Meu nome é Gavião... | Félix Maier | Digestivo Cultural

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
>>> A medida do sucesso
>>> Fuvest divulga lista de livros para 2017
>>> 35 anos do Clube da Esquina
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> O Sítio no Descobrimento: a turma do Picapau amarelo na expedição de Pedro Álvares Cabral de Luciana Sandroni pela Globo (2000)
>>> Zelia, uma Paixão de Fernando Sabino pela Record (1989)
>>> Volta ao Lar de Nora Roberts pela Harlequin Books (2006)
>>> Você Pode Curar Sua Vida de Louise L. Hay pela Best Seller (1984)
>>> Você é Tímido? de Núria Roca pela Companhia Nacional (2008)
>>> Vivências de Vozes pela Vozes
>>> Violetas na Janela de Vera Lucia Marinzeck de Carvalho Tipo: Semin pela Petit (2013)
>>> Vinte Anos de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
>>> Vingadores Todos Querem Dominar o Mundo Marvel de Dan Abnett pela Novo Século (2015)
>>> Vidas Secas de Graciliano Ramos pela Record (1981)
>>> Vida Depois da Vida o Que Acontece Quando uma Pessoa Morre? de Dr. Raymond A. Moody pela Círculo de Livro (1979)
>>> Vida de Droga Sinal Aberto de Aberto Walcyr Carrasco pela Ática (2007)
>>> Vice-versa ao Contrário de Heloisa Prieto; Spacca pela Cia das Letrinhas (1994)
>>> Viagens de Gulliver Série Reencontro de Jonathan Swift pela Scipione
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift - Ad. Paulo Sergio de Vasconcellos pela Objetivo
>>> Vestido de Noivo de Pierre Lemaitre pela Vertigo (2013)
>>> Veronika Decide Morrer de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Vencendo o Passado ( Bolso) de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (2017)
>>> Várias Histórias Coleção a Obra-prima de Cada Autor de Machado de Assis pela Martin Claret (2003)
>>> Van Gogh Museum Vida, Obra y Coetáneos de Vicent Van Gogh pela Ne
>>> Valores para Viver Inspirações para Refletir de Maria Isabel Borja e Márcio Vassallo pela Guarda Chuva (2005)
>>> Urso Com Música na Barriga Ilustrações de Eva Furnari de Erico Verissimo pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Uma Torre Além do Tempo: a Colmeia de Almas de Francisco José B. Sá pela Mnêmio Túlio (1999)
>>> Uma Questão de Tempo de Alvaro Esteves pela Objetiva
>>> Uma História de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro
>>> Um Pai Criminalista um Ensaio Sobre Educação Infantil e Administração de Chistian Mirkos pela Ceitec (2008)
>>> Um Homem de Sorte Edição de Bolso de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Um Estranho Segredo de Marcos Diego Mogami pela Db (2014)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Klick (1997)
>>> Um Dia de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Um Caso Muito Sujo de Shirley Souza pela Paulus (2011)
>>> Um Caldeirão de Poemas Vol 2 de Tatiana Belinky pela Companhia das Letrinhas (2007)
>>> Um Anjo Em Nossa Vida de Célia Xavier de Camargo pela Petit (2014)
>>> Um Amor Conquistado de Danielle Steel pela Record (1984)
>>> Ubirajara Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1998)
>>> Turma da Mônica Jovem um Novo Amor? Número 82 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics (2015)
>>> Turma da Mônica Jovem N° 63 Dia das Bruxas de Mauricio de Sousa pela Panini Brasil (2013)
>>> Turma da Mônica Jovem no País das Maravilhas Parte 2 de 2 de Mauricio de Sousa pela Panini (2010)
>>> Tudo Tem Seu Preço de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência
>>> Tudo Aquilo Que Nunca foi Dito de Marc Levy pela Suma de Letras (2011)
>>> Tudo a Ganhar de Barbara Taylor Bradford pela Record (1995)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma (pocket) de Lima Barreto pela L&pm Pocket
>>> Tio Sam Chega ao Brasil a Penetração Cultural Americana de Gerson Moura pela Brasiliense (1988)
>>> Til Coleção a Obra-prima de Cada Autor de José de Alencar pela Martin Claret
>>> The Testament de John Grisham pela Penguin Readers (1999)
>>> The Plays and Sonnets of William Shakespeare Vol 2 de Shakespeare pela Britannica
>>> The New Illustrated Treasury of Disney Songs de Hal Leonard pela Hal Leonard (1998)
>>> The Lost Symbol de Dan Brown pela Corgi Books
COLUNAS

Quinta-feira, 31/8/2006
Meu nome é Gavião...
Félix Maier

+ de 6100 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Atualmente, a propaganda eleitoral dos partidos políticos é o melhor programa humorístico da TV. Nada de Zorra Total ou Casseta e Planeta. O riso está garantido diariamente por obra e arte de nossos futuros deputados. Pelo menos é assim em Brasília, onde há, p. ex., mais de 500 candidatos a uma das 24 vagas da Assembléia local.

Marcão da Rodoviária garante o espetáculo na TV, ao se apresentar com a cabeça virada para baixo, enquanto faz sua apresentação, com um maço de notas de dinheiro nas mãos encobrindo suas barbas de profeta do Antigo Testamento. Marcão, como o nome diz, é uma figura carimbada da Rodoviária de Brasília, de onde saem os ônibus para as cidades satélites.

Um outro candidato tem apenas o tempo de dizer "meu número é 1230, hora do almoço"...

Um candidato do PDT se apresenta como aquele "que pisca o olho pra você" ;)

Se tem loira burra, é porque sobra neguinha esperta. Uma candidata negra se apresenta como "mulher e negra" e pede para "não votar em branca".

Não se sabe se certo candidato é bombeiro, porém promete "apagar o incêndio da corrupção".

Fernando Pedreira, que sempre ressurge nos anos eleitorais, promete, em campanha nos jornais, apresentar projeto contra os "falsos bispos". O título de "bispo", para ele, só deveria ser permitido para os religiosos da Igreja Católica. Até que ele tem certa razão, na medida em que muito picareta se apresenta como "bispo" sem ao menos pagar royalties à Igreja Católica pelo uso do nome...

Milagre: tem um candidato que se apresenta como "católico apostólico romano". O Brasil é um país estranho: a maioria do povo se considera de "direita", mas não assume a posição; a maioria se apresenta como "católico", porém tem vergonha de professar seu credo em público. Faz lembrar Lula, que nas primeiras aparições na TV, na atual campanha eleitoral, desvencilhou-se do símbolo petista (a estrela stalinista), como se fosse possível deixar de ser o chefe do mensalão, o Ali Babaca que comanda os "40 ladrões" denunciados pelo Procurador-Geral da República.

Um candidato do PSTU promete barrar o envio de dinheiro ao exterior, para que Bush deixe de "matar palestinos inocentes". Como diria o oráculo de Cucuí de las Palomas: o que é que o traseiro tem a ver com as calças?

Tem candidato que é apenas Gavião, outro que é o representante dos taxistas, mais outro que é o chefete de algum sindicato. Tem também um bom número de professores postulando o cobiçado cargo público.

Tem o DJ Macarrão, que faz rima com seu próprio nome: "com Jesus no coração".

Uma candidata talibã promete promover "ação social nas igrejas evangélicas". Por que a discriminação? O crente evangélico seria mais gente do que o não-evangélico? Aliás, no Distrito Federal, já tem rodeio à la Barretos promovido por essa distinta comunidade, em que as únicas canções permitidas são as gospel. Em vez de touros violentos, como Bandido, deveriam apresentar apenas cowboys montando jericos...

O PCO perde seus preciosos segundos na TV para mostrar o giro das engrenagens que seriam de uma máquina triturando os ossos dos trabalhadores. Com uma fábrica ao fundo do locutor, o Partido da Causa Operária não consegue sair do tempo em que se iniciou a Revolução Industrial, com as chaminés fumegantes das fábricas. Até parece que os "operários", atualmente, ainda trabalham 15 horas por dia, sem nenhum tipo de amparo social.

É grande o número de candidatos do DF que se apresentam como militares e pastores. De cabo a coronel, a escolha é infinita. Por isso nenhum dos militares consegue se eleger, com exceção do coronel Alberto Fraga, ex-PM, que encabeçou o NÃO no Parlamento durante o plebiscito do desarmamento, e que já emplacou vários mandatos para deputado federal. Além dos milicos, há uma infinidade de pastores, bispos, missionários e evangelistas loucos para passar a sacolinha, quero dizer, abocanhar uma cadeira de deputado, distrital ou federal. Até o bispo Rodovalho, da igreja Sara Nossa Terra, rendeu-se à paixão política, sendo candidato a deputado federal. Ao contrário dos milicos, a chance de termos no DF um certo número de talibãs evangélicos eleitos é bastante grande, apesar da baixa de pastores mensaleiros do PL, que renunciaram ao mandato e à reeleição, como o deputado federal Jorge Pinheiro, acusado de ter-se beneficiado da "máfia das sanguessugas".

Muitos candidatos não têm tempo sequer para se apresentarem ao distinto público. Enquanto um locutor de futebol lê o nome e o número dos candidatos, o máximo que os infelizes conseguem fazer para cativar o eleitor é mexer os olhos ou dar uma piscadela ;)

Enquanto Alckmin se apresenta como um sorvete derretido de chuchu, Lula plana nas alturas, aclamado por artistas autistas que minimizam a falta de ética do governo petista, pois, segundo Paulo Betti, o Lamarca do filme de Sérgio Rezende, não é possível fazer política "sem meter a mão na merda".

Pois então, vive la merde! Não poderia ser diferente nessa República Socialista Bananeira, que não é mais o "país do futuro", porém o sempre atual "país dos futuros picaretas".


Félix Maier
Brasília, 31/8/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
02. Como eu escrevo de Luís Fernando Amâncio
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 10. O Gerador de Luz de Heloisa Pait
04. O Que Podemos Desejar; ou: 'Hope' de Duanne Ribeiro
05. Eleições nos Estados Unidos de Marilia Mota Silva


Mais Félix Maier
Mais Acessadas de Félix Maier
01. Raul Gil e sua usina de cantores - 1/12/2005
02. A verdade sobre o MST - 4/3/2003
03. Sionismo e resistência palestina - 14/11/2002
04. Fome zero, malandragem dez - 28/11/2002
05. Bantustões brasileiros - 22/5/2002


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
31/8/2006
09h41min
Você foi simplemente fantástico... Mas infelizmente esse discurso é o mesmo desde muito tempo atrás: "Todo mundo quer ficar rico através da Política". Penso que já passou da hora de resgatar e trabalhar a "ética", em todos os seus sentidos. Chega de "o Brasil foi colonizado pelos bandidos de Portugual". Nunca vamos deixar de ser imorais?
[Leia outros Comentários de Marcelo Telles]
1/9/2006
09h50min
Em tempo: tem um candidato em Brasília, veterinário, que, se eleito, promete "vacinar a cachorrada". Ou seja, botar os políticos na carrocinha... No Rio, o espetáculo também está garantido: tem uma candidata a deputada estadual que se apresenta como "Maria Chupetinha". Eta Brasilzão!!!
[Leia outros Comentários de Félix Maier]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PRIMO BASÍLIO
EÇA DE QUEIRÓS
MARTIN CLARET
(2004)
R$ 6,00



O DIREITO DE SER JOVEM
JOSÉ FERNANDES DE OLIVEIRA
PAULINAS
(1982)
R$ 5,00



O PAI QUE VIRAVA BICHO
CARLOS ALBERO CASTELO BRANCO
LE
(1998)
R$ 7,90



PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
P. PAULO SIWEK
ANCHIETA
(1949)
R$ 24,50



OS PAIS DO CRUZADO CONTAM POR QUE NÃO DEU CERTO
ANDRÉ LARA RESENDE E OUTROS
L&PM
(1987)
R$ 5,00



VIDA
KEITH RICHARDS
GLOBO LIVROS
(2010)
R$ 30,00



DUPLO E A METAMORFOSE, O: A IDENTIDADE MITICA EM COMUNIDADES NAGO
MONIQUE AUGRAS
VOZES
(2008)
R$ 64,95



MUDANDO DE CASCA
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
MODERNA
(2003)
R$ 9,90



COLOR E RESTAURANT DESIGN
ETHEL BARAONA/ LILIANA BOLLINI E JULIO FAJARDO
REDITAR LIBROS
(2009)
R$ 100,00



MATEMÁTICA CONECTE 1
VARIOS AUTORES
SARAIVA
(2014)
R$ 50,00





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês