Dor na cacunda | Rafael Lima | Digestivo Cultural

busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Terça-feira, 7/8/2001
Dor na cacunda
Rafael Lima

+ de 4900 Acessos

Li n'O Dia, um dos poucos jornais do Rio que pode reclamar para si o rótulo de popular, que o estúdio do Allan Sieber está produzindo um curta de animação cujo roteiro funde um conto do Aldir Blanc e uma história verídica do Jaguar, envolvendo o Fausto Wolff. Ótima notícia.

Allan Sieber faz parte da enxurrada de cartunistas gaúchos que deu as caras há uns 10 anos, com Adão Iturrusgarai, Guazzelli e Fabio Zimbres entre outros. Essa turma ficou conhecida ao aparecer nos jornais durante o processo que sofreram: tinham conseguido dinheiro da prefeitura de Porto Alegre para lançar uma revista em quadrinhos, a DumDum, e os vereadores subiram nas tamancas ao verem o dinheiro público sendo utilizado para encher páginas e páginas de baixarias. Allan, nessa época, militava no fanzine Glória, Glória Aleluia. Só quando lançou o curta Deus é Pai, há 2 anos - abrindo, em algumas salas, a sessão de Dogma era, fácil, a melhor coisa do programa - é que Allan mostrou que em casa de saci uma calça dá para dois. Vejam só o argumento: Deus e Cristo tentam resolver seus problemas de relacionamento numa sessão de análise em grupo com uma psicóloga, mas daquelas psicólogas bem de botequim mesmo. Blasfêmia hilariante. O curta serviu também para lançar o manifesto Dogma 1.99, uma gozação com o Dogma 95, defendendo o uso de menos recursos técnicos nos desenhos animados...

Jaguar e Aldir Blanc não precisam mais de crachá para passear nesse meio recém adentrado pelo Allan. São consagrados - no cartum, o primeiro; nas letras de música e crônicas, o segundo. Ambos fazem parte de uma geração muito particular da história recente, porque mesmo tendo sido derrotada politicamente, fez a cabeça de todas que vieram depois dela, com raros dissidentes. Uma turma que, chegando à idade da razão em plena década de 60, teve a chance de escrever o próprio mito - e a maior parte do que vive hoje é fruto desse mito, transformado em prestígio político ou intelectual, cujo mais alto e inatacável degrau é o formador de opinião. Essa trajetória foi seguida pela minoria que teve a habilidade, a visão e a esperteza suficientes para serem ativos nessa transformação. A maioria, claro, se sujeitou, preferindo viver as histórias ao invés de contá-las.

(Não é por acaso que, em mais de 40 anos de cartum, o Jaguar só tenha lançado 2 livros de coletâneas - Átila, Você é Bárbaro e É Pau Puro. Mesmo contando-se suas participações em outros livros, o número não cresce muito. As letras do Aldir Blanc para músicas de João Bosco, Moacyr Luz ou Guinga parecem inacabáveis diante desses números. Não é por acaso, também, que vários membros daquela geração tenham morrido em meados dos anos 80, como narra um dos últimos capítulos da biografia de Carlinhos Oliveira: a redemocratização política, o advento da AIDS, a inflação galopante, as novas bandas de rock brasileiras, o crepúsculo do macho trombeteado por Fernando Gabeira, tudo aquilo compunha um cenário confuso e agressivo demais para quem cresceu acostumado com praia vazia, bossa nova, Garrincha e Brigitte Bardot. Teve até quem não agüentou e se mandou de vez).

Histórias como a que inspirou o curta da Toscographics (eu sempre me emociono com a singeleza do Allan Sieber na escolha das alcunhas): em viagem que fizeram ao Sul do Brasil, conforme consta nos anais da mitologia etílica carioca, o Jaguar ganhava dinheiro apostando em Fausto Wolff contra os campeões locais. Não, não se tratava de briga de rua, nem de prosaicos torneios de queda de braço: Fausto Wolff tinha uma resistência incrível; bebia mais do que qualquer outro no bar. A cena se repetia: depois do pinguço local sair carregado, Fausto limpava o beiço com as costas da mão, recolhia o dinheiro que Jaguar contava e dizia:

- Agora, vamos beber socialmente.

Essa história é contada na orelha de alguns livros do Fausto, e eu achei tão boa que, no lançamento do livro O Lobo atrás do Espelho, não resisiti em perguntar ao próprio se era verdade. Ele concluiu o autógrafo, e me encarou (felizmente estava sentado; levar uma encarada daquele mastodonte de 1.90m seria assustador) por trás dos óculos:

- É, sim. Absolutamente verdadeira.

Outra história com esses dois acabou ficando fora de Conversas de Botequim, último livro do Jaguar, mas foi narrada na sua coluna semanal daquele mesmo jornal popular lá de cima. Na época em que o Didi ainda era engraçado, a Brahma patrocinava uma competição chamada - atenção para a última sílaba - Maratoma. Tratava-se do seguinte: os competidores partiam do Jardim de Allah, margem oeste de Ipanema, onde ficava o antigo Garden bar, e ganhava quem chegasse na praça General Osório, quase fronteira com Copacabana, tendo bebido mais chopes nos bares e botequins credenciados pela cervejaria. Apesar de ser da comissão julgadora, Jaguar fez sua fezinha em Fausto e marcou de encontrá-lo na largada para uma tulipa. Ao ver seu puro sangue já avançado nos trabalhos antes do início da disputa, se desesperou, no que foi acalmado pelo Fausto:

- Calma. Isso era só o aquecimento.

Jaguar terminou o dele e tomou o táxi para a churrascaria Carreta, onde ficariam a comissão. Algumas horas e vários beberrões depois, entra aquele imenso urso branco catando cavaco e quase atropela a mesa de jurados. Apuraram-se os chopes, fecharam-se os números e chegaram à conclusão que o Fausto tinha sido... o segundo colocado!, atrás de um crioulo do morro do Vidigal, que caiu em prantos ao ouvir o veredicto:

- Eu não mereço! Eu não mereço!

Não merecia mesmo, e acabou confessando: na verdade não era um, mas dois crioulos, revezando a mesma camisa, que tinham competido juntos. A verdade se reestabeleceu e Fausto Wolff finalmente pôde fazer o que mais gostava: abraçar - mais um - o caneco. Como se vê, histórias a inspirar mais um curta daqueles gaúchos celerados, não fosse pela iniciativa deles, cada vez mais fadadas a desaparecer com a globalização. Qual CEO da Ambev vai pensar em patrocinar um torneio desses hoje em dia? Tom Jobim, apesar do desgosto para com o país no fim da vida, dizia que voltaria ao Brasil para morrer, porque aqui era o único lugar no mundo em que ele podia dizer para o médico que estava com uma dor na "cacunda" - e ser compreendido. Está cada vez mais difícil encontrar lugares assim.

Para ir além

* Órfão da Tempestade - a vida de José Carlos Oliveira - Jason Tércio - Ed. Objetiva, 1999

* Confesso que bebi - Jaguar de bar em bar - Ed. Record, 2001

* ABC de Fausto Wolff - Fausto Wolff - Ed. L&PM, 1984

* O Lobo atrás do Espelho - Fausto Wolff - Ed. Bertrand Brasil, 2000



Rafael Lima
Rio de Janeiro, 7/8/2001


Mais Rafael Lima
Mais Acessadas de Rafael Lima em 2001
01. Charge, Cartum e Caricatura - 23/10/2001
02. A diferença entre baixa cultura e alta cultura - 24/7/2001
03. Sobre o ato de fumar - 7/5/2001
04. Um álbum que eu queria ter feito - 6/11/2001
05. Vendem-se explicações do Planeta dos Macacos - 4/9/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ALÉM DO TÚMULO- THE 39 CLUES - LIVRO 4
JUDE WATSON
ÁTICA
(2010)
R$ 40,00



A NOVA NOVIDADE - UMA HISTÓRIA DO VALE DO SILÍCIO
MICHAEL LEWIS
COMPANHIA DAS LETRAS
(2000)
R$ 10,00



FELICIDADE
GABRIEL CHALITA
PLANETA
(2011)
R$ 15,00



THE WORLD ATLAS OF BEER
TIM WEBB E STEPHEN BEAUMONT
STERLING PUBLISHING
(2012)
R$ 137,34



A PRIMEIRA CHANCE
ABBI GLINES
ARQUEIRO
(2015)
R$ 25,90
+ frete grátis



A ESTRANHA MÁQUINA EXTRAVIADA
JOSÉ J. VEIGA
BERTRAND BRASIL
(1997)
R$ 17,00



LIFE ANIMATED
RON SUSKIND
KINGWELL
(2014)
R$ 60,00



VENTO SUDOESTE
LUIZ ALFREDO GARCIA-ROZA
COMPANHIA DAS LETRAS
(1999)
R$ 14,00



ATRÁS DA MURALHA DE AÇO
ARVID FREDBORG
NACIONAL
(1945)
R$ 45,00



NOVOS ESTUDOS DE MEDICINA E GRAMÁTICA
JOAQUIM DE OLIVEIRA
NÃO DEFINIDA
(1955)
R$ 40,00





busca | avançada
32715 visitas/dia
1,4 milhão/mês