A Má Semente | Rafael Azevedo | Digestivo Cultural

busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Carta de um jovem contestador
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Breve História do Cinismo Ingênuo
>>> Minha cartomante não curte o Facebook
>>> Geza Vermes, biógrafo de Jesus Cristo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os olhos brancos de Deus
>>> Alívios diamantinos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Ser intelectual dói
Mais Recentes
>>> Superação da Lógica Classificatória e Excludente da Avaliação 2ªed. de Celso Dos S. Vasconcellos pela Libertad (1998)
>>> A Prática Educativa Como Ensinar de Antoni Zabala pela Artmed (1998)
>>> Masculino e Feminino no Imaginário Católico de Zaíra Ary pela Annablume (2000)
>>> A Bíblia A História de Deus e de Todos Nós de Roma Downey / Mark Burnett pela Sextante (2014)
>>> O sujeito da educação - Estudos Foucaultianos de Tomaz Tadeu Da Silva pela Vozes (2002)
>>> A Reencarnação Segundo a Bíblia e a Ciência de José Reis Chaves pela Martin Claret (1998)
>>> Fundamentos de Filosofia de Manuel Garcia Morente pela Mestre Jou
>>> Fundamentos de Matemática Elementar Volume 2 Logaritmos de Gelson Iezzi / Osvaldo Dolce / Carlos Murakami pela Atual (2004)
>>> As Estruturas da História de Christopher Lloyd pela Jorge Zahar (1995)
>>> Introdução à Filosofia História e Sistemas de Roberto Rossi pela Loyola (1996)
>>> A Felicidade Paradoxal de Gilles Lipovetsky pela Companhia das Letras (2007)
>>> Consiência e Cosmos de Menas Kafatos / Thalia Kafatou pela Teosófica (1994)
>>> Matemática Temas e Metas Volume 3 Sistemas Lineares e Combinatória de Antonio dos Santos Machado pela Atual (1986)
>>> Matemática Temas e Metas Volume 2 Trigonometria e Progressões de Antonio dos Santos Machado pela Atual (1986)
>>> Aventuras no marxismo de Marshall Berman pela Companhia Das Letras (2001)
>>> Cartas do Cárcere 4ªed. de Antonio Gramsci pela Civilização Brasileira (1991)
>>> Resumo dos cursos do collège de france 1970-1982 de Michel Foucault pela Jorge Zahar (1997)
>>> Socialismo - Impasses e Perspectivas de César Benjamin e outros pela Scrita (1992)
>>> Revolting Rymes N1 - de Roald Dahl pela Puffin Books (2015)
>>> O Avesso do Trabalho de Ricardo Antunes/ Maria A. Moraes Silva (Orgs.) pela Expressão Popular (2004)
>>> Odisseia de Homero de Ana Maria Machado pela Atica (2015)
>>> Iracema -Lenda do Ceara de Jose de Alencar pela Sol-no final do livro traz questionario e respostas - coleção vestibular (2010)
>>> Divinas desventuras outras historias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das letrinhas (2009)
>>> Aurelio Mirim -Dicionario ilustrado da letra N a R- de Aurelio Buarque pela Positivo (2015)
>>> Dubliners de James Joyce pela Penguin (1996)
>>> As Chaves Perdidas da Maçonaria de Manly P. Hale pela Madras (2006)
>>> Metamorphosis and Other Stories - de Franz Kafka pela Penguim (1996)
>>> O Homem em busca de Deus de Varios editores internacionais pela Watch tower (2010)
>>> Os Irmãos Sagrados - de R.Waingarten pela Lubavitch (2012)
>>> Almanaque Ilustrado Símbolos de Mark O'Connell & Raje Airey pela Escala (2017)
>>> Francisco Valdomiro Lorenz - Uma Obra com Vida de Waldomiro Lorenz pela Parma (2000)
>>> O Retorno à Origem de Lex Hixon pela Cultrix (1992)
>>> Episódio da Vida de Tibério de Wera Krijanowsky pela Lake (1999)
>>> Uma Breve História do Mundo de Geoffrey Blainey pela Fundamento (2011)
>>> Férias Pagãs - Na Trilha dos Antigos Turistas Romanos de Tony Perrottet pela Rocco (2006)
>>> A Luz que Cura Oração Pelos Doentes de Agnes Sanford pela Loyola (1985)
>>> Doze Passos Para os Cristãos Jornada Espiritual Com Amor-Exigente de Pe Haroldo J Rahm pela Loyola (2000)
>>> A Águia e a Galinha de Leonardo Boff pela Vozes (1997)
>>> Ele andou entre nós Evidências do Jesus Histórico de Josh Mcdowell pela Candeia (1998)
>>> Contabilidade de Custos de Osni Moura Ribeiro pela Saraiva (2013)
>>> Cachaça artesanal. Do alambique à mesa de Atenéia Feijó & Engels Maciel pela Senac Nacional (2001)
>>> Pirâmides E Soberanos Do Egito de Sérgio Pereira Couto pela Escala (2015)
>>> O Velho Monge do Castelo de Lauro Trevisan pela Mente (2010)
>>> Dinâmica do Desejo de Frei Carmelo Surian pela Vozes (1982)
>>> Testemunho Sem Medo Como Partilhar sua Fé com Segurança de Bill Bright pela Candeia (1988)
>>> Cachaça. The Authentic Brazilian Drink de Diversos Autores pela Abrabe (2010)
>>> Natal a Humanidade e a Jovialidade de Nosso Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2000)
>>> Blitzkrieg 1940 de Ward Rutherford pela Bison (1985)
>>> Cantores do Rádio. A trajetória de Nora Ney e Jorge Goulart e o meio artístico de seu tempo de Alcir Lenharo pela Unicamp (1995)
>>> Titeres y marionetas en alemania de Hans R. Purshke pela Neue Darmstädter Verlagsanstalt Darmstadt (1957)
COLUNAS

Segunda-feira, 19/2/2001
A Má Semente
Rafael Azevedo

+ de 3800 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Constato, logo sou
Viver já é absurdo o suficiente; nada que possa acontecer, então, me choca ou espanta - estou preparado e aberto a tudo. Nada pode surpreender quem já analisou sua condição de ser vivo, animal, humano e mortal.

A Má Semente
Não sei o que deu em mim; mas ando me interessando, sabe-se lá por quê, pela história dessa pátria tão pouco amada chamada Bananão (Banana Mecânica, vi estampado na manchete dum jornal argentino depois da vitória sobre a Holanda na Copa de 98). Li tudo que encontrei, desde Alcântara Machado até Eduardo Bueno, passando por sites na internet e coleções daquelas de fascículos comprados em bancas de jornal. Li mesmo a carta do Caminha, relato até que divertido, ainda que inocentemente propagandista, dum momento que seguramente pertenceu àqueles únicos na história do homem - por mais piegas que isso soe - o encontro de duas civilizações estranhas entre si. Episódio que, aliás, oferece um enorme potencial para cinema ou mesmo literatura e que creio nunca ter sido realizado competentemente. As pessoas que fizeram esse primitivo início da América foram figuras interessantíssimas, ainda que repulsivas; é verdade, muito mais por terem tomado parte no fato em si que por seus próprios méritos, mas ainda assim seus papéis na história foram únicos. E nos relatos primordiais dos portugueses, encontram-se diversos fatos dignos de alguma menção pois, quando colocados lado a lado com nossa realidade cotidiana, revelam-se extremamente divertidos (deixo outros adjetivos para o leitor que quiser interpretá-los).

Os primeiros habitantes não-índios do Brasil foram exatamente quatro portugueses que ficaram depois que o senhor Pedro Álvares de Gouveia Cabral, capitão-mor da expedição, zarpou daqui rumo às Índias. Dois deles eram degredados que haviam sido mandados embora pelo rei; recusados pelos índios, ficaram na praia aos prantos assistindo os navios se afastarem. Os outros dois eram dois navegadores que fugiram durante a noite - saíram em busca das índias, era o que se comentava.

Logo após o achamento(?), o recém-batizado Brasil teve um dono. O fidalgo Fernão de Noronha, arrendou-o d'El-Rey por 3 anos em 1502, à frente dum consórcio de cristãos-novos. Suas obrigações com o território: explorar o pau-brasil, defender a terra dos espanhóis e franceses, estabelecer uma feitoria e explorar a costa, revertendo um quinto de seu lucro à Sua Majestade. Armador asturiano dono duma rede de comércio com sede em Londres, Fernão ou Fernando atuava como agente dos judeus alemães Fugger, monopolistas de cobre, e liderou a expedição que, em 1503, descobriu a ilha que leva hoje seu nome.

Brasileiros, a propósito, nestes primeiros anos de nossa história, era o nome dado pelos portugueses aos traficantes de pau-brasil.

Até nossos amigos portugas, gloriosos, porém pouco privilegiados, segundo consta, no que se poderia chamar de rapidez de espírito, anteviam o que se sucederia aqui na Terra Brasilis; logo de cara a nobreza lusa esnobou a terra, muito quente e pouco rentável, liberando-a para quem se habilitasse, ou seja, burgueses, escravos e burocratas ansiosos por um lucro rápido (e a qualquer preço) cuja mentalidade permanece nos "coronéis" do nordeste, ou degredados, párias, e criminosos de toda espécie, que vieram se instalar ao sul do país para caçar índios e acabaram glorificados como "bandeirantes", os famosos "paulistas" (que até meados de 1800 andavam descalços e falavam tupi). Tomé de Souza, primeiro governador-geral do Brasil e primeiro a tentar botar alguma ordem no bacanal sem lei de selvagens e criminosos que era o local até então, foi embora depois de dez anos dum governo até razoavelmente bem-sucedido, onde ele fundou a cidade de Salvador, capital na época, e implantou alguma ordem. Ele achava, no entanto, que fundar uma nação com degredados era "jogar na terra a má semente."

Erlkönig
Coisa fantástica é o "Erlkönig", Lied de Schubert, com letra baseada num poema de Goethe. Quando, a um certo ponto, um acorde explode em nossos ouvidos, após o crescendo em que o filho choroso conta ao pai que o rei dos elfos (Erlen), ou seja, a morte, lhe machucara - este acorde traz consigo toda a inevitabilidade do fim, a aterrorizante e palpável sensação de que algo muito grave e irreversível aconteceu, ou está para acontecer. É emoção em estado puro, o mais alto grau da música. Apesar de percebermos, na letra de Goethe e na música de Schubert o sofrimento e a angústia cada vez maior do menino ante o mal que o pai não vê e do qual não lhe pode portanto salvar, expressa pela voz desesperada do tenor, que se divide em malabarismos vocais na voz dos três personagens (pai, filho, e o Erlkönig que chama docemente o garoto para vir brincar com suas filhas) - apesar de percebermos tudo isso no desespero do filho, somente tomamos consciência, junto com o pai, do que está acontecendo, do que acabamos de ouvir, com aquele baque estrondoso em que a orquestra que Schubert colocou num piano explode. "Erlkönig hat mir ein Leids getan..."


Rafael Azevedo
São Paulo, 19/2/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
02. Longa vida à fotografia de Fabio Gomes
03. Sarkozy e o privilégio de ser francês de Celso A. Uequed Pitol
04. Fotonovela: Sociedade/ Classes/ Fotografia de Duanne Ribeiro
05. Neon Genesis Evangelion de Duanne Ribeiro


Mais Rafael Azevedo
Mais Acessadas de Rafael Azevedo em 2001
01. A TV é uma droga - 23/11/2001
02. Os males da TV - 6/7/2001
03. A primeira batalha do resto da guerra - 30/11/2001
04. Só existe um Deus, e Bach é seu único profeta - 2/11/2001
05. A Má Semente - 19/2/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/8/2004
15h52min
Correção: os Fugger nunca foram judeus, mas sim católicos. Minha bisavó foi uma Fugger e eu cresci num castelo dos Fugger na Alemanha. Atenciosamente, Isabel Gardemann
[Leia outros Comentários de Isabel Gardemann]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




LÓZ : A EVOLUÇÃO
PAULO SINIGAGLIA
PANDORGA
(2014)
R$ 25,71



O MESTRE E MARGARITA
MIKHAIL BULGAKOV
ED, NOVA FRONTEIRA
R$ 38,90



REVISTA RUMO. ED.10 KILDARE
VÁRIOS
PALLOTTI
(2020)
R$ 24,00



OS AMANTES
MORRIS WEST
CIRCULO DO LIVRO
R$ 7,50



PRONTUARIO DE ORTOGRAFIA
ANTONIO DA COSTA LEITÃO
EMPRESA NACIONAL DE PUBLICI
(1939)
R$ 46,69



ARTE EM PORCELANA Nº 32
UNIÃO BRASILEIRA DE ARTE EM PORCELANA
UNIÃO BRASILEIRA DE ARTE EM PORCELANA
(1996)
R$ 50,00
+ frete grátis



VOLUME 2 - REDAÇÃO EM GRUPO
HILDEBRANDO A. DE ANDRÉ, FLÁVIO AFONSO DE ANDRÉ
MODERNA
(1988)
R$ 8,86



COISAS DA COSA NOSTRA: A MÁFIA SICILIANA VISTA POR SEU PIOR INIMIGO
GIOVANNI FALCONE; MARCELLE PADOVANI
ROCCO
(2012)
R$ 25,00



JORGE, UM BRASILEIRO
OSWALDO FRANÇA JR.
NOVA FRONTEIRA
(1988)
R$ 6,90



"... E ENTÃO VIRÁ O FIM"
RODOLPHO BELZ
CASA PUBLICADORA BRASILEIRA
(1967)
R$ 12,00





busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês