Literatura e cinema na obra de Skármeta | Marcelo Barbão | Digestivo Cultural

busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Casa Flutuar apresenta agenda cultural com grandes nomes da música eletrônica brasileira
>>> Sarau do Vale participa do projeto de 10 anos do Grupo Rosas Periféricas
>>> Cia Linhas Aéreas serve aperitivo para a temporada presencial de 2022
>>> Rosas Periféricas apresenta Labirinto Selvático e Ladeira das Crianças em novembro
>>> SESI-SP apresenta Filó Machado 60 Anos de Música em teatros de São Paulo e Piracicaba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Velhice
>>> I know you
>>> Vanguarda e Ditadura Militar
>>> Na Campus Party 2009 II
>>> Um piano pela estrada
>>> The Good Wife visita Private Practice
>>> Glamour e mistério em Belíssima
>>> Um fim de semana no campo
>>> O PSDB e o ensino superior
>>> Avatar e um mundo novo
Mais Recentes
>>> Venda Mais - Os 14 mitos do Marketing - Ano 6 - Nº77 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Por que as empresas quebram? - Ano 6 - Nº80 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Você pode realizar seus sonhos - Ano 6 - Nº 75 de Vários pela Quantum (2021)
>>> Venda Mais - Porque você é do jeito que é - Ano 6 - Nº 78 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Edição aniversário - 7 anos - Vendendo mais e melhor de Vários pela Quantum (2001)
>>> Venda Mais - Negociando para ganhar - Ano 6 Nº 81 de Vários pela Quantum (2000)
>>> Venda Mais - Venda Mais! Venda para nichos de Mercado de Vários pela Quantum (2001)
>>> Torto arado de Itamar Vieira Junior pela Todavia (2020)
>>> O Investidor Inteligente de Benjamin Graham; Lourdes Sette pela Harper Collins (2017)
>>> O Profeta de Gibran Khalil Gibran pela Acigi
>>> Duna 1 - Edição Especial de Neil Gaiman; Frank Herbert; Maria Do Carmo Zanini pela Aleph (2017)
>>> Duna 1 - Edição Especial de Neil Gaiman; Frank Herbert; Maria Do Carmo Zanini pela Aleph (2017)
>>> Quando o Amor Triunfa de Giseti Marques pela Boa Nova (2016)
>>> Baía da Esperança de Jojo Moyes pela Intrinseca (2016)
>>> Milena de Denise Corrêa de Macedo pelo espírito Milena pela Eme (2019)
>>> Episódio da Vida de Tibério de J.W.Rochester Vera Kryzhanovskaia pela Eme (2018)
>>> Técnicas de Venda - Vendas X Produção de Vários pela Quantum (2000)
>>> O Livro da Verdadeira Cruz de Caravaca de Naasson Vieira Peixoto pela Eco
>>> Música, Ídolos e Poder: do Vinil ao Download de Andre Midani pela Nova Fronteira (2008)
>>> La Grande Aventure de La Criminologie de Jurgen Thorwaldo pela Albin Michel (1967)
>>> Português no Ginásio - Gramática e Antologia para 3ª Série de Raul Moreira Lêllis pela Companhia Nacional (1960)
>>> Tipos e Aspectos do Brasil de Sem Autor pela Ibge (1966)
>>> Historia Gráfica del Arte de Joseph Gauthier pela Victor Leru (1944)
>>> Garibaldi una Grande Vita in Breve de Denis Mack Smith pela Lerici (1959)
>>> Arte de Ensinar e Arte de Aprender de Varios pela Fundação Getúlio Vargas (1974)
COLUNAS

Terça-feira, 13/5/2003
Literatura e cinema na obra de Skármeta
Marcelo Barbão

+ de 12000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Todo domingo era a mesma coisa: anoitecia e começava aquela leve depressão de saber que o dia seguinte começava cedo, não daria para ficar em casa descansando, lendo e escrevendo. Mas, durante um bom tempo (acho que em torno de dois anos), as minhas noites de domingo foram chacoalhadas por um senhor careca, bigodudo e sempre com um sorriso contagiante no rosto. Era o programa "Torre de Papel" apresentado pelo escritor Antonio Skármeta no canal People+Arts.

Foram centenas de domingos passeando por diversos países latino-americanos, inclusive o Brasil, entrevistando autores, mostrando lugares importantes e livros que valiam a pena ser lidos.

E, depois de tanto tempo, eu reencontro o bem humorado escritor chileno na sua última obra, "La chica del trombón". Para aqueles que ainda não sabem quem é Skármeta, precisam rever o excelente filme "O carteiro e o poeta", que foi baseado no livro "Ardente paciencia (el cartero de Neruda)". Em português, lançado pela Record em 1996, o livro perdeu até o nome original e ficou somente "O carteiro e o poeta". Essa novela mostra como a vida de Skármeta transita entre o cinema e a literatura.

A história do carteiro que ficou amigo do poeta Neruda durante o exílio deste numa ilha do Mediterrâneo, foi montada primeiro como peça de teatro, saiu publicada em livro e finalmente virou filme em 94.

Tantas atividades fazem com que a obra de Skármeta seja pulverizada e pequena. Foram somente sete livros iniciando em 1975 com "Soñé que la nieve ardía". Durante o decênio 89-99, o chileno não publicou nenhum livro, exatamente no período em que voltou ao Chile depois de 15 anos de exílio involuntário. Se isso é coincidência ou não, é impossível saber. Agora, é embaixador na Alemanha, país no qual viveu durante a maior parte desses anos longe de sua terra natal.

Como ficou bastante evidente na resenha que fiz sobre a também chilena Isabel Allende há duas semanas atrás, é inevitável que a ditadura seja um elemento muito concreto na obra de toda uma geração que cresceu, ou no exílio, ou vivendo sob o regime do general Pinochet. Não é diferente na obra de Skármeta. Apesar conseguir abranger interessantes elementos de sua própria ascendência (a família Skármeta é croata) e também da mágica cidade de Antofagasta, cercada de desertos por todo o lado, onde ele nasceu em 1940.

O livro "La chica del trombón" é a continuação do livro anterior "La boda del poeta". É a saga da família Coppeta saída da costa de Malícia no mar Adriático até chegar a Antofagasta.

O primeiro livro foi lançado no Brasil pela editora Record. Nesta continuação, a história começa com a chegada de um trombonista vindo da Europa com uma menina de dois anos para ser entregue a Esteban Coppeta, afirmando tratar-se de sua neta. A partir daí, a narrativa passa a acompanhar a vida da menina Magdalena (que prefere mudar de nome para Alia Emar em homenagem à sua avó) que sonha em ser estrela de cinema em Hollywood e faz tudo para isso. Anticomunista quando criança acaba se tornando uma grande amiga do presidente Allende e, apaixonada pelo amigo de infância Pedro Pablo Palacios, acredita firmemente num novo Chile. Não é à toa que a história termina em setembro de 1970, quando Allende toma posse como presidente depois de haver perdido quatro eleições.

É fácil ver as influências que o cinema tem na literatura de Skármeta. As imagens estão sempre presentes e a narrativa corre fácil, apesar da jovem Alia ter excelentes momentos de introspecção. Além disso, Skármeta provou ser um grande criador de personagens. Tanto ela, quanto o avô Esteban, são construídos de forma exemplar.

Antonio Skármeta mostra que é um grande contador de histórias, misturando elementos históricos e aspectos de romance. O livro pode ser encontrado no Brasil mas, se preferirem esperar a tradução, outros cinco livros estão em catálogo: "Não foi nada", "A insurreição", "O carteiro e o poeta", "A velocidade do amor" e "A boda do poeta". Só faltam realmente, este "La chica del trombón" e o primeiro, "Soñé que la nieve ardía".


Marcelo Barbão
São Paulo, 13/5/2003


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Os Doze Trabalhos de Mónika. 9. Um Cacho de Banana de Heloisa Pait
02. O que você vai ser quando crescer? de Fabio Gomes
03. Momento ideal & conciliação de Ana Elisa Ribeiro
04. A literatura em transe de Marta Barcellos
05. O africano e o taubateano de Ricardo de Mattos


Mais Marcelo Barbão
Mais Acessadas de Marcelo Barbão em 2003
01. Literatura e cinema na obra de Skármeta - 13/5/2003
02. Biblioteca básica latino-americana - 22/10/2003
03. Outro fim de mundo é possível - 11/2/2003
04. Marcos Rey e a Idade de Ouro - 15/7/2003
05. Os cyberpunks e o futuro - 9/9/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
25/5/2003
12h39min
O canal da NET que nos trazia Skarmeta - e um pouco de inteligência e beleza, no sentido clássico dos dois termos - preferiu encher sua programação com seriados sobre crimes e babação pelo policialesco. Se pelo menos pudéssemos ter acesso por cardápio ao acervo do Torre de Papel, a tecnologia faria sentido. Ou, por menos ainda, a fitas cassetes que compraríamos nas livrarias para continuar vendo nas noites de domingo. A ausência do sutil e bem humorado escritor deve fazer parte do longo adeus ao século XX. Quem se importa?! Uns poucos. Sendo poucos, não há lucro previsto.
[Leia outros Comentários de ana lagoa]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Maçãs Envenenadas
Lily Archer
Galera Record
(2012)



O Livro dos Humanos
Adam Rutherford
Record
(2020)



Transplante
Frank G. Slaughter
Record
(1986)
+ frete grátis



Receitas Para Pratos Rápidos
Michelle Berriedale Johnson
Melhoramentos
(1986)



A Desapropriação a Luz da Doutrina e da Jurisprudência
José Carlos de Moraes Salles
Revista dos Tribunais
(1992)



Direito Processual Civil: Processo Cautelar
Nelton Agnaldo Moraes dos Santos
Campus
(2007)



Bacon - Os Pensadores
Francis Bacon
Nova Cultural
(1997)



A Construção Social dos Regimes Autoritários - Europa
Denise Rollemberg
Civilização Brasileira
(2011)



O Primo Basílio
Eça de Queiroz
Folha de S. Paulo
(1997)



Sketchbook
Will Conrad
Criativo
(2013)





busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês