Livros que aproximam | Ivan Bilheiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Espetáculo “Canções Para Pequenos Ouvidos” chega ao Teatro Clara Nunes, em Diadema
>>> Escrever outros Corpos - Criar outras Margens || BELIZARIO Galeria
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
>>> Dramaturgo Ed Anderson lança livro com textos de espetáculos
>>> Encomenda De Livro On-Line É Disparo Para Novo Espetáculo Do Grupo Pano
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Uísque ruim, degustador incompetente
>>> O bom e velho jornalismo de sempre
>>> Apresentação
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
>>> 31 de Maio #digestivo10anos
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
Mais Recentes
>>> Sexualidade na maturidade de Luciana Nobile pela Brasiliense (2002)
>>> Cristologia Narrativa do Novo Testamento de Frank J. Matera pela Vozes (2003)
>>> Monica and Friends Nº 5 - In an Elephant in the Room ... de Mauricio de Souza pela Panini Comics (2015)
>>> Livro de bolso - Romanceiro da Imigração Japonesa - Série Imigração de Célia Sakurai pela Sumaré Fapesp (1993)
>>> Arquipélago Gulag II - 1918-1956 de Alexandre Soljenitsin pela Difel (1976)
>>> Reflexões sobre Maquiavel de Leo Strauss pela É Realizações (2015)
>>> Livro de bolso - The Revenge Of Gaia de James Lovelock pela Penguin Books (2007)
>>> Tratamentos Naturais Saúde através do Naturismo 303 de Antônio Thomé pela Vida Plena (2003)
>>> A Hora é Agora! 303 de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência (2015)
>>> Livro de bolso - Livro - A República de Weimar e a Ascenção do Nazismo - Tudo é história 58 de Angela Mendes de Almeida pela Brasiliense (1982)
>>> Entre os fiéis: Irã, Paquistão, Malásia, Indonésia de V. S. Naipaul pela Companhia das letras (1999)
>>> Comece onde você está 303 de Pema Chodron pela Sextante (2003)
>>> Livro de bolso - Como Aprimorar As Vendas - Série Sucesso Profissional - Seu Guia de Estratégia Pessoal de Robert Heller pela Publifolha (2000)
>>> Noites Felinas 303 de Cyril Collard pela Brasiliense (1993)
>>> A Nova História de Jacques Le Goff, Le Roy Ladurie, Georges Duby e Outros pela Edições 70 (1977)
>>> Monica and Friends Nº 32 de Mauricio de Souza pela Panini Comics (2017)
>>> O Mapa da Felicidade 303 de heloísa Capelas pela Gente (2014)
>>> Livro - Peter Pan - Texto Integral de James Barrie , Ana Maria Machado pela Ftd (1992)
>>> Arquipélago Gulag I - 1918-1956 de Alexandre Soljenitsin pela Círculo do livro (1975)
>>> Livro - Gente, Bicho, Planta: O Mundo Me Encanta de Ana Maria Machado pela Global (2010)
>>> O Zahir 303 de Paulo Coelho pela Rocco (2005)
>>> Universo e Vida 303 de Hernani T. Sant'Anna pela Federação Espírita Brasileira (1994)
>>> Mecânica dos fluidos de Victor L. Streeter pela McGraw-Hill do Brasil (1974)
>>> As duas faces do gueto de Loic Wacquant pela Boitempo (2008)
>>> Livro - International Guy - Paris Nova York Copenhague - Três cidades, três homens sedutores, três histórias da mesma série em um único volume de Audrey Carlan pela Verus (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 12/11/2010
Livros que aproximam
Ivan Bilheiro

+ de 5100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Eu já me declarei, aqui mesmo, no Digestivo, um bibliófilo com preferência pelos sebos. E, cada vez mais, tenho motivos para reafirmar minha preferência. Acabei de ler, há poucos dias, A sociedade literária e a torta de casca de batata (Rocco, 2009, 304 págs. ― no original, The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society) da bibliotecária e livreira Mary Ann Shaffer com a colaboração de sua sobrinha Annie Barrows. Foi uma indicação do editor-assistente do Digestivo, Rafael Rodrigues, e este livro ratificou minha preferência. Para resumi-lo em uma só frase: é uma história de livros que aproximam pessoas. Exatamente o que eu penso deles.

Infelizmente, desta vez meu exemplar de sebo não veio com nenhuma marcação de seu dono anterior. Aliás, uma reflexão que me veio quando cheguei em uma parte em que Julliet Ashton, a escritora que é a personagem principal da história, pergunta ao seu editor Sidney Stark se, de fato, 30% dos livros são comprados para serem dados de presente: comprei o meu num sebo (como não poderia deixar de ser), e ele estava quase novo. Na verdade, velho: um pouco sujo nas bordas, um pouco mal-tratado. Mas não parecia que havia sido lido antes. E, assim, me deu a impressão de que foi um presente dispensado por alguém.

Esta reflexão me fez agir como a própria Julliet Ashton: ao olhar para as janelas das casas enquanto viaja de trem, ela capta detalhes e, a partir deles, imagina a vida das pessoas. Dá dinâmica e vivacidade àquela imagem. Eu faço isso pelos livros, como com este. Agora, retomando-o para escrever este texto, notei que a folha de rosto foi arrancada. Uma folha com dedicatória, talvez? Um presente de alguém não mais querido, cujas lembranças não devem mais ser guardadas? A imaginação vai mesmo longe com os livros de sebo.

Mas vamos ao conteúdo: trata-se de uma história inteiramente contada e registrada através das cartas trocadas entre os personagens. O contexto é o pós-Segunda Guerra Mundial, especificamente o ano de 1946, ainda com todos os traumas, as histórias e as dificuldades oriundas do conflito. Começa com o primeiro livro que aproxima pessoas: uma coletânea de textos escritos pela protagonista Julliet Ashton, moradora de Londres. A autora sai em turnê para divulgar o livro (coisa em falta no Brasil. Ela, então, vai se correspondendo com seu editor e alguns outros personagens do seu círculo de amizades, inclusive relatando as interações com seus leitores.

Aí entra um segundo livro que contribui nas aproximações humanas e, neste caso, vale citar uma frase da personagem principal: "Talvez haja algum instinto secreto nos livros que os leve a seus leitores perfeitos. Se isso fosse verdade, seria encantador". Ocorre que um dos livros vendidos por Julliet Ashton para abrir espaço em sua estante foi parar nas mãos de Dawsey Adams, um morador de Guernsey, uma ilha do Canal da Mancha que foi ocupada pelos alemães durante a guerra. Julliet havia colocado seu nome e endereço na folha de rosto (talvez, como o ex-dono do meu livro), o que permitiu que Dawsey escrevesse para ela, comentando notas marginais feitas por ela e pedindo informações para obter novos livros do autor.

Os dois passam, então, a se corresponder, e Julliet conhece a história da sociedade literária que dá o curioso título ao livro: A sociedade literária e a torta de casca de batata. Trata-se de uma espécie de grupo de leituras criado no total improviso. Uma noite, alguns moradores de Guernsey, entre eles o próprio Dawsey Adams, burlando o toque de recolher instituído pelos alemães durante a ocupação da ilha, foram à casa de uma vizinha comer um porco assado ― um delito grave na época, posto que os alimentos eram controlados pelos alemães. Na volta, foram abordados por bravos soldados e, questionados sobre o motivo de não estarem em suas respectivas casas, ficaram atônitos. Só uma das integrantes do grupo, Elizabeth McKenna, não se submeteu e reagiu de forma surpreendente: afirmou que eles estavam vindo do encontro da Sociedade Literária de Guernsey e que o debate do livro Elizabeth e seu jardim alemão havia sido tão interessante que eles perderam a noção do tempo. Assim apareceu, na história, mais um livro atuante nas relações humanas. Embora fictício, tal como a sociedade literária da fala de Elizabeth até então, contribuiu para que o grupo escapasse da situação. Desta forma surgiu a Sociedade: a necessidade do álibi deu o pontapé inicial e, para não confessar a mentira, foi necessário estruturar, de fato, um grupo de leituras.

Para a Sociedade entraram pessoas que nem sequer tinham o hábito da leitura, entre eles Will Thisbee, o responsável pela inserção de Torta de Casca de Batata no nome do grupo. Ele não ia a nenhuma reunião se não houvesse o que comer. Preocupava-se com isso. Como a situação durante a guerra era precária, ele montou a iguaria: purê de batatas como recheio, beterrabas coadas para adoçar e cascas de batata para cobrir.

A partir do momento em que Julliet Ashton tomou conhecimento destas histórias, ficou tão interessada que passou também a se corresponder com os demais membros da Sociedade. Neste caminho, a história vai apresentando os personagens, suas histórias, sua relação com as leituras e a Sociedade Literária, suas lembranças e traumas do período da Guerra etc. Os livros, pedras-angulares da Sociedade, vão entrando ao longo da história, estabelecendo as relações dos personagens.

Por fim, Julliet Ashton, que estava em busca de um novo tema para sua próxima empreitada como escritora, decide escrever sobre Elizabeth McKenna e sobre a Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata de Guernsey. E este último livro da história, responsável pela mudança de Julliet para a ilha, aprofunda os laços de amizade entre os personagens membros da sociedade e ela, bem como promove seu casamento com Dawsey.

A história em si é branda, mas o testemunho do potencial da leitura e dos livros é grandioso. Começando e terminando com a atuação magistral dos livros na vivificação das relações humanas, A sociedade literária e torta de casca de batata é, sem dúvida, uma leitura encantadora. Aí se encontra um forte argumento contrário à ideia da extinção dos livros: responsáveis por aproximações entre pessoas, eles são elementos importantíssimos para gozar a vida.

Por fim, reproduzo as palavras da protagonista para acrescentar uma ideia: "É isto que amo na leitura: uma pequena coisa o interessa num livro, e essa pequena coisa o leva a outro livro, e um pedacinho que você lê nele o leva a um terceiro. Isso vai em progressão geométrica ― sem nenhuma finalidade em vista, e unicamente por prazer". E quando, então, os livros nos levam a novos livros e também às pessoas? Que potencial, hein?!

Para ir além






Ivan Bilheiro
Juiz de Fora, 12/11/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Moro no Morumbi, mas voto em Moema de Julio Daio Borges
02. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) de Renato Alessandro dos Santos
03. Os Doze Trabalhos de Mónika. 3. Um Jogo de Poker de Heloisa Pait
04. Nós, os afogados, de Carsten Jensen de Ricardo de Mattos
05. Em noite de lua azul de Elisa Andrade Buzzo


Mais Ivan Bilheiro
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/11/2010
21h30min
Há livros que trazem o prazer da leitura e de um aprendizado. Já um trabalho literário que envolva alimentação traz a experiência do sabor e o prazer de cozer, comer e ler ao mesmo tempo.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Monster - Volume 9
Naoki Urasawa
Conrad



No Caminho de Swann
Marcel Proust
Abril Cultural
(1982)



Código de Processo Civil
Editora Saraiva
Saraiva
(2003)



História das Teorias da Comunicação
Armand e Michele Mattelart
Loyola
(2002)



Quando Se Pretende Falar da Vida 2ªed(1986)
Francisco Cândido Xavier
Geem
(1986)



Auto da Barca do Inferno: Farsa de Inês Pereira ; Auto da índia
Gil Vicente
Atica
(2006)



Uma História da Terra e do Mar
Katy Simpson Smith
Globo Livros
(2014)



David Strauss sectário e escritor
Nietzsche
Escala
(2008)



Rasteira no Campo de Caniços - Confira !!!
Narjara Medeiros
7 Letras
(2010)



Pacto Sinistro - Confira !!!
Nero Blanc
Ediouro
(2005)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês