Recortes de carnaval | Rafael Lima | Digestivo Cultural

busca | avançada
30196 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Carnaval

Terça-feira, 5/3/2002
Recortes de carnaval
Rafael Lima

+ de 2600 Acessos

Depois de ter sido flagrada por aquilo que se chama em cinema de câmera baixa durante um ensaio de escola de samba, a Luma de Oliveira decidiu processar o fotógrafo responsável pelo, qual é a palavra mesmo?, flagra. Em represália, dizia-se que o exército de caçadores de imagens organizaria um boicote à exposição de sua figura durante o desfile de Carnaval. Lógico, acabou não rolando. Depois que Luma entra na avenida, é ruim desviar a atenção: ela concentra as atenções, carisma escorrendo de cada poro. Além do que, nenhum repórter queria deixar o furo para o colega do lado.

* * *

O tamborim é o instrumento de percussão com melhor relação custo-benefício; impressionante o barulho que um tamborzinho merreca daqueles pode fazer. E versátil, como o pessoal que faz trilha sonora de cinema já percebeu. Dois filmes onde o tamborim é francamente utilizado para criar a ambientação de uma cena me vêm imediatamente à memória: o primeiro, O que é isso, companheiro?, teve trilha curiosamente assinada por Stewart Copeland (curiosamente porque a trilha foi entregue a um inglês apesar do filme inteiro se passar no Rio de Janeiro). O segundo, data do aniversário de 400 anos da mui gloriosa cidade de São Sebastião e chama-se Crônica da Cidade Amada. Dirigido por Carlos Hugo Christensen, é a adaptação de uma série de crônicas escritas por gente como Carlos Drummond de Andrade, Orígenes Lessa, Sérgio Porto e Paulo Mendes Campos para o cinema, com roteiro de Millôr Fernandes, que inclusive aparece numa ponta, no episódio do Oscarito (baseado em texto de José Carlos Oliveira). Como, minha senhora? E o tamborim? Ah, sim, o tamborim: em outro episódio, as pancadas em um tamborim criam a tensão emocional para a saída de um Cecil Thiré pré-calvície do porre. Assim, não é de se admirar que ele acabe sendo o instrumento mais popular nos blocos de carnaval. Mas nem a potente versatilidade do tamborim é suficiente para me conquistar. Fosse-me oferecida toda a bateria a escolher, eu não trocaria o bumbo da marcação por nada. Existe algo de zen, de alheado do mundo no som do bumbo da marcação. Note: toda vez que se quer concentrar a atenção em um filme de carnaval, seja documentário, seja desfile estilizado, a solução é sempre a de rodar em câmera lenta, aproximar o foco até estourar as cores das lantejoulas, e abafar a música até que sobre apenas um som - o pulso do bumbo da marcação. Vital como uma batida de coração. Debaixo daquela mistura louca de caixas pandeiros agogôs & ganzás a um passo da cacofonia, sempre tem o sereno pulsar do bumbo da marcação, mantendo a música - e o universo - em seu compasso.

* * *

Nesses dias de folia descobri a Ana Luísa Castro apresentando um programa de esportes na televisão. Estudou na mesma escola da Valéria Monteiro: um sorriso a cada tropeço de leitura. E haja tropeço. Mas que sorriso é aquele. Imenso, luminoso, o teclado tomando conta de toda a tela. Fisionomicamente, me lembra muito uma colega de colégio, que vi andando no calçadão numa das manhãs de carnaval (recondicionando o corpo dos excessos na noite anterior?). Acompanhada. E morena - quando eu conheci era loira. O resto - eu chamei de resto? As palavras estão extraordinariamente fugidias hoje. Deixa resto então - continua igual. Já a Ana Luísa Castro, que eu saiba, sempre foi morena, um dos exemplares de melhor cepa, aliás.

* * *

Vendo uma exposição de fotos sobre o carnaval antigo em São Paulo, aquelas tímidas e enfeitadas folionas de outrora em seus ousadíssimos vestidos de melindrosa (quanta audácia para exibir os tornozelos e a batata da perna daquele jeito!), espalhando lança-perfume (ainda nem era proibido!) e confetes pelo ar, todas sentadas sobre as capotas de fords de bigode (quanta modernidade!) pilotados por garbosos motoristas, numa, na verdade duas extensas filas de carros a cruzar a Avenida Paulista, um corso para cada lado, a idéia não me escapa: não é de hoje que os paulistanos tem esse estranho hábito de se meter em engarrafamento para se divertir...

* * *

Mina, demorou, mas acho que entendi: você queria sair no bloco, mas sem o canícula; fora da aglomeração; de preferência, à distância saudável do carro de som, evitando a muvuca e os bêbados chatos. Em resumo, o que você queria era um carnaval organizado...

* * *

Melhor seria ter dito logo que nem o outro: "Eu não gosto de situações de aglomeração e turbamulta". Ou protestar, de uma vez: "Eu não preciso de ajuda para me meter em roubada".

* * *

Enquanto eu esperava o Fabio chegar, passaram alguns carros alegóricos pela Praça Mauá, conduzidos no tradicional método das escolas de samba: um infeliz dentro, controlando o volante (é, carro alegórico tem motorista!, sim), oito pobres diabos atrás, empurrando o carro com toda a força na primeiro direção razoavelmente livre, e nos intervalos do descanso, gritando insultos nos momentos de descanso aos três malucos da frente, que estão se sentindo as maiores autoridades da paróquia por orientar os empurradores de carro alegórico. Um perfeito exemplo de organização caórdica na direção de um veículo. Teria sido até chato ficar ali esperando se eu não me entregasse ao exercício de imaginar o que se passava na cabeça dos estrangeiros, recém-desembarcados, que filmavam a insólita cena, ao meu lado. É um dos meus passatempos prediletos.


Avisinhos de última hora
* Para quem gosta daqueles testes do tipo "se você fosse um dos jogadores da seleção de 70, qual seria?", o Tiago Teixeira se deu ao trabalho de construir esses aqui.
* Se você gosta mesmo desses testes, pode tentar também esse e mais esse.
* Se você é um(a) respondedor(a) de testes compulsivo(a), vai querer responder até a isso ou aquilo.
* Agora, se você já perdeu a noção do ridículo há muito tempo, é isso aqui que você tem que fazer.

Nem tão errata assim
Na coluna Aquela sensação de estranho, avisei que a graphic novel Like a Velvet Glove Cast in Iron iria ser lançada até o fim do ano passado em português. Só agora, em fevereiro, Como uma Luva de Veludo Presa em Ferro chegou às livrarias (nem pense em procurar nas bancas), com bela capa e totalmente em português. Tão esperando o quê?
Agora, se o distinto foi direto para as bancas sem terminar de ler a notinha, então aproveite que está lá e procure pela versão nacional de Cavaleiro das Trevas 2, pela Abril.


Rafael Lima
Rio de Janeiro, 5/3/2002


Mais Rafael Lima
Mais Acessadas de Rafael Lima em 2002
01. Coisas nossas - 23/4/2002
02. Pi, o [fi]lme, e o infinito no alfa - 25/6/2002
03. Ar do palco, ou o xadrez nos tempos da Guerra Fria - 16/4/2002
04. Quando éramos reis, bispos, cavalos... - 9/4/2002
05. Quebrar pratos com Afrodite - 14/5/2002


Mais Especial Carnaval
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MURILO MENDES: O POETA DAS METAMORFOSES
DANIELA NEVES
PUC MINAS
(2001)
R$ 18,00



O ELEFANTE ASSASSINO
PEDRO BANDEIRA
ATUAL
(1987)
R$ 10,00



SELEÇÕES DO READERS DIGEST DE FEVEREIRO DE 1965
TITO LEITE (REDATOR CHEFE)
YPIRANGA
(1965)
R$ 7,00



AURORA: THE NORTHERN LIGHTS IN MYTHOLOGY, HISTORY AND SCIENCE
HARALD FALCK-YTTER; TORBJORN LOVGREN (FOTOS)
FLORIS BOOKS
(1985)
R$ 52,28



MUNDO ESTRANHO 208 ERAM OS DEUSES ALIENÍGENAS? MAIO 2018
VÁRIOS
ABRIL
(2018)
R$ 15,00



PENSAMENTO COMUNICACIONAL BRASILEIRO
MARIA I. VASSALLO / JOSÉ M. DE MELO E OUTROS
INTERCON
(2005)
R$ 20,00



O QUE ATRAIU WARREN BUFFETT
BARNETT C. HELZBERG JR.
FUNDAMENTO
(2009)
R$ 15,00



ENERGIA DA PIRÂMIDE BENEFICIA O HOMEM
ABEILARD GONÇALVES DIAS
LCTE
R$ 10,00



COLEÇÃO PIADINHAS 7
ÂNGELA FINZETTO
BRASILEITURA
R$ 6,00



INSPIRAÇÕES DO AMOR ÚNICO DE DEUS VOL 2
ANTONIO DE AQUINO PAMPHIRO
EDIÇÕES LÉON DENIS
(2005)
R$ 10,00





busca | avançada
30196 visitas/dia
1,4 milhão/mês