A MECÂNICA CELESTE | Impressões Digitais

busca | avançada
56914 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> EcoPonte apresenta exposição Conexões a partir de 16 de julho em Niterói
>>> Centro em Concerto - Palestras
>>> Crônicas do Não Tempo – lançamento de livro sobre jovem que vê o passado ao tocar nos objetos
>>> 10º FRAPA divulga primeiras atrações
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> PANFLETO AMAZÔNICO
>>> Coruja de papel
>>> Sou feliz, sou Samuel
>>> Andarilhos
>>> Melhores filme da semana em Cartaz no Cinema
>>> Casa ou Hotel: Entenda qual a melhor opção
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> Machado de Assis: assassinado ou esquecido?
>>> O problema do escritor
>>> Cadáveres
>>> A teoria do caos
>>> Ainda o mesmo assunto...
>>> Contradições da 30ª Mostra
>>> Chinese Democracy: grande disco
>>> 50 Anos de Preguiça e Insubmissão
>>> Dos Passos: duplamente grande
Mais Recentes
>>> A Volta ao Mundo Em 80 Dias de Julio Verne pela Via Leitura / Edipro (2017)
>>> Propaganda: o Caminho das Pedras de Humberto Mendes pela Nversos
>>> Tratado de Medicina Interna Vols I e II de Cecil Loeb pela Interamericana (1977)
>>> Nem Sofá, Nem Culpa de Luisa Cretella Micheletti pela Touro Bengala (2017)
>>> A Política Explicada aos Nossos Filhos de Myriam Revault Dallonnes pela Unesp (2018)
>>> A Família Em Primeiro Lugar de William J. Doherty pela Cultrix (2004)
>>> Se Eu Pudesse Viver Minha Vida Novamente de Rubem Alves pela Verus (2010)
>>> Brasilian Journal of Geology Vl 45 Number 2 June 2015 de Varios Autores pela Sbgeo (2015)
>>> A Casa do Poeta Trágico de Carlos Heitor Cony; Carlos Heitor Cony pela Objetiva (2005)
>>> Processo Civil - Volume unico de Rinaldo Mouzalas de Souza e Silva pela Juspodivm (2016)
>>> Mergulho Gilberto Salvador de Fabio Magalhaes pela Fundação Gilberto Salvador (2013)
>>> 200 Dias de Leitura e Escrita na Escola de Rossana Ramos pela Cortez (2008)
>>> Desarrollo Jurisprudencial de Primera Corte Constitucional 2012-2015 de Alfredo Ruiz Gusman pela Corte Constitucional del Ecuad (2015)
>>> Realidades e Ficções na Trama Fotográfica de Boris Kossoy pela Ateliê (2016)
>>> Caderno de Cinema do Professor: Dois - Luz, Câmera... Educação! de Devanil Tozzi (org.) ; Outros pela Fde Ed. (2009)
>>> Mulherzinhas - Edição Integral de Louisa May Alcott pela Via Leitura / Edipro (2020)
>>> Em Diálogo Com Tomás de Aquino - Conferencias e Ensaios de Jean Lauand pela Mandruvá (2002)
>>> A Balconista de Steve Martin pela Record (2002)
>>> O Tigre Branco de Aravind Adiga pela Agir (2015)
>>> Diário de uma Mãe Verdadeira de Daniela Barros pela Bb (2012)
>>> Marcas uma historia de amor mercadologica 1978 2003 de Varios autores pela Ripasa (2003)
>>> Tratamento de Direito Privado 13 de Vilson Rodrigues Alves pela Bookman (2000)
>>> A Luneta Magica de Joaquim Manuel de Macedo pela Paulus
>>> Complexo Dsgn-book de Rogério Hideki; Outros pela V. Rom (2006)
>>> Tobin Or Not Tobin - Porque Tributar o Capital Financeiro... de François Chesnais pela Unesp (1999)
BLOGS >>> Posts

Sábado, 1/6/2019
A MECÂNICA CELESTE
Ayrton Pereira da Silva

+ de 5600 Acessos

Aura dos Anjos estranhou não acordar com o canto do galo Dioscórides que invariavelmente aos primeiros albores da manhã exercia, com pontualidade, o ofício que a natureza lhe dera. Abrindo a janela do quarto, notou que, apesar da hora, a lua continuava boiando, soberana, no alto do céu, absolutamente alheia à tirania dos relógios e às leis da mecânica celeste. Saiu então apressada para o quintal rumo ao galinheiro, onde, empoleirado, o galo dormia a sono solto, a crista caída, as asas recolhidas. Ora essa, murmurou com seus botões, já são oito e vinte e o sol ainda não nasceu! Entregue às suas cismas, quase esbarrou na avó Mariquinhas que, de mortalha arrepanhada, arrancava uns pés de margaridas para fazer seu desjejum. Vó Mariquinhas, que é que a senhora está fazendo aqui? Seu lugar é lá no cemitério, disse a menina. Então, com muita paciência, sua avó explicou que nos dias de Lua Cheia os mortos voltavam ao mundo dos vivos para completar tarefas deixadas em meio, e coisas assim. No seu caso, por exemplo, era urgente trocar a mortalha pela roupa luto fechado dos domingos de plenilúnio, pois deixara de assistir à missa quando fora levada para o Além. Acompanhada pela avó, Aura dos Anjos entrou em casa, acendeu o pavio da lamparina e correu a chamar os pais em seu socorro, mas nem os gritos da menina para que se levantassem; nem os tapinhas que deu nos seus rostos foram suficientes para acordá-los de seu sono de pedra. Deus meu!, exclamou assombrada, eles estão mortos. E desatou num choro convulsivo. Não estão não, tranqüilizou-a avó, quer dizer, estão e não estão. Como assim?, perguntou a neta entre soluços. É que, nos dias de Lua Plena, quando o sol não nasce cedo, os vivos entram em estado de letargia, pois, do contrário, sua convivência com os mortos acabaria por afetar-lhes a razão. Mas você, minha neta, ainda não está preparada para entender dessas coisas. Na igreja, onde as imagens estavam cobertas de roxo, o Monsenhor Rezende, ostentado um solidéu desbotado e a estola puída, ainda retirando aos piparotes uns grãos terra da batina apodrecida, iniciara sua prédica do alto do púlpito, quando a avó entrou no templo, onde um punhado de defuntos atentos assistiam ao ofício. Quando o relógio da torre da igreja ecoou as cinco badaladas da antemanhã do novo dia, o galo Dioscórides, abrindo freneticamente as asas, empinou a crista e soltou seu canto, anunciando o retorno da tirania dos relógios e o restabelecimento das leis da mecânica celeste. Muito esquisito isso! Quando acordei eram oito e vinte da manhã... Será que o tempo está andando pra trás?, perguntou-se a garota. A mãe de Aura dos Anjos acordou estremunhada com o canto do galo e apressou-se no preparo do café da manhã, lamentando a ausência da filha, que sempre a poupava daquela tarefa. Felizmente, pensou, o marido ainda dormia, porque, se levantasse com o café ainda por fazer, desataria num destampatório do tamanho do mundo, acusando a mulher de desmazelo e culpando a filha por ter morrido de nó nas tripas depois de devorar uma jaca inteira com caroço e tudo. Levando a mão à boca para conter um grito de susto, a mãe, que ainda não se habituara a perda filha, deparou-se com o bule fumegante na trempe do fogão de lenha. Depois, firmando-se nas pernas bambas, lembrou com orgulho que a filha era assim mesmo: nunca deixava de fazer o café da manhã. E sua filha mais uma vez preparara o café para a mãe. Para a avó Mariquinhas, católica fervorosa em vida, ou a menina era dotada de poderes desconhecidos ou estava morta mesmo e seu espírito ainda não de desprendera do lugar em que vivera. Conhecia casos assim em que os mortos agiam como se existissem, repetindo a rotina quotidiana, como rezava a tradição oral de seu povo desde tempos imemoriais. Era esse o mistério que dava continuidade ao mistério da vida: um mistério dentro de outro mistério, igual àquelas bonecas russas, as chamadas matrioskas, umas dentro das outras e todas dentro de uma só.

Ayrton Pereira da Silva



Postado por Ayrton Pereira da Silva
Em 1/6/2019 às 18h01


Mais Impressões Digitais
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Segredos do Pai-nosso - a Solidão de Deus
Augusto Cury
Sextante
(2006)



Livro - A Practical Chinese Grammar for Foreigners / Livro em Chinês/Inglês
Li Dejin
Não Especificada



Manual do Tio Patinhas com Moeda
Walt Disney
Abril
(1972)



A Grande Cozinha Bolos, Merengues e Tortas Doces
Abril
Abril Coleções
(2007)



Orando em família meditações diárias 6
Orando em família meditações diárias
Encontro Publicações
(2004)



Os Lusíadas
Luís de Camões
Ateliê
(2001)



Curso Prático de Concreto Armado - Volume V
Aderson Moreira da Rocha
Cientifíca
(1964)



Como Salvar Sua Vida - Volume 1 e 2
Roberto Ramos Fernandes
Associação Paulista de Medicin



Codinome Stryke Force Nº 1
Editora Globo
Globo
(1996)



Mensagem de Vitória + Cds
R R Soares
Graça Editorial
(2013)





busca | avançada
56914 visitas/dia
1,8 milhão/mês