A Má Semente | Rafael Azevedo | Digestivo Cultural

busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Segunda-feira, 19/2/2001
A Má Semente
Rafael Azevedo

+ de 3700 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Constato, logo sou
Viver já é absurdo o suficiente; nada que possa acontecer, então, me choca ou espanta - estou preparado e aberto a tudo. Nada pode surpreender quem já analisou sua condição de ser vivo, animal, humano e mortal.

A Má Semente
Não sei o que deu em mim; mas ando me interessando, sabe-se lá por quê, pela história dessa pátria tão pouco amada chamada Bananão (Banana Mecânica, vi estampado na manchete dum jornal argentino depois da vitória sobre a Holanda na Copa de 98). Li tudo que encontrei, desde Alcântara Machado até Eduardo Bueno, passando por sites na internet e coleções daquelas de fascículos comprados em bancas de jornal. Li mesmo a carta do Caminha, relato até que divertido, ainda que inocentemente propagandista, dum momento que seguramente pertenceu àqueles únicos na história do homem - por mais piegas que isso soe - o encontro de duas civilizações estranhas entre si. Episódio que, aliás, oferece um enorme potencial para cinema ou mesmo literatura e que creio nunca ter sido realizado competentemente. As pessoas que fizeram esse primitivo início da América foram figuras interessantíssimas, ainda que repulsivas; é verdade, muito mais por terem tomado parte no fato em si que por seus próprios méritos, mas ainda assim seus papéis na história foram únicos. E nos relatos primordiais dos portugueses, encontram-se diversos fatos dignos de alguma menção pois, quando colocados lado a lado com nossa realidade cotidiana, revelam-se extremamente divertidos (deixo outros adjetivos para o leitor que quiser interpretá-los).

Os primeiros habitantes não-índios do Brasil foram exatamente quatro portugueses que ficaram depois que o senhor Pedro Álvares de Gouveia Cabral, capitão-mor da expedição, zarpou daqui rumo às Índias. Dois deles eram degredados que haviam sido mandados embora pelo rei; recusados pelos índios, ficaram na praia aos prantos assistindo os navios se afastarem. Os outros dois eram dois navegadores que fugiram durante a noite - saíram em busca das índias, era o que se comentava.

Logo após o achamento(?), o recém-batizado Brasil teve um dono. O fidalgo Fernão de Noronha, arrendou-o d'El-Rey por 3 anos em 1502, à frente dum consórcio de cristãos-novos. Suas obrigações com o território: explorar o pau-brasil, defender a terra dos espanhóis e franceses, estabelecer uma feitoria e explorar a costa, revertendo um quinto de seu lucro à Sua Majestade. Armador asturiano dono duma rede de comércio com sede em Londres, Fernão ou Fernando atuava como agente dos judeus alemães Fugger, monopolistas de cobre, e liderou a expedição que, em 1503, descobriu a ilha que leva hoje seu nome.

Brasileiros, a propósito, nestes primeiros anos de nossa história, era o nome dado pelos portugueses aos traficantes de pau-brasil.

Até nossos amigos portugas, gloriosos, porém pouco privilegiados, segundo consta, no que se poderia chamar de rapidez de espírito, anteviam o que se sucederia aqui na Terra Brasilis; logo de cara a nobreza lusa esnobou a terra, muito quente e pouco rentável, liberando-a para quem se habilitasse, ou seja, burgueses, escravos e burocratas ansiosos por um lucro rápido (e a qualquer preço) cuja mentalidade permanece nos "coronéis" do nordeste, ou degredados, párias, e criminosos de toda espécie, que vieram se instalar ao sul do país para caçar índios e acabaram glorificados como "bandeirantes", os famosos "paulistas" (que até meados de 1800 andavam descalços e falavam tupi). Tomé de Souza, primeiro governador-geral do Brasil e primeiro a tentar botar alguma ordem no bacanal sem lei de selvagens e criminosos que era o local até então, foi embora depois de dez anos dum governo até razoavelmente bem-sucedido, onde ele fundou a cidade de Salvador, capital na época, e implantou alguma ordem. Ele achava, no entanto, que fundar uma nação com degredados era "jogar na terra a má semente."

Erlkönig
Coisa fantástica é o "Erlkönig", Lied de Schubert, com letra baseada num poema de Goethe. Quando, a um certo ponto, um acorde explode em nossos ouvidos, após o crescendo em que o filho choroso conta ao pai que o rei dos elfos (Erlen), ou seja, a morte, lhe machucara - este acorde traz consigo toda a inevitabilidade do fim, a aterrorizante e palpável sensação de que algo muito grave e irreversível aconteceu, ou está para acontecer. É emoção em estado puro, o mais alto grau da música. Apesar de percebermos, na letra de Goethe e na música de Schubert o sofrimento e a angústia cada vez maior do menino ante o mal que o pai não vê e do qual não lhe pode portanto salvar, expressa pela voz desesperada do tenor, que se divide em malabarismos vocais na voz dos três personagens (pai, filho, e o Erlkönig que chama docemente o garoto para vir brincar com suas filhas) - apesar de percebermos tudo isso no desespero do filho, somente tomamos consciência, junto com o pai, do que está acontecendo, do que acabamos de ouvir, com aquele baque estrondoso em que a orquestra que Schubert colocou num piano explode. "Erlkönig hat mir ein Leids getan..."


Rafael Azevedo
São Paulo, 19/2/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Domingão, domingueira de Ana Elisa Ribeiro
02. Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras de Elisa Andrade Buzzo
03. A confissão de Lúcio: as noites cariocas de Rangel de Renato Alessandro dos Santos
04. Um Cântico para Rimbaud, de Lúcia Bettencourt de Jardel Dias Cavalcanti
05. Aqui sempre alguém morou de Elisa Andrade Buzzo


Mais Rafael Azevedo
Mais Acessadas de Rafael Azevedo em 2001
01. A TV é uma droga - 23/11/2001
02. Os males da TV - 6/7/2001
03. A primeira batalha do resto da guerra - 30/11/2001
04. Só existe um Deus, e Bach é seu único profeta - 2/11/2001
05. A Má Semente - 19/2/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/8/2004
15h52min
Correção: os Fugger nunca foram judeus, mas sim católicos. Minha bisavó foi uma Fugger e eu cresci num castelo dos Fugger na Alemanha. Atenciosamente, Isabel Gardemann
[Leia outros Comentários de Isabel Gardemann]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O CAMPANÁRIO CÓSMICO - 4ª EDIÇÃO
TRIGUEIRINHO
PENSAMENTO
(2012)
R$ 14,40



PSSAGENS DA ANTIGUIDADE AO FEUDALISMO
PERRY ANDERSON
BRASILIENSE
(1995)
R$ 20,00



TRATADO DE ENDOCRIMINOLOGIA CLÍNICA
BERNARDO LÉO WAJCHENBERG
FARMACÊUTICA
(2014)
R$ 190,00



INTRODUÇÃO À SEMÂNTICA: BRINCANDO COM A GRAMÁTICA
RODOLFO ILARI
CONTEXTO
(2001)
R$ 30,00



RONIN - VOL. 1
FRANK MILLER
ABRIL
(1991)
R$ 6,90



FIGURAS DO MEU CONVIVIO RETRATOS DE FAMILIA E DE MESTRES E EDUCADORES
FERNANDO DE AZEVEDO
DUAS CIDADES
(1973)
R$ 17,64



PIAUÍ 34 DILMA DO PRESÍDIO AO PLANALTO
VÁRIOS AUTORES
PIAUÍ 34
(2009)
R$ 13,00



HIDROLOGIA AMBIENTAL 3
VÁRIOS
ABRH
(1991)
R$ 190,00



A IDÉIA DE EUROPA NO MARCELISMO 1968 1974
JOSÉ MANUEL TAVARES CASTILHO
AFRONTAMENTO
(2000)
R$ 60,00



A VOLTA AO MUNDO EM 80 DIAS
JÚLIO VERNE
HEMUS
R$ 20,00





busca | avançada
37543 visitas/dia
1,2 milhão/mês