Livros que aproximam | Ivan Bilheiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Sexta-feira, 12/11/2010
Livros que aproximam
Ivan Bilheiro

+ de 4300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Eu já me declarei, aqui mesmo, no Digestivo, um bibliófilo com preferência pelos sebos. E, cada vez mais, tenho motivos para reafirmar minha preferência. Acabei de ler, há poucos dias, A sociedade literária e a torta de casca de batata (Rocco, 2009, 304 págs. ― no original, The Guernsey Literary and Potato Peel Pie Society) da bibliotecária e livreira Mary Ann Shaffer com a colaboração de sua sobrinha Annie Barrows. Foi uma indicação do editor-assistente do Digestivo, Rafael Rodrigues, e este livro ratificou minha preferência. Para resumi-lo em uma só frase: é uma história de livros que aproximam pessoas. Exatamente o que eu penso deles.

Infelizmente, desta vez meu exemplar de sebo não veio com nenhuma marcação de seu dono anterior. Aliás, uma reflexão que me veio quando cheguei em uma parte em que Julliet Ashton, a escritora que é a personagem principal da história, pergunta ao seu editor Sidney Stark se, de fato, 30% dos livros são comprados para serem dados de presente: comprei o meu num sebo (como não poderia deixar de ser), e ele estava quase novo. Na verdade, velho: um pouco sujo nas bordas, um pouco mal-tratado. Mas não parecia que havia sido lido antes. E, assim, me deu a impressão de que foi um presente dispensado por alguém.

Esta reflexão me fez agir como a própria Julliet Ashton: ao olhar para as janelas das casas enquanto viaja de trem, ela capta detalhes e, a partir deles, imagina a vida das pessoas. Dá dinâmica e vivacidade àquela imagem. Eu faço isso pelos livros, como com este. Agora, retomando-o para escrever este texto, notei que a folha de rosto foi arrancada. Uma folha com dedicatória, talvez? Um presente de alguém não mais querido, cujas lembranças não devem mais ser guardadas? A imaginação vai mesmo longe com os livros de sebo.

Mas vamos ao conteúdo: trata-se de uma história inteiramente contada e registrada através das cartas trocadas entre os personagens. O contexto é o pós-Segunda Guerra Mundial, especificamente o ano de 1946, ainda com todos os traumas, as histórias e as dificuldades oriundas do conflito. Começa com o primeiro livro que aproxima pessoas: uma coletânea de textos escritos pela protagonista Julliet Ashton, moradora de Londres. A autora sai em turnê para divulgar o livro (coisa em falta no Brasil. Ela, então, vai se correspondendo com seu editor e alguns outros personagens do seu círculo de amizades, inclusive relatando as interações com seus leitores.

Aí entra um segundo livro que contribui nas aproximações humanas e, neste caso, vale citar uma frase da personagem principal: "Talvez haja algum instinto secreto nos livros que os leve a seus leitores perfeitos. Se isso fosse verdade, seria encantador". Ocorre que um dos livros vendidos por Julliet Ashton para abrir espaço em sua estante foi parar nas mãos de Dawsey Adams, um morador de Guernsey, uma ilha do Canal da Mancha que foi ocupada pelos alemães durante a guerra. Julliet havia colocado seu nome e endereço na folha de rosto (talvez, como o ex-dono do meu livro), o que permitiu que Dawsey escrevesse para ela, comentando notas marginais feitas por ela e pedindo informações para obter novos livros do autor.

Os dois passam, então, a se corresponder, e Julliet conhece a história da sociedade literária que dá o curioso título ao livro: A sociedade literária e a torta de casca de batata. Trata-se de uma espécie de grupo de leituras criado no total improviso. Uma noite, alguns moradores de Guernsey, entre eles o próprio Dawsey Adams, burlando o toque de recolher instituído pelos alemães durante a ocupação da ilha, foram à casa de uma vizinha comer um porco assado ― um delito grave na época, posto que os alimentos eram controlados pelos alemães. Na volta, foram abordados por bravos soldados e, questionados sobre o motivo de não estarem em suas respectivas casas, ficaram atônitos. Só uma das integrantes do grupo, Elizabeth McKenna, não se submeteu e reagiu de forma surpreendente: afirmou que eles estavam vindo do encontro da Sociedade Literária de Guernsey e que o debate do livro Elizabeth e seu jardim alemão havia sido tão interessante que eles perderam a noção do tempo. Assim apareceu, na história, mais um livro atuante nas relações humanas. Embora fictício, tal como a sociedade literária da fala de Elizabeth até então, contribuiu para que o grupo escapasse da situação. Desta forma surgiu a Sociedade: a necessidade do álibi deu o pontapé inicial e, para não confessar a mentira, foi necessário estruturar, de fato, um grupo de leituras.

Para a Sociedade entraram pessoas que nem sequer tinham o hábito da leitura, entre eles Will Thisbee, o responsável pela inserção de Torta de Casca de Batata no nome do grupo. Ele não ia a nenhuma reunião se não houvesse o que comer. Preocupava-se com isso. Como a situação durante a guerra era precária, ele montou a iguaria: purê de batatas como recheio, beterrabas coadas para adoçar e cascas de batata para cobrir.

A partir do momento em que Julliet Ashton tomou conhecimento destas histórias, ficou tão interessada que passou também a se corresponder com os demais membros da Sociedade. Neste caminho, a história vai apresentando os personagens, suas histórias, sua relação com as leituras e a Sociedade Literária, suas lembranças e traumas do período da Guerra etc. Os livros, pedras-angulares da Sociedade, vão entrando ao longo da história, estabelecendo as relações dos personagens.

Por fim, Julliet Ashton, que estava em busca de um novo tema para sua próxima empreitada como escritora, decide escrever sobre Elizabeth McKenna e sobre a Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata de Guernsey. E este último livro da história, responsável pela mudança de Julliet para a ilha, aprofunda os laços de amizade entre os personagens membros da sociedade e ela, bem como promove seu casamento com Dawsey.

A história em si é branda, mas o testemunho do potencial da leitura e dos livros é grandioso. Começando e terminando com a atuação magistral dos livros na vivificação das relações humanas, A sociedade literária e torta de casca de batata é, sem dúvida, uma leitura encantadora. Aí se encontra um forte argumento contrário à ideia da extinção dos livros: responsáveis por aproximações entre pessoas, eles são elementos importantíssimos para gozar a vida.

Por fim, reproduzo as palavras da protagonista para acrescentar uma ideia: "É isto que amo na leitura: uma pequena coisa o interessa num livro, e essa pequena coisa o leva a outro livro, e um pedacinho que você lê nele o leva a um terceiro. Isso vai em progressão geométrica ― sem nenhuma finalidade em vista, e unicamente por prazer". E quando, então, os livros nos levam a novos livros e também às pessoas? Que potencial, hein?!

Para ir além






Ivan Bilheiro
Juiz de Fora, 12/11/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A barata na cozinha de Luís Fernando Amâncio
02. O papel aceita tudo de Jardel Dias Cavalcanti
03. O Vendedor de Passados de Marilia Mota Silva
04. Corot em exposição de Jardel Dias Cavalcanti
05. Crônica de Aniversário de Julio Daio Borges


Mais Ivan Bilheiro
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/11/2010
21h30min
Há livros que trazem o prazer da leitura e de um aprendizado. Já um trabalho literário que envolva alimentação traz a experiência do sabor e o prazer de cozer, comer e ler ao mesmo tempo.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




GINECOLOGIA 9887
ALVARO DA CUNHA BASTOS
ATHENEU
(2006)
R$ 34,00



MUITO MAIS QUE 5 MINUTOS - 9756
KÉFERA BUCHMANN
PARALELA
(2015)
R$ 7,00



MERCADO EM COLISÃO
MOHAMED EL-ERIAN
EDIOURO
(2008)
R$ 18,00



AVENTURAS DE HUCKLEBERRY FINN
MARK TWAIN
ABRIL CULTURAL
R$ 10,00



ME LEVA NOS BRAÇOS, ME LEVA NOS OLHOS
ANNAMARIA DIAS
VIDA & CONSCIÊNCIA
(2010)
R$ 15,00



CONEXÃO MANHATTAN- CRÔNICAS DA BIG APPLE
LUCAS MENDES
CAMPUS
(1997)
R$ 35,90
+ frete grátis



AS RELAÇÕES DO BEM-ESTAR PESSOAL
DR. THOMAS A. HARRIS
CIRCULO DO LIVRO
(1976)
R$ 4,00



BALADAS
HILDA HILST
GLOBO
(2003)
R$ 30,00



BÁBI IAR - DOCUMENTÁRIO SOBRE OS HORRORES DO NAZISMO
ANATOLY KUZNETSOV
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1969)
R$ 25,00



READING EXPLORER 4 COM CD
PAUL MCLNTYRE
HEINLE CENGALE LEARNING
(2010)
R$ 8,41





busca | avançada
46852 visitas/dia
1,1 milhão/mês