China, um lugar muito, muito distante | Tais Kerche | Digestivo Cultural

busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Oficina de Objetos de Cena nas redes do Sesc 24 de Maio
>>> Lançamento: livro “A Cultura nos Livros Didáticos”, de Lara Marin
>>> Exposição coletiva 'Encorpadas - Grandes, largos, políticos: corpos gordos'
>>> Clássicos da Literatura Unesp ganha mais cinco títulos
>>> Bertolt Brecht inspira ÉPICO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
>>> A Velhice
>>> Casa, poemas de Mário Alex Rosa
>>> Doutor Eugênio (1949-2020)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
>>> Clownstico de Antonio Ginco no YouTube
>>> A Ceia de Natal de Os Doidivanas
>>> Drag Queen Natasha Sahar interpreta Albertina
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pizzaria São Paulo
>>> Mais jornais morrendo
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Ficção e previsões para um futuro qualquer
>>> Maná, de Rodrigo Amarante
>>> Lecturis Salutem
>>> Palavras impressas
>>> Teoria da Conspiração
>>> Movimento Literatura Urgente
>>> O fim das mídias físicas
Mais Recentes
>>> Revista arquitetura & construçao--junho de 2007--luxo & basico de Abril pela Abril (2007)
>>> Revista arquitetura & construçao--outubro de 2006--estrutura de madeira. de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2012--reformas 32+20 de Abril pela Abril (2012)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2007--morar em apartamento. de Abril pela Abril (2007)
>>> Arquitetura & construçao--junho de 2006--telhas de Abril pela Abril (2006)
>>> Revista arquitetura & construçao--maio de 2005--piso de madeira de Abril pela Abril (2005)
>>> Revista arquitetura & construçao--janeiro de 2006--casas pequenas de Abril pela Abril (2006)
>>> Coleção Grandes Impérios e Civilizações - 17 Volumes de Del Prado pela Del Prado
>>> Coleção História em Revista - 25 Volumes (COMPLETA) de Time Life e Abril Livros pela Time Life
>>> Álgebra Linear de Alfredo Steinbruch - Paulo Winterle pela Makron (1987)
>>> Um Curso de Cálculo 1 de Hamilton Luiz Guidorizzi pela Ltc (1995)
>>> Marketing Ambiental de Reinaldo Dias pela Atlas (2007)
>>> Projeto Presente - História 3º Ano de Ricardo Dreguer & Cássia Marconi pela Moderna (2012)
>>> Projeto Presente - Geografia 3º Ano de Neuza Sanchez Guelli & Allyson Lino pela Moderna (2012)
>>> A Troca de Paulo Novaes pela Agir (1984)
>>> O Linguado de Günter Grass pela Nova Fronteira (1983)
>>> A dieta do tipo sanguíneo: A, B, O e AB de Peter Dadamo pela Elsevier / Alta Books (2005)
>>> Projeto Presente - Matemática 3º Ano de Luiz Márcio Imenes, Marcelo Lellis & Estela Milani pela Moderna (2012)
>>> Dicionário Ilustrado Verbo da Língua Portuguesa 4 vols. de Francisco Fernandes pela Verbo-Globo (1972)
>>> Matemática 2ª Série - Coleção Conhecer e Crescer de Jacqueline Garcia & Márcio Dantas pela Escala Educacional (2005)
>>> Rio de Assis - Imagens Machadianas do Rio de Janeiro de Aline Carrer - John Gledson - Pedro da Cunha e Menezes pela Casa da Palavra (1999)
>>> Missão Investigar Entre o Ideal e a Realidade de Ser Policial de Maria Cecília de S. Minayo-Edinilsa R. de Souza pela Garamond (2003)
>>> A Estranha Nação de Rafael Mendes de Moacyr Scliar pela L&pm (1983)
>>> Deixa Tuas Lágrimas Em Moscou de Barbara Armonas pela Ipanema (1963)
>>> Declarando-se Culpado de Scott Turow pela Best Bolso (2012)
>>> O Medo à Liberdade de Erich Fromm pela Zahar (1977)
>>> Cadastro-geral dos Suspeitos de Ódio ao Presidente de Luiz Gutemberg pela Alhambra (1991)
>>> Então foi Assim? Os Bastidores da Criação Musical Brasileira 4 vols. de Ruy Godinho pela Abravideo (2017)
>>> Conformismo - Tópico de Psicologia Social de Kiesler e Kiesler - Tradução Dante Moreira Leite pela Edgard Blucher Usp (1973)
>>> O Direito a Ter Direitos de Jose Vaidergorn pela Autores Assossiados (2000)
>>> Amor é Só uma Palavra de Johannes Mario Simmel pela Círculo do Livro
>>> Vida sem Morte? de Dr. Nils Jacobson pela Círculo do Livro (1976)
>>> A Lenda do Violeiro Invejoso de Fábio Sombra pela Rocco (2005)
>>> Ombusdsman - O relógio de Pascal de Caio Túlio Costa pela Geração Editorial (2006)
>>> Águas do Brasil de Araquém Alcântara pela ´Terrabrasil (2007)
>>> O tigre de Sharpe de Bernard Cornwell pela Record (2013)
>>> Os Doze Trabalhos de Hércules 1/2/4 volumes de Monteiro Lobato pela Brasiliense (1944)
>>> Morte dos reis de Bernard cornwell pela Record (2016)
>>> Bom Apetite vol II de Diversos pela Abril Cultural (1972)
>>> A menina que semeava de Lou Aronica; Maria ângela Amorim De Paschoal pela Novo Conceito (2021)
>>> Curso de Desenho e Pintura 9 volumes de Equipe Globo pela Globo (1985)
>>> 1889 Juvenil ilustrada de Laurentino Gomes; Rita Brugger pela Globo Livros (2014)
>>> Quem me roubou de mim? de fabio de Melo pela Canção Nova (2010)
>>> Se conto ninguem acredita- autografado de Rafael pedrosa pela pandogA (2018)
>>> The Young Riders of Mongolia de Rob Waring pela Footprint (2011)
>>> Let’s Do It Together de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2008)
>>> A Matter of Prejudice de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> Depois do Funeral de Agatha Christie pela Círculo do Livro
>>> Strange Noises de Luiz H. Rose, Maiza Fatureto & Tereza Sekiya pela Cambridge University (2007)
>>> A Casa Vazia de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasill (2006)
COLUNAS >>> Especial Olimpíadas e China

Segunda-feira, 18/8/2008
China, um lugar muito, muito distante
Taís Kerche

+ de 3300 Acessos

Num lugar muito, mas muito, mas muito distante daqui, chamado China, mora a maior população deste planeta. E neste país distante, tanto geograficamente, quanto culturalmente, delegações esportivas do mundo todo se encontram para disputarem as Olimpíadas 2008. Desde que me conheço por gente, ver as olimpíadas, para mim, sempre foi algo muito divertido. Isso não está necessariamente ligado ao fato de gostar de praticar esportes, muito pelo contrário, sempre odiei educação física e minha grande diversão era assistir aos jogos na escola e fora dela e dar a minha opinião sobre tudo e todos. Aliás, dar opiniões talvez seja o meu grande esporte.

De quatro em quatro anos, quando as minhas férias do trabalho coincidem com as Olimpíadas, como está acontecendo este ano, lá fico eu em frente à TV tentando entender as modalidades esportivas. Do judô ao vôlei de quadra, presto atenção nas minúcias do esporte, suas regras, seus competidores e respectivas nacionalidades, as manifestações das torcidas e outras particulares. Procuro verificar de tudo um pouco e assim enriquecer meu repertório cultural. Decoro nomes de atletas que vão se destacando, verifico quadro de medalhas, procuro por notícias e fico de olho na cultura do país sede. Tudo com muita intensidade. Mas, é só passar uns seis meses, que já esqueci quase tudo. Depois de quatro anos então, nem lembro mais o país que sediou a olimpíada passada. Atenas já se misturou com Barcelona, que já se misturou com Sidney e assim vai.

O que fica mesmo na memória são as características de cada país e suas culturas. A vontade de conhecer cada cantinho destes diferentes mundos, saborear suas comidas, dançar suas músicas, vivenciar seu dia-a-dia. As olimpíadas na Grécia, por exemplo, nos fez conhecer mais da história da própria olimpíada. Quase uma metalinguagem cultural. Os lugares onde foram realizadas as primeiras competições, a construção dos estádios de forma tão peculiar e característica. Podemos dizer que foi uma Olimpíada de grande personalidade, de grande teor histórico.

Hoje, 2008, a China está levantando questionamentos que também ficarão na história. O seu crescimento econômico à custa de uma mão-de-obra muito barata, a sua repressão quanto à expressão livre de pensamentos, a produção de mercadorias piratas, o conflito com o Tibete e muitas outras questões. Através de jornalistas enviados, ficamos informados que a Pequim dos jogos está bem distante da verdadeira China. Que há um controle enorme por parte do governo chinês do que pode ou não pode ser veiculado para os outros países. A preocupação com sua imagem é grande e o controle sobre ela parece ser insuficiente, pois não há como controlar quase nada num mundo onde a informação é quase que instantânea, assim como os macarrões feitos por lá e por aqui.

Pelo menos a imagem que tenho da China não é das melhores, a começar pela poluição de Pequim que chega a ser aflitiva para quem olha daqui, fico imaginando para quem está lá. Acordar e não ver um filetinho de céu azul, por dias e dias a fio, deve ser bem angustiante. Além disso, saber que muitos dos produtos hoje consumidos pelo mundo e por nós, são produzidos por mãos escravas, não é muito agradável aos meus olhos, ao meu bolso e minha consciência. Documentários veiculados na GNT, recentemente, mostraram as condições de trabalho de operários chineses, na maioria mulheres. E são deploráveis, lamentáveis. O crescimento da China hoje não é muito diferente do crescimento de países que enriqueceram às custas de suas colônias que tinham como mão de obra o negro escravo, no passado. Uma legislação trabalhista cairia muito bem nos estômagos chineses. Por mais que grande parte da população, que é realmente grande, tenha tido uma ascensão social significativa em tão pouco tempo, há uma outra grande parte, com números que beiram os bilhões, sem ninguém a recorrer.

Além desses fatores políticos e sociais, durante as Olimpíadas ficamos por dentro das diferenças culturais. Repórteres de nossas TVs fazem questão de nos mostrar as peculiaridades chinesas. Uma delas que me deixou um tanto impressionada foi saber que lá, grilos e gafanhotos são considerados insetos de estimação. Assim como temos hamsters em jaulas, eles têm gafanhotos em gaiolas. Enquanto aqui comemos espetinho de camarão, por lá eles comem espetinho de escorpião. Enquanto lá eles dançam de forma sincronizada, perfeitamente coreografada, onde as atuações coletivas têm grande valor, aqui é cada um por si e as atuações individuais estão cada vez mais em alta. Um reflexo do pensamento cultural não é mera coincidência. O governo chinês visa sempre o bem coletivo, só será bom se for excelente para a nação.

E nessa questão entre coletividade e individualidade, eu fico com minha atividade individual preferida, opinar sobre tudo e todos, esperando que o Brasil traga alguma medalhinha chinesa, para assim termos um souvenir olímpico, de preferência de ouro. E para nós não terá importância se a medalha virá de uma modalidade esportiva coletiva ou individual. Além disso, também fico de olho no quadro de medalhas para ver quem ficará na frente, o país sede dos jogos ou o império norte-americano, sem pensar numa metáfora sobre a liderança econômica mundial atual. Sigo também esperando por algum fato marcante, que diferencie esta Olimpíada das outras, como aconteceu em Atenas, quando um maluco, não lembro nem o nome e nem a nacionalidade dele, atrapalhou nosso corredor na maratona e o fez perder a liderança. Isso não quer dizer que desejo o mal a algum atleta, mas fatos como esses são inesquecíveis. Assim como a primeira medalha de ouro do nosso vôlei masculino, como as imagens de atletas que superam seus limites e como outros acontecimentos que fazem de cada Olimpíada, única. Mesmo que depois elas se misturem em nossas memórias.


Taís Kerche
Santo André, 18/8/2008


Mais Taís Kerche
Mais Especial Olimpíadas e China
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AS PORTAS DO DESTINO
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
QUINTETO
(1997)
R$ 10,00



CIÊNCIA DO COMPORTAMENTO NA INDÚSTRIA
RICHARD DRAKE & PETER SMITH
MCGRAW-HILL
(1977)
R$ 10,00



REPENSANDO A ARQUITETURA
RICARDO STUMPF ALVES DE SOUZA
THESAURUS
(1985)
R$ 10,00



CHICO BENTO MOÇO - UM NOVO COMEÇO
MAURICIO DE SOUSA
PANINI
(2013)
R$ 10,00



COMENTÁRIOS À LEI DE IMPRENSA 9042
JOSÉ CRETELLA NETO/ NELSON NERY COSTA E OUTROS
FORENSE
(2004)
R$ 10,00



COMO FAZER O AMOR DAR CERTO
STEVEN CARTER
SEXTANTE
(2011)
R$ 10,00



GEN 13 - Nº 4
JIM LEE / BRANDON CHOI / J SCOTT CAMPBELL
GLOBO
(1996)
R$ 10,00



STAR ISLAND
CARL HIAASEN
SPHERE
(2011)
R$ 10,00



LITERATURA COMENTADA - MANUEL BANDEIRA
SALETE DE ALMEIDA CLARA
NOVA CULTURAL
(1988)
R$ 10,00



QUEM MANDA EM MIM SOU EU
FANNY ABRAMOVICH
ATUAL
(1989)
R$ 10,00





busca | avançada
81512 visitas/dia
2,4 milhões/mês