Com o coração na boca | Aline Pereira | Digestivo Cultural

busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 17/12/2003
Com o coração na boca
Aline Pereira

+ de 4300 Acessos

Nunca consegui compreender as motivações que levam algumas pessoas a amarem o futebol sobre todas as coisas. Às vezes penso que é um tipo de vírus, daqueles que têm a resistência duplicada a cada nova invasão ao organismo humano. Quando se trata deste esporte, acho que esse intruso percorre a corrente sanguínea da "vítima" e se aloja no coração. É a única explicação (louca) para justificar tanta paixão por um time.

Provavelmente algum agente patogênico contagiou o imortal José Lins do Rego Cavalcanti (1901-1957), paraibano e flamenguista até debaixo d'água. O autor de consagrados títulos da literatura brasileira - Menino de Engenho, Doidinho, Bangüê, Fogo Morto, Usina, entre outros - me pregou uma peça: vascaína que sou, li as 111 crônicas de Flamengo é puro amor - publicado em 2002 pela José Olympio Editora.

Em "Sangue para o Vasco", escrita em 1948, o autor narra com humor e ironia requintados a ocasião em que doou sangue para um doente, no Hospital Jesus (Vila Isabel, RJ). Quando resolveu trocar uma idéia com o menino, perguntou para qual clube ele torcia. O doente foi categórico: "Doutor, sou Vasco". E com muita classe encerra a questão: "E assim se explica como o rubro-negro José Lins do Rego teve a honra de dar o seu sangue ao Vasco". A sutileza desta e de outras crônicas fica a critério do leitor.

É certo que as crônicas de Lins do Rego não são isentas; são apaixonadas. No entanto, emoção e razão parecem estar equilibradas em algumas delas, quando ele não desconsidera a importância de clubes como Botafogo, Vasco e Fluminense - este último retratado como um dos gigantes do futebol carioca (contrariando a realidade contemporânea - que me desculpem os tricolores, e o maior deles: Nelson Rodrigues). Ao ressaltar o clássico "Fla x Flu", em texto de mesmo nome, o autor afirma: "restam dois grandes de sempre. O aristocrático das Laranjeiras, com o luxo das suas rendas de fidalgo, e o rude, o desmedido, o sem medo, o impávido, quase que louco, o generoso e bom Flamengo, o clube de todo o Brasil"

A paixão de José Lins do Rego pelo Flamengo é, sobretudo, um sentimento de exaltação à brasilidade. Por considerar este clube popular e democrático, "Zelins" - como foi carinhosamente apelidado por amigos, já que assinava seus textos simplesmente como Zé Lins - afirmava que o Flamengo é o time do povão, aquele que expressa o brasileiro: um exímio guerreiro.

As crônicas são um prato cheio para aqueles flamenguistas de carteirinha, e também para os amantes e pesquisadores do futebol. Eles terão uma grata surpresa com a brilhante contribuição de Marcos de Castro, responsável pela seleção dos textos, introdução e notas da obra - há uma para cada crônica. Seus adendos são importantes porque transportam o leitor para o final da década de 1940 - época em que José Lins do Rego se dedicava à coluna diária "Esporte e Vida", publicada no Jornal dos Sports (RJ). Entre 7 de março de 1945 e 20 de julho de 1957, Lins do Rego escreveu mais de 1500 crônicas sobre futebol. O último texto foi publicado quando ele já estava doente e necessitava de um escriba - no caso, o poeta e amigo Thiago de Mello.

A melhor expressão do livro e dos indícios que me auxiliaram a construir a "teoria" de que a paixão pelo futebol é virótica estão na declaração de amor de Zelins ao clube, na crônica "O Flamengo", escrita em 15 de novembro de 1951, quando o "vermelho e preto" completava 56 anos: "Mais um ano do meu querido Flamengo. Amo-o como um dos mais ardentes amores de minha vida. E por ele este meu coração de 50 anos bate no peito com as 120 pulsações dos minutos apertados da torcida. Sinto-o na angústia e não me amargo com isso. Aí está a minha paixão incontida, o meu arrebatamento de homem, confundido na multidão".

Se você é flamenguista, há de ter concordado com ele. Não é o meu caso.

Uma dica que não tem a ver com futebol

Até 04/01/2004, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB: Rua Primeiro de Março, nº66 - Centro/ RJ) exibe a exposição Arte da África. Mais de 300 obras-primas da coleção do Museu Etnológico de Berlim estão à disposição do público, de terça-feira a domingo, das 11 às 20h; ou quinta-feira, das 11 às 22h. E o melhor: a entrada é franca!

Da mostra, fazem parte objetos da Nigéria, Congo e Camarões. Algumas das peças datam do séculos XVII ao XX, desmitificando a idéia de que a arte africana é primitiva, e/ou de que está somente ligada ao aspecto religioso.

Dividida em quatro partes - Aspectos da História da Arte, Escultura, Performance e Arte do Cotidiano - esta exposição é, sem dúvida, imperdível pela sua exuberância. Seu mérito está em não ter se restringido somente às máscaras ou esculturas figurativas, mas sim, por auxiliar na (re)construção de um passado histórico e valorizar os artistas do maior continente do mundo.

Para ir além






Aline Pereira
Rio de Janeiro, 17/12/2003


Mais Aline Pereira
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OS GRANDES PROCESSOS DA HISTÓRIA - I SÉRIE
HENRI ROBERT
GLOBO
(1961)
R$ 12,50



O LEGISLATIVO NA CONSTRUÇÃO DA REPÚBLICA
ZILDA M. GRICOLI IOKOI
CONTEXTO
(1990)
R$ 16,82



AS SETE CHAVES PARA O SUCESSO DO 5S
MASAO UMEDA
QFCO
(1997)
R$ 9,90



GÁLVEZ Y EL CAMBIO DEL CAMBIO
JORGE REVERTE
ANAGRAMA
(1995)
R$ 15,00



ROSSI A VIDA DE UM LUTADOR
ANTONIO JULIO BALTAZAR
TERCEIRO MUNDO
(1998)
R$ 10,00



RELAÇÕES DE TRABALHO NA PAN-AMAZÔNIA - A CIRCULAÇÃO DE TRABALHADORES
GEORGENOR DE SOUSA FRANCO FILHO
LTR
(1996)
R$ 50,00



O NOVO CÉREBRO: COMO CRIAR RESULTADOS INTELIGENTES
NELSON SPRITZER
L&PM
(1996)
R$ 15,00



QUERIDO DIÁRIO OTÁRIO - 10
JIM BENTON
FUNDAMENTO
(2010)
R$ 10,00



NO MUNDO DOS HOMENS
PERRY GARFINKEL
MELHORAMENTOS
(1988)
R$ 4,00



ARRAIA DE FOGO
JOSÉ MAURO DE VASCONCELOS
EDIÇÕES MELHORAMENTOS
R$ 6,90





busca | avançada
42881 visitas/dia
1,2 milhão/mês