabalho literário. Talvez chegamos a um momento em que livros tenham ao final um aviso de Continua no Próximo Episódio.


Postado por Guilherme Carvalhal
Em 24/8/2015 às 13h11


Mais Blog do Carvalhal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




12 Segredos Simples da Felicidade - 1ª Edição
Glenn Van Ekeren
Cultrix
(2003)



O Menino Que Adormeceu o Tempo
Luiz Goulart
Liberato
(1997)



O Grito de Augusto
Aldenoura de Sá Pôrto
Grijalbo
(1967)



Labirinto de Jogos
Ivan Babiano Nieto
Fundamento
(2015)



Transações Extrajudiciais Cíveis e Trabalhistas Nas Demissões Voluntár
João Carlos da Silva
Juarez de Oliveira
(2000)



1000 Que Fizeram 100 Anos de Cinema
Diversos
Três
(1990)



Nariz Em Pé
Élcio Schueller

(1992)



Verena Matzen - a Cerimônia do Encontro - Bilíngue
Jacob Klintowitz
Instituto Olga Kos
(2016)



Critica da Faculdade de Julgar
Immanuel Kant
Vozes
(2016)



Asp. Net Utilizando C# de Programador para Programador
Mauricio Junior
Ciencia Moderna
(2006)





busca | avançada
75201 visitas/dia
2,4 milhões/mês